A obesidade, doença caracterizada pelo acúmulo de gordura corporal, tem preocupado médicos e entidades de saúde pelo aumento no número de casos no mundo.

Além dela, doenças como diabetes e hipertensão também podem ser causadas pelo sobrepeso, o que aumenta os riscos à saúde da pessoa.

Causada por diferentes motivos, como hábitos alimentares ruins, falta de atividade física, alta ingestão de alimentos calóricos e herança genética, a obesidade já possui tratamentos à base de remédios.

Mas agora os pacientes poderão contar com uma nova opção.

Trata-se do cloridrato de lorcasserina, um medicamento destinado para controle crônico do peso.

Aliás, o fármaco já tinha sido aprovado em 2016, mas por questões logísticas e burocráticas, só irá ao mercado em 2019.

Leia mais: Remédios para Emagrecer: naturais, caseiros e vendidos em farmácias

Medicamento age no cérebro

O novo remédio é indicado para o tratamento da obesidade em complemento a uma dieta com baixas calorias.


A substância age no organismo alterando o neurotransmissor serotonina (responsável pela sensação de prazer e bem-estar). O resultado é que o paciente se sente satisfeito mesmo comendo menos.

Para que o tratamento seja feito de forma mais eficaz, também é importante que o paciente siga hábitos saudáveis, como a prática de atividades físicas e sono regular.

Recomendações

Tanto para os médicos quanto para os pacientes, medicamentos são importantes por possibilitarem um tratamento mais individualizado conforme o perfil de cada indivíduo.

A recomendação é que a lorcasserina só poderá ser prescrita para pessoas com determinados Índices de Massa Corporal (IMC). Além disso, pode ser indicada para pacientes que estejam com outros problemas de saúde relacionados ao peso, como hipertensão e diabetes.

Mas atenção, a automedicação é uma prática perigosa e que pode trazer sérios riscos. O uso de qualquer medicamento deve ser feito com acompanhamento médico.


Medicamentos usados no tratamento contra obesidade são usados de maneira coadjuvante para o paciente.

É importante que ele mantenha uma rotina de visitas ao médico, junto com a mudança nos hábitos alimentares e a inclusão das atividades físicas.


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *