Muitas pessoas associam a dificuldade de perder peso ao metabolismo lento, e isso realmente tem relação.

O metabolismo é um processo biológico fundamental no nosso corpo. Basicamente, é um conjunto de reações químicas que fornecem a quantidade suficiente de energia para que nosso corpo funcione corretamente. A quantidade de energia que usamos muda, não é igual todos os dias.

Ele também está responsável pelo crescimento das células, suas estruturas e respostas ao ambiente.

Existem duas fases do metabolismo: anabolismo e catabolismo. O catabolismo é responsável pelas reações químicas que produzem energia a partir da degradação ou decomposição de moléculas complexas, como gorduras e carboidratos.

O anabolismo, no entanto, é a fase em que as reações químicas produzem nova matéria orgânica. Acontece através de estímulos, diferente do catabolismo, que não ocorre de forma espontânea.

Muitos fatores podem influenciar o metabolismo e a forma como ele está respondendo. Cerca de 20% está relacionado a uma questão diretamente genética. Os outros 80% são combinações de hábitos e ambiente, que podem ser mudados.

A fase metabólica responsável por reduzir a gordura corporal é o catabolismo. Para isso, é necessário provocar um equilíbrio energético, ou seja: gastar mais energia do que se ingere. Nesse momento, a combinação alimentação e exercícios entra em cena.

Leia mais: Alimentos ricos em carboidrato: o que comer e o que evitar?


O que torna o metabolismo mais rápido ou lento?

Cada organismo funciona de forma diferente e para entender porque o metabolismo é mais rápido ou mais lento, é necessário avaliar algumas condições individuais, como peso, idade, sexo, atividade física, alimentação etc.

A idade é um dos fatores que mais interfere na oscilação do metabolismo. A partir dos 30 anos, ele começa a desacelerar. Essa relação acontece devido a redução de massa muscular e ao sedentarismo, por exemplo.

Geralmente, os homens apresentam percentual de gordura menor por terem maior massa muscular do que as mulheres. Ter maior massa muscular significa um consumo calórico maior e mais acelerado. Por isso, os homens tendem a perder peso mais rápido.

Para que o metabolismo se torne mais rápido, uma recomendação é praticar exercícios físicos que aumentem a massa muscular.

Descubra o seu biotipo

Saber qual é o seu tipo de corpo (biotipo) pode auxiliar na escolha e adoção de hábitos mais adequados ao ritmo do seu organismo.

Existem 3 tipos, que combinam características específicas. Vale lembrar que esses biotipos são padrões e genéricos, por isso, sempre há especificidades para cada pessoa.

Ectomorfo é o biotipo mais esbelto e com metabolismo naturalmente mais acelerado:

Mesomorfo tende a ter um metabolismo intermediário, tendo mais facilidade para ganhar músculos do que o biotipo ectomorfo:

Endomorfo é o que tende a ganhar peso e músculos (quando há prática de atividades físicas) com mais facilidade. No entanto, o metabolismo é, geralmente, mais lento:

Quais alimentos aceleram o metabolismo?

Alguns alimentos também ajudam o metabolismo a funcionar melhor. Muitos deles são termogênicos, por isso são indicados para quem quer emagrecer. Algumas opções são:

  • Gengibre;
  • Canela;
  • Pimenta;
  • Óleo de coco;
  • Café;
  • Chá verde;
  • Mate.

Leia mais: Quais os benefícios do chá verde para a saúde?

Quais alimentos retardam o metabolismo?

Do outro lado da balança, existem os alimentos ruins para quem busca perder peso e ter um metabolismo rápido. Se você está em busca do emagrecimento e redução da barriga, procure evitar os carboidratos refinados e prefira os carboidratos integrais.

Entre os carboidratos refinados mais comuns estão o álcool, farinha branca, arroz branco e açúcar, pães, sucos e bebidas industrializadas etc.

Os carboidratos integrais são mais saudáveis, como os vegetais, legumes, frutas, batatas e cereais.


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *