O óleo de cártamo é extraído da semente do cártamo (Carthamus tinctorius), uma planta oleaginosa bastante conhecida pelo uso na culinária e também por ser corante e aromatizante de alimentos.

Esse óleo, usado em receitas ou tomado como suplemento, pode proporcionar diversos benefícios à saúde, sendo um atrativo para quem busca perder peso, melhorar o metabolismo, cuidar mais da alimentação e até mesmo dos cabelos, já que o produto pode ser usado também para fins estéticos.

Confira no texto a seguir todos os benefícios!

Índice — neste artigo você encontrará as seguintes informações:

  1. O que é óleo de cártamo?
  2. Para que serve o óleo de cártamo?
  3. Propriedades do óleo de cártamo
  4. Quais os benefícios?
  5. Óleo de cártamo emagrece?
  6. Como tomar óleo de cártamo?
  7. Qual a quantidade ideal de óleo de cártamo por dia?
  8. Óleo de cártamo faz mal?
  9. Onde encontrar?
  10. Preços e marcas
  11. Perguntas frequentes

O que é óleo de cártamo?

O óleo de cártamo é um óleo extraído da semente de uma planta que leva o mesmo nome e que pertence à espécie Carthamus tinctorius, oriunda das regiões áridas da Índia.

É utilizado no preparo dos alimentos, mas também pode ser consumido como suplemento, em cápsulas. Outra utilidade se aplica ao uso do óleo em cosméticos, sendo possível encontrá-lo na composição de cremes capilares.

Por ter propriedades como vitaminas K, E, ômega 6 e ômega 9, contribui para uma série de benefícios à saúde, pois é capaz de combater radicais livres e prevenir o organismo contra doenças cardiovasculares, por exemplo.

Para muitas pessoas, o suplemento é um aliado para o emagrecimento, pois ele pode ajudar na queima de gorduras localizadas.

Para que serve o óleo de cártamo?

O óleo de cártamo pode ser usado na alimentação, sendo uma opção de uso culinário, ou como suplemento (em cápsulas). Assim, ajuda a melhorar a saúde pela nutrição e também é um reforço para quem busca benefícios estéticos. Pelas propriedades que possui, é uma opção versátil para quem deseja ser mais saudável.

Seus usos podem incluir:

Culinária

O óleo de cártamo é um produto que possui ponto de fumaça alto, o que significa que pode ser uma opção para o preparo de pratos quentes. Mesmo quando aquecido, é capaz de preservar os nutrientes que possui.

Pode, portanto, ser usado como alternativa ao óleo de soja e as gorduras saturadas de origem animal. Por ter um sabor neutro, é uma opção para várias receitas.

Suplementação (cápsula)

Os suplementos de óleo de cártamo são comercializados em cápsulas, geralmente usados por pessoas que desejam obter os benefícios que o componente pode proporcionar, como ação antioxidante, prevenção contra doenças cardiovasculares e emagrecimento.

Esses produtos, muitas vezes, são vendidos associados a outras propriedades. Algumas cápsulas apresentam também óleo de coco, óleo de chia e vitamina D, por exemplo.

Estética

Além de ser uma opção mais saudável na cozinha, o óleo de cártamo também pode ser usado para beleza. Existem cosméticos que utilizam esse tipo de óleo para produtos capilares, para ajudar no fortalecimento e hidratação dos fios.

Leia mais: 8 benefícios do suco detox que vão além da desintoxicação

Propriedades do óleo de cártamo

O óleo de cártamo é um óleo considerado rico em propriedades nutritivas, pois possui uma série de nutrientes que trazem benefícios à saúde. As principais incluem:

Ômega 6 e 9

O óleo de cártamo é rico em em gorduras boas para a saúde, sendo composto por 80% de ácido linolênico (ômega 6), 12% de ácido oléico (ômega 9).

Eles auxiliam no processo de queima de gordura e ajudam a proteger o coração, pois contribuem para o controle do colesterol e triglicerídeos.

Vitamina E

A vitamina E, presente no óleo de cártamo, tem um forte papel antioxidante no organismo.

É responsável também por ajudar no combate dos radicais livres, mantendo a saúde das células e ajudando na prevenção de várias alterações, tais como doenças cardíacas, câncer, Alzheimer, degeneração muscular etc.

Leia mais: Tomar colágeno funciona? Entenda como ocorre a absorção

Vitamina K

É uma vitamina fundamental para ajudar na coagulação do sangue, além da formação e manutenção da saúde dos ossos.

Quais os benefícios?

O óleo de cártamo é usado para diferentes finalidades, tanto na alimentação, como óleo em extrato natural, como em cápsulas, em forma de suplementação.

É um atrativo para muitas pessoas pelas propriedades que possui e benefícios que pode proporcionar, como ação anti-inflamatória e reforço do sistema imunológico.

Conheça mais dos principais:

Proporciona maior saciedade

Para quem quer emagrecer, este é um dos benefícios mais interessantes do óleo de cártamo, pois está ligado à perda de peso.

Ela ocorre devido ao mecanismo que o óleo ativa no organismo, retardando o esvaziamento gástrico e reduzindo a fome. Assim, a pessoa se sente satisfeita por um tempo maior e reduz a ingestão calórica.

Apesar de parecer um excelente benefício, é importante conversar com um nutricionista para entender qual a melhor forma de fracionar as refeições e o tempo ideal entre cada uma delas.

Leia mais: Chia (semente, óleo): benefícios, como usar, receitas, emagrece?

Ajuda no controle dos níveis de colesterol e triglicerídeos

O óleo de cártamo pode ajudar no controle dos níveis de colesterol ruim (LDL) e triglicerídeos, por conter propriedades como fitoesteróis e ômega 9, que ajudam a regular a quantidade dessas gorduras no organismo.

Consequentemente, o risco de doenças cardiovasculares e outras complicações se torna reduzido.

É bom para a pele e cabelo

Os benefícios do óleo de cártamo também incluem resultados para a aparência. O consumo do produto pode ajudar a deixar a pele e os cabelos mais bonitos, devido às vitaminas, óleos essenciais e demais propriedades que possui.

Pode, portanto, ajudar a evitar o surgimento de acnes, suavizar linhas de expressão e rugas. Por isso, é possível encontrar cosméticos que o adicionam à composição.

Para os cabelos, o óleo de cártamo oferece benefícios como hidratação, fortalecimento e crescimento saudável dos fios. Para a pele, é benéfico por ser não comedogênico, o que significa que ele não causa obstrução dos poros e acnes.

Possui ação antioxidante

As propriedades presentes no óleo de cártamo, como o ômega 6 e 9, possuem ação antioxidante e, por isso, ajudam a combater os radicais livres.

Nesse sentido, podem combater o envelhecimento precoce das células e ajudam na prevenção de diversas doenças.

Por isso, o óleo de cártamo é um importante aliado contra o envelhecimento e à recuperação dos tecidos.

Leia mais: Quais os benefícios do chá verde para a saúde?

É anti-inflamatório

Sua ação anti-inflamatória também se relaciona com as propriedades antioxidantes, que ajudam o organismo a se defender de processos inflamatórios que podem ocorrer.

Ajuda no controle dos níveis de açúcar no sangue

Existem estudos que indicam que o óleo de cártamo pode ajudar também no controle dos níveis de açúcar no sangue. A pesquisa que trouxe esses indícios foi realizada com um grupo de mulheres já na pós-menopausa e com diabetes tipo 2.

Elas receberam uma suplementação diária de óleo de cártamo por 36 semanas e, após esse período, tiveram resultados mais positivos no controle dos níveis de açúcar e um aumento da sensibilidade à insulina.

É bom para o sistema imunológico

O óleo de cártamo pode ajudar a fortalecer o sistema de defesas do organismo por conter propriedades que ajudam em diversos processos bioquímicos.

Isso auxilia no funcionamento do sistema imunológico, que diante da presença de microrganismos invasores,os combate com mais eficiência.

Óleo de cártamo emagrece?

Ele ajuda. Um dos atrativos do óleo do cártamo é a possibilidade de atuar no emagrecimento. Isso pode acontecer quando a pessoa leva uma vida saudável e o utiliza como complemento, uma vez que ele contribui na perda de peso por ter propriedades que proporcionam saciedade e aceleram o metabolismo.

Isso acontece porque o óleo de cártamo tem propriedades que formam um perfil lipídico, como o ômega 6 e 9, gerando uma maior concentração de ácidos graxos livres no organismo e aumentando o gasto energético.

Assim, o consumo do produto ajuda na queima de gordura “marrom”, um tipo de gordura “boa” que gera calor para os órgãos vitais.

Quando o metabolismo começa a queimar esse tipo de gordura, o organismo precisa buscar outra fonte de energia, queimando também as gordurinhas localizadas.

O ômega 9, por sua vez, ajuda a diminuir a produção do cortisol, um hormônio que contribui para o armazenamento de tecido adiposo na região abdominal.

Por isso, o óleo de cártamo pode ajudar no emagrecimento.

Contudo, é importante lembrar sempre que não existem ingredientes milagrosos capazes de emagrecer sem nenhum esforço ou mudança de hábito. O óleo de cártamo deve ser utilizado dentro de uma rotina que inclui alimentação saudável e exercícios físicos.

Leia mais: Dicas para mudar os hábitos e emagrecer com saúde

Como tomar óleo de cártamo?

O óleo de cártamo pode ser tomado de 2 a 3 vezes ao dia ou de acordo com a orientação do médico ou nutricionista. A recomendação é de as cápsulas sejam ingeridas antes das principais refeições (almoço e jantar) e/ou 1 hora antes dos treinos.

Para ter melhores resultados no treino, o óleo de cártamo pode ser consumido juntamente com carboidratos.

Qual a quantidade ideal de óleo de cártamo por dia?

A quantidade ideal pode variar de acordo com a dieta de cada pessoa e as necessidades individuais. É importante ter em mente que, apesar de todos os benefícios do produto, a quantidade de gorduras adquiridas na alimentação não deve ser alta, considerando que o consumo do óleo não é a única fonte de lipídios.

Por isso, antes de começar a tomar, é importante conversar com um nutricionista, para que ele possa fazer uma avaliação individual e recomendar a dosagem certa.

De todo modo, é possível se basear em uma recomendação geral, consumindo no máximo 2 colheres de chá do óleo ou duas cápsulas por dia.

Óleo de cártamo faz mal?

De modo geral, quando utilizado adequadamente e na quantidade orientada pelo nutricionista, o óleo de cártamo não costuma causar efeitos colaterais ou fazer mal.

Em excesso, no entanto, ele pode provocar alguns sintomas, como náuseas, diarreia ou dores abdominais.

Diante de algum sintoma ou efeito colateral após o uso do suplemento ou do óleo puro, deve-se suspender o uso e procurar um médico.

Mesmo assim, pessoas em algumas condições de saúde específicas devem ter um cuidado maior no uso de suplementos, entre elas:

Grávidas

Apesar de ser necessário mais estudos para comprovar o risco, há relatos de que o consumo de óleo de cártamo pode provocar contrações uterinas e induzir o parto.

Pessoas com problemas sanguíneos

Pacientes com problemas de coagulação sanguínea, doenças hemorrágicas, úlceras ou que precisam passar por alguma cirurgia, podem ser orientadas a evitar o uso do óleo, pois ele apresentar ação anticoagulantes, podendo afinar o sangue.

Onde encontrar?

O óleo de cártamo puro pode ser encontrado em supermercados e casas de produtos naturais especializados. Já a cápsula, pode ser comprada em redes de farmácias.

Preços e marcas

Quando se trata de suplementos de óleo de cártamo, as opções de marcas e preços são maiores do que o óleo natural.

É comum que essas cápsulas contenham também outras propriedades, como óleo de coco, vitamina E e óleo de chia. É possível encontrar também o óleo em produtos específicos para os cabelos.

Confira algumas opções de marcas e o preço mais em conta, de acordo com o nosso comparador de preços, o Consulta Remédios.

Óleo de cártamo com vitamina E (cápsula)

Com vitamina E é possível encontrar:

Óleo de cártamo cápsulas

Entre as opções do óleo de cártamo em cápsulas estão:

Óleo de cártamo capilar

Para tratamentos capilares, entre os produtos fortalecidos com óleo de cártamo está:

Perguntas frequentes

É bom tomar óleo de cártamo antes do treino?

É uma opção. As pessoas que utilizam o óleo na forma de suplementação podem utilizá-lo antes do treino para potencializar o desempenho durante a prática dos exercícios físicos. No entanto, pelas propriedades que possui e que apresentam ação regeneradora dos tecidos, pode ser uma opção mais interessante após os treinos.

Leia mais: 8 Benefícios do BCAA e seus efeitos no organismo

Pode tomar óleo de cártamo antes de dormir?

Sim, algumas pessoas usam o óleo de cártamo antes de dormir, especialmente as que buscam perder peso. No entanto, o ideal é conversar com um médico ou nutricionista para entender qual o melhor horário de acordo com os resultados que se busca, especialmente quando se trata do uso de suplementos.


Na busca por uma vida mais saudável, o uso de suplementos e produtos naturais têm ganhado cada vez mais espaço no dia a dia das pessoas.

Entre essas opções está o óleo de cártamo, que pode ser um complemento rico em benefícios quando se leva também uma vida com hábitos saudáveis.

Você usa ou já utilizou esse suplemento? Tem alguma receita preferida que leva o óleo de cártamo? Compartilhe com a gente em nosso espaço de comentários e obrigada pela leitura!

Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *