Daniela Hendler (Minuto Saudável)
28/03/2019 08:00

Resenha Chá Desinchá: ingredientes, como tomar, funciona? É bom?

Lidar com o inchaço e a retenção de líquidos não é tarefa fácil, não é mesmo?

Esses incômodos acontecem quando há o acúmulo de água nas células do corpo e podem ser desencadeados por diversos motivos.

Algumas das suas principais causas são as alterações hormonais (principalmente em mulheres durante os períodos de TPM e menopausa), a alimentação desequilibrada com excesso de sal e sódio, doenças específicas, desregulações intestinais e até mesmo o fato de ficar muito tempo parado na mesma posição.

Seja qual for o motivo que desencadeou o inchaço, hoje existem inúmeras técnicas e produtos específicos para aliviar esse desconforto.

É nesse cenário que os chás naturais ganham cada vez mais espaço.

Feitos apenas por ervas, sem conservantes, açúcares e demais compostos que podem ser prejudiciais ao organismo, os chás podem ser grandes aliados na eliminação dos líquidos e, por vezes, até mesmo na perda de peso e emagrecimento.

Ainda, são gostosos e podem fazer parte de um ritual diário de cuidado com você mesmo. Afinal, quem não gosta de tomar uma xícara chá?

Levando todas essas questões em consideração, eu comecei a usar o Desinchá diariamente.

Durante o período de um mês, tomei uma xícara do chá diariamente seguindo as instruções de uso e pude analisar melhor como ele funciona.

Quer saber mais? Então confere essa resenha que fiz sobre ele!

Índice — nesta resenha você encontrará as seguintes informações:

  1. O que é o Desinchá?
  2. Como chás podem auxiliar em um estilo de vida mais saudável?
  3. Para que serve o Desinchá?
  4. Como age o Desinchá?
  5. Desinchá emagrece?
  6. Ingredientes: quais as ervas do Desinchá?
  7. Quem pode tomar?
  8. Como tomar?
  9. Como armazenar e outros cuidados com o produto
  10. Preço e onde comprar
  11. Como utilizei o Desinchá
  12. Minhas impressões
  13. Chá Desinchá funciona?
  14. Resultados: antes e depois
  15. Desinchá é bom?
  16. Imitações possuem a mesma eficácia?
  17. O que fazer para desinchar?

O que é o Desinchá?

Desinchá é um chá funcional desenvolvido com ingredientes de origem 100% natural. Sem glúten, açúcar, adoçante, lactose e conservantes, ele tem zero calorias e conta com apenas 8 ervas especialmente selecionadas na medida exata para a sua composição.

Segundo a própria marca:

“O Desinchá nasceu para ser a marca saudável mais amada do Brasil, por isso desde o começo foi desenvolvido com o apoio de nutricionistas e produzido com ingredientes selecionados e importados, garantido máxima qualidade e sabor para a sua rotina”.

Como chás podem auxiliar em um estilo de vida mais saudável?

Para trazer minha experiência com o Desinchá e esclarecer algumas dúvidas sobre o assunto, conversei com a nutricionista Adriana Dall’Agnol Perdonsini.

Pós-graduada em Nutrição Clínica, Funcional e Fitoterapia, ela comentou quais são as principais ações que os chás podem desempenhar no nosso dia a dia, tornando-o mais saudável.

Segundo a profissional, “eles podem melhorar o sono, ajudar a desintoxicar o organismo, reduzir a pressão sanguínea, melhorar a concentração, diminuir a retenção hídrica, diminuir a vontade de comer doce, entre outros”.

Porém, ela ressalta que é importante primeiro conhecer as necessidades de cada pessoa para, a partir de então, saber quais chás consumir e a melhor maneira de aproveitá-los.

No meu caso, tomei o Desinchá em busca de reduzir o inchaço e a retenção de líquidos. Também encontrei no produto uma ótima oportunidade de reduzir o consumo diário de café.

Para que serve o Desinchá?

O Desinchá serve para ativar e potencializar inúmeras funções benéficas do organismo. Sua composição contém várias ervas repletas de vitaminas, sais minerais e compostos antioxidantes.

Juntos, esses compostos atuam em sintonia, com o objetivo de proporcionar:

  • Aumento de disposição e energia;
  • Efeito termogênico;
  • Metabolismo acelerado e, com isso, maior queima calórica;
  • Diminuição do inchaço e maior eliminação de líquidos retidos;
  • Sensação de saciedade por mais tempo, reduzindo o apetite;
  • Auxílio na perda de peso e redução de medidas de maneira saudável;
  • Melhora da digestão e regulação do intestino;
  • Ação desintoxicante;
  • Aumento da imunidade no organismo.

Como age o Desinchá?

O Desinchá foi formulado para diminuir a retenção de líquidos e o inchaço no organismo como um todo, e não em apenas uma região localizada.

Ele pretende dar energia, disposição e proporcionar ação termogênica, estimulando o metabolismo. Ainda, pode ajudar a regular o intestino e a digestão, potencializando a eliminação de líquidos de maneira saudável e gradual.

Talvez a perda de peso e de medidas não seja tão significativa, mas o hábito de beber diariamente o Desinchá pode sim ser um aliado para a sua saúde.

Ele conta com ingredientes que desempenham várias ações no organismo. Dentre elas, separamos 5 que merecem a sua atenção, olha só:

Combate o envelhecimento precoce

Das ervas presentes no Desinchá, 4 são muito conhecidas por possuírem poder antioxidante. Por isso, podem ajudar a prevenir o envelhecimento celular.

O guaraná, o alecrim o chá verde e a erva mate são poderosos aliados nesse processo!

Os antioxidantes são moléculas que neutralizam os radicais livres, compostos danosos e prejudiciais ao organismo.

Eles agridem e podem prejudicar o funcionamento do corpo humano como um todo, levando ao envelhecimento precoce e até mesmo aumentando as chances do desenvolvimento de doenças.

Os antioxidantes agem inibindo a ação desses radicais livres. Eles ligam-se a esses átomos, neutralizando-os e impedindo que causem danos.

As moléculas antioxidantes podem ser encontradas em suplementos, alimentos, cosméticos e, é claro, em chás.

Ação diurética e desintoxicante

Quase todas as ervas presentes no chá também desempenham uma ação detox no organismo. Juntas, elas promovem a eliminação de toxinas, da retenção de líquidos e diminuem o temido inchaço.

O chá verde, por exemplo, é muito conhecido por poder desempenhar essa função, sendo inclusive alvo de muitos estudos na área.

Leia mais: Suco detox: emagrecedor, para perder barriga, como fazer, receita

Proteção ao coração

Algumas ervas desempenham ação antioxidante e de combate aos radicais livres. Assim, um dos resultados pode ser uma maior proteção e prevenção das doenças cardiovasculares e para a diminuição do colesterol ruim (LDL).

Concentração e energia

Algumas das ervas presentes no chá (mais especificamente o mate, o guaraná e o chá verde) são estimulantes e possuem cafeína em sua composição.

Assim, podem desempenhar o papel de ajudar no cumprimento das tarefas diárias com mais foco, entusiasmo e energia.

Prevenção à problemas digestivos

Vários compostos do chá atuam de uma forma positiva para garantir a melhora do trato intestinal. A hortelã, por exemplo, é uma grande aliada natural para prevenir a síndrome do intestino irritado.

A carqueja, por outro lado, protege o estômago, desintoxica o fígado e previne úlceras, enquanto o mate verde atua na prevenção de infecções.

Desinchá emagrece?

É importante entender que existe uma diferença muito grande entre efetivamente emagrecer (ou seja, perder gordura corporal) e desinchar (eliminar líquidos).

É comum que existam dias em que a retenção de líquido seja maior e possa resultar em até 2Kg a mais, por exemplo.

Alguns casos comuns em que isso pode ser observado são nos dias que antecedem a menstruação ou quando a alimentação é regada à muito sal e sódio.

Porém, não é preciso se desesperar! Esses 2Kg não significam que houve um aumento da massa gorda, mas sim uma maior retenção de líquido.

Por isso, para saber se você está emagrecendo de verdade e diminuindo a porcentagem de gordura no seu corpo, a melhor solução é ter um acompanhamento nutricional frequente.

O Desinchá e outros demais chás podem, sim, ajudar na perda de gordura e no emagrecimento saudável. Porém, para isso acontecer, é essencial que eles sejam apenas mais um aliado nesse processo.

No Desinchá, algumas ervas desempenham um maior papel no emagrecimento. Porém, o blend como um todo desempenha ação diurética, ajudando na diminuição da retenção de líquidos.

Lembre-se que o emagrecimento não é algo que acontece de um dia para o outro.

Para que essa jornada aconteça de maneira gradativa, contínua e eficiente, é importante que contar com um acompanhamento médico, uma alimentação balanceada e a prática de exercícios físicos.

Ingredientes: quais as ervas do Desinchá?

Como você já sabe, o Desinchá é composto pelo blend de 8 ervas e mais nada. De acordo com o fabricante, cada um desses ingredientes são pesados para garantir que estejam na medida exata e só então misturados.

Mas você sabe para que serve cada um dos ingredientes e o que eles fazem no seu organismo?

Chá verde

Muito popular na China e no Japão, é riquíssimo em antioxidantes e originado da mesma planta que dá origem ao chá branco e ao chá preto.

Conta com as vitaminas A, C e E, fortalece o sistema imunológico e ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares, problemas cardíacos e diabetes.

Além de todas essas questões, o chá verde contém cafeína e aumenta o metabolismo, sendo um grande aliado na perda de peso. Faz com que o organismo gaste mais calorias, mesmo estando parado, o que auxilia no emagrecimento.

O chá verde é refrescante, conta com catequinas (poderosos antioxidantes) e também dá mais energia e disposição, sendo um ótimo substituto para o cafézinho diário!

Erva mate

Com alta ação termogênica, a erva mate também ajuda no controle do colesterol e da glicose, protege o cérebro, o fígado e potencializa o emagrecimento.

É rica em cafeína, componentes antioxidantes e ajuda o organismo a aumentar a sua queima de energia.

Carqueja

Utilizada na medicina popular há muito tempo, ajuda a melhorar a corrente sanguínea, a reduzir a retenção de líquidos, a potencializar a digestão e aliviar o inchaço.

A carqueja também é uma grande aliada no tratamento de problemas gástricos e reduz o colesterol. Por controlar o apetite, ajuda no emagrecimento e promove efeito anti-inflamatório nas células, combatendo o inchaço pelo acúmulo de líquidos.

Hortelã

Confere um gosto e um aroma característicos, únicos e refrescantes ao Desinchá.

Ainda, a erva conta com substâncias que proporcionam a saciedade ao organismo, auxiliam na melhor absorção de nutrientes minerais e vitaminas e ajudam na diminuição do estresse hormonal.

Tem também propriedades digestivas e estimula a produção de enzimas importantes, que auxiliam a diminuir náuseas e gases.

Gengibre

Muito utilizado na cozinha como tempero, o gengibre é um composto rico em cafeína e propriedades termogênicas, que eliminam o inchaço e favorecem a perda de peso.

Acelerando o metabolismo, o gengibre evita a retenção de líquido, ajuda na eliminação de substâncias tóxicas das células e potencializa a queima de gordura.

Guaraná

Sendo um super energético natural, o guaraná tem altos níveis de cafeína e possui propriedades diuréticas, antioxidantes e até mesmo afrodisíacas.

Proporciona sensação de saciedade e induz o sistema nervoso ao processo de lipólise, que utiliza a gordura como fonte de energia durante os exercícios físicos.

Sálvia

Conhecida por ser uma planta medicinal, nos tempos antigos era usada para afastar o mal, tratar mordidas de cobra e aumentar a fertilidade feminina, por exemplo.

No Desinchá, a sálvia tem outros papéis. Funciona como um calmante, anti-inflamatório, ansiolítico e antioxidante. É um poderoso detox que auxilia no combate ao sobrepeso e na redução do colesterol.

Alecrim

Com cheiro delicioso e marcante, o alecrim é uma erva super versátil e cheia de benefícios!

Tem ativos que ajudam a eliminar toxinas, regular o intestino e ainda atuam como anti-inflamatório. O alecrim melhora a absorção de diversas vitaminas e minerais essenciais no organismo.

Quem pode tomar?

É importante sempre consultar um médico ou nutricionista antes de incluir qualquer composto, suplemento ou chá diferente na sua dieta.

Isso porque, segundo a nutricionista Adriana Perdonsini, os chás possuem também contraindicações.

Temos a impressão de que, por se tratar de plantas, algo natural, podemos consumir tranquilamente. Mas não é bem assim”, ressalta.

Ela comenta que em alguns casos os chás podem ser prejudiciais a determinadas patologias e atrapalhar a função de medicamentos.

O chá verde, por exemplo, não deve ser consumido por pessoas que apresentem hipertensão, glaucoma, nefrite”, diz a nutricionista, que ainda salienta “além disso, algumas plantas também podem ser tóxicas”.

Pessoas que fazem uso de medicamentos controlados ou tratamentos médicos devem consultar seu médico sobre o uso do Desinchá ou outro produto semelhante.

Aqueles que sofrem com gastrite, gestantes e lactantes também devem evitar o consumo do chá antes de receberem indicação e liberação de um profissional. Ele poderá indicar a melhor opção de chá para cada caso e, ainda, orientar a melhor maneira de preparar a infusão.

Além disso, quem possui alergia a qualquer um dos componentes não deve ingerir o Desinchá.

Por ser um acelerador metabólico, quando utilizado de maneira excessiva ou poucas horas antes de dormir, ele pode prejudicar o sono e até mesmo a absorção de nutrientes do corpo.

Para garantir todos os benefícios oferecidos pelo produto de maneira integral, é importante consumi-lo seguindo a sugestão de uso presente na embalagem ou a orientação de um profissional.

Como tomar?

O legal do Desinchá é que ele é super versátil e pode ser tomado tanto quente como gelado! Assim, você pode tomá-lo tanto no inverno quanto no verão, da maneira que você preferir.

Que tal aproveitar um dia quente e batê-lo no liquidificador com gelo? Ou talvez misturado com sucos de outras frutas?

Seja qual for a sua opção, é importante fazê-lo com água quente para garantir todos os seus benefícios e só então resfriá-lo ou fazer uma nova receita.

O Desinchá é prático e vem na forma de sachê, praticamente pronto para o consumo.

O consumo de 1 sachê por dia é o suficiente para usufruir dos benefícios do Desinchá, mas de acordo com o fabricante você pode potencializar o seu efeito e tomar até 3 vezes ao dia entre o período da manhã e da tarde: um logo ao acordar, um depois do almoço e um no período da tarde, por exemplo.

Ah, vale lembrar que se você tem problemas de insônia, talvez seja melhor não consumir o chá depois das 18h, para evitar incômodos ao deitar.

Também é legal que tomar Desinchá se torne um hábito e ritual diário. Assim, os seus resultados serão mais visíveis e melhor aproveitados.

Como preparar?

  1. Esquente 200mL de água até ela começar a ferver;
  2. Faça a infusão do sachê na água, tampe a xícara (ou outro recipiente em que você irá beber o chá) por 5 minutos e já está pronto para beber!
  3. Caso queira tomar o chá gelado, faça o mesmo procedimento e, no final, adicione gelo a gosto.

Após preparado, o Desinchá pode ser guardado na geladeira por até 24 horas. Caso ultrapasse esse período sem bebê-lo, prepare outro sachê.

O legal é tomar o chá puro, sem adicionar açúcar ou adoçantes. Esses compostos podem prejudicar o funcionamento do Desinchá como um todo — e não queremos isso, né?

Aproveite para sentir o sabor agradável de hortelã e das demais ervas de maneira natural!

Como armazenar e outros cuidados com o produto

Conserve os sachês ao abrigo da luz, calor e umidade. Cada sachê deve ser usado uma vez e, então, descartado corretamente no lixo.

É importante manter-se atento às sugestões de uso do produto, sem exceder a dose diária recomendada de 3 sachês.

Não consuma o Desinchá se você possui hipersensibilidade (alergia) a algum dos componentes da fórmula e mantenha-o longe do alcance de animais e crianças.

Preço e onde comprar

O Desinchá vem em uma caixinha contendo 60 sachês de 1,5g cada. Ele pode ser comprado no site oficial da marca por R$ 86,00 ou em demais pontos de vendas espalhados pelo Brasil.

Já experimentou usar o Consulta Remédios, nosso comparador de preços? Ele pode te ajudar muito a economizar e mostrar lojas que entregam o Desinchá na sua região, organizando as ofertas do menor ao maior valor. Confere lá!

Como utilizei o Desinchá

Agora que você sabe tudo sobre o produto, vou relatar minha experiência.

Comecei a usar o chá no dia 21 de fevereiro, sempre tomando uma xícara por dia logo após o almoço.

Logo ao abrir a caixa já é possível perceber o cheiro (delicioso!) do chá. O aroma que mais se destaca é o de hortelã.

Mesmo para quem não é acostumado a tomar chá sem açúcar ou adoçante, o Desinchá funciona muito bem. Seu sabor é leve e refrescante na medida certa, com um suave toque apimentado no final — possivelmente provindos do gengibre e/ou da carqueja.

Como já disse acima: o Desinchá sozinho não faz milagres. Porém, aliado a uma rotina de exercícios físicos e uma alimentação saudável, ele pode ajudar na diminuição da retenção de líquidos.

Também sinto mais disposição ao tomá-lo pela parte da tarde, logo após o almoço. Usei-o como um substituto do café durante o período de teste e aprovei!

Experimentei gelado e quente, mas na maior parte dos dias tomei quente. Assim como o café e demais bebidas estimulantes e termogênicas, é possível sentir o corpo aquecer logo após tomar o Desinchá.

Vale um destaque também para a apresentação do produto: a caixa conta com uma tabelinha para marcar um “X” a cada sachê que você tomar. Assim, se torna mais fácil fazer com que o Desinchá se torne um hábito diário.

A própria marca explica que: “Um estudo recente de Jane Wardle, do University College de Londres, publicado no European Journal of Social Psychology, afirma que para transformar um novo objetivo ou atividade em um hábito, precisamos de em média 60 dias”.

E é por isso que a caixinha vem com 60 sachês: para que sejam consumidos (pelo menos) 1 por dia até que se torne um costume.

Minhas impressões

O ideal é utilizar o chá por pelo menos 2 meses, porém, para a realização dessa resenha avaliamos 1 mês de uso.

Existem alguns resultados que percebemos logo de cara — como a ação diurética, por exemplo.

Porém, é importante que o tratamento seja feito de maneira contínua e frequente durante todo o período recomendado, para que possam ser observados todos os seus resultados.

Ainda assim, foi possível listar as características que observei durante o uso do Desinchá durante 1 mês. Avaliei elas com nota de 1 a 5, sendo 1 “muito ruim” e 5 “muito bom”. Olha só:

Gosto

O chá realmente é muito gostoso, mesmo sem a adição de açúcar ou qualquer outro adoçante. Destaca-se o gosto de hortelã e, no fim, um sabor mais forte, quase que apimentado.

Nota: 5 ⭐⭐⭐⭐⭐

Cheiro

Assim como o gosto, o cheiro do Desinchá também é ótimo! Basta abrir a embalagem para sentir o forte aroma das ervas.

Nota: 5 ⭐⭐⭐⭐⭐

Solubilidade

Sua solubilidade é excelente. Basta seguir as instruções de uso, que sugerem 5 minutos de infusão do sachê na água, que o chá ficará dissolvido e perfeito para ser tomado.

Nota: 5 ⭐⭐⭐⭐⭐

Embalagem

A embalagem do Desinchá é super prática, completa e atraente. Estimula a fazer o tratamento correto de 60 dias, pois vem com uma tabela para anotar a cada sachê que foi consumido.

Nela está escrito a melhor maneira de consumir o produto e os ingredientes que o compõem, tudo de maneira leve e de fácil compreensão.

E olha que legal, seus sachês são biodegradáveis! Quando descartados, eles sofrem ação de bactérias da natureza que decompõem as fibras celulósicas, que representam aproximadamente 75% do papel.

O restante dos sachês são feitos por fibras termo seláveis (no máximo 25%) que se desintegram no meio ambiente.

Nota: 5 ⭐⭐⭐⭐⭐

Aparência

A aparência do Desinchá, quando dissolvido, é a de um chá comum, como qualquer outro chá de ervas. Tem uma cor amarelada/esverdeada natural, proveniente dos seus ingredientes naturais.

Nota: 5 ⭐⭐⭐⭐⭐

Eficácia

Quando tomado de maneira certinha, ou seja, associado à uma alimentação saudável e atividades físicas, ele é sim um grande aliado para desinchar.

Toda vez que tomo sinto a ação diurética fazendo efeito, assim como a aceleração no metabolismo e o aumento de energia e disposição.

Não tive nenhum problema em trocá-lo pelo café na parte da tarde. Inclusive, adorei!

Ele oferece a disposição necessária para permanecer atenta durante o resto do dia ao mesmo tempo em que não causa tremedeiras ou ataca o meu estômago, incômodos que sinto quando tomo muito café.

Nota: 5 ⭐⭐⭐⭐⭐

Chá Desinchá funciona?

O Desinchá promete acelerar o metabolismo, fornecer mais energia e ajudar na redução do inchaço corporal.

Desenvolvido por pesquisadores, médicos e nutricionistas com uma formulação que demorou 2 anos até alcançar o seu patamar final, ele cumpre o que promete de maneira eficaz e muito saborosa.

Porém, apesar de ser testado e aprovado, é importante ressaltar: o bom resultado do Desinchá só será percebido se ele for utilizado na frequência certa e de maneira consistente!

É comum que os seus efeitos comecem a ser sentidos após 15 dias de uso contínuo.

Ainda, segundo a nutricionista Adriana Perdosini, é importante sempre relembrar que “não existe um chá ou um alimento milagroso”.

Ela comenta que os chás podem auxiliar no processo de perda de peso, sim. Porém, desde que sejam utilizados em conjunto com um estilo de vida saudável, uma alimentação equilibrada e a prática regular de atividade física.

E nunca é demais lembrar que cada organismo funciona de maneira distinta. Assim sendo, a redução de medidas e a diminuição da retenção e inchaço dependerá exclusivamente de cada um.

Entenda o Desinchá como um aliado para seus objetivos, não como uma solução milagrosa.

Resultados: antes e depois

Durante o período de 21/02 até 22/03 pude perceber de maneira mais precisa de qual maneira o chá funciona.

Apesar de não ter seguido uma dieta muito regulada durante o período, toda a vez que tomei o Desinchá eu sentia um bem-estar logo após o uso.

Pude observar que meus pés e pernas ficaram menos inchados e a diminuição na retenção de líquidos, principalmente na parte das pernas.

Não acho que o Desinchá é milagroso e resultará, sozinho, na perda de peso e medidas.

Porém, as mudanças que ele auxilia a promover no corpo são gradativas, assim como qualquer outro tratamento que envolva o emagrecimento.

Olha só as fotos do antes e depois:

Desinchá é bom?

Por fim, a conclusão final depois de um mês de uso do Desinchá é que ele cumpre, sim, aquilo que promete.

Para quem busca por mais um auxílio na luta diária contra o inchaço e a retenção de líquidos, ele pode ser um poderoso aliado! Tudo isso com muito sabor e refrescância.

Só não pode esquecer de procurar pelo acompanhamento de um médico ou nutricionista para fazer o uso certinho do produto, viu?

E, é claro, aliar o seu consumo com uma rotina repleta de hábitos saudáveis.

Imitações possuem a mesma eficácia?

Não foi à toa que o Desinchá demorou 2 anos para ser criado. Por isso, para garantir todos os benefícios oferecidos pelo produto, é importante que você adquira o original e saiba exatamente qual foi a procedência do chá.

Apesar de a marca deixar muito claro quais são os seus ingredientes, comprar imitações ou fazer “misturinhas caseiras” significa colocar a sua conta em risco.

Isso porque o Desinchá utiliza apenas matérias-primas de primeira qualidade, com ingredientes plantados e colhidos em áreas especialmente selecionadas para o cultivo.

Sua produção segue um padrão rigoroso de higiene e qualidade. As fábricas recebem investimentos contínuos no maquinário especialmente voltado ao envase de chás.

Ainda, utilizam a dose exata de cada erva para garantir o melhor produto possível para você.

Existem inúmeras ervas e chás à disposição no mercado e, é claro, é possível variar na hora de escolher qual tomar. Porém, os chás não são completamente inofensivos ao corpo humano.

Por isso é tão importante fazer um acompanhamento nutricional e saber da procedência exata dos seus ingredientes.

Como identificar se o produto é original?

Para garantir que o seu Desinchá é o original, procure no verso da embalagem pela informação: “Um produto desenvolvido pela empresa Desinchá”. Apenas o produto verdadeiro terá essa informação escrita.

Também fique de olho nas informações do fabricante. Atualmente o Desinchá é produzido ou pela Hilê ou pela Herboflora.

O que fazer para desinchar?

Está sofrendo com a retenção de líquidos e inchaço?

Então confira algumas dicas, chás e alimentos que você pode inserir na sua rotina para ajudar a lidar melhor com esse incômodo!

5 dicas para desinchar no dia a dia

Beba muita água

Tente trocar quase todas as bebidas do seu dia apenas pela ingestão de água e você poderá perceber logo uma diminuição na retenção de líquidos.

Isso acontece porque a água é fundamental para o bom funcionamento do intestino e para a melhor absorção de nutrientes. Também, ela ajuda nas reações metabólicas do corpo e na eliminação de impurezas, ações que auxiliam a desinchar de maneira saudável.

Diminua o consumo de alimentos processados, muito salgados e ricos em sódio

Quando há um consumo exacerbado de sal, o seu corpo retém mais água para tentar manter o equilíbrio adequado em sua corrente sanguínea. O resultado? Inchaço.

Para evitar essa questão sem prejudicar o gosto dos alimentos, que tal investir em temperos naturais?

São várias as opções que deixam as refeições mais saborosas e saudáveis, desde os clássicos alho e cebola, passando pela sálvia, manjericão, alecrim, salsa, pimenta, coentro, estragão, entre outros.

A nutricionista Perdonsini também lembra que os embutidos, enlatados e fast food apresentam uma grande quantidade de sódio e conservantes, o que pode resultar no indesejado inchaço.

Ah, ela ainda ressalta que as bebidas alcoólicas também são vilãs e podem resultar no inchaço, viu?

Mastigue bem os alimentos

Quando a mastigação é feita de maneira muito rápida, é possível que o seu estômago receba, juntamente com a comida, uma grande quantidade de ar. Esse ar pode causar incômodo, inchaço na barriga e lentidão na hora da digestão.

O ideal é comer sem pressa, afinal, o cérebro leva entre 15 a 20 minutos para ativar o mecanismo de saciedade do corpo.

Assim, é importante mastigar várias vezes, em ritmo lento e prestando atenção naquilo que está sendo ingerido.

Isso faz com que o organismo fique saciado com uma menor quantidade de comida e sejam evitados excessos. Traduzindo em números, é indicado mastigar cerca de 30 vezes um alimento sólido antes de engoli-lo.

Ps.: quando estamos assistindo TV ou fazendo qualquer outra ação que nos tira o foco, é comum que esqueçamos de mastigar de maneira adequada.

Por isso, durante a refeição, fique atento àquilo que está sendo ingerido e aproveite esse momento com calma.

Consuma fibras de maneira equilibrada

As fibras não são absorvidas pelo corpo e servem principalmente para auxiliar no processo de digestão. Porém, quando não são acompanhadas por uma boa ingestão de líquidos, podem causar o processo inverso, ou seja, prisão de ventre e inchaço.

Por isso, consuma uma quantidade adequada dessa substância e alie essa ingestão com bastante água.

Leia mais: Por que devemos comer fibras e qual a quantidade diária ideal

Preste atenção nas verduras e frutas

Que esses alimentos são saudáveis todo mundo sabe. Porém, algumas frutas e verduras possuem substâncias que podem causar gases e inchaço.

A cereja, o pêssego, a uva e a manga, por exemplo, são ricas em álcoois, que podem resultar no acúmulo de líquidos.

Já a couve de bruxelas, o brócolis e a couve-flor são carregados de rafinose, que podem gerar gases.

5 chás que ajudam a desinchar a barriga

Além de mudar os hábitos do dia a dia, você também pode adicionar chás no seu menu diário.

Feitos de ervas, frutas e demais componentes naturais, eles são capazes de ajudar a eliminar a retenção de líquidos de maneira saborosa, tornando-se um costume rotineiro.

Porém, lembre-se sempre que ao adicionar um chá, alimento ou suplemento novo na sua alimentação, é extremamente importante contar com a orientação de um médico ou nutricionista para indicar a quantidade exata de cada alimento para você.

Afinal, cada organismo funciona de uma forma — e aquilo que é o ideal para mim, nem sempre é o melhor para você.

Chá de gengibre com abacaxi

Aumenta o metabolismo, faz com que o organismo gaste mais calorias e energias, mesmo quando parado. Ajuda no funcionamento do intestino e sacia o apetite por mais tempo.

Chá de hibisco com canela

Ajuda a desinchar, aumenta o metabolismo, favorece a queima de gordura e facilita a digestão.

Chá verde

Contando com cafeína em sua composição, aumenta a quantidade de urina que o organismo elimina e pode ser tomado juntamente com outras frutas, como o abacaxi, a amora, o limão ou o maracujá.

Chá de gengibre, cravo e canela

Composto por 3 ingredientes termogênicos, dá mais energia, aumenta o metabolismo, o gasto calórico e a queima de gorduras.

Chá de maracujá

Além do conhecido poder calmante, o chá de maracujá pode ser um grande aliado na eliminação da gordura da região abdominal, pois conta com substâncias que auxiliam o organismo a reter menos açúcar e a aumentar a sensação de saciedade.

Atenção: o ideal é tomar os chás para desinchar logo após o preparo e ficar atento à quantidade, indicações e contraindicações recomendadas pelo seu médico ou nutricionista.

5 alimentos que ajudam a desinchar

Além dos chás que ajudam a secar a barriga, você também pode investir em alimentos que potencializam ainda mais esses resultados, que tal?

Farelo de aveia

Rico em betaglucana (fibra solúvel que contribui para o controle de taxas de colesterol e açúcar no sangue), ele auxilia no aumento da saciedade. Quando associado à ingestão adequada de líquido, melhora o funcionamento intestinal, evitando o inchaço e a dilatação abdominal.

Vegetais verde-escuros

São os maiores aliados para quem está com retenção de líquido após consumir muito sódio. São ricos em magnésio e potássio e ajudam a diminuir o inchaço.

Iogurte

Possui probióticos, que aumentam o número de bactérias benéficas no intestino, ajudando na digestão, no trânsito intestinal e reduzindo a sensação de inchaço.

Abacaxi

Por contar com a enzima bromelina em sua composição, o abacaxi pode facilitar a digestão e evitar o inchaço. Além do abacaxi, a nutricionista Adriana Perdosini indica outras 2 frutas que podem te ajudar para diminuir a retenção de líquidos: o melão e a melancia.

Manjericão (e demais temperos da sua horta)

O excesso de sal é um dos maiores vilões da retenção de líquido. Por isso, investir em temperos naturais é uma grande solução para diminuir o inchaço.

O manjericão, por exemplo, além de dar um toque especial para a comida, tem ação diurética e é enriquecido com antioxidantes que combatem o envelhecimento precoce.


Gostou da resenha? Então deixe seu comentário!

E se você tiver algum produto sobre o qual quer saber mais detalhes, conta para a gente!

Fontes consultadas

  • Adriana Dall’Agnol Perdonsini (CRN8-7901), nutricionista graduada pela PUCPR e Pós-graduada em Nutrição Clínica, Funcional e Fitoterapia pela PUCPR.

19/05/2019 15:33

Daniela Hendler (Minuto Saudável)

Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*