O ácido úrico alto, também chamado de hiperuricemia, é uma complicação que provoca muitas dores nas articulações e pode causar até cristais nos rins.

A hiperuricemia é uma das principais causas da gota, artrite, artrose, insuficiência renal e cálculos renais.

Por isso, quem sofre com a condição, procura várias formas de amenizar a condição e seus efeitos.

Para reprimir as consequências das altas taxas de ácido úrico, existem vários tipos de tratamentos caseiros e laboratoriais que podem ser feitos. Confira no texto a seguir!

O que tomar para ácido úrico alto?

Os principais medicamentos usados para combater o ácido úrico alto são: Alopurinol, Narcaricina, Alopurinol, Litocit, Cloridrato de Verapamil, Beserol, e Tandriflan. Esses fármacos também podem ser tomados durante o tratamento de outras doenças como gota, artrite e outras complicações relacionadas ao ácido úrico elevado.

Segundo a farmacêutica Francielle Mathias, os anti-inflamatórios não tratam o ácido úrico alto e sim as consequências do problema, como a gota e a artrite.

Em alguns casos, como quando os cristais se depositam nos rins, os anti-inflamatórios não são indicados, porque alguns deles têm como efeito colateral o comprometimento do órgão”, diz.

Já os medicamentos uricosúricos são os prescritos para ajudar a eliminar o ácido úrico do organismo.


Para que esses remédios sejam prescritos, o médico precisa avaliar o histórico pessoal de cada paciente.

A utilização depende muito da causa do aumento de ácido úrico em cada paciente, pois pode ser que o aumento da excreção desse ácido não resolva o problema”, completa.

Além disso, como diz a farmacêutica, esse tipo de  remédio só poderá ser ingerido se os rins estiverem saudáveis e funcionando normalmente.

Por isso, o recomendado é que as pessoas evitem a automedicação. Medicamentos só devem ser tomados depois de conversar com um médico ou farmacêutico.

Os remédios para ácido úrico alto podem ser prescritos por um médico reumatologista.

Leia mais: Ácido úrico baixo: o que pode ser? Quais são os sintomas?

Ácido úrico elevado tem cura?

Sim. Por meio de tratamentos, como medicamentos e dieta, é possível controlar a hiperuricemia, na maioria dos casos.

É importante lembrar que grande parte das condições podem ser prevenidas, evitando os fatores agravantes dessa condição, como bebidas alcoólicas, cafeína, alimentos industrializados, açúcares e sedentarismo.

Leia mais: Acúmulo de sais minerais pode levar ao desenvolvimento de pedras nos rins

O que é bom para baixar ácido úrico?

O tratamento para ácido úrico alto no organismo é feito a partir da combinação de 3 fatores: alimentação saudável (para evitar a ingestão de purina), fisioterapia para exercitar as articulações e remédios para as crises de dor. Outras medidas podem ser adotadas:

Beba bastante água

Tomar água ao longo do dia ajuda o corpo a eliminar o ácido úrico pela urina, além de facilitar o processo de filtragem de sangue pelos rins. Entre 1,5L e 2L de água por dia é o recomendado.

Cuide da alimentação

Alimentos com grande quantidade de líquidos (como melancia e melão) devem ter prioridade na dieta.

Os alimentos ricos em vitamina C, como a laranja, a tangerina e o limão também são recomendados porque, além de conter uma grande quantidade de líquido,  ajudam a combater a purina.

Suco e chás são bem-vindos, desde que sejam naturais.

Evite alimentos industrializados (ricos em gordura) e bebidas açucaradas, por exemplo refrigerantes, pois podem facilitar a formação dos cristais nos rins.

Não coma peixes e grãos secos (milho, arroz), porque são alimentos ricos em purina (bases nitrogenadas que sofrem reações químicas e se transformam em ácido úrico).

Carnes processadas (linguiça, calabresa, salsicha) e carnes vermelhas devem ser consumidas em menor quantidade possível.

Evite o consumo de cerveja

Por causa do processo de fermentação, as cervejas e outras bebidas alcoólicas são ricas em purina, que ajudam a formar mais ácido úrico.

Evite a automedicação

Alguns remédios dificultam a eliminação do ácido úrico pela urina. Por isso, ao tomar qualquer medicamento, procure orientação de um médico ou farmacêutico.

Leia mais: O que é Desidratação, em crianças e idosos, sintomas e tratamento

Tratamento caseiro: existe chá ou remédio natural?

Algumas receitas caseiras podem ajudar no controle e tratamento para ácido úrico alto. Mas vale lembrar que essas medidas apenas auxiliam a aliviar os sintomas e não substituem as orientações médicas:

Chás diuréticos

Os chás são usados para combater muitas doenças. Veja as principais plantas que, ao se juntarem com água quente, podem ajudar a tratar o ácido úrico alto:

  • Chá de dente-de-leão;
  • Chá de alcachofra;
  • Chá de urtiga;
  • Chá de cavalinha;
  • Chá de cardo mariano
  • Chá de harpago.

Essas plantas têm efeitos diuréticos (facilitam a produção de urina) e facilitam a eliminação das toxinas do organismo.

Sucos

Além dos chás, os sucos também são ótimas opções para se tratar naturalmente o ácido úrico alto.

Aqui estão os principais sabores de sucos para melhorar a hiperuricemia:

  • Suco de melancia feito com água de coco;
  • Suco de morango com limão;
  • Suco de pepino com cenoura;
  • Suco de laranja com cenoura;
  • Suco de maçã;
  • Suco de agrião com beterraba;
  • Suco de mirtilo.

Para aumentar o efeito benéfico, esses sucos devem ser naturais (evitar polpas e sucos em pós) e não devem ser adoçados.

Suco de limão

Um dos tratamentos de hiperuricemia consiste em tomar suco de limão, preferencialmente em jejum.

Leia mais: Água com limão emagrece? Descubra os benefícios e como fazer

Esse suco não pode ser acrescido de outros líquidos, frutas, vegetais ou adoçantes e açúcares.

O limão é benéfico para o tratamento de ácido úrico porque, ao chegar o organismo, ele se torna alcalino, ou seja, capaz de combater ácidos fracos.

Ingerir bastante água durante o dia e evitar o consumo de carnes vermelhas favorece a eficácia deste tratamento.

No entanto, esse consumo não deve ser feito sem a orientação e supervisão de um médico, uma vez que ingerir limão em excesso pode prejudicar o sistema digestivo, causando gastrite e até feridas.

Vinagre de maçã

As substâncias presentes no vinagre de maçã, como o ácido málico, podem ajudar no tratamento para ácido úrico alto e prevenir a formação dos cristais.

Para que esse ingrediente tenha mais eficácia, basta fervê-lo antes de usar na culinária. Assim, a maior parte do álcool evapora deixando o produto mais apropriado para quem tem hiperuricemia.

Outra dica é misturar uma porção de vinagre com duas porções de água potável, deixado-o menos concentrado e enfraquecendo o sabor.

Mesmo com esses benefícios, consuma o vinagre de maçã moderadamente, de acordo com a orientação médica.

Compressas para dor

Compressas de água fria nos lugares afetados, como as articulações, também podem ajudar a diminuir a dor causada pelo excesso de ácido úrico no organismo.


O tratamento para ácido úrico alto pode ser feito de forma natural e medicamentosa.

Os fatores de risco, como alimentação não saudável e sedentarismo, que contribuem para o aparecimento desta complicação podem ser evitados.

Sucos, chás e consumo correto de frutas e verduras são métodos caseiros, que se aliados aos medicamentos, podem trazer mais qualidade de vida para quem tem complicações como a hiperuricemia.

O Minuto Saudável tem várias informações sobre doenças e seus respectivos tratamentos. Acompanhe nossas postagens!!!

Fontes consultadas

  • Dra. Francielle Tatiana Mathias (CRF/PR 24612), farmacêutica generalista com mestrado em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Estadual do Centro-Oeste e doutorado em Farmacologia pela Universidade Federal do Paraná.


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.