Saúde

Citomegalovírus: entenda o que é, sintomas e tratamentos

Por Redação Minuto SaudávelPublicado em: 19/08/2022Última atualização: 19/08/2022
Por Redação Minuto Saudável
Publicado em: 19/08/2022Última atualização: 19/08/2022
Foto de capa do artigo

Você sabe quais os sintomas que o citomegalovírus (vírus de herpes simples) pode provocar no seu organismo? 

Em geral, as infecções causadas por microrganismos podem causar desde sintomas simples, (como cansaço e dor de cabeça), que são tratados facilmente, até aqueles que exigem um tratamento mais complexo e contínuo (como úlceras no estômago e falta de ar).

Por isso, o Minuto Saudável irá te explicar como ocorre a contaminação por esse vírus e quais cuidados são necessários ter para que ele não afete a sua saúde. Confira!  

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. O que é o citomegalovírus?
  2. Quais os sintomas?
  3. Como é transmitido o citomegalovírus?
  4. Tem cura?

O que é o citomegalovírus?

Mulher com mal-estar colocando soro em uma colher para aliviar os sintomas provocados pelo citomegalovírus.
Em geral, apesar do sintomas não serem muito graves, pessoas com certas condições de saúde devem estar atentadas a infecção por citomegalovírus.

O citomegalovírus, ou CMV, classificado como vírus de herpes simples (aqueles que desencadeiam doenças como catapora e herpes genital), é o responsável pela infecção denominada citomegalovirose. 

Embora poucas pessoas conheçam esse tipo de infecção, ela é muito comum. Os sintomas da doença, em geral, não são considerados graves em pessoas saudáveis. 

No entanto, aqueles que têm problemas no sistema respiratório, como doenças crônicas no pulmão, podem ter reações mais sérias, em função da presença do citomegalovírus no organismo. Mulheres grávidas e  pacientes que fazem tratamento para HIV ou câncer também fazem parte do grupo que podem ser mais prejudicados pelo vírus. 

Isso porque o sistema imunológico está “enfraquecido”, não conseguindo ter um bom desempenho ao atuar no combate ao citomegalovírus. Tratando-se de gestantes, o problema é direcionado ao desenvolvimento seguro do bebê, pois caso a mãe seja contaminada pode passar a doença  ao feto, causando sequelas na capacidade cognitiva, auditiva e visual do bebê. 

Vale ressaltar que a transmissão pode acontecer durante a gravidez, parto ou amamentação, sendo importante que a mulher diagnostique a infecção o quanto antes para evitar essa situação.  

https://minutosaudavel.com.br/herpes-genital-tratamento/

Quais os sintomas?

Em geral, os sintomas mais comuns apresentados por quem está com citomegalovirose são: febre, indisposição, dor de cabeça, fadiga, dores musculares, perda de apetite, dor de garganta e tosse, falta de ar, erupção cutânea, náuseas, diarreia. Contudo, o aparecimento desses ou de outros sintomas varia conforme cada caso.

Para comprovar a infecção, é necessário ir a um centro médico para que o especialista solicite um exame de sangue ou por meio de fluidos corporais, como a urina e a saliva. 

Dependendo do tipo de exame de sangue indicado, pode ser atestado:

  • Sorologia: a quantidade de anticorpos que atuam contra o citomegalovírus; 
  • Antigenemia para CMV: o número exato de proteínas do vírus presente nas células sanguíneas;
  • Teste de Proteína C reativa: a presença do gene do vírus nas células da amostra.

Como é transmitido o citomegalovírus?

Homem segurando uma embalagem de camisinha.
Utilizar preservativo durante a relação sexual é uma forma de previr o contágio de citomegalovírus.

A transmissão ocorre por meio de secreções corporais, isto é, fluidos como sangue, saliva, espirros,  sêmen, urina e leite materno. Dessa forma, é preciso evitar o contato direto com pessoas com citomegalovírus para não ser contaminado.

Situações como transfusão de sangue, relações sexuais, transplante de órgãos, de medula óssea e  amamentação são as mais comuns para transmitir o vírus. 

Tem cura?

A partir do momento que uma pessoa adquire o citomegalovírus, passa a conviver com ele no organismo para o resto da vida, no entanto, ele só irá provocar sintomas caso ocorra algo que provoque a queda no sistema imune, como doenças (diabetes, câncer, anemia, etc), má alimentação, consumo excessivo de substâncias tóxicas (álcool e tabaco), entre outras causas. 

Dessa forma, não é necessário iniciar nenhum tratamento complexo, bastando apenas utilizar medicamentos que aliviam sintomas, como a dor muscular e de cabeça. Porém, dependendo do caso, o especialista consultado pode indicar outros medicamentos antivirais que oferecem maior eficiência no controle dos sintomas da infecção. 

Tratando-se de gestantes, pode ainda ser realizado um tratamento com imunoglobulinas, para reduzir as chances de transmissão para o bebê.

Os pacientes que apresentam um diagnóstico mais severo de citomegalovirose (em função da imunidade muito baixa), costumam ter que seguir orientações mais específicas de tratamento, devido às complicações que a doença pode ter causado. 


Apesar do citomegalovírus não oferecer grandes riscos à saúde, é importante adotar cuidados para a prevenção de contaminação, não só deste, mas de outros tipos de vírus que são mais nocivos ao organismo. Por isso, lembre-se de lavar bem as mãos, evitar compartilhar objetos pessoais e utilizar preservativo durante as relações sexuais.

Continue acompanhando o Minuto Saudável e fique por dentro dos principais temas sobre saúde. 

Fontes consultadas

Compartilhe

Sobre o Minuto Saudável

Somos uma empresa do grupo Consulta Remédios. No Minuto Saudável você encontra tudo sobre saúde e bem-estar: doenças, sintomas, tratamentos, medicamentos, alimentação, exercícios e muito mais. Tenha acesso a informações claras e confiáveis para uma vida mais saudável e equilibrada.

Somos uma empresa do grupo Consulta Remédios. No Minuto Saudável você encontra tudo sobre saúde e bem-estar: doenças, sintomas, tratamentos, medicamentos, alimentação, exercícios e muito mais. Tenha acesso a informações claras e confiáveis para uma vida mais saudável e equilibrada.
Banner anuncie em nosso site
Banner anuncie em nosso site
Nos acompanhe nas redes sociais:
Atenção: O conteúdo do site Minuto Saudável, como textos, gráficos, imagens e outros materiais são apenas para fins informativos e não substitui o conselho médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Se você acha que pode ter uma emergência médica, ligue para o seu médico ou 192 imediatamente. Minuto Saudável não recomenda ou endossa quaisquer testes específicos, médicos (profissionais de saúde), produtos, procedimentos, opiniões, ou outras informações que podem ser mencionados no site. A confiança em qualquer informação contida no site é exclusivamente por sua conta e risco. Se persistirem os sintomas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico. Leia a bula.

Minuto Saudável © 2022 Blog de Saúde, Beleza e Bem-estar
Política de Privacidade