Vitamina C (para o rosto, nos alimentos): benefícios, como tomar

0

O que é a vitamina C?

A vitamina C, também chamada de ácido ascórbico, é um composto químico necessário para o funcionamento correto do corpo humano. É hidrossolúvel (pode se dissolver em água) e um poderoso antioxidante que faz parte da hidroxilação (processo que modifica a composição química de uma substância, tornando-as solúveis em água) de proteínas usadas para a reposição da pele, ossos e dentes.

Vitaminas são compostos que o corpo não consegue produzir — ou o que produz é insuficiente —, mas que são necessários em pequenas quantidades, sendo preciso obtê-las através da alimentação. A vitamina C é uma das vitaminas que o corpo não produz.

A maioria dos animais produz o ácido ascórbico, portanto para eles a substância não é considerada uma vitamina, mas para alguns animais como os seres humanos e porquinhos da índia, ela é necessária na alimentação.

Índice – neste artigo você vai encontrar as seguintes informações:

  1. O que é a vitamina C?
  2. Qual sua função no organismo?
  3. Benefícios da vitamina C
  4. Vitamina C para o rosto
  5. Fontes de vitamina C
  6. Escorbuto: a falta de vitamina C
  7. Grupos de risco para a carência de vitamina C
  8. Ingestão diária recomendada
  9. Suplemento de vitamina C: Preço e onde comprar
  10. Como tomar
  11. Cuidados com a suplementação

Qual sua função no organismo?

A função da vitamina C é a de fazer a hidroxilação do colágeno. Isso é, ela participa da síntese da substância, que é essencial para a firmeza da pele, ossos e dentes, assim como para a integridade dos vasos sanguíneos. Sem a vitamina C, a síntese do colágeno é prejudicada, podendo causar a doença chamada de escorbuto, da qual falaremos mais para frente.

Além disso, a vitamina C é um antioxidante. Este tipo de substância pode evitar reações de oxidação. A oxidação é um processo natural e necessário para a vida, mas pode trazer prejuízos. A oxidação pode produzir radicais livres.

Os radicais livres, dentro do organismo, podem danificar e matar células. Por isso, ter antioxidantes no corpo é importante para reduzir um pouco estes prejuízos.

Existem outras funções da vitamina, por exemplo:

  • Produção de noradrenalina (neurotransmissor que se transforma em adrenalina);
  • Absorção de ferro;
  • Produção de carnitina (necessária para a produção de energia celular);
  • Efeito anti-inflamatório.

Benefícios da vitamina C

A ingestão de vitamina C é necessária para o corpo. Uma pessoa saudável, que já ingere a quantidade necessária da vitamina, não receberá benefícios extras por consumir mais, portanto o excesso é desnecessário. Mas, garantir que a vitamina C está sendo ingerida nas proporções corretas pode promover:

PUBLICIDADE

Produção de tecidos saudáveis

A principal função da vitamina C é a produção de colágeno, material essencial para a sustentação da pele. Sem o colágeno, a pele perde sua elasticidade, pode se ferir mais facilmente e tem dificuldades de cicatrização.

Os antioxidantes, como a vitamina C, são usados pelo corpo para neutralizar radicais livres que podem ser liberados pela oxidação de ácidos nucleicos, proteínas e lipídios no interior do organismo.

Essa oxidação acontece de diversas maneiras, entre elas, através da exposição ao sol, ao fumo e à poluição. A pele possui vitamina C abundante e o consumo do nutriente ajuda a mantê-la protegida destes fatores que aumentam a oxidação.

Entre eles, por exemplo, o fotoenvelhecimento e a fotocarcinogênese, que são, respectivamente, o envelhecimento causado pela radiação solar e a síntese de células cancerígenas através da luz do sol.

A vitamina também é necessária para os ossos, dentes e cartilagens, portanto a ingestão é importante para que esses tecidos sejam produzidos de maneira adequada.

Melhor absorção de minérios

Os minérios, como o ferro, são absorvidos com mais facilidade pelas células quando o corpo possui as quantidades necessárias de vitamina C. A falta desta absorção pode levar a doenças como a anemia, que é a falta de ferro no corpo.

Menor risco de gota

A gota é uma condição causada pela solidificação do ácido úrico nas articulações, formando cristais que causam dor. A vitamina C reduz o risco dessa solidificação acontecer, efetivamente diminuindo as chances de gota.

Redução de radicais livres no corpo

Devido às propriedades antioxidantes da vitamina C, a produção de radicais livres é reduzida no corpo, o que protege as células de danos.

Os radicais livres são moléculas que podem se associar a outras, causando oxidação. Eles podem entrar no corpo de várias maneiras —  por exemplo, pela alimentação —, além de ser produzidos pelo organismo no processo de queima de oxigênio.

Eles causam danos às células, mas o corpo costuma poder reparar a maior parte deles. A vitamina C combate esse dano, protegendo as células do envelhecimento precoce.

Aumento da resistência a doenças cardíacas

A vitamina C ajuda a controlar a pressão arterial e protege o sistema circulatório do corpo, reduzindo os perigos de doenças cardíacas. Os efeitos antioxidantes são responsáveis por esses efeitos.

Prevenção de problemas de visão

O consumo do ácido ascórbico e seu efeito antioxidante ajuda a prevenir problemas de visão, como a catarata, que é a perda da transparência do cristalino, a lente de nossos olhos.

Melhora na respiração celular

Apesar de ser um antioxidante para o corpo, a própria vitamina C oxida facilmente. Quando isso acontece dentro do organismo, o ácido ascórbico se converte em ácido deidroascórbico (a versão oxidada da vitamina C).

Esta transformação é reversível e ajuda no transporte de hidrogênio, melhorando a respiração celular.

Protege vasos sanguíneos

Os efeitos antioxidantes da vitamina C protegem as células do sistema circulatório do corpo humano, tornando-as mais resistentes.

Reforça o sistema imunológico

O sistema imunológico é reforçado pelo consumo de vitamina C, uma vez que ela ajuda na produção de glóbulos brancos.

Não há comprovação científica de que ingerir vitamina C cura resfriados e gripes, mas pode ajudar a evitá-los.

Diminui as chances de AVC

Através dos efeitos antioxidantes, a vitamina C é capaz de reduzir as chances de acidente vascular cerebral (AVC). Isso acontece porque os vasos sanguíneos no cérebro ficam protegidos.

Evita e cura o escorbuto

Escorbuto é uma doença causada pela falta de vitamina C no corpo. Ela pode ser curada com a ingestão da vitamina.

Vitamina C para o rosto

A vitamina C é bastante popular por deixar a pele do rosto iluminada e jovem. Por causa de seu efeito antioxidante, ela reduz a quantidade de radicais livres que podem danificar células (causando manchas). Por isso, além de fazer parte da síntese do colágeno, que deixa a pele mais elástica e saudável, a vitamina C desacelera o envelhecimento celular.

O nutriente faz bem para a pele do rosto quando ingerido e quando aplicado de maneira tópica. Para isso existem dermocosméticos à base de vitamina C.

Seus benefícios para a pele incluem:

  • Hidratação;
  • Atenuação das rugas;
  • Atenuação de linhas de expressão;
  • Diminuição de manchas solares e de acne;
  • Suavização da pele;
  • Proteção contra poluição;
  • Redução dos sinais de envelhecimento.

Dermocosméticos

Os dermocosméticos são produtos para a pele que buscam deixá-la mais bonita, com a aparência jovem e saudável. Normalmente são de uso tópico. Deve-se aplicar o creme com vitamina C uma vez por dia no rosto.

Entre eles estão os cremes anti-idade Active c10 La Roche-Posay e Redermic Hyalu C La Roche-Posay.

Leia mais: o Active C10, da La Roche Posay, ganhou uma resenha completa em nosso blog, que tal conferir?

Estes produtos são focados em dar maior luminosidade para a pele, reduzir linhas de expressão e rugas, além de linhas finas. Alguns podem indicar doses diferentes. Siga as instruções de uso.

Além desses, você pode comprar cremes de vitamina C em farmácias de manipulação, que podem disponibilizar maiores porcentagens da substância na fórmula. Mas antes de adotar qualquer medida, lembre-se de consultar um dermatologista.

Fontes de vitamina C

A laranja não é o único alimento que possui vitamina C. Ela é famosa pois frutas cítricas, antigamente, eram levadas em longas viagens de navio para servir de fonte de vitamina C, evitando assim a sua falta.

Existem vários alimentos que inclusive possuem mais vitamina C do que a laranja. Por exemplo, a acerola. Enquanto uma laranja possui em média 75mg de vitamina C, uma única acerola — que é uma fruta pequenininha — possui aproximadamente 150mg.

A tabela abaixo contém alguns dos alimentos que possuem vitamina C, em ordem crescente. Esta lista apenas apresenta alguns dos que mais contêm o ácido ascórbico, mas existem muito mais alimentos que contêm a vitamina.

É importante notar que a lista mostra a quantidade de vitamina C para cada 100 gramas do alimento. Uma laranja-pera costuma pesar 160g, portanto consumir uma fruta inteira lhe dará em torno de 75mg de vitamina C.

Já no caso da camu-camu, a fruta que mais contém a substância, seriam necessárias 12 unidades para alcançar os 100 gramas, mas cada uma, sozinha, ainda possui mais de 200mg de vitamina C.

AlimentoVitamina C/100g
Laranja-lima43 mg/100 g
Tomate45 mg/100g
Poncã48 mg/ 100 g
Laranja-pera53 mg/100 g
Agrião60 mg/100 g
Carambola60 mg/100 g
Morango63 mg/100 g
Manga65 mg/100 g
Kiwi70 mg/100 g
Mamão formosa78 mg/100 g
Goiaba vermelha80 mg/100 g
Mamão papaia82 mg/ 100 g
Goiaba branca98 mg/100 g
Pimentão verde100 mg/100 g
Mexerica112 mg/100 g
Pimentão amarelo143 mg/100 g
Pimentão vermelho158 mg/100 g
Caju219 mg/100 g
Acerola1046 mg/100 g
Camu-camu2606 mg/100 g

Não é difícil encontrar alimentos com vitamina C. Recomenda-se ingerir estes alimentos bem frescos, pois a substância oxida com facilidade.

Um copo de suco de laranja pode ter todo o nutriente oxidado em uma hora, por isso esse tipo de suco fica com gosto estranho depois de um tempo. Entretanto, essa oxidação não é um problema, visto que é ela é reversível dentro do organismo.

Porém, quando aquecida a mais de 37 ºC por algum tempo, a vitamina C sofre uma reação química irreversível e deixa de ser útil para o corpo. Por isso, para aproveitar a vitamina nos alimentos listados, recomenda-se que eles estejam crus.

Escorbuto: a falta de vitamina C

O escorbuto é uma doença causada pela falta de vitamina C. Ela se manifesta, inicialmente, através de desconforto, letargia e, às vezes, dores nas gengivas.

Depois de 1 a 3 meses, dores musculares podem aparecer, assim como aspereza da pele, facilidade de formação de hematomas, gengivite, dentes soltos e cicatrização desacelerada. Além disso, os ossos podem quebrar mais facilmente.

Em estágios mais avançados pode ocorrer febre, convulsões, queda dos dentes, fraturas, icterícia, edemas e eventualmente a morte.

A doença foi responsável por milhões de mortes no decorrer da história. Sua cura foi descoberta e esquecida diversas vezes desde 1500 a.C, já que a informação de que comer laranja, por exemplo, aliviava e até curava os sintomas se perdia de novo e de novo para ser redescoberta novamente anos mais tarde. A vitamina C não era uma substância conhecida até o século XIX e médicos acreditavam que se tratava de uma doença digestiva.

O escorbuto era uma doença comum em navios. Viagens marítimas que atravessavam oceanos duravam meses e a alimentação era afetada. Os marinheiros não podiam levar frutos na viagem, pois eles apodreciam, portanto faltava vitamina C em seus corpos. Existem muitos casos na história de tripulações quase inteiras morrendo em decorrência do escorbuto.

Escorbuto hoje

Atualmente, sabe-se que o consumo de alimentos com vitamina C é o bastante para evitar e curar a doença, portanto ela é rara. Costuma afetar pessoas desnutridas ou moradores de rua, já que eles podem ter maiores dificuldades para conseguir alimentos que possuem vitamina C. Consumir ácido ascórbico reverte totalmente os sintomas da doença.

Grupos de risco para a carência de vitamina C

Alguns grupos estão mais sujeitos a falta de vitamina C do que outros. São eles:

Tabagistas

A nicotina anula a vitamina C no organismo. Tabagistas podem precisar de até o dobro da vitamina C quando comparados a alguém que não fuma, pois de um terço até todo o ácido ascórbico do corpo pode ser destruído dessa maneira.

Grávidas

Gestantes precisam de uma dose mais elevada de vitamina C pois estão nutrindo tanto a si mesmas quanto ao bebê. Por isso, o consumo mínimo de ácido ascórbico pode não ser o bastante para elas.

Lactantes

Assim como as grávidas, as lactantes precisam de mais vitamina C do que pessoas que não estão usando recursos para alimentar os filhos. Estas pessoas podem precisar de mais vitamina C em sua dieta.

Ingestão diária recomendada

É possível consumir vitamina C demais. Existe uma dose máxima recomendada. O intestino tem capacidade para absorver aproximadamente 1200mg de vitamina C por dia. Acima disso, o nutriente passa direto pelo sistema digestivo, mas um consumo de mais do que 2000mg/dia pode trazer problemas.

Entretanto é importante notar que 1200mg/dia já é muito mais do que o necessário.

A dose recomendada varia de acordo com a idade e sexo. Crianças de 1 a 8 anos devem ingerir 20mg/dia. Já entre os 9 e 13 anos, a dose sobe para 30mg/dia.

A partir dos 14 anos de idade, o sexo começa a influenciar a quantidade necessária. Entre os 14 e 19 anos de idade, homens precisam de 75mg/dia enquanto mulheres necessitam ingerir 65mg/dia de vitamina C.

A partir dos 19 anos, a dose recomendada é de 90mg/dia para homens e 75mg/dia para mulheres.

E se eu ingerir vitamina C demais?

O corpo não é capaz de guardar a vitamina C, então a elimina pelos rins. Entretanto, altas ingestões podem causar problemas de várias categorias. Esse excesso é chamado de megadose. Entre os problemas estão:

Cálculos renais

Pedras no rim pode se formar a partir de depósitos da substância, que passa pelo órgão para ser eliminada quando é consumida em excesso.

Diarreia

A mucosa intestinal pode ficar irritada devido a altas doses de vitamina C, o que ocasiona diarreia.

Uretrite

A uretrite é uma inflamação na uretra, o canal por onde a urina sai do corpo. Consumir vitamina C demais pode causar essa inflamação, mesmo que não haja uma causa específica como uma infecção bacteriana.

Sangue na urina

A presença de sangue na urina é sempre preocupante e ela pode ser desencadeada pelo excesso de consumo de vitamina C.

Sobrecarga de ferro

O aumento de absorção de ferro ocasionado pela vitamina C pode ser exagerado caso altas quantidades dela sejam consumidas. A sobrecarga de ferro pode causar diversos problemas de fígado como a cirrose, além de deixar a pele com coloração acobreada devido aos depósitos da substância.

Suplemento de vitamina C: Preço e onde comprar

O suplemento de vitamina C não é especialmente caro e pode ser comprado em qualquer farmácia. O preço varia entre R$ 8,00 e R$ 13,00. É preferível ingerir a vitamina através da alimentação, mas caso isso não seja possível, os suplementos podem ajudar. Alguns deles são:

Atenção!

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas neste site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

Como tomar

Os suplementos de vitamina C costumam ser vendidos em comprimidos efervescentes. Para ingeri-los, deve-se diluir o comprimido dentro de um copo de água de 200mL e beber o líquido a qualquer horário do dia. É importante que o comprimido seja completamente dissolvido antes da ingestão.

Existem suplementos vendidos em gotas, que podem ser ingeridas puras ou diluídas em água ou suco. Para garantir a ingestão correta, a bula deve ser consultada para saber quantas gotas devem ser tomadas.

Cuidados com a suplementação

Alguns cuidados precisam ser tomados ao se utilizar suplementação de ácido ascórbico. A dose deve ser respeitada, mas alguns casos precisam de atenção especial. Entre eles:

  • Pessoas em terapia anticoagulante concomitante;
  • Restrições de sódio na dieta;
  • Pessoas com diabetes;
  • Cálculos renais recorrentes;
  • Grávidas.

Evitar exageros é sempre importante e não se deve tomar suplementação de vitamina C sem o acompanhamento de um médico.


A vitamina C é um composto essencial para o corpo humano. Sem ela, podemos enfrentar sérios problemas de saúde como o escorbuto. O consumo da vitamina possui diversos benefícios para o sistema imunológico.

Compartilhe este texto com seus amigos para que eles aprendam um pouco sobre a vitamina C!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (15 votos, média: 4,87 de 5)
Loading...

Deixe o seu comentário, nos preocupamos com sua opinião:

Por gentileza, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui

Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois apenas um médico pode prestar tal atendimento. Embora tentemos responder a todos os comentários, opiniões e e-mails que recebemos em até dois dias úteis, nem sempre é possível devido ao grande volume que recebemos. Por favor, tenha em mente que qualquer solicitação ao Minuto Saudável está sujeita aos nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, ao enviar, você indica sua aceitação.