Com 24 semanas de gestação, ainda no segundo trimestre de gravidez, a mulher pode sentir-se mais sensível, emocionando-se muito mais em situações cotidianas, como ao assistir o noticiário ou assistindo filmes.

O aumento do apetite pode fazer com que a mulher tenha mais vontade de comer guloseimas que, com moderação, não é proibido. O importante é que exista um equilíbrio, para que não falte nenhum nutriente essencial para a sua saúde e a do bebê.

Obviamente, um cuidado maior com a alimentação precisa ser feito, mas sem tantas cobranças. A gravidez não deve ser um fardo ou um período difícil. É importante que a gestante esteja bem e feliz, passando esse bem-estar para o bebê.

O acompanhamento de uma nutricionista é fundamental para que a gestante saiba o que comer e na quantidade correta.

Sobre o bebê, sabe-se que já na 23ª semana de gravidez ele está com a audição mais sensível e se movimentando mais. Começa a dar chutes e socos, aproveitando o espaço no útero.

Em pouco tempo, o útero ficará pequeno para tanto movimento.

Continue a leitura para saber quais as mudanças na 24ª semana de gravidez!

24 semanas de gestação são quantos meses?

Se a mulher está com 24 semanas de gestão isso significa que ela está no 6º mês. Algumas gestantes contam também os dias. Nessa fase, aproximadamente, faltam ainda em torno de 110 dias até o parto.


Tamanho e peso do bebê

O bebê com 24 semanas mede aproximadamente 29cm da cabeça até os pés, e 21cm da cabeça até o bumbum. Seu tamanho é comparado ao de uma espiga de milho.

O peso do feto é de aproximadamente 500g no começo da semana, mas até o fim dela deve engordar em média mais 200g.

Como é o desenvolvimento do feto com 24 semanas de gestação?

O bebê com 24 semanas tem a pele bem enrugadinha, pois ainda vai engordar bastante até o final da gestação. Ela também é mais avermelhada, por conta dos vasos sanguíneos que ficam mais aparentes nesse período. Há também a presença de gordura por baixo da pele, que vai ajudar a proteger o bebê do frio após o nascimento.

As pálpebras já possuem separação, mas ainda estão fechadas. Dá pra notar a presença de cílios e ver que os traços do rosto estão mais definidos.

A audição do bebê está mais aguçada, por isso, ele já começa a associar barulhos, sons e músicas. É uma boa hora para conversar ainda mais com ele, para que consiga assimilar a voz dos pais e familiares ainda na barriga.

O olho do bebê também está desenvolvido, mas a íris ainda não tem pigmentação. Por isso, só será possível saber a cor dos olhos do bebê nos próximos meses. Ainda assim, até o nascimento, ela pode mudar.

Sintomas da gestante com 24 semanas de gestação

A gestante ainda apresenta mudanças muito semelhantes à semana anterior. Durante todo esse segundo trimestre, os sintomas mais marcantes são a presença das contrações de Braxton Hicks, a insônia, cansaço, câimbras, dor nas costas e o possível surgimento dos tubérculos de Montgomery. Saiba mais: 

Insônia

A insônia, além de ocorrer pela dificuldade da gestante achar uma posição confortável, por estar urinando com mais frequência, pela ansiedade e outros fatores, também acontece porque o bebê pode ficar bastante agitado durante a noite.

Ele costuma ficar mais ativo entre a 24ª e 28ª semana, dando cambalhotas, chutando e dando socos na barriga da mãe. Somando isso a todos os outros sintomas, a mulher pode ter bastante dificuldade em ter uma noite de sono tranquila.

Tubérculos de Montgomery

São bolinhas que parecem espinhas que surgem ao redor dos mamilos. É normal que elas apareçam já nessa fase, sendo importante que a gestante não as esprema pelo risco de inflamação. 

A função desses tubérculos de Montgomery é de proteção e lubrificação, pois eles liberam um óleo que ajuda na hora da amamentação e também protegem contra bactérias.

Cansaço

O cansaço pode ser algo normal na gestação, pois a mulher está passando por muitas mudanças em seu corpo. 

O peso da barriga, a fadiga causada pela pressão que o bebê faz no diafragma, as dores e as noites mal dormidas são alguns dos fatores que podem deixar a mulher mais cansada.

Contudo, pode ser também um indício de que está faltando ferro na dieta. Sentir muita fraqueza, falta de ar e ter desmaios pode ser um alerta para anemia.

Ao ter esses sintomas, a gestante deve procurar um médico para o diagnóstico. É fundamental também incluir alimentos ricos no nutriente no dia a dia, como fígado, feijão, couve e lentilha.

Contrações de Braxton Hicks

São contrações similares ao que a mulher sente quando está entrando em trabalho de parto, mas não causam dores fortes e grande desconforto. 

Podem ser parecidas com as cólicas menstruais. A função delas é treinar o útero para o momento do parto.

Estrias

As estrias podem surgir porque a pele da mulher na região da barriga, seios, coxas e bumbum, por exemplo, esticam devido ao aumento do peso. É mais comum em quem já tem predisposição para o surgimento de estrias, mas pode acontecer para qualquer gestante.

Para prevenir, muitas mulheres investem no uso de cremes hidratantes, loções e óleos durante toda a gestação. 

O ideal é não usar qualquer creme, pois os produtos podem ter ingredientes na composição que são contraindicados na gestação. O mais aconselhado é verificar quais cremes podem ser usados com um profissional.

Tamanho da barriga da gestante

A barriga nessa fase está bem mais arredondada. O útero está com um tamanho de 3cm a 5cm acima do umbigo.

Agora já não tem como disfarçá-la. A mulher pode começar a preferir sempre pelo uso de roupas mais largas e confortáveis, pois provavelmente as antigas já não servem mais.

Também pode perceber que não consegue passar em lugares bem estreitos, como entre os carros em estacionamento. Algumas gestantes relatam que é fase em que são mais mimadas, ganhando mais atenção nos lugares e passando nas filas. 

Além de ser um direito, aproveitar a fila preferencial é importante para evitar ficar muito tempo em pé, pois isso pode piorar ainda mais inchaço nas pernas, cansaço e dores nas costas.


Informar-se é a melhor forma de entender as mudanças que estão acontecendo no próprio corpo durante a gestação e matar a curiosidade sobre o desenvolvimento do bebê. 

A ansiedade de ver o rosto do bebê cresce a cada dia, mas, na 24ª semana de gestação, mais da metade da gravidez já passou e o parto fica cada vez mais próximo. 

Os preparos para a chegada da criança já podem começar e é uma forma de distração até o momento do parto.

Para saber mais sobre outras semanas gestacionais, acesse sempre o conteúdo do Minuto Saudável!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Participe da discussão

2 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

  1. Meu nome e ana lucia tou entrando nas 24 semanas e tou tendo bastante contração é normal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *