A goiaba é uma fruta popular brasileira que pode ser consumida in natura ou utilizada para fazer doces, tortas e até misturada com álcool (batidinha ou licores, por exemplo). 

Por ser tão comum usá-la na culinária, é normal que haja dúvidas em relação a essa fruta. 

Uma das mais comuns é se ela pode ajudar a “prender o intestino”, ou seja, dificultar a eliminação das fezes. 

Quer saber a resposta? Então confira o texto:     

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. Comer goiaba prende ou solta o intestino?
  2. Goiaba prende o intestino? 
  3. Goiaba prende o intestino do bebê?
  4. Suco ou chá de goiaba causam prisão de ventre?
  5. Pode comer goiaba quando está com diarreia?

Comer goiaba prende ou solta o intestino?

Depende. A goiaba pode tanto prender como soltar o intestino. O grande segredo está no consumo dessa fruta juntamente a líquidos, principalmente água. A fruta é rica em fibras — uma unidade de aproximadamente 100g contém cerca de 10g de fibras. 

As fibras reduzem o esvaziamento gástrico e, por isso, dão a sensação de lentidão intestinal. Mas também podem ajudar na digestão, desde que tenham o auxílio de líquidos, como a água.

Quando consumimos alimentos com fibras, elas formam pequenos bolos. Ao receber água, esses bolos se juntam com o restante do conteúdo estomacal e “lubrificam” o intestino, permitindo que as fezes sejam mais facilmente eliminadas. 


Já se as fibras forem consumidas com pouca ingestão de água, esses bolos ficam parados e acabam dificultando a eliminação das fezes. 

Por exemplo, se a pessoa comer uma goiaba na metade da manhã e tomar água ao longo do dia, a tendência é que a fruta ajude a soltar o intestino. 

Agora, se comer uma goiaba mas não ingerir líquidos, a fruta vai prender o intestino.   

Goiaba prende o intestino? 

A goiaba é uma fruta rica em fibras. Apesar de a fibra ajudar no trânsito intestinal, se não houver o consumo de água, pode ocorrer o efeito inverso. Ou seja, comer goiaba pode levar à constipação.

Isso ocorre porque as fibras da fruta, quando estão no intestino, absorvem água, fazendo com que as fezes fiquem mais amolecidas e, com isso, facilitam a evacuação. Porém, sem a correta ingestão de líquido, as fezes ficam mais duras. Com isso, ir ao banheiro fica mais difícil.

Portanto, ao comer goiaba, e outras frutas, o ideal é manter uma boa ingestão de líquidos.

Goiaba prende o intestino do bebê? 

Quando estão saudáveis, os bebês podem começar a comer frutas a partir de 6 meses de idade. Os cuidados necessários são higiene correta e a remoção de caroços e sementes. 

A goiaba também se aplica a essa regra. Ela pode ser consumida tranquilamente quando não há recomendações médicas que impeçam a ingestão da fruta. 

O sistema digestivo dos bebês não é tão diferente dos adultos. Mas é importante lembrar da velha regra: tudo que for em excesso, pode fazer mal. 

No caso da goiaba,  é preciso tomar cuidado para que o neném não tenha crises de diarreia ou vômito por ter consumido a fruta em demasiado.  

Suco ou chá de goiaba causam prisão de ventre?

Calma, vamos por partes! Primeiro vamos falar sobre o suco e depois sobre o chá, já que um é feito com a fruta e o outro tem como matéria prima as folhas da goiabeira. 

Suco de goiaba prende o intestino? 

O suco de goiaba natural (aquele feito em casa mesmo) consiste em bater os pedaços da fruta no liquidificador ou mixer. 

Mas não precisa ser um(a) grande chefe de cozinha para saber que, além da goiaba, é necessário usar algum líquido. Os mais comuns são água mineral ou leite de vaca. 

Mas isso interfere nos nutrientes da bebida? Com certeza. 

Se o suco for feito com água, ele pode funcionar como um facilitador para a eliminação das fezes. Isso porque esse líquido vital ajuda a amolecer o bolo fecal, tornando-os mais fácil de ser expelido. 

O suco de goiaba também pode ter suas qualidades alteradas se houver o acréscimo de outros ingredientes como as frutas. 

Colocar pedaços de mamão, laranja, ameixas no suco de goiaba, pode tornar a bebida um bom combatente na prisão de ventre.  

Já o suco de goiaba com banana, pêra, caju e limão são recomendados para quem quer prender o intestino. Isso porque essas outras frutas também contêm propriedades constipantes, dificultando a eliminação das fezes.    

Chá de goiaba prende o intestino? 

O chá de goiaba, diferente do suco, é feito com as folhas da árvore onde essa fruta nasce: a goiabeira. 

Essa matéria prima tem uma estrutura química conhecida como taninos que contém ação adstringente, ou seja, ajuda a prender o intestino. Por isso, o chá é indicado quando a pessoa está com diarreia, por exemplo. 

Para que esse efeito seja potencializado, é recomendado que não se acrescente mais nada na bebida, evitando outras folhas ou até mesmo adoçantes. 

Além das folhas, também pode-se fazer a infusão com a casca da goiaba. Mas não se esqueça de higienizar corretamente antes de começar a receita.

Outro detalhe super importante é a contraindicação: gestantes, lactantes e bebês não são recomendados a tomar o chá de goiaba, já que não há estudos que comprovem se os taninos são seguros para essas fases.   

Pode comer goiaba quando está com diarreia?

Quando a diarreia ocorre, o ideal é optar por uma alimentação mais leve e natural. Por isso, sim, a goiaba é uma boa opção para ser incluída. Além disso, ela tem propriedades constipantes, que auxiliam na regulação intestinal.

Durante a recuperação da diarreia, é essencial evitar temperos e condimentos, doces e frituras. Além disso, beber bastante água é indispensável para repor a perda hídrica. Porém, vale sempre buscar orientação médica ou nutricional.  


A goiaba é um alimento que pode ou não prender o intestino, dependendo muito do estilo de vida da pessoa. 

Se for aliada com uma alimentação saudável com frutas, verduras e legumes e ingestão frequente de água, ela só tende a trazer benefícios para a saúde intestinal. 

Em caso de dúvidas, procure um(a) nutricionista. 

O Minuto Saudável traz outras informações sobre alimentação. Confira nossas postagens!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.