O aumento das taxas de ácido úrico é chamado de hiperuricemia. Essa condição é decorrente da quebra de purina pelo organismo, uma substância presente em alguns alimentos.

Por isso, cuidar da alimentação pode prevenir a hiperuricemia.

Alimentos  de origem animal costumam conter mais purina que os alimentos de origem vegetal.

Então, se for consumida em mais de uma refeição, a porção de carne vermelha ou branca deve ser reduzida.

Em vez de reduzir a porção, pode-se também consumir a carne em apenas uma das refeições. Por exemplo, se comer carne no almoço, não coma no jantar e vice-versa.

Cereais integrais (arroz, trigo, aveia) e grãos (feijão, lentilha, milho) devem ser consumidos moderadamente.

Alimentos como café, cacau, iogurtes naturais, frutas e queijos podem fazer parte da alimentação, pois têm baixo teor de purina.

O ideal é que se consulte um nutricionista que pode prescrever uma dieta balanceada,  baseando-se em seu histórico médico.

O que incluir na alimentação?

Uma das formas de controlar os níveis de ácido úrico é pela alimentação saudável,e balanceada.

Dê preferência para alimentos diuréticos, ou seja, que facilitem a eliminação de líquido:

  • Frutas, como melancia, laranja, abacaxi e melão;
  • Legumes e verduras, como pepino, alface, cenoura e beterraba;
  • Cereais, como arroz integral;
  • Oleaginosas, como nozes, amêndoas e castanhas;
  • Carboidratos, como pães e biscoitos.

Alimentos ricos em vitamina C (acerola e kiwi) também devem ser priorizados na dieta de pessoas que possuem ácido úrico alto.

A ingestão de 2 a 3 litros de água por dia ajuda a eliminar o ácido úrico no organismo por meio da urina.

As nutricionistas Marla Martins e Alessandra Sguario, do Hospital Marcelino Champagnat sugerem, também, o consumo de leites, ovos, grãos integrais, queijos e iogurtes magros.

Leia mais: Por que comer legumes e verduras?

O que evitar na dieta?

Alimentos ricos em purina devem ser evitados, já que esse composto favorece a produção de mais ácido úrico.

Os produtos que contém gordura, óleos, manteiga e açúcares em sua preparação também devem ser evitados, já que esses ingredientes dificultam a eliminação do ácido úrico.

Leia mais: Hipertensão e outros problemas estão associados ao excesso de ácido úrico

Alguns grupos alimentares que devem ser evitados são:

Ricos em purina

Quanto mais purina for consumida, mais ácido úrico será produzido. Por isso, evite comer alimentos que contenham essa substância:

  • Órgãos bovinos e aviários (fígado, rim e coração, por exemplo);
  • Peixes (anchova e arenque) e pescados (camarão, caranguejo);
  • Leguminosas (feijão, lentilha, amendoim, ervilha);
  • Cereais (trigo, aveia) e castanhas (que contém óleo);
  • Cogumelos.

Alimentos gordurosos e doces

  • Frituras (como frango, bolinhos, batata);
  • Fast-food (hambúrguer, cachorro-quente, pizza);
  • Doces em geral (bolos, tortas, chocolates).

Bebidas alcoólicas

As bebidas com álcool, principalmente a cerveja, devem ser evitadas por quem tem ácido úrico alto.

Isso porque a cerveja é feita de cevada, que é um grão rico em purina. A levedura usada para fermentação também produz esse composto.

Outras bebidas alcoólicas (destiladas ou fermentadas) também não devem ser consumidas por quem tem hiperuricemia.

Quem tem ácido úrico alto pode comer tomate?

Não há exatamente um consenso. Por isso, em alguns casos, pessoas com problemas de articulação causados por ácido úrico devem evitar o consumo de tomates e molhos.

Esse fruto pode estar relacionado à liberação de purina, aumentando as taxas de ácido úrico.

Já os molhos industriais à base de tomates devem ser evitados, pois contêm grandes quantidades de sal e temperos, além de outros componentes que podem ser danosos à saúde.

O mais recomendado é que se consulte um médico ou nutricionista que poderá analisar se e por quanto tempo o fruto deve ficar fora da dieta de quem tem altas taxas deste ácido.

Quem tem ácido úrico alto pode comer quiabo ou banana?

Sim. Segundo a equipe de nutrição do Hospital Marcelino Champagnat, não há nenhuma restrição quanto ao consumo destes alimentos.

Na verdade, tanto o quiabo quanto a banana são benéficos para o organismo e devem ser consumidos com frequência, tornando a alimentação balanceada.


Alguns alimentos devem ser evitados por quem tem ácido úrico alto. Comidas açucaradas e gordurosas estão nesta lista.

O Minuto Saudável traz vários conteúdos e receitas saudáveis que contribuem para uma alimentação mais equilibrada. Acompanhe nossas postagens!!!

Fontes consultadas

  • Marla Martins (CRN-8:3158) nutricionista do Hospital Marcelino Champagnat;
  • Alessandra Sguario (CRN-8:3909) nutricionista do Hospital Marcelino Champagnat.

Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Editor Médico

Dr. Paulo Caproni

CRM/PR 27.679

Graduado em Medicina pela PUCPR. Residência Médica em Medicina Preventiva e Social pela USP. MBA em Gestão Hospitalar e de Sistemas de Saúde pela FGV.

Farmacêutica Responsável

Dra. Francielle Mathias

CRF/PR 24612

Farmacêutica generalista, com Mestrado em Ciências Farmacêuticas, ambos pela Unicentro. Doutorado em Farmacologia pela UFPR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *