10 benefícios do vinagre de maçã para sua saúde

0

O vinagre de maçã orgânico oferece mais benefícios do que os outros tipos do produto. Quando não filtrado, ele pode manter as vitaminas e substâncias da fruta, além de propriedades antioxidantes e funcionais, como a pectina e as fibras.

Os vinagres são utilizados há tempos para melhorar a saúde e o bem-estar. Presentes na rotina de quem adota recursos naturais de terapia, o produto desperta o interesse de pesquisadores que, atualmente, buscam averiguar e comprovar os reais benefícios.

Algumas das propriedades do vinagre de maçã que despertam o interesse de quem deseja mais saúde são:

Tem propriedades anti-inflamatórias

Como o vinagre de maçã possui componentes como potássio, manganês e magnésio, o produto pode reduzir inflamações e favorecer a circulação.

Pesquisas conduzidas na Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, listaram 10 alimentos que têm grande capacidade anti-inflamatória e entre eles está a maçã.

Como o vinagre orgânico mantém grande parte das propriedades do alimento fermentado, as capacidades anti-infecciosas e anti-inflamatórias podem ser preservadas.

Pode reduzir a pressão alta

Um estudo publicado no periódico Jornal Britânico de Nutrição, em 2006, avaliou ratos e suas taxas de pressão e colesterol. Os resultados apontam que o uso do vinagre teve um efeito benéfico ao organismo dos animais, reduzindo os riscos de pressão alta.

Auxilia na digestão

Quem tem gastrite ou algum problema de ardência estomacal pode já sentir o desconforto estomacal só de pensar em usar vinagre nas refeições. Mas as pessoas que não sofrem com alterações do estômago podem ser beneficiadas com o consumo do produto.

PUBLICIDADE

Isso porque o vinagre estimula a salivação e faz com que o suco gástrico — que é carregado de enzimas digestivas — tenha a produção aumentada também.

Com as enzimas digestivas atuando melhor e mais efetivamente nos alimentos, o processo de degradação é melhorado e, assim, o corpo consegue aproveitar melhor os nutrientes ingeridos.

Além disso, o vinagre de maçã pode fazer com que a digestão seja mais lenta e mais equilibrada, caso haja uma boa regulação do pH do estômago. Ou seja, ele pode evitar que haja desconforto após comer devido à má digestão ou mal processamento do que foi consumido.

Mas, opondo a informação, há pesquisas que indicam que a presença do ácido acético pode causar o desconforto digestivo devido ao esvaziamento gástrico lento.

Vale lembrar que pacientes com disfunções do trato digestivos podem ser recomendados a não consumir alimentos ácidos, devido à elevação da acidez estomacal.

Auxilia na saúde intestinal

O vinagre de maçã orgânico pode manter concentrações de pectina, uma substância presente em frutas (sobretudo na maçã).

Ela é um tipo de fibra alimentar solúvel, ou seja, quando ingerida, é capaz de formar um gel que reduz a absorção de gorduras. No intestino, a pectina auxilia na regularização do fluxo, melhorando a evacuação.

Como a substância não tem necessariamente uma ação laxativa, pessoas com diarreia também podem ter as funções intestinais reguladas, pois a pectina auxilia a diminuir a irritação da mucosa.

Leia mais: O que é Kefir (leite, água), benefícios, receitas, como fazer e cuidar?

Equilibra a glicose

Pesquisas realizadas na Universidade Estadual do Arizona indicam que o ácido acético do vinagre é capaz de bloquear enzimas relacionadas à liberação de açúcar na corrente sanguínea.

É sobretudo pela ação do desse componente que a glicose é regulada e a sensibilidade à insulina é aumentada. Pesquisas em animais e, mais recentemente, em humanos começam a investigar o uso do vinagre de maçã aliado ao tratamento de diabetes tipo 2.

Estudos realizados em 2004 e publicados no Jornal de Ciência Alimentar, apontam que o produto pode impedir que as taxas glicêmicas se elevem após as refeições. No processo de digestão, o ácido acético pode interferir na forma que o corpo aproveita os carboidratos, diminuindo a digestão dos amidos pelo intestino.

Como a glicose é obtida pela quebra dos amidos, o consumo do vinagre de maçã pode significar níveis menores de glicemia.

Um estudo publicado no Jornal Tohoku de Medicina Experimental, demonstra que um pequeno grupo de pacientes com síndrome de ovário policístico apresentaram melhoras nos quadros de irregularidade menstrual devido à capacidade do vinagre de maçã equilibrar as taxas de glicemia.

A pesquisa considerou que a resistência à insulina pode ser uma fator impactante na síndrome de ovário policísticos e, por isso, o consumo de vinagre de maçã para a estabilização glicêmica pode ter efeitos positivos para as pacientes.

Pode melhorar as funções cerebrais

Com a regularização intestinal todo o corpo pode ser beneficiado. Isso porque o intestino e o cérebro têm uma relação bastante próxima e, por isso, qualquer alteração nas funções de um, pode gerar impactos no funcionamento do outro.

Provavelmente você já notou que quando está com constipação ou diarreia, há sensações de fadiga, mal-estar e queda na imunidade. Por isso, é preciso cuidar de ambos.

Como o vinagre de maçã orgânico pode auxiliar a reparar e equilibrar a flora intestinal (sobretudo pela ação da pectina), seu consumo pode promover mais saúde, inclusive para as funções cerebrais.

Pode ajudar com o sobrepeso e obesidade

Há vários mecanismos de ação do vinagre para reduzir as taxas de obesidade e sobrepeso, mas acredita-se que efetivamente eles ajam apenas de forma indireta.

Leia mais: Como emagrecer com saúde: dieta, exercícios, remédios, cardápio

Alguns estudos realizados em 2009, publicados no Jornal de Ciência Alimentar, apontam que os participantes acompanhados sofreram menores elevações glicêmicas após as refeições e, por isso, a saciedade foi prolongada.

Isso ocorre porque quando o corpo sofre uma elevação rápida e intensa do açúcar no sangue, o organismo libera mais insulina, um hormônio regulador.

Porém, em pouco tempo, a glicemia baixa e a quantidade de insulina no sangue ainda é alta. Ou seja, o açúcar começa a baixar exageradamente, fazendo com que o corpo entenda isso como um sinal de alerta e a fome se manifeste.

Nesse estudo, a saciedade foi promovida possivelmente pela menor alteração glicêmica.

Outro estudo, realizado em 2005, confirma os resultados da ação emagrecedora do consumo de vinagre.

Na pesquisa, os pacientes que que ingeriram dosagens de ácido acético se sentiram mais saciados e naturalmente reduziram a ingestão alimentar em cerca de 250 calorias diárias. Portanto, o vinagre pode estimular a saciedade e promover a redução de peso de forma natural.

Reduz os riscos de doenças cardíacas

O vinagre de maçã é pode ser fonte de polifenóis (substâncias naturalmente contidas nas plantas), sobretudo o ácido clorogênico, que é um regulador da função do fígado. Há estudos que apontam a ação dessas substâncias na redução dos riscos de colesterol alto e problemas cardiovasculares.

O consumo do vinagre de maçã pode inibir a oxidação de LDL (colesterol ruim) e auxiliar na prevenção de doenças decorrentes. Além disso, um estudo de 2006 aponta que inserir uma concentração de 0,3% de ácido acético na alimentação pode reduzir as taxas de colesterol e triglicerídeos.

Alivia a azia

As disfunções gástricas são tratadas há séculos com os vinagres. Alguns estudos indicam que o ácido podem combater as alterações do suco estomacal e equilibrar o pH do órgão.

No entanto, é importante ter atenção no uso, pois a ingestão pura, frequente ou excessiva pode provocar a irritação das mucosas.

Possui ação antimicrobiana

Os usos de vinagre no combate de micróbios e bactérias é bastante antigo, fazendo com que o produto seja até hoje empregado na higienização de frutas e verduras. No entanto, é importante ressaltar que o Ministério da Saúde recomenda o uso de água sanitária diluída para higienizar corretamente os alimentos.

Alguns estudos realizados em 2004 sugerem que a mistura de vinagre (com 4,03% de ácido acético) e suco de limão pode inibir a bactéria Salmonella typhimurium em alimentos. Mas, ainda no estudo, observou-se que é necessário um longo tempo de ação para que a bactéria seja combatida.

Um estudo publicado no periódico médico Relatórios Científicos, em 2018, apontou que o vinagre de maçã pode inibir a ação e proliferação da bactéria Escherichia coli, responsável pelo intoxicação alimentar e quadros de diarreia.

Apesar de necessitar de maiores aprofundamentos, o vinagre tem, de acordo com o estudo, a capacidade para ser empregado em terapias clínicas para combater agentes infecciosos.

Um artigo publicado no periódico clínico de Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada, em 2018, apontou que o produto apresenta capacidade antifúngica sobre a Candida Spp da cavidade bucal. O agente é responsável por infecções de próteses dentárias e partes da mucosa interna, sendo capaz de provocar complicações.

Quer saber mais sobre dicas de alimentação? Confira aqui!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe o seu comentário, nos preocupamos com sua opinião:

Por gentileza, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui

Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois apenas um médico pode prestar tal atendimento. Embora tentemos responder a todos os comentários, opiniões e e-mails que recebemos em até dois dias úteis, nem sempre é possível devido ao grande volume que recebemos. Por favor, tenha em mente que qualquer solicitação ao Minuto Saudável está sujeita aos nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, ao enviar, você indica sua aceitação.