Acúmulo de sais minerais pode levar ao desenvolvimento de pedras nos rins

0

Cálculo renal ou pedras nos rins são substâncias formadas pelo acúmulo de elementos como ácido úrico, sais minerais e oxalato de cálcio, nos rins. Estes se transformam em pedras, dos mais variados tamanhos e formas que, ao passar pelo canal urinário, causam intensa dor.

Maus hábitos e o aumento da idade são alguns dos fatores que levam à doença. Pessoas que já tiveram cálculo têm 50% de chances de voltar a sofrer novamente com esta patologia.

Em alguns casos é necessária a intervenção cirúrgica para a retirada das pedras ou a utilização de aparelhos endoscópicos, que podem fragmentá-las com o uso do laser.

Causas

Algumas das causas do cálculo são: quantidade em excesso de fosfatos, cálcio, cistina, disfunções metabólicas da glândula paratireóide ou do ácido úrico, além da ausência de citrato e da quantidade insuficiente da urina ou obstrução dos canais urinários.

Como prevenir

Algumas medidas bem simples podem ser tomadas para a prevenção da doença:

  • Evitar comidas industrializadas e gordurosas, assim como o sódio;
  • Manter o peso em um limite saudável. Quanto mais obeso, maiores são as chances de se ter a doença;
  • Beber bastante água. Dois litros por dia podem ajudar na eliminação das substâncias, além de evitar a formação das pedras.

Diagnóstico

O diagnóstico feito pelo médico indicará qual tratamento deverá ser feito, pois pode variar dependendo do caso.

Exames como radiografia, tomografia e ultrassonografia, são feitos para análise da doença.

Medicamentos

Antiinflamatórios ou analgésicos podem ajudar no alívio da dor, após expelir as pedras. Já no tratamento da doença alguns medicamentos como Alopurinol¹ e Ibuprofeno² podem ser usados, de acordo com indicação médica.

Alopurinol¹: usado na prevenção de crises causadas pelo excesso de ácido úrico no organismo.

Ibuprofeno²: anti-inflamatório não-esteroide, ajuda no combate e alívio de inflamações agudas.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie o conteúdo!)
Loading...

Deixe o seu comentário, nos preocupamos com sua opinião:

Por gentileza, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui

Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois apenas um médico pode prestar tal atendimento. Embora tentemos responder a todos os comentários, opiniões e e-mails que recebemos em até dois dias úteis, nem sempre é possível devido ao grande volume que recebemos. Por favor, tenha em mente que qualquer solicitação ao Minuto Saudável está sujeita aos nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, ao enviar, você indica sua aceitação.