Eletrocardiograma (ECG): o que é, para que serve e como é feito o exame

1

O que é o eletrocardiograma?

Eletrocardiograma, ou ECG, é um exame que avalia a atividade elétrica do coração a partir de eletrodos fixados na pele. Essa atividade é caracterizada pela variação na quantidade de íons de sódio dentro e fora das células musculares cardíacas.

O resultado deste exame é registrado em gráficos que comparam a atividade cardíaca do paciente com o padrão, indicando se a atividade cardíaca está dentro da normalidade ou se há alterações nos músculos e nervos do coração.

PUBLICIDADE: CONTINUE LENDO O CONTEÚDO :)

Para que serve o exame ECG?

Esse exame é capaz de detectar o ritmo do coração e o número de batimentos por minuto, por isso é usado para identificar arritmias, aumento de cavidades cardíacas, patologias coronarianas, infarto do miocárdio, distúrbios na condução elétrica do órgão, problemas nas válvulas do coração, pericardite, hipertrofia das câmaras cardíacas e doenças que isolam o coração.

Também pode ser indicado para verificar a saúde do coração quando o paciente apresenta outras condições, como:

Índice neste artigo você irá encontrar as seguintes informações:

  1. O que é eletrocardiograma?
  2. Para que serve o exame?
  3. Como é o eletrocardiógrafo?
  4. Tipos e como é feito o eletrocardiograma
  5. Quando deve ser feito
  6. Contraindicações do exame
  7. Como se preparar para o exame?
  8. Resultados do eletrocardiograma
  9. O que pode afetar os resultados?
  10. Riscos do eletrocardiograma

Como é o eletrocardiógrafo (aparelho de eletrocardiograma)?

O aparelho utilizado para fazer o exame é chamado de eletrocardiógrafo digital e geralmente é compacto e portátil. Ele pode ser utilizado conectado a um computador de mesa ou notebook. Por se conectar a notebooks, o eletrocardiógrafo pode ser usado mesmo sem energia, pois trabalhará com a bateria do computador portátil.

Este aparelho capta a atividade elétrica por meio da pele do paciente, gerando imagens lineares em ondas que demonstram um padrão. Tais ondas recebem uma denominação específica e representam um significado reconhecido pelo profissional cardiologista.

Tipos e como é feito o eletrocardiograma

Existem três diferentes tipos de eletrocardiograma, todos têm a mesma finalidade e são capazes de atingir o mesmo fim.

A principal diferença entre cada tipo são as formas como cada um é feito. Porém existem pontos em comum entre eles, como:

PUBLICIDADE: CONTINUE LENDO O CONTEÚDO :)
  • As indicações, o paciente não deve fumar nos últimos 30 minutos, nem praticar atividades físicas nos últimos 10 minutos que antecedem o exame;
  • A aplicação de um gel condutor para facilitar a captação dos estímulos em todos os tipos.

ECG padrão

Também conhecido como ECG de repouso ou de superfície, é a forma mais comum do exame, simples e indolor. Sua duração máxima é de 5 minutos.

Nesse método o paciente deita-se em uma maca, com o peito nú, e tem sua pele limpa e desengordurada para receber os eletrodos. Caso o paciente apresente muitos pelos no corpo será feita uma depilação, e em casos de muita oleosidade na pele, deve ser feita uma limpeza com álcool.

Com a pele pronta, os eletrodos são conectados em partes específicas do corpo, como peitos, braços e pernas. Nos braços e pernas os eletrodos são fixados por braceletes e no tórax por uma espécie de ventosa de borracha.

ECG de esforço

Também conhecido como teste ergométrico, nesse tipo de eletrocardiograma o teste é realizado enquanto o paciente executa algum tipo de exercício físico, geralmente em esteira ou na bicicleta. Para a boa realização desse exame, a alimentação do paciente deve ser leve por pelo menos 2 horas antes do exame. O paciente também deve levar roupas apropriadas para a execução de exercícios físicos e não fumar nas 2 horas antes do exame.Mulheres devem usar sutiã ou top.

O exercício geralmente inicia-se lento e fácil, e se intensifica gradualmente. O paciente pode parar durante o exercício, em caso de exaustão, e sua duração não vai além de 20 minutos.

A partir desse exame é possível delimitar como o coração do indivíduo gera o estresse, além de diagnosticar doenças coronárias e determinar a sua gravidade.

Holter

Também conhecido como monitorização de ECG ambulatorial, nesse tipo de exame um dispositivo registra a atividade cardíaca do paciente durante 24 horas. Esse dispositivo, chamado holter, funciona como um aparelho de gravação com fios eletrodos que são conectados no peito do paciente.

Durante as 24 horas de exame, o paciente também deve tomar notas de suas atividades diárias e seus sintomas ou experiências.

PUBLICIDADE: CONTINUE LENDO O CONTEÚDO :)

Quando o eletrocardiograma deve ser feito?

O exame deve ser executado periodicamente, dependendo da faixa etária e do sexo biológico. Mulheres a partir dos 50 anos e homens a partir dos 40 anos devem fazer o ECG padrão anualmente. A partir dele pode ser recomendado o teste de esforço, caso necessário, como por exemplo para indivíduos que pretendem começar a se exercitar na academia.

O exame também pode ser recomendado caso apareçam alguns desses sintomas:

  • Falta de ar;
  • Tontura;
  • Batimentos cardíacos irregulares;
  • Desmaio.

Contraindicações do exame

As contraindicações para o exame são raras. Um dos fatores que poderiam impedir sua realização seria a impossibilidade de conectar os eletrodos na pele do paciente. Também não é recomendado praticar exercícios físicos momentos antes do exame, pois pode alterar o nível do batimento cardíaco.

No geral, qualquer indivíduo em qualquer situação pode realizar o exame.

Gestantes podem fazer o exame?

Sim, não existem contraindicações quanto a realização do exame em gestantes ou lactantes.

Como se preparar para o exame?

Deve-se sempre relatar ao médico os medicamentos que o paciente faz uso, já que alguns deles podem causar alterações no resultado do exame. Além disso, é importante esclarecer as dúvidas sobre o motivo da realização do teste, seus riscos e como será feito.

O exame não deve ser feito com jóias no pescoço, braços ou pulso. Para homens com muitos pelos no tórax, pode ser necessário cortá-los.

PUBLICIDADE: CONTINUE LENDO O CONTEÚDO :)

É necessário algum cuidado especial após o exame?

Não é necessário nenhum cuidado especial após o exame. Caso necessário, o paciente pode trabalhar normalmente depois do teste.

O resultado fica pronto rapidamente e pode ser esperado no próprio consultório.

Resultados do eletrocardiograma

O resultado do exame descreve, de forma técnica, o rítmo cardíaco, intervalos, bloqueios, distúrbios de condução, sobrecarga de cavidades e outros fatores que deixam o paciente preocupado com relação ao órgão.

Caso os resultados demonstrem alguma irregularidade pode ser necessário repetir o exame ou realizar outros, como um ecocardiograma, holter ou exames mais complexos.

Resultados normais

Quando o rastreamento parece normal, assim como quando coração bate em um ritmo comum, geralmente entre 60 e 100 batidas por minutos. Nesses casos o resultado do exame estará normal.

Resultados anormais

Quando o rastreamento não parece normal, assim como quando se percebe alguns desses casos:

  • Coração bate lentamente, abaixo de 60 batidas por minuto;
  • Coração bate muito rápido, acima de 100 batidas por minuto;
  • O ritmo do coração é irregular.

Possíveis significados para resultados anormais

Por meio deste exame podem ser descobertas diversas doenças ou problemas no coração, todos eles a partir de um resultado anormal. Algumas possibilidades são:

  • Arritmia cardíaca;
  • Angina;
  • Isquemia;
  • Cardiopatias congênitas;
  • Lesões nas válvulas cardíacas;
  • Bloqueios no sistema de condução de impulsos;
  • Modificação de eletrólitos no organismo;
  • Partes do coração que foram danificadas e extensão dos danos.

O que pode afetar os resultados do eletrocardiograma?

Alguns casos podem influenciar nos resultados do exame, são eles:

PUBLICIDADE: CONTINUE LENDO O CONTEÚDO :)
  • Caso os eletrodos não sejam bem conectados a pele do paciente;
  • Caso o paciente se mexa ou converse durante o exame;
  • Caso o paciente se exercite antes do exame;
  • Caso o paciente esteja ansioso ou respire profunda ou rapidamente durante o exame.

Riscos do eletrocardiograma

O exame não apresenta nenhum risco. Em raros casos podem ocorrer reações dermatológicas em função do gel ou dos eletrodos em contato com a pele., Também pode haver um leve desconforto quando os mesmos forem retirados da pele.

Não há qualquer risco de choque durante o exame, pois os eletrodos não emitem qualquer corrente elétrica, somente registram a atividade do coração.


O eletrocardiograma é um exame muito comum e sem qualquer contraindicação. Compartilhe esse artigo com seus amigos e familiares para que eles também conheçam os tipos de exame e como são feitos cada um deles!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 3,67 de 5)
Loading...

1 comentário

Deixe suas opiniões e comentários, nos preocupamos com ela:

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui

Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois apenas um médico pode prestar tal atendimento. Embora tentemos responder a todos os comentários, opiniões e e-mails que recebemos em até dois dias úteis, nem sempre é possível devido ao grande volume que recebemos. Por favor, tenha em mente que qualquer solicitação ao Minuto Saudável está sujeita aos nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, ao enviar, você indica sua aceitação.