A radiofrequência é um dos tratamentos queridinhos quando o assunto é tratamento anti-aging (anti-idade). Mas seus benefícios não param por aí, pois ela pode ser utilizada para o tratamento de outras condições.

Para saber quais são, além das contraindicações e cuidados pré e pós a realização da sessão do procedimento, continue acompanhando o artigo.

Índice – Neste artigo, você vai encontrar:

  1. O que é e para que serve a radiofrequência?
  2. Em que casos a radiofrequência é recomendada?
  3. Como a radiofrequência é feita?
  4. Contraindicações da radiofrequência
  5. Quais cuidados é preciso ter antes e depois da sessão?
  6. Onde fazer radiofrequência?

O que é e para que serve a radiofrequência?

A radiofrequência é um tratamento estético que pode ser feito tanto no rosto, quanto em algumas regiões do corpo. Sua principal função é estimular, por meio da temperatura alta, a contração do colágeno e, consequentemente, a formação de fibras tanto de colágeno, quanto de elastina, proteínas que ajudam na firmeza e jovialidade da pele. A ação do tratamento, portanto, é tanto na pele, quanto no músculo.

Por estimular essas proteínas, o tratamento é recomendado, especialmente, para quem sofre com os sinais de idade, como flacidez e rugas. Contudo, pacientes que possuem celulite e gordura localizada também podem usufruir dos benefícios da radiofrequência, pois a técnica também ajuda a amenizar essas condições.

Quanto mais sessões feitas, melhores e mais duradouros serão os resultados. Mas apenas um (a) profissional esteticista poderá recomendar a quantidade de sessões adequadas para você.

Em que casos a radiofrequência é recomendada?

A radiofrequência é recomendada para todos os tipos de pele, mas antes é necessário uma análise do (a) profissional esteticista para detectar as necessidades de cada paciente. Entre as principais condições que podem ser tratadas ou amenizadas com algumas sessões do tratamento estão:

  • Rugas;
  • Linhas finas;
  • Flacidez;
  • Redução da celulite e de estrias;
  • Minimização das cicatrizes de acne;
  • Redução de gordurinhas localizadas;
  • Fibroses;
  • Aderência cicatricial.

Além desses benefícios, o tratamento rejuvenesce a pele, melhorando sua aparência, oxigenação e hidratação.


Leia mais: Alimentos e hábitos que ajudam a saúde da pele

A radiofrequência é recomendada em alguns casos. Para saber se para você é o melhor tratamento, consulte seu (a) dermatologista.

Como a radiofrequência é feita?

O tratamento é feito com uma máquina específica que libera ondas eletromagnéticas e calor que ativam a circulação do sangue, melhoram a oxigenação da cútis e contribuem para a formação de novas fibras de colágeno.

Um gel é aplicado sobre a região que passará pela sessão para evitar queimaduras e para melhor deslize do aparelho sobre a pele. Após o procedimento, esse gel é retirado e a pele é limpa. 

Contraindicações da radiofrequência

Assim como qualquer tratamento, a radiofrequência não é recomendada para algumas pessoas. Entre elas estão pacientes que estão com a pele sensibilizada, infeccionada ou inflamada por alguma condição, gestantes, pacientes que fazem uso de medicamentos anticoagulantes e corticoides e diagnosticados com doenças autoimunes

Além disso, pacientes diagnosticados com hipertensão ou queloide, por exemplo, e que possuam alguma prótese metálica nas regiões de uso do procedimento, também não devem recorrer ao procedimento.

Portanto, se você possui uma das condições citadas acima, não recorra ao tratamento. Caso tenha alguma outra condição de pele, consulte seu (a) médico (a) para saber se você está apta (o) a fazer o procedimento.

Quais cuidados devo ter antes e depois da sessão?

Antes da sessão de radiofrequência, é recomendado que o (a) paciente mantenha a rotina de cuidados diários normalmente, como limpeza, hidratação e proteção solar. Também não é recomendado depilar as regiões que passarão pela radiofrequência e o uso de qualquer produto de pele, como os de skincare e maquiagem.

após o tratamento, esses mesmos cuidados devem ser mantidos e a ingestão de água também merece uma atenção. Consuma, no mínimo, 2 litros de água para que sua pele permaneça sempre hidratada e viçosa. Além disso, outra recomendação é evitar produtos com ácidos e exposição solar. 

Caso precise sair de casa em dias quentes, use protetor solar e algum acessório que proteja o rosto, como boné e chapéu.

Onde fazer radiofrequência?

A radiofrequência pode ser feita em clínicas de estética com profissionais formados em dermatologia, fisioterapia ou estética. Portanto, antes de agendar sua sessão, se informe sobre quem irá te atender e procure feedbacks de outros clientes sobre o (a) profissional.

___________________

Apesar de ser um tratamento de ponta, a radiofrequência tem suas contraindicações e riscos, por isso, é essencial procurar uma boa clínica e um (a) bom (a) profissional para realizar o procedimento. Além disso, antes e após o tratamento é essencial manter os cuidados recomendados pelo (a) profissional.

Caso tenha ficado com alguma dúvida, consulte seu (a) dermatologista, ele (a) saberá te orientar melhor do que ninguém!

Para mais informações sobre saúde e beleza, continue acessando o site e as redes sociais do Minuto Saudável.

Referências


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.