A doença cardiovascular (DCV) é um termo geral que descreve uma doença do coração ou dos vasos sanguíneos.

O fluxo sanguíneo para o coração, cérebro ou corpo pode ser reduzida como resultado de coágulo de sangue (trombose), acúmulo de gordura (depósito) no interior de uma artéria, levando ao endurecimento da artéria e estreitamento (aterosclerose), entre outros.

Tipos de Doenças Cardiovasculares

Existem quatro tipos principais de Doenças Cardiovasculares:

  • Doença Cardíaca Coronária;
  • Acidente Vascular Encefálico;
  • Doença Arterial Periférica;
  • Doenças da Aorta.

Abaixo nós detalhamos cada uma das doenças.

Doença Cardíaca Coronária

A doença cardíaca coronária (DCC) ocorre quando o suprimento de sangue do seu coração é bloqueado ou interrompido por um acúmulo de substâncias gordurosas (ateroma) nas artérias coronárias. As artérias coronárias são os dois principais vasos sanguíneos que fornecem sangue ao coração.

Se suas artérias coronárias ficam mais estreitas devido a uma acumulação de ateroma, o fornecimento de sangue para seu coração será restrito. Isso pode causar angina (dores no peito). Do mesmo modo que se uma artéria coronária fique completamente bloqueada, pode causar um ataque cardíaco.

Acidente Vascular Encefálico

Um acidente vascular cerebral (encefálico) é uma condição médica séria que ocorre quando o suprimento de sangue para o cérebro é perturbado.

Como todos os órgãos, o cérebro precisa de um fornecimento constante de oxigênio e de nutrientes para funcionar corretamente. Tais nutrientes e o oxigénio são fornecidos pelo sangue, por isso, se o seu fluxo sanguíneo é restrito ou interrompido, as células cerebrais começam a morrer. Isto pode levar a danos cerebrais irreversíveis e, possivelmente, a morte.

Portanto, um acidente vascular cerebral é uma emergência médica e o tratamento imediato é essencial, é vital. Quanto mais cedo uma pessoa recebe o tratamento, menor será os danos que provavelmente ocorram.

Os principais sintomas de AVC são:

  • Face: A face poderá cair em um dos lados; a pessoa pode não ser capaz de sorrir ou a sua boca e/ou seus olhos também podem cair;
  • Braços: A pessoa com suspeita de AVC podem não ser capaz de levantar o braço e mantê-lo levantado devido à fraqueza ou pela dormência;
  • Fala: A fala da pessoa pode ser arrastada ou de difícil compreensão, a pessoa pode não ser capaz de falar tudo, apesar de parecer estar consciente;
  • Tempo: A hora de solicitar uma ambulância é imediatamente após você ver algum destes sinais ou sintomas.

Doença Arterial Periférica

A doença arterial periférica, também conhecida como doença vascular periférica, ocorre quando existe um bloqueio nas artérias aos seus membros, normalmente nas pernas. O sintoma mais comum da doença arterial periférica é a dor nas pernas ao caminhar. Isso geralmente ocorre em uma ou ambas as pernas, coxas ou quadris.

A dor pode ser algo como cãibras, uma dor ou uma sensação de peso nos músculos. A dor geralmente vem e vai piorando durante os exercícios que usam necessitam das pernas, como caminhar ou subir escadas.

Doenças da Aorta

A aorta é o maior vaso sanguíneo do nosso corpo. Responsável por levar o sangue do coração para o resto do seu corpo. O tipo mais comum de doença da aorta é aneurisma da aorta, que quando a parede da aorta torna-se enfraquecida e retrai-se. Normalmente, quando a doença chega, você vai sentir dor no peito, costas ou abdome (barriga).

Prevenção da Doença Cardiovascular

A maioria das mortes causadas por doenças cardiovasculares são prematuras e poderiam ser facilmente evitadas apenas por fazer algumas mudanças no seu estilo de vida, como uma dieta saudável e parar de fumar.

Estima-se que esta doença seja responsável por cerca de um em cada 3 mortes prematuras em homens e 1 em cada 5 mortes prematuras em mulheres.

Fatores de risco

Há nove principais fatores de risco para doença cardiovascular, incluindo a hipertensão arterial, tabagismo, má alimentação, falta de exercício e estar acima do peso ou obesos. Muitos dos fatores de risco estão associados, ou seja, se você tiver um dos fatores de risco também estará susceptível a ter outros.

Detalhamos os fatores de risco para doenças cardiovasculares:

A pressão arterial elevada (hipertensão)

É de longe o fator de risco mais importante para DCV. Pressão arterial elevada e mal controlada pode danificar as paredes das artérias e aumentar o risco de desenvolver um coágulo sanguíneo;

Fumar (ou outro uso do tabaco, charuto, por exemplo)

As toxinas do tabaco podem prejudicar e estreitar suas artérias coronárias, tornando mais vulnerável à doença coronária;

Colesterol alto no sangue

Pode causar danos em suas artérias, diminuindo-as, e aumentar o risco de desenvolver um coágulo de sangue;

Diabetes

A glicose (açúcar) elevada no sangue associadas com diabetes tipo 1 ou diabetes tipo 2 pode danificar as artérias. Muitas pessoas com diabetes tipo 2 também estão acima do peso ou obesos;

Má alimentação

Uma dieta rica em gordura pode acelerar a formação de depósitos de gordura dentro das artérias, elevando os níveis de colesterol e pressão arterial;

Falta de exercício

Pessoas que não se exercitam regularmente têm normalmente níveis mais elevados de colesterol, pressão arterial e níveis de estresse alto e também são mais propensos a ter excesso de peso;

Acima do peso ou obesos

Sobrepeso ou obesidade aumenta o risco de desenvolver diabetes e pressão arterial elevada. Pessoas que estão com sobrepeso ou obesos, muitas vezes têm dietas pobres e não se exercitam regularmente. Leia mais sobre a obesidade;

Consumo excessivo de álcool

O consumo excessivo de álcool pode aumentar tanto os seus níveis de colesterol quanto a pressão arterial;

Stress

O stress pode aumentar a pressão arterial e, os hormônios associados ao estresse, também podem aumentar os seus níveis de glicose no sangue.

Prevenção

A maioria dos fatores de risco para doença cardiovascular (DCV) estão “conectados”, o que significa que se você tem um fator de risco, você provavelmente terá outros também. Por exemplo, as pessoas que consomem muito álcool ​​geralmente têm dietas pobres em nutrientes e são mais propensos a fumar. Além disso, as pessoas obesas são mais propensas a ter diabetes, colesterol alto e pressão arterial elevada.

Focando em diminuir apenas um fator de risco, tal como deixar de fumar, obviamente que trará importantes benefícios à saúde, mas para reduzir significativamente o risco de desenvolver doenças cardiovasculares, você precisa olhar para seu estilo de vida de modo global.

Você precisa considerar:

  • Sua dieta;
  • Seu peso;
  • A quantidade de álcool que você bebe;
  • A quantidade de exercício e atividade física que você faz;
  • Se você precisa parar de fumar.

Apresentamos abaixo um quadro resumido dos fatores.

Álcool

Se você beber álcool, você não deve exceder os limites diários recomendados de 3-4 doses para homens e 2-3 doses para as mulheres. Uma dose de álcool é aproximadamente equivalente a metade de um litro de cerveja normal, um pequeno copo de vinho ou uma única medida (25ml).

Você deve consultar o seu médico se você está encontrando dificuldades para moderar o consumo de álcool. Serviços de Aconselhamento, como o AA, e medicação ajudaram a reduzir a ingestão de álcool.

Dieta

Para um coração saudável, considere: baixo teor de gordura, dieta rica em fibras, que inclui grãos integrais e abundância de frutas e legumes frescos (pelo menos cinco porções por dia). Sua dieta deve incluir não mais do que 6g (uma colher de chá) de sal por dia. O sal vai aumentar a sua pressão arterial, fato.

Limitar a quantidade de alimentos salgados que você come, como refeições prontas e alimentos enlatados ou industrializados, tais alimentos possuem uma grande quantidade de sódio.

Não coma alimentos ricos em gordura saturada, porque isso vai aumentar o seu nível de colesterol. Alguns exemplos de alimentos ricos em gordura saturada:

  • Carnes gordas e salsichas;
  • Manteiga;
  • Banha de porco;
  • Creme;
  • Queijo;
  • Bolos e biscoitos;
  • Alimentos que contêm coco ou óleo de palma.

Comer alguns alimentos ricos em gordura insaturada pode ajudar a diminuir o nível de colesterol, estes alimentos incluem:

  • Peixes oleosos;
  • Abacates;
  • Nozes e sementes;
  • Óleo de girassol;
  • Colza (couve-nabiça);
  • Azeite.

Exercício e Controle de Peso

Se você estiver com sobrepeso ou obeso, o mais indicado para você perder o excesso de peso é a prática de exercícios regulares e uma dieta com calorias controladas. A recomendação para adultos é de 30 minutos de exercício aeróbico de intensidade moderada todos os dias durante pelo menos cinco dias por semana.

Se você achar que é difícil fazer 150 minutos de exercício de intensidade moderada por semana, comece em um nível que você se sinta mais confortável mas, faça algum exercício!

Por exemplo, fazer 5-10 minutos de exercício leve por dia e aumentar gradualmente a duração, assim como a intensidade da sua atividade, você perceberá como o seu nível de condicionamento físico melhora.

Fumantes

Se você fuma, é altamente recomendável que você desista o mais rapidamente possível e ponto final.

Medicação

Se você tem um risco particularmente elevado de desenvolver doenças cardiovasculares, o médico pode prescrever medicamentos para ajudar a reduzir o seu risco. Medicamentos utilizados para prevenir doenças cardiovasculares podem incluir:

  • Comprimidos de pressão arterial, tais como enzimas (ECA) de conversão da angiotensina: usados para tratar a pressão arterial elevada;
  • Estatinas: usadas para diminuir os níveis de colesterol no sangue;
  • Dose baixa de Aspirina: utilizado para prevenir coágulos sanguíneos.

Atenção! 

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas nesse site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

Prevenção

Há uma quantidade significativa de evidências que mostram que os hábitos de comer e beber estabelecidos durante a infância podem continuar por muitos anos na idade adulta, portanto, cuide da sua saúde dos seus filhos. Enquanto os maus hábitos alimentares na infância podem não representar um risco imediato à saúde, eles podem levar a sérios problemas de saúde na idade adulta.

Quatro coisas importantes a considerar são a quantidade de:

  • Gordura na dieta dos seus filhos;
  • Sal na dieta dos seus filhos;
  • Açúcar na dieta dos seus filhos;
  • Exercícios que seu filho faz.

Sal

Comer altos níveis de sal na infância tem sido associadas a um risco maior de hipertensão arterial, doenças cardíacas e derrames na fase adulta.

Para bebês e crianças, os limites recomendados de sal são:

  • Menos de 1g de sal por dia para crianças de 0-6 meses;
  • 1g por dia para crianças de 7-12 meses;
  • 2g por dia para crianças de 1-3 anos;
  • 3g por dia para crianças de 4-6 anos;
  • 5g por dia para crianças de 7-10 anos;
  • 6g por dia para crianças com idade entre 11-14 anos.

É fácil subestimar a quantidade de sal que está nos alimentos. Por exemplo, um McLanche Feliz e suas pequenas batatas fritas, um hambúrguer e uma coca contém 1,8g de sal, que é mais da metade do limite diário recomendado para uma criança de cinco anos, o sanduíche pode acabar virando um McLanche Infeliz, de tanto sal que contém.

Os industrializados e os “prontos para comer”, particularmente aqueles não foram desenvolvidos especificamente para as crianças, muitas vezes contêm altos níveis de sal. Por exemplo, uma lata 200g de sopa de tomate contém 1,4g de sal. Você deve sempre verificar o rótulo dos alimentos que você dá aos seus filhos para que você possa manter controle sobre o consumo diário de sal.

Gorduras e açúcares

Você também deve limitar a quantidade de gordura saturada e açúcar que seus filhos comem. Muita gordura saturada e muito açúcar na dieta do seu filho pode levar a níveis elevados de colesterol, diabetes e pressão arterial elevada na vida adulta. Eles também podem aumentar o risco de seus filhos se tornarem obesos ou com sobrepeso. Uma dieta rica em açúcar também pode causar cárie dentária.

Alimentos infantis ricos em gorduras saturadas e açúcar incluem:

  • Chocolate;
  • Doces;
  • Fast food, como hambúrgueres ou nuggets de frango;
  • Bebidas gaseificadas;
  • Sorvete;
  • Biscoitos;
  • Salgadinhos;
  • Alimentos processados, como refeições de microondas, cachorros-quentes e cereais matinais que contenham açúcar adicional.

Exercício médico

A maioria das crianças são naturalmente ativas e cheias de energia. No entanto, hoje em dia as crianças que passam muito tempo brincando com coisas que não envolvem muita atividade física, como assistir televisão e jogar videogame, então elas acabam não fazendo todo exercício de que deveriam e/ou necessitam.

A recomendação é:

  • Crianças menores de 5 anos de idade que podem andar sem ajuda deve ser fisicamente ativa todos os dias durante pelo menos 180 minutos (3 horas), distribuídos ao longo do dia;
  • Crianças e jovens (5-18 anos de idade) devem fazer pelo menos 60 minutos (1 hora) de atividade aeróbica todos os dias, que deve incluir um mix de atividades de intensidade moderada, como caminhar rápidamente e as atividades de intensidade vigorosa;
  • Esta quantidade de exercício é suficiente para fortalecer os ossos e músculos, além de ajudar a evitar que as crianças ganhem sobrepeso.

Há muitas maneiras diferentes para as crianças se exercitarem. Simplesmente ir a pé ou de bicicleta para a escola já é uma boa maneira de começar. Atividades de equipe, além de ser muito divertido, melhoraram a coordenação, o equilíbrio e geram senso de  equipe. A maioria das escolas possuem atividades de equipe para as crianças, tais como futebol, basquetebol e voleibol.

Se os seus filhos não gostam de esportes de equipe e preferem os individuais, há uma abundância de outras atividades divertidas, como caminhadas, natação e tênis.

Falamos aqui de algumas atividades para seus filhos mas, você também deve parar de preguiça e de inventar desculpas e começar a fazer atividades físicas todos os dias, afinal, o dia tem 1.440 minutos, use 40 deles para cuidar de você mesmo, seu coração agradece.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie o conteúdo!)
Loading...

Faça um comentário:

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui