Para as mamães de primeira viagem, saber o que levar para a maternidade pode ser um grande dilema. Existem várias listas e modelos na internet que podem ajudar bastante, mas também deixar ainda mais em dúvida, pois elas variam muito de itens e quantidade.

A verdade é que não existe regra, mas sim itens que precisam ser levados para o bebê e para a mamãe nesse período, como roupas e produtos de higiene.

O que vai na mala para a maternidade pode variar também por fatores como estação do ano e quantidade de dias em que a gestante ficará internada.

Normalmente, a mulher passa de 2 a 3 dias na maternidade após o parto cesárea e de 1 a 2 dias após o parto vaginal. 

Alguns médicos recomendam que a mala da maternidade esteja pronta já quando a mãe está com 36 semanas de gestação, outros sugerem que ela seja feita já a partir da 32ª semana.

De qualquer forma, com a gravidez chegando próxima ao fim, a mulher já deve estar atenta e com a mala preparada.

Leia mais: O que é Licença Maternidade, como funciona, quando entrar, nova lei

Confira abaixo uma sugestão de lista do que levar para a maternidade no dia do parto:


O que levar para o bebê no dia do parto?

Os itens mais importantes para levar para o bebê na maternidade são as trocas de roupas, os produtos de higiene e fraldas. A quantidade de roupinhas depende de quantos dias a mulher terá que ficar no hospital após o parto. Normalmente as listas sugerem de 3 a 6 trocas.

Roupas e mantinhas

Alguns dos itens mais indispensáveis são as roupinhas do bebê. É importante separar algumas peças e mantas, pois é importante que o recém-nascido fique bem aquecido. Confira uma lista:

  • 3 a 6 bodys de manga comprida;
  • 3 a 6 macacões de corpo inteiro abertos na frente (mais fáceis de colocar e tirar);
  • 6 pares de meias;
  • Gorrinhos;
  • Luvas (para o frio e para evitar que o bebê se arranhe com as próprias unhas);
  • 3 a 6 paninhos de boca;
  • Fraldas de pano para apoiar no ombro na hora da amamentação e do bebê arrotar;
  • Mantas ou xales;
  • Roupa para ir para casa.

Produtos de higiene

Os principais produtos para a higienização do bebê que precisam ser levados para a maternidade são:

  • Pomada antiassadura;
  • 1 pacote de fralda para recém-nascido;
  • Lenços umedecidos hipoalergênicos;
  • Sabonete líquido para bebês;
  • Cotonetes;
  • Bolinhas de algodão;
  • Saquinho para colocar roupas sujas.

O que a mãe deve levar para a maternidade?

Às vezes, a gestante está com o foco tão voltado para o momento do parto e para a lista do bebê que pode até esquecer de preparar os itens essenciais para si mesma. Por isso, é importante que ela tenha ajuda de uma rede de apoio para não esquecer de nada e ficar mais tranquila para o nascimento do bebê. Nesses casos, as listas ajudam e muito!

Para ficar mais organizado, a mulher pode preferir organizar duas malas: uma para seus itens pessoais e outra para os do bebê. Confira abaixo o que levar:

Roupas

Nesse momento, a mulher precisa de roupas que devem ser sinônimo de conforto e praticidade. As indicações incluem: 

  • Pijamas específicos para usar na amamentação (aberto na região das mamas);
  • Calças de pijamas ou outros modelos confortáveis;
  • Calcinhas confortáveis (2 para cada dia de internamento);
  • Meias;
  • Sutiã de amamentação;
  • Roupa para sair da maternidade;
  • Mantas ou xales.

Produtos de higiene 

Assim como o bebê, a mulher também precisa preparar-se para passar alguns dias na maternidade. Portanto, os seguintes produtos de higiene devem ser separados e colocados na mala:

  • Pacote de absorvente noturno;
  • Escova de dentes;
  • Creme dental;
  • Shampoo;
  • Condicionador;
  • Sabonete;
  • Desodorante;
  • Escova para pentear o cabelo;
  • Chinelos de dedo para usar no banho;
  • Pantufas ou outro chinelo confortável para andar no hospital;
  • Absorvente para os seios;
  • Conchas para os seios.

O que acompanhantes devem levar para a maternidade?

Não há uma lista do que o(a) acompanhante deve levar para a maternidade. É importante que haja atenção aos documentos, lanches e, caso a pessoa vá dormir na maternidade, roupas e itens de higiene.

O parceiro ou familiares também podem ajudar nesse momento caso a gestante esqueça de algum produto ou roupa.

Leia mais: Doula: recuperando o significado do parto humanizado

Dicas e cuidados na hora de se planejar 

Saber o que levar é importante, mas se planejar é fundamental para evitar exageros e correria em cima da hora. Existem algumas dicas para as gestantes e seus parceiros que podem deixar essa organização da mala e a chegada do bebê em casa mais tranquila. Veja só:

Cuidados com as roupas do bebê

Independente da marca, se for presente ou comprado: todas as roupinhas do bebê precisam ser lavadas antes de serem levadas para a maternidade para o recém-nascido usar.

O ideal é usar sabão neutro ou sabonetes específicos para bebês, que não sejam agressivos ou possam causar alergia na pele do recém-nascido.

Portanto, as roupas devem ser lavadas e passadas. O ideal é evitar também o uso de amaciantes ou qualquer produto com cheiro muito forte.

Não esquecer os documentos e exames

Nessa reta final da gestação, os pais precisam estar cientes que a qualquer momento o bebê pode chegar. Ao entrar em trabalho de parto, a mala deve estar pronta e os documentos e exames devem estar fáceis de achar.

Algumas gestantes podem preferir incluir até mesmo na mala da maternidade. O importante é não esquecer de levar documentos pessoais da mãe e do pai (RG, CNH, CPF), exames do pré-natal, ultrassons, cartão do plano de saúde (se for no hospital particular) e, se a mulher tiver, o plano de parto.

Acessórios e lembrancinhas

Não é obrigatório, mas os pais que desejam podem levar lembrancinhas e um quadrinho com o nome do bebê para deixar na porta da maternidade, para os familiares que forem fazer uma visita.

Organização da mala

Não existe um modelo mais apropriado para levar para a maternidade. A gestante pode aproveitar a que tem em casa disponível, se for de um tamanho que caibam todos os seus pertences e do bebê.

Caso a gestante queira investir em uma nova bolsa, uma boa opção são as que possuem organizadores, divisórias e compartimentos diversos. Assim, fica mais fácil separar as roupinhas, os produtos de higiene, toalhas e mantas.

Outra dica é levar as trocas de roupas em kits. Para isso, basta separar em saquinhos o que o bebê vai precisar em cada dia.

Leia mais: Período pós-parto: o que é puerpério, fases (tardio, imediato) e mais


Para as mamães ansiosas, planejar a mala da maternidade pode até ser um hobby. Aos poucos, podem ir comprando e encontrando todos os itens para o kit e, quando chegar a hora tão esperada, tudo estará em mãos.

No caso das gestantes que não fazem ideia do que realmente é necessário levar, ter uma lista facilita e muito esse trabalho.

Dessa forma, é possível organizar tudo sem deixar nada de essencial para trás. Basta checar a lista!

Esperamos ajudar as gestantes com este conteúdo. Para ler mais sobre gestação, continue acessando o Minuto Saudável!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *