Goji Berry (cápsulas, fruta): benefícios, como consumir, emagrece?

0

A Goji Berry é chamada em alguns lugares de superalimento devido às propriedades nutritivas em uma pequena frutinha. Entretanto, existem exageros nas informações divulgadas. Leia para saber mais!

Índice – neste artigo você vai encontrar as seguintes informações:

  1. O que é a Goji Berry
  2. Tipos
  3. Goji Berry seca barriga
  4. Para que serve?
  5. Propriedades
  6. Vitamina C na Goji Berry
  7. Goji Berry emagrece?
  8. Contraindicações
  9. Como consumir?
  10. Preço e onde comprar
  11. Receitas
  12. Substitutos para Goji Berry

O que é a Goji Berry?

A Goji Berry é uma frutinha de origem asiática que há milênios é utilizada na medicina tradicional chinesa. Atualmente está presente em dietas saudáveis, fazendo parte da alimentação de muita gente.

Vermelha-alaranjada e normalmente vendida ressecada (parecida com uvas passas), a Goji Berry costuma ser importada. Seus principais produtores são a China e algumas regiões da Europa como Portugal e Reino Unido. Também é possível encontrar versões tibetanas.

Existem fazendas que plantam a Goji no Canadá e nos Estados Unidos desde o início dos anos 2000, quando a popularidade da fruta começou a aumentar.

As frutinhas são usadas como um alimento saudável, sendo elas base para iogurtes, chás, sucos, barras de cereal e até mesmo produtos baseados nas sementes, como óleos.

A Goji Berry possui duas espécies, a Lycium barbarum e a Lycium chinense. Ambas são originárias da ásia. Elas são frequentemente usadas na culinária asiática, além de na medicina tradicional chinesa, coreana, vietnamita e japonesa, devido à crença de seus poderes curativos e nutricionais.

Na cozinha de diversas regiões (inclusive brasileiras), suas folhas e caules também são utilizadas, além das frutas.

Uma boa maneira de inserir a Goji Berry na rotina é pela manhã, utilizando sucos, acompanhando cereais e outras frutas ou misturando-as no iogurte.

Tipos

Existem duas espécies diferentes de Goji Berry, mas suas propriedades são parecidas. A Lycium chinense e a Lycium barbarum se diferenciam principalmente no gosto, que é levemente diferente, apesar de a diferença ser perceptível. O sabor de ambas é azedinho e adocicado.

Para a venda, costumam ser vendidas em duas formas diferentes.

Desidratada

A versão ressecada da fruta é a mais comum, especialmente porque isso permite a preservação do fruto por mais tempo.

As frutas podem ser ressecadas de duas formas: Através do sol ou de máquinas.

No caso de elas serem ressecadas ao sol, as frutinhas são expostas à luz solar direta e forte por mais de uma semana, até que toda a água tenha evaporado.

Já no caso do ressecamento mecânico, 36 horas são o bastante. As frutas são aquecidas em uma máquina que aumenta a temperatura progressivamente em intervalos específicos para que todo o líquido deixe a Goji Berry. O que sobra é a versão desidratada, que é vendida nos mercados.

Fruta fresca

A versão fresca da Goji Berry, ou seja, do jeito que é colhida, sem ressecamento, é um pouco mais incomum. Ela é delicada e não dura muito tempo se não estiver congelada, o que quer dizer que, além de tudo, pode ser mais cara.

Também é usada em dietas saudáveis, mas não é vendida no Brasil.

Cápsulas

A Goji Berry é frequentemente vendida em cápsulas. Normalmente a fruta é processada e misturada a aditivos de nutrientes, como vitamina C, e outros compostos, como óleo de linhaça. As cápsulas são recheadas com a farinha de Goji Berry e os aditivos.

Você pode encontrar esse tipo para o consumo em farmácias e lojas de alimentação saudável.

Farinha

As farinhas funcionais são principalmente compostas por alimentos ricos em fibras, como a Goji Berry. Assim como as cápsulas, podem ser encontradas em farmácias e lojas de produtos naturais.

Este tipo do produto apresenta misturas de diversos alimentos em uma farinha, que por sua vez pode ser ingerida misturada com água pela manhã. Assim é possível ingerir os nutrientes disponibilizados pela fruta e os outros ingredientes escolhidos por cada marca para a fabricação da farinha.

Também é possível ingerir misturada em um suco detox, iogurte ou no leite desnatado, o que adiciona ainda mais nutrientes variados. Assim você garante uma redução do apetite no decorrer do dia e uma alimentação mais saudável.

Goji Berry seca barriga

A farinha seca barriga é um produto vendido como emagrecedor e suplemento de vitaminas e minerais. É composto pela farinha de Goji Berry com outras misturas, como acerola, para complementar a vitamina C.

A farinha seca barriga não é um produto diferente da farinha de Goji Berry ou das cápsulas da fruta. Assim como estas duas versões, ela traz todos os benefícios da ingestão da Goji Berry para o intestino, devido as fibras, e todo o organismo por conta dos nutrientes variados existentes na fruta.

Além disso, a vitamina C extra frequentemente adicionada com outros produtos traz diversos benefícios para a imunidade e a pele, assim como a própria vitamina C da Goji.

Leia mais: Exercícios para perder barriga: como fazer, aeróbicos e abdominais

Para que serve?

Em primeiro lugar, ela é um alimento. Considerada muito nutritiva, ela é usada em dietas saudáveis em todo lugar.

Traz, de fato, diversos nutrientes, sendo rica em fibras e antioxidantes. A fruta possui fama de ser ideal para auxiliar o emagrecimento por dar saciedade, mas tome cuidado.

As porções de Goji Berry são pequenas, mas a fruta não é um exemplo de baixas calorias, especialmente por sua versão mais consumida e comum ser desidratada, o que quer dizer que ela concentra seus nutrientes — e calorias.

Recomenda-se ingerir é de 28 gramas de Goji Berry por dia, em torno de 2 colheres de sopa. Isso cerca de 70 a 100 calorias. 100 gramas de Goji Berry desidratada possui entre 250 e 350 calorias.

Portanto, lembre de consumir a fruta com moderação.

Apesar disso, a Goji Berry é reconhecidamente nutritiva. Ela traz diversos minerais e nutrientes necessários para o corpo humano.

Adicionar fibras à alimentação

A Goji Berry é uma grande fonte de fibras que servem para melhorar o trânsito intestinal. Ingeri-las diariamente ajuda a lidar com constipação e intestino preso, facilitando assim as idas ao banheiro.

Dar sabor às receitas

Com um sabor característico, levemente azedo e adocicado, adicionar a Goji Berry em sucos, shakes ou em receitas que você já faz pode dar um gostinho a mais. Tente adicionar uma colher de sopa de Goji Berry ressecada no iogurte e veja como o gosto muda!

Mais nutrientes na dieta

Comer Goji Berry pode ser uma maneira de compor a ingestão necessária de frutas.

Além de oferecer nutrientes, a fruta tem uma cor vermelha forte e bonita. Você pode usá-la de enfeite para pratos, dando um aspecto agradável.

Leia mais: Alimentação Saudável: o que é, benefícios, como ter, cardápio, dicas

Propriedades

A Goji Berry possui diversas propriedades que podem ser benéficas. Entre elas estão:

Antioxidantes

A Goji Berry possui os antioxidantes Betacaroteno, e Zeaxantina, que possuem efeito de proteção celular, devido à inibição dos radicais livres. Além disso, têm efeito anti-inflamatório, ajudando a evitar doenças crônicas.

Carotenoides

A Goji Berry é uma das frutas com alto teor de carotenoides, a maior parte deles sendo a zeaxantina. Carotenoides são são pigmentos presentes nas plantas e que, no organismo, agem como antioxidantes e um dos tipos possíveis de Vitamina A, por isso, trazem diversos benefícios para a visão.

Aminoácidos

A Goji Berry tem um total de 19 aminoácidos, incluindo 8 dos 9 aminoácidos essenciais (ou seja, não são produzidos pelo próprio corpo humano e precisam ser ingeridos na alimentação).

Isso quer dizer que comer Goji Berry traz uma variedade grande de aminoácidos, trazendo um pouco da maior parte dos que precisamos ingerir na alimentação.

Minerais

Potássio, ferro, manganês e cálcio são alguns dos minerais que estão presentes na Goji Berry.

É importante ressaltar que é o solo que define quais minerais estão presentes em uma planta, portanto dependendo de onde ocorre o cultivo, pode haver variação na quantidade de cada um destes.

Mas a espécie da planta também é relevante neste quesito.

Os minerais presentes na Goji Berry são os seguintes:

Cálcio

A função mais conhecida do cálcio no corpo humano é a estruturação dos ossos e dentes, mas existem ainda outras funções. O mineral é usado também para a contração muscular, transmissão de impulsos nervosos e até mesmo da coagulação do sangue.

Ele é o mineral em maior quantidade em nosso organismo. A falta de cálcio por longos períodos pode causar problemas sérios como a osteoporose, além de fraqueza.

Na Goji Berry, a concentração de cálcio é a seguinte:

  • Fruta fresca: 26,6mg/100g de fruta ou 2,6% da ingestão diária.
  • Fruta ressecada: 101,3mg/100g de fruta ou 10,1% da ingestão diária.

Potássio

O potássio também é utilizado na contração muscular, além de ajudar a proteger o cálcio dos ossos de ácidos. Quando está em falta, dores e cãibras podem aparecer, assim como dores de cabeça, fraqueza e cansaço.

O coração, sendo um músculo, precisa do potássio para contrair de maneira adequada e é essencial que este mineral esteja presente no corpo.

Na Goji Berry, pode ser encontrado nas seguintes quantidades:

  • Fruta fresca: 276,2mg/100 g de fruta ou 7,8% da ingestão diária.
  • Fruta ressecada: 881,9mg/100g de fruta ou 25,1% da ingestão diária.

Magnésio

O magnésio também é usado nos músculos. Ele é essencial para o relaxamento muscular e regulagem do esforço que os músculos fazem. A falta de magnésio é a maior responsável por cãibras, ainda mais do que a falta de potássio.

Além disso, o mineral é importante para proteger os vasos sanguíneos de acúmulos de placas de gordura e para controlar a pressão arterial.

É possível encontrar magnésio na Goji Berry nas seguintes quantidades:

  • Fruta fresca: 12,7mg/100 g de fruta ou 3% da ingestão diária.
  • Fruta ressecada: 45,9mg/100g de fruta ou 10,9% da ingestão diária.

Sódio

O sódio é importante para a manutenção da saúde cardíaca e da contração adequada dos músculos, aliado ao potássio, o cálcio e o magnésio.

A substância também faz parte do processo de metabolismo de macronutrientes para as células. Sem o sódio, a transformação deles em energia fica prejudicada.

Além disso, é um dos sais minerais que garante a concentração adequada de líquido nas células. Em excesso, faz com que elas fiquem desidratadas e o líquido se acumule fora delas e a falta de sódio pode fazer com que elas inchem com líquido e sejam danificadas.

Cada porção de Goji Berry contém:

  • Fruta fresca: 57,3mg/100 g de fruta ou 2,8% da ingestão diária.
  • Fruta ressecada: 209,8mg/100g de fruta ou 10,4% da ingestão diária.

Fósforo

O fósforo é o segundo lugar em quantidade em nosso organismo, atrás apenas do cálcio. Ele também faz parte dos ossos e dentes, além de auxiliar no metabolismo dos músculos e sistema nervoso.

Quando está em falta, pode causar dores nos ossos, perda de memória, taquicardia e problemas no metabolismo muscular.

Pode ser encontrado na Goji Berry nas seguintes quantidades:

  • Fruta fresca: 48,4mg/100 g de fruta ou 3,8% da ingestão diária.
  • Fruta ressecada: 174,3mg/100g de fruta ou 13,9% da ingestão diária.

Cobalto

Não precisamos de muito cobalto diariamente, mas ele é essencial para a vitamina B12, que age em todas as células mas especialmente nas da medula óssea, afetando nosso sangue.

A falta de cobalto pode causar anemia, fadiga e, em crianças e adolescentes, desaceleração do crescimento.

As quantidades de cobalto na Goji Berry são pequenas, mas como precisamos de pouco diariamente, ela cobre toda nossa necessidade diária:

  • Fruta fresca: 0,001mg/100 g de fruta ou 100% da ingestão diária.
  • Fruta ressecada: 0,001mg/100g de fruta ou 100% da ingestão diária.

Cobre

O cobre ajuda o intestino a absorver o ferro além de auxiliar os minerais dos ossos a se fixarem. O cobre também é importante para a formação e manutenção do sistema nervoso central.

Quando está em falta, pode haver diarreias, fibrose no miocárdio (coração), anemia e paralisia.

  • Fruta fresca: 0,3mg/100 g de fruta ou 33,3% da ingestão diária.
  • Fruta ressecada: 0,8mg/100g de fruta ou 88,8% da ingestão diária.

Ferro

O ferro é o principal mineral utilizado na formação de células sanguíneas e é o que dá a cor vermelha para nosso sangue. É graças ao ferro que as hemoglobinas conseguem absorver oxigênio e transportá-lo para as células do corpo através da corrente sanguínea.

A falta de ferro causa a redução de células sanguíneas, o que caracteriza anemia. Pode haver cansaço, falta de apetite e palidez.

Na Goji Berry encontramos:

  • Fruta fresca: 0,9mg/100 g de fruta ou 5% da ingestão diária.
  • Fruta ressecada: 3,4mg/100g de fruta ou 18,8% da ingestão diária.

Manganês

O manganês é um mineral essencial para o organismo humano e serve para o crescimento ósseo, funções mentais, além de ser importante para o processo digestivo e para a reprodução.

Entretanto, é preciso ter cuidado já que é considerado um mineral tóxico. Em excesso pode causar problemas de ereção, por afetar os testículos, e danos cerebrais, causando sintomas como problemas de memórias e alucinações.

Este mineral pode ser encontrado na Goji Berry nas seguintes quantidades:

  • Fruta fresca: 0,2mg/100 g de fruta ou 8,7% da ingestão diária.
  • Fruta ressecada: 0,5mg/100g de fruta ou 21,7% da ingestão diária.

Zinco

O zinco é utilizado no organismo para a ativação de enzimas e também é necessário para o sistema imunológico, além de trazer benefícios para a saúde dos cabelos e das unhas. A pele também se beneficia, já que o zinco pode acelerar processos de cicatrização.

A Goji Berry contém as seguintes quantidades:

  • Fruta fresca: 0,5mg/100 g de fruta ou 4,5% da ingestão diária.
  • Fruta ressecada: 0,15mg/100g de fruta ou 13,6% da ingestão diária.

Selênio

O selênio é um mineral que, além de melhorar a imunidade, tem efeitos antioxidantes.

Ele é necessário em nosso corpo em baixíssimas quantidades. Apenas 55 a 70 microgramas são necessárias por dia. A partir de 400 microgramas diárias pode haver a intoxicação pelo nutriente, mas abaixo disso ele é seguro e necessário.

Na Goji Berry, o selênio pode ser encontrado nas seguintes quantidades:

  • Fruta Fresca: 0,1µmg/100g de fruta ou 0,18% da ingestão diária.
  • Fruta ressecada: 0,17µmg/100g de fruta ou 0,3% da ingestão diária.

Vitaminas

A Goji Berry é uma grande fonte de vitaminas. Entre as presentes estão:

Vitamina A

Nas frutas, assim como todos os vegetais, a vitamina A está presente na forma de betacaroteno e zeaxantina, que são antioxidantes. Ela traz benefícios para os olhos, pele e ajuda no crescimento e divisão celular.

Vitamina C

Famosa por sua importância para a imunidade, a vitamina C também é essencial para a produção de colágeno, que é um material essencial para a pele, músculos e ossos, além de ser um antioxidante.

Vitaminas do complexo B

As vitaminas B1, B2 e B6 estão presentes na Goji Berry. Todas elas são usadas pelo organismo para converter carboidratos em glicose, que é usada como energia para o corpo. As vitaminas do complexo B são essenciais para o funcionamento de nosso organismo.

Vitamina E

Esta vitamina é usada pelo corpo para prevenir doenças cardiovasculares. É um importante antioxidante, além de ajudar a controlar o LDL (colesterol ruim) e a proteger células cerebrais.

Fibras

A Goji Berry é repleta de fibras, que são essenciais para que o sistema digestivo funcione adequadamente e fique regulado. Essa propriedade ajuda contra a constipação e beneficia a digestão, além de promover a sensação de saciedade e reduzir o apetite.

Vitamina C na Goji Berry

Grande aliada do nosso sistema imunológico e da produção de colágeno no corpo humano, a vitamina C está presente na Goji Berry. Entretanto é importante prestar atenção em um detalhe.

A fruta de fato possui vitamina C, porém existem informações espalhadas pela internet dizendo que ela possui 50 vezes mais vitamina C do que uma laranja, de acordo com um estudo publicado no periódico científico American Journal of Clinical Nutrition.

No entanto, no portal da revista, o Minuto Saudável encontrou apenas dois estudos que mencionam a Goji Berry, inclusive pelo outro nome da fruta, wolfberry, e pelos nomes científicos dela, Lycium chinense e Lycium barbarum.

Um deles é sobre os efeitos do consumo de frutas e vegetais nos biomarcadores inflamatórios e na população de células imunitárias, e o outro é sobre os efeitos do consumo de ovo na absorção de carotenóides de vegetais crus. Nenhum deles menciona a quantidade de vitamina C.

Sobre a quantidade real de vitamina C da Goji Berry, o Minuto Saudável encontrou outro estudo que se propôs a realizar a análise. O resultado foi uma média de 48,94mg de vitamina C para cada 100g da fruta.

A laranja-lima possui 43mg de vitamina C para cada 100g de fruta e a laranja-pêra tem 53mg/100g, o que significa que a quantidade da vitamina da Goji Berry é próxima da quantidade das laranjas.

Para ter 50 vezes mais vitamina do que a laranja, seria necessário que a fruta tivesse aproximadamente 2500mg para cada 100g de fruta.

Apenas uma fruta tem toda essa quantidade de vitamina C, a camu-camu, que nasce na amazônia e não é produzida comercialmente.

Todos os estudos estão referenciados no final do texto.

Goji Berry emagrece?

Indiretamente. As propriedades emagrecedoras da Goji Berry são atribuídas a dois fatores. A inibição do apetite e a aceleração do metabolismo. Entretanto, existem alguns pontos a se notar.

A inibição do apetite se deve à presença de fibras no alimento e isso realmente acontece. O emagrecimento, nesse caso, é indireto. A Goji Berry não causa o emagrecimento, mas torna mais fácil regular a dieta.

Já quanto ao metabolismo, a afirmação se deve a uma pesquisa publicada na revista científica Medicina e Ciência em Esportes e Exercícios (em tradução livre) que aponta que o consumo abaixo do recomendado de vitamina C causa menor capacidade de queimar gordura.

Como a Goji supostamente tem muita vitamina C, ela teria propriedades emagrecedoras.

Só que não é bem assim. O estudo apontou que o consumo de vitamina C extra não faz diferença na perda de peso e não ajuda a emagrecer. Ela é importante para o metabolismo, mas não o acelera.

Além disso, já falamos sobre como a Goji Berry não tem tanta vitamina C assim, com aproximadamente 49mg para cada 100 gramas de fruta, mais ou menos o mesmo que a laranja.

Leia mais: Entenda como acelerar o metabolismo ajuda a queimar gordura

No final das contas, o que ajuda mesmo no emagrecimento é uma dieta equilibrada e exercícios físicos.

Contraindicações

Existem algumas contraindicações para o consumo da Goji Berry. São elas:

Uso do anticoagulante Varfarina

Existem estudos que relacionam a ingestão da Goji Berry com uma interação medicamentosa com a varfarina, um medicamento anticoagulante, sendo responsável por uma potencialização do efeito do medicamento.

A conexão não foi comprovada durante o estudo, mas a relação ainda é possível e mais estudos podem ser necessários para confirmar ou não que isso acontece. Por isso, recomenda-se que pessoas tomando o medicamento varfarina evitem o consumo de Goji Berry e comuniquem seu médico caso já esteja comendo a fruta.

Alergias

Se você possui alguma alergia a tomate, tabaco, nozes, pêssego, existe a possibilidade de ter alergia a Goji Berry também. Nesse caso, é recomendável evitar. A alergia alimentar é extremamente perigosa e uma crise anafilática pode ser fatal.

Gestantes

Gestantes devem evitar ingerir a Goji Berry em cápsulas ou em farinha, já que geralmente são adicionados outros produtos e substâncias à formulação. Lembre-se de ler a bula e não consumir este tipo de produto sem conversar antes com seu médico.

Como consumir?

O recomendado para a ingestão de Goji Berry é em torno de 15g e 45g. Isso é entre 1 e 3 colheres de sopa.

Fruta ressecada

Com a ingestão de 15g a 45g, é possível aproveitar adequadamente os benefícios dos nutrientes da fruta. Você pode misturá-las em cereais como a granola ou no iogurte. Além disso, é possível ingeri-las em shakes, sucos ou até mesmo puras.

Cápsulas

Já para o consumo de cápsulas de Goji Berry, recomenda-se que se observe as instruções da embalagem que, em geral, pode variar entre 1 e 3 cápsulas.

A formulação das cápsula costuma conter farinha de Goji Berry acrescida de outros ingredientes, que adicionam mais nutrientes à mistura.

O ideal é consumir conforme a orientação da embalagem, geralmente com água.

Farinha de Goji Berry

Você pode comer a farinha de Goji Berry misturada em um copo de água ou no iogurte. Para saber quanto da substância usar, leia as embalagens e não exagere!

Alguns fabricantes ou marcas podem fazer a mistura de substâncias para enriquecer o valor nutritivo da farinha. Por isso, preste atenção no que diz a embalagem.

Preço e onde comprar

O preço da Goji Berry, por ela ser importada, é um pouco alto. A fruta ressecada custa em torno de R$ 50/kg, podendo variar. Pode ser encontrada em farmácias, padarias, frutarias, mercados e casas de produtos naturais.

Os extratos de Goji Berry em cápsula, que possuem adição de vitaminas e minerais, podem ser comprados por preços que variam de R$ 18 a mais de R$ 100.

Alguns exemplos são:

Você pode encontrar mais versões e outros produtos com a fruta, além de comparar os preços no Consulta Remédios.

Receitas

Existem diversas receitas com Goji Berry que você pode fazer para aproveitar todos os nutrientes disponíveis na frutinha. Algumas delas são:

Suco de Goji Berry +

O suco de Goji Berry é simples, saudável e pode ser aliado a outras frutas para melhorar seu potencial nutritivo. Para fazer um você vai precisar de:

  • 1 colher de sopa de Goji Berry ressecada;
  • 1 colher de chá de gengibre ralado;
  • Gelo picado;
  • 1 colher de sobremesa de mel.

Além dos sabores extra que você quiser adicionar, como:.

  • 150mL de suco de laranja;
  • 1 xícara de morango com 150mL de água de coco;
  • 1 xícara de cenoura e beterraba picadas com 150mL de água de coco;
  • 150mL de suco de limão.

Bata os ingredientes principais com o sabor extra escolhido e beba gelado! Você também pode fazer sem adições, unindo apenas água ou água de coco, ou criar suas próprias misturas.

Bolo integral de Goji Berry

Para fazer um bolo integral com Goji Berry, você vai precisar de:

  • ¾ de xícara de chá de iogurte desnatado;
  • ¾ de xícara de chá de óleo de soja;
  • 4 ovos;
  • 2 xícaras de açúcar mascavo;
  • 1 xícaras de farinha de trigo;
  • 1 xícara de farinha de trigo integral;
  • 1 colher de sopa de fermento em pó;
  • 1 colher de chá de canela em pó;
  • 1 colher de sopa de essência de baunilha;
  • ½ xícara de Goji Berry ressecada;
  • Suco de laranja (o bastante para mergulhar as Goji Berries).

Antes de tudo, mergulhe as Goji Berries no suco de laranja por 15 minutos. Isso fará com que elas fiquem novamente hidratadas, absorvendo o suco e unindo os benefícios das duas frutas.

Também é importante ligar o forno e deixá-lo pré-aquecer a 200 graus durante 15 minutinhos.

Enquanto espera, misture todos os outros ingredientes no liquidificador e os bata até que a massa fique homogênea.

Peneire a Goji Berry, removendo o suco de laranja, e misture as frutas na massa, sem batê-las no liquidificador. A intenção é fazer com que as frutas estejam aparentes na massa.

Unte uma forma com manteiga e polvilhe um pouco de farinha de trigo para garantir que o bolo não irá grudar.

Leve a forma até o forno e deixe assar por 30 minutos.

Você pode fazer cobertura para seu bolo ou polvilhar canela. Está pronto para comer!

Substitutos para a Goji Berry

Vimos até agora que a Goji Berry é nutritiva, mas um pouco cara. Por isso, citamos aqui alguns alimentos que podem servir de substitutos para a Goji Berry em termos de saúde.

Antioxidantes

Diversos alimentos mais baratos trazem quantidades de antioxidantes. O betacaroteno, um dos principais antioxidantes da Goji Berry, pode ser encontrado (inclusive em maiores quantidades) na cenoura, na abóbora, na beterraba, na batata-doce e no mamão, além de em quantidades menores no espinafre, couve e brócolis.

Nenhum destes alimentos custa mais do que R$ 5 o quilo, alguns deles não alcançando sequer R$ 2. Além disso, todos eles (incluindo a batata-doce!) são menos calóricos do que a Goji Berry.

Vitamina C

A Goji Berry é uma boa fonte de vitamina C (que também é um antioxidante), mas se seu objetivo for esse nutriente, muitos alimentos trazem mais da vitamina por muito menos dinheiro.

A famosa laranja é uma fonte com a mesma quantidade de vitamina C que a Goji Berry. Além disso, outras frutas possuem mais do nutriente do que qualquer uma das duas. Algumas delas são:

  • Morangos;
  • Manga;
  • Kiwi;
  • Mexerica;
  • Acerola.

Este último item da lista é especialmente rico em vitamina C. Já mencionamos que a Goji Berry não tem 50 vezes mais vitamina C do que a laranja e que a única fruta que alcança estas quantidades é a camu-camu, que não é produzida comercialmente.

Mas a acerola é. O quilo pode ser encontrado nos mercados por menos de R$ 4,00. O preço desta fruta subiu recentemente, mas ainda é muito menos do que os R$ 50 por quilo da Goji. E diferente da Goji, ela realmente tem muita vitamina C.

A acerola é a segunda fruta com mais vitamina C do mundo, contendo em torno de 1046mg para cada 100g de fruta. É 20 vezes mais vitamina C do que uma laranja, e isso é de verdade. Uma única acerola tem toda a vitamina C de que você precisa diariamente.


A Goji Berry é uma fonte adequada de nutrientes. Apesar de não existirem comidas milagrosas, é possível ter uma alimentação que ajuda a ter uma vida melhor e mais saudável.

Compartilhe este texto com seus amigos para que eles saibam mais sobre a Goji Berry!

Fontes consultadas

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie o conteúdo!)
Loading...

Deixe o seu comentário, nos preocupamos com sua opinião:

Por gentileza, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui

Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois apenas um médico pode prestar tal atendimento. Embora tentemos responder a todos os comentários, opiniões e e-mails que recebemos em até dois dias úteis, nem sempre é possível devido ao grande volume que recebemos. Por favor, tenha em mente que qualquer solicitação ao Minuto Saudável está sujeita aos nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, ao enviar, você indica sua aceitação.