Redação Minuto Saudável
30/06/2017 14:32

Celulite e Celulite Infecciosa: o que é, tratamento, remédios e cremes

O que é Celulite

A celulite, também conhecida como lipodistrofia ginoide, refere-se ao acúmulo de gordura no tecido fibroso da região subcutânea. Essas bolsas de gordura causam irregularidades, como ondulações e contrações na hipoderme (camada mais profunda da pele, onde se encontram os tecidos adiposo e fibroso), pois enquanto empurram a pele para cima, o tecido fibroso puxa para baixo. As covas aparecem com mais frequência nas nádegas, coxas, abdômen, nuca e braços, dando um aspecto de “casca de laranja” à pele.

A estrutura das fibras do tecido conjuntivo feminino favorece o aparecimento da celulite, por isso a sua ocorrência é maior em mulheres. Ela não se caracteriza como doença, pois é uma maneira natural de armazenamento de gordura pelo organismo, mas é alvo de preocupações estéticas, podendo levar a um incômodo emocional relacionado à sua aparência.

Celulite Infecciosa

Diferente da lipodistrofia ginoide, a celulite infecciosa é uma doença grave e que pode ser letal. Refere-se a uma contaminação do tecido subcutâneo, a qual pode ser causada por diversas bactérias, sendo a mais comum o estreptococo. Ocorre quando há na pele uma “porta de entrada”, como lesões ou feridas, e sua frequência é maior nas pernas.

A celulite infecciosa pode acometer homens e mulheres de qualquer idade, principalmente quando estão com a imunidade baixa. A região inflamada fica avermelhada, sensível e quente. Se não for tratada corretamente, a infecção pode se espalhar por todo organismo e levar à morte.

Índice neste artigo você irá encontrar as seguintes informações:

  1. O que é Celulite
  2. Celulite Infecciosa
  3. As classificações da Celulite
  4. Causas da Celulite
  5. Grupos e fatores de risco
  6. Sintomas
  7. Diagnóstico
  8. Tratamento da Celulite
  9. Medicamentos para Celulite
  10. Convivendo
  11. Prevenção

As classificações da Celulite

Existem diversas formas de classificação para a celulite, sendo as mais conhecidas:

Pelo grau de intensidade dos sulcos

  • Grau 1: Aparece apenas se houver uma compressão da região em questão;
  • Grau 2: Alguns furinhos aparentes mesmo sem pressionar a área;
  • Grau 3: Mais visível e mais profunda;
  • Grau 4: Intensa em quantidade e profundidade dos furinhos, podendo causar incômodo e até doer.

Cellulite Severity Scale

Método criado pelas dermatologistas brasileiras Doris Hexsel, Taciana Dal Forno e Camile Hexsel, já é reconhecido internacionalmente.

Esse método leva em consideração:

  • Graus da antiga classificação;
  • Aparência dos pontos elevados (características clínicas);
  • Quantidade e profundidade das depressões;
  • Manifestação de flacidez;
  • Manifestação de lesões elevadas.

Cada elemento é pontuado de 0 a 3 e a soma dessa pontuação resulta na classificação da celulite:

  • Leve: 1 a 5 pontos;
  • Moderada: 6 a 10 pontos;
  • Grave: 11 a 15 pontos.

A nota permite que o tratamento escolhido seja mais eficaz e preciso.

Causas da Celulite

A celulite é resultante, sobretudo, de influência genética, mas existem outros fatores que podem intensificá-la. O sedentarismo, o cigarro, a baixa ingestão de líquidos e o uso de roupas muito justas são considerados fatores relevantes para sua ocorrência, pois promovem a má circulação sanguínea, o que causa uma maior retenção de água, toxinas e gordura nas células. Quanto mais gordura acumulada houver, mais difícil se torna a circulação do sangue, formando-se, assim, um círculo vicioso.

O hormônio do estresse favorece a retenção de líquidos no corpo, facilitando o aparecimento da celulite. Assim, a má qualidade do sono, que contribui para a liberação desse hormônio, é também considerada uma causa. Outros hormônios também influenciam na existência da lipodistrofia ginoide, como anticoncepcionais e repositores hormonais (estrogênio e progesterona). Além disso, a desregulação hormonal causada pela menopausa e pela gravidez podem se tornar causas consideráveis.

Não é necessário estar acima do peso para que não exista o equilíbrio ideal entre gordura do corpo e massa muscular. Entretanto, é comum que essa camada de gordura seja maior nos pacientes com excesso de peso. Diante disso, a alimentação inadequada também é um elemento considerável na formação da celulite.

Grupos e fatores de risco

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, oito em cada dez mulheres apresentam alguma forma ou grau de celulite. Nos homens, a presença dos furinhos é mais rara. Isso acontece pois, enquanto no tecido adiposo feminino as fibras são perpendiculares à pele, conectando ela ao tecido muscular mais profundo, nos homens os filamentos são mais grossos e resistentes e se ligam à musculatura de maneira oblíqua.

Além disso, o estrogênio, hormônio produzido pelas mulheres, intensifica a retenção de líquidos e envia a gordura diretamente para glúteos e coxas. Em contrapartida, a testosterona, produzida pelo organismo masculino, manda a gordura diretamente pro abdômen, além de fazer com que eles ganhem mais massa muscular do que massa gorda. Por isso, no geral, apenas homens com sobrepeso possuem celulite.

Alguns fatores externos também podem influenciar na manifestação das imperfeições, como alimentação desequilibrada, sedentarismo, produção irregular ou ingestão de hormônios, hábitos como fumar e consumir muito álcool.

Sintomas

Comum nas coxas, nádegas, abdômen, nuca, braços e seios, a celulite, além das obstruções visíveis, pode causar:

  • Sensibilidade;
  • Vermelhidão;
  • Dor;
  • Pele brilhante, inchada e irregular;
  • Surgimento de caroços;
  • Em casos mais extremos, a pele pode endurecer e apresentar nódulos.

Diagnóstico

Mesmo não trazendo consequências clínicas, a celulite traz grande preocupação estética, o que pode causar situações de constrangimento devido à insatisfação com o corpo. O exame para obtenção de diagnóstico é físico e realizado por um dermatologista ou um fisioterapeuta especial.

Tratamento da Celulite

Apesar de não possuir cura para a celulite, existem práticas que ajudam a eliminá-la ou, no mínimo, amenizar sua aparência. São vários os tipos de tratamento. Confira quais são:

Drenagem Linfática

Trata-se de uma massagem terapêutica que leva os líquidos e toxinas do corpo para os vasos do sistema linfático, que coletam esses líquidos e os filtram para a circulação sanguínea para, então, serem eliminados pela urina. Assim, a drenagem linfática previne a celulite, elimina o inchaço do corpo e proporciona uma melhora na circulação. Pode ser feita de forma manual ou com aparelho.

Drenagem Linfática Mecânica

Também conhecida como pressoterapia, é um sistema de compressão mecânica controlado por um computador. Possui 5 câmaras separadas que são colocadas ao redor do membro do paciente e operadas com a utilização de bombas de insuflar.

Radiofrequência

Procedimento realizado por um aparelho que emite de 30 mil a 40 mil volts através de radiações eletromagnéticas, as quais aquecem as camadas mais profundas da pele, derretendo a gordura e emitindo uma corrente que gera a remodelação da fibra do colágeno. Age diretamente na inflamação do tecido adiposo, funcionando como uma drenagem linfática por reduzir as toxinas do organismo e melhorar o aspecto da celulite.

Reaction

A reaction associa três níveis de radiofrequência, além de um sistema de sucção. Atenua a celulite, melhora a circulação sanguínea e minimiza a flacidez e a gordura localizada. O aparelho regula a intensidade e a profundidade da radiofrequência na pele, alcançando camadas profundas de gordura.

Subcisão

Sabe-se que as divisões fibrosas entre os compartimentos de gordura abaixo da pele puxam a pele para baixo, de modo que causam as depressões. A subcisão consiste na ruptura dessas divisões através da introdução de uma agulha bisturizada sob a pele. Em alguns casos também é realizada a segmentação de vasos sanguíneos. Como consequência, ocorre a formação de hematomas, os quais estimulam a formação de um novo tecido, redistribuindo a gordura. Quando necessário, utiliza-se anestesia.

Liposucção

É uma técnica tradicional que aspira a gordura por meio de cânulas (tubos que podem ser de plástico, metal ou borracha), através da introdução no corpo do paciente. Não é indicada para pessoas com a pele muito flácida, pois sua eficiência depende da elasticidade da pele.

Mesoterapia

Também conhecida como intradermoterapia, é um tratamento estético realizado por intermédio de aplicações de enzimas e medicamentos na pele e nos músculos, que variam de acordo com a necessidade do paciente. No caso da celulite, o tratamento é feito com L-carnitina.

Carboxiterapia

Injeta-se gás sob a pele, melhorando a oxigenação dos tecidos e circulação celular. Deve ser realizada com um fisioterapeuta especialista em dermatofuncional. É eficiente para amenizar a celulite pois diminui o inchaço e aumenta a circulação local.

Endermologia

Assim como na carboxiterapia, promove o descolamento da pele e da camada de gordura, melhorando a circulação sanguínea e diminuindo a retenção de líquidos através da sucção da epiderme.

Cavitação Ultrassônica

Produzindo um efeito de lipoaspiração, porém sem cirurgia, trata-se de uma tecnologia ultrassônica que promove a fragmentação do tecido adiposo, sendo então absorvido pelo sistema linfático e excretado pelo organismo.

Ultrassom com Lipolíticos

Diferencia-se da cavitação ultrassônica por utilizar lipolíticos (substâncias redutoras de gordura) juntamente com o ultrassom.

Manthus

É uma combinação de ultrassom com estímulos elétricos polarizados e com grande penetração. Sua função é introduzir princípios ativos específicos para acelerar o sistema linfático, diminuindo as células de gordura e as toxinas, bem como a celulite, a flacidez e a gordura localizada.

Laser

Proporciona a quebra das traves de gordura, sendo necessária em seguida uma drenagem linfática para eliminar essa gordura.

Gesso Liporedutor

Trata-se de uma técnica natural e eficaz que reduz a flacidez, as medidas e a incidência de celulites. Diferente da atadura engessada, método bastante conhecido entre as mulheres, o gesso liporedutor possui princípios ativos que penetram nos tecidos, fator determinante para obter o resultado desejado. As principais substâncias utilizadas nesse método são:

  • Cafeína: geralmente misturada com algas marinhas, colágeno, castanha-da-índia e ginkgo biloba, quebram a gordura localizada;
  • Argila verde: fazem uma drenagem das toxinas do organismo;
  • Acerola: possui grande quantidade de vitamina C, é um antioxidante e ajuda na regeneração celular e na formação natural de colágeno;
  • Lama negra: elimina toxinas pelo processo osmótico e sudorese, regenera os tecidos e estimula a circulação sanguínea;
  • Cânfora e mentol: descongestionam os tecidos e diminuem a retenção de líquidos;
  • Elastina: combate a flacidez e melhora a vitalidade da pele;
  • Óleo de semente de uva: revitaliza e previne estrias;
  • Abacaxi: adstringente, anti-inflamatório, regenerador celular e estimulante do sistema linfático.

Criolipólise

Tem o objetivo de queimar as gorduras localizadas ao colocar um aparelho na superfície da pele, o que provoca um resfriamento da região. Dessa forma, também é indicado que se faça uma drenagem linfática após a sessão.

Corrente Russa

Proporciona estímulos elétricos através de eletrodos estrategicamente posicionados. Esses impulsos geram contrações involuntárias do músculo, promovendo o aumento da força e do volume muscular.

Terapia de Ondas Acústicas

É um tratamento não invasivo realizado com o aparelho D-Actor, que produz ondas acústicas que penetram na camada subcutânea da pele e rompe as células de gordura, reduz medidas e aumenta o fluxo sanguíneo e linfático.

Massagem Modeladora

Embora não reduza as bolsas acumuladas abaixo da derme, estimula a circulação sanguínea e redistribui as células de gordura, fazendo com que os sintomas diminuam.

Cremes

Produtos anticelulite, se não forem combinados com outros aliados, são pouco capazes de obter um resultado significativo. Os ativos mais comuns usados são:

A eficiência desses cremes depende da concentração, do grau da celulite e dos ativos. Estes geralmente são combinados com elementos que combate a flacidez, como elastina e colágeno. É importante também atentar para a maneira que se passa o produto, que deve ser através de uma massagem enérgica e duradoura com movimentos de baixo para cima e, preferencialmente, circulares.

Medicamentos para Celulite

Os remédios mais utilizadas para o tratamento são:

É imprescindível consultar um médico para saber qual a medicação mais indicada.

Atenção!

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas nesse site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

Convivendo

Alguns hábitos podem ser adotados para diminuir a celulite, evitar que apareçam mais furinhos e manter os resultados por mais tempo.

Alimentação

É preferível que a alimentação seja direcionada e acompanhada por um nutricionista, mas existem alguns hábitos que podem suavizar os sintomas da lipodistrofia ginoide, como:

  • Reduzir a ingestão de sal, substituindo por ervas aromáticas: Diminuir a retenção de líquido;
  • 2 litros de água por dia: Elimina toxinas e mantém a pele elástica e saudável;
  • Água de coco: Elimina toxinas;
  • – Chá verde e chá de Chapéu de Couro: diuréticos;
  • Centelha Asiática: diurética e neutraliza a produção de colágeno;
  • Folhas verde-escuras (rúcula e espinafre): Melhoram a circulação e são antioxidantes;
  • Gelatina, morango, amora e framboesa: possuem colágeno.
  • Frutas vermelhas: Possuem vitaminas C e A, que além de serem antioxidantes, fortalecem os vasos sanguíneos;
  • Abacaxi: Rico em bromelina, que age como anti-inflamatório;
  • Maçã: Dificulta a absorção de gorduras;
  • Pera: antioxidante;
  • Oleaginosas (nozes, castanha e amêndoa): São antioxidantes e possuem selênio, que dentre os seus inúmeros benefícios, favorecem o ganho de massa muscular e a perda de peso;
  • Salmão, sardinha e atum: Ricos em ômega 3, que reduz os níveis de carboidrato do corpo.
  • Soja: Possui isoflavona, que regula os níveis de estrogênio da mulher.
  • Algas: Contém iodo, que evita flutuações hormonais;
  • Castanha-da-índia: Possui propriedades anti-inflamatórias e vasoativas, além de conter escina, uma substância poderosa no combate à celulite. Pode ser consumida tanto através da ingestão de 250 a 300 mg de seu extrato seco, 1 a 2 vezes ao dia junto das refeições, quanto através de seu chá. Para fazê-lo, coloca-se 1 colher de chá de suas folhas secas em uma xícara de água fervente e mantém em repouso por 10 minutos. Coa em seguida.

Portanto, deve-se tomar muito líquido e ingerir alimentos diuréticos, antioxidantes e anti-inflamatórios. Consumir muitos legumes e frutas, alimentos com colágeno, proteínas, fibras, potássio e vitamina A, C e E também ajuda.

Além disso, deve-se evitar:

  • Alimentos pesados à noite, pois como o ritmo biológico é menos intenso, gasta-se menos calorias, e, assim, os excessos viram depósito de gordura;
  • Alimentos enlatados ou com muitos conservantes;
  • Consumo excessivo de álcool;
  • Óleo (substituir por azeite);
  • Alimentos muito gordurosos.

Exercícios físicos

A prática de exercícios físicos é importante na redução da celulite, pois além de queimar a gordura armazenada na região hipodérmica, melhora a circulação sanguínea, evitando que haja ainda mais armazenamento de toxinas.

Deve-se focar em exercícios que visem a perda de gordura (aeróbicos), e também os que promovem fortalecimento muscular, tais como:

Além desses costumes, massagear a área afetada com bucha vegetal ou com a mistura de duas colheres de sopa de azeite com uma colher de sopa de pó de café, evitar fumar e ficar muito tempo sentado, também melhoram a circulação.

Prevenção

Da mesma maneira que é necessária uma alimentação equilibrada, rica em fibras, alimentos diuréticos, antioxidantes e anti-inflamatórios, e a prática de exercícios físicos para amenizar os sintomas da celulite, essas atitudes contribuem muito para que eles não apareçam ou se intensifiquem.


A celulite, apesar de não ser considerada uma doença, gera uma insatisfação estética na maioria das mulheres. Portanto, compartilhe esse artigo para que mais pessoas conheçam as suas causas e tratamentos e possam, assim, reduzir os seus sintomas.

Referências

http://www.pressoterapia.pt/o-que-e-a-pressoterapia/
http://clinicabergmann.com.br/celulite-5/
http://revistadonna.clicrbs.com.br/beleza/por-que-mulheres-tem-mais-celulite-que-os-homens/
http://www.vix.com/pt/bdm/beleza/como-a-ma-circulacao-provoca-tanta-celulite-quanto-hamburguer-e-refrigerante
http://mdemulher.abril.com.br/beleza/quatro-causas-da-celulite-e-a-melhor-forma-de-tratar-os-furinhos/
http://www.eliminarcelulite.com.br/tipos-de-celulite/
http://www.mundoboaforma.com.br/8-dicas-para-eliminar-celulite/
http://delas.ig.com.br/beleza/corpo/2013-10-19/projeto-verao-15-atitudes-que-ajudam-a-combater-a-celulite.html
http://saude.ig.com.br/alimentacao/alimentos-poderosos-contra-a-celulite/n1597609516253.html
http://gnt.globo.com/assunto/celulite.html
http://celulitebrasil.com/
http://vilamulher.uol.com.br/beleza/corpo/o-que-causa-a-celulite-31851.html
http://www.personare.com.br/mitos-e-verdades-sobre-drenagem-linfatica-m2087
http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticia/2011/03/celulite-infecciosa-inflamacao-no-tecido-subcutaneo-pode-ser-letal-3252558.html
http://enfermeiropsf.blogspot.com.br/2009/12/infeccoes-da-pele-e-do-tecido.html
http://www.manuaismsd.pt/?id=200&cn=1026
https://www.google.com.br/search?q=tecido+gorduroso+mulher+e+homem&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwizsrDZm-DRAhWFg5AKHdaPCgoQ_AUICCgB&biw=1920&bih=950#tbm=isch&q=tecido+adiposo+mulher+e+homem&imgrc=_
https://patricinhaesperta.com.br/beleza/radiofrequencia-para-celulite
http://www.tudosobrepele.com/liposuccao-para-celulite/
http://www.mundoboaforma.com.br/manthus-funciona-mesmo/
http://www.onodera.com.br/tratamento/Pos+operatorio/manthus
http://www.dermatologia.net/cat-estetica/laser-para-celulite-e-gordura-localizada/
http://revistadonna.clicrbs.com.br/beleza/projetoverao-os-melhores-tratamentos-para-gordura-localizada-e-celulite/

15/01/2019 15:32

Redação Minuto Saudável

Somos um time de jornalistas e especialistas em comunicação digital dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Ver comentários

  • Muito cuidado com diagnósticos médicos passei por três médicos e não me deram diagnóstico correto,e medicamentos errados tive celulite infecciosa e me deram medicamentos p erisipela ,ou seja só piorou além de gastos desnecessários, até que procurei médico rede pública onde médico cubano não entendendo o que eu tinha foi prudente pediu que procurasse um vascular, só então consegui resolver meu problema,a conclusão nao e porque médico e particular que é melhor é jamais confiar em apenas um diagnóstico.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Sofro muito com celulite. Aff! Parabéns pelo artigo.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Suas dicas foram valiosas. Meus parabéns pelo seu conteúdo, eles foram muito importante para mim!!!

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*