Nem sempre quem faz dieta quer perder peso de maneira geral. Muitos estão satisfeitos com o biotipo mas gostariam de eliminar apenas a gordura localizada.

A que mais costuma incomodar é a famosa barriguinha. Será que é mesmo possível perder essa gordura localizada com uma dieta?

Mesmo quem pratica atividades físicas regularmente afirma ser muito difícil reduzir medidas nesta região. Se os exercícios são insuficientes em alguns casos, isso pode ser um indício de que a alimentação não está ajudando.

Em alguns casos, o tamanho da barriga pode estar associada a problemas como colesterol alto, hipertensão, diabetes e outros. O ideal é consultar um médico para identificar se a gordura localizada pode ou não estar associada a algum problema de saúde.

É importante colocar a saúde em primeiro lugar e aí sim, com o acompanhamento de um(a) especialista, embarcar em uma dieta com foco em perder medidas abdominais.

Vamos descobrir a seguir se é possível adotar uma dieta que ajude a queimar essas gordurinhas que incomodam tanta gente.

Qual dieta para perder barriga? Dicas de alimentação

Não existe uma dieta milagrosa para perder a barriga. Mas é possível adotar uma alimentação que, aliada a outras práticas, pode auxiliar na perda de gordura localizada

Além de uma rotina alimentar saudável, é importante praticar atividades físicas regularmente, evitar o consumo de álcool e alimentos industrializados.


Uma dieta para perder barriga nada mais é do que uma alimentação com foco na perda de peso, que pode acarretar queima de gordura da barriga por consequência.

Por isso, ressaltamos a importância de combiná-la com atividades físicas aeróbicas (caminhada, corrida, natação) e localizadas (com foco na musculatura específica que se deseja trabalhar).

Confira a seguir algumas dicas de alimentação que podem auxiliar a perder a barriga:

Prefira alimentos naturais

É importante ingerir alimentos naturais e nutritivos, como os ricos em fibras (grãos, cereais, farelos integrais, frutas e vegetais), para que o intestino funcione corretamente e ajude na dieta.

Assim, o processo de emagrecimento é favorecido, pois a alimentação costuma ter relação direta com a gordura localizada. 

Reduza carboidratos simples

Em geral, o acúmulo de gordura resulta da ingestão de carboidratos simples, que são absorvidos e digeridos mais rapidamente, aumentando a taxa de glicose no sangue. Isso causa a sensação de fome logo após a refeição. 

Os carboidratos simples são encontrados em pães, massas, arroz branco, açúcares, doces, refrigerantes e bebidas alcoólicas.

Consuma alimentos termogênicos

Uma boa dica é adicionar na dieta alimentos que sejam termogênicos, que consomem bastante energia para serem digeridos. Eles ajudam a acelerar o metabolismo e gastar as gorduras acumuladas no corpo.

Alguns exemplos são: gengibre, hibisco, nozes, pimenta, canela, chá verde e café sem açúcar. 

Beba água

É importante ingerir ao menos 2,5 litros de água por dia. Isso acelera o metabolismo e combate a retenção de líquidos, o que ajuda a desinchar o corpo. Vale dizer que a água gelada pode ajudar mais ainda nesse processo. 

Quando ingerimos algo gelado, o organismo precisa equilibrar a temperatura dela. Esse processo aumenta o consumo de energia e acaba promovendo a queima calórica.

Como montar uma dieta para perder barriga? Tem cardápio?

Não existe uma dieta específica para perder a barriga. Porém, é possível adotar hábitos alimentares mais saudáveis, que vão reduzir o peso e ajudar a queimar a gordura localizada mais rapidamente.

Uma dica válida, é ingerir menos calorias do que o corpo consome. Isso para que o balanço calórico seja negativo, resultando em redução do peso.

É importante deixar claro, que não se deve aderir a nenhuma dieta sem acompanhamento médico, pois só especialistas podem indicar o que é melhor para o seu organismo.

Reduzir o consumo de alguns alimentos (como os carboidratos simples) e priorizar a ingestão de outros mais nutritivos é um bom começo para adotar uma alimentação mais saudável.

Confira a seguir alguns alimentos ricos em nutrientes que podem ser incluídos em uma dieta balanceada:

  • Azeite de oliva: segundo estudos da Associação Americana de Diabetes, foi constatado que o hábito de ingerir duas colheres de sopa de azeite de oliva ao dia pode impedir o acúmulo de gordura visceral.
  • Abacate: é fonte de gordura monoinsaturada e ajuda a diminuir o acúmulo de células gordurosas no abdômen;
  • Chia: é rica em fibras, proteínas e uma ótima fonte de ômega 3. Possui ação anti-inflamatória, ajuda a acelerar o metabolismo e facilita a queima de gordura, especialmente na região da barriga;
  • Vinagre de maçã: tem ácido acético, que diminui a fome e evita picos de insulina, reduzindo o risco de o organismo acumular gordura; 
  • Pimenta vermelha: tem ação termogênica e ajuda a acelerar o metabolismo;
  • Frutas vermelhas: Morango, jabuticaba, uva, cereja, amora e açaí são frutas ricas em antocianina – com função antioxidante que ajuda na queima de gordura;
  •  Iogurte: o cálcio presente no alimento interfere nas células de gordura e ajuda a diminuir o volume dentro delas. Além disso, os probióticos contribuem para o bom funcionamento do intestino;
  • Vegetais verdes: eles têm poucas calorias, muitas fibras, minerais e vitaminas, que ajudam a aliviar a retenção e o inchaço na região abdominal;
  • Nozes e amêndoas: ricos em ômega 3, são considerados alimentos com gordura de qualidade, que aumentam a sensibilidade do nosso organismo à insulina, auxiliando na perda de peso. Também nos fornecem fibras e proteínas de alto nível;
  • Mirtilo (blueberry): rico em antocianinas, que são fitonutrientes que atuam sobre os genes que regulam o metabolismo das gorduras. 

Dieta para perder barriga e ganhar massa muscular 

Muitas vezes uma dieta para perder gordura localizada pode sair pela culatra. Isso porque após queimar a gordura corporal, o organismo começa a queimar também a massa muscular.

Para evitar que isso aconteça, é preciso praticar atividade física diariamente, de preferência os que estimulem a fibra muscular como musculação e crossfit.

Também é interessante fazer ao menos 30 minutos de atividades aeróbicas, como caminhada, esteira ou bicicleta, pois isso ajuda a estimular a queima de gordura.

É importante para uma dieta equilibrada incluir alguns alimentos ricos em nutrientes que irão auxiliar no ganho de massa muscular, tais como:

  • Proteínas: carnes, peixes, frango, ovos e queijos;
  • Gorduras boas: castanhas, amendoim, atum, sardinha, salmão, chia, linhaça, abacate e coco;
  • Alimentos integrais: pães, massas, arroz e biscoitos integrais;
  • Frutas: banana, frutas vermelhas, frutas cítricas, maçã, melancia, abacate, uva;
  • Verduras: alface, brócolis, aspargos, couve-flor, espinafre, couve, tomate e abobrinha. 

Dá para perder barriga em 2 semanas?

É possível diminuir o inchaço da barriga em 2 semanas, mas tratando-se de emagrecimento é importante ressaltar que isso não acontece de uma hora para outra. 

Com alguns hábitos, podemos ajudar o nosso organismo a desinchar e queimar a gordura localizada. 

Confira algumas dicas que podem ajudar:

  • Evite beber água durante as refeições, pois isso pode dilatar o estômago;
  • Troque a farinha branca pela integral, isso reduz picos de insulina e pode controlar melhor a fome;
  • Consuma alimentos diuréticos (que auxiliam a desinchar) como suco verde e frutas como abacaxi, melancia, kiwi e melão. Isso ajuda a eliminar toxinas pela urina;
  • Mantenha o intestino bem regulado, pois a prisão de ventre pode estimular a vontade de comer doce. Procure ingerir fibras e magnésio, que ajudam nos movimentos intestinais. 
  • Procure fazer atividades físicas. Além de auxiliar na perda de peso e da gordura localizada, garantem bem-estar e são essenciais para a saúde.

A barriguinha saliente não é somente uma questão estética. Como pudemos ver, ela pode ser um alerta para problemas de saúde.

Por isso, antes de embarcar em uma dieta por conta própria é importante buscar acompanhamento médico e a ajuda de um profissional de educação física para orientar quanto às atividades mais indicadas. 

Uma alimentação mais saudável aliada à prática de atividades físicas é importante para uma melhor qualidade de vida. 

Você tem alguma experiência com dietas que deram super certo? Conta pra gente nos comentários.

Continue acompanhando o Minuto Saudável para saber mais sobre saúde e alimentação!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *