Inflamação na garganta é um dos problemas mais recorrentes, seja em crianças ou adultos. Ela pode ser na faringe — faringite — ou nas amígdalas — amigdalite.

Muitas vezes, o sinal inicial é um incômodo na garganta, como uma coceira. Logo vêm os sintomas como dor ao engolir, tosse seca e irritativa.

A garganta é comumente uma das primeiras partes do organismo a reagir à baixa imunidade. Por esse motivo, a inflamação no local acontece com uma grande frequência em períodos de temperatura mais baixa, como o inverno.

O quadro pode ser decorrente de uma infecção bacteriana, viral ou não infecciosa. No caso da infecção viral, os sintomas são geralmente acompanhados de gripe ou resfriado.

A maior parte das inflamações são causadas por vírus ou bactérias. Para as causadas por vírus, não há um tratamento específico a ser realizado. Nesses casos, a melhora se dá de forma espontânea, com o passar de alguns dias. No caso da infecção bacteriana, o tratamento pode ser feito com antibióticos. 

Mas, para todos esses casos de inflamação, existem remédios que auxiliam a amenizar os sintomas incômodos de estar com a garganta inflamada.

São conhecidas inúmeras formas de tratar a inflamação na garganta: remédios, chás, balas, gargarejos etc. Neste texto, vamos apresentar as melhores maneiras de tratar esse problema recorrente, os principais remédios e ainda uma forma natural de aliviar os sintomas. Vamos lá?

Qual o melhor remédio para garganta inflamada?

Existem muitos medicamentos que auxiliam no tratamento da garganta inflamada. Os remédios mais recomendados para aliviar os sintomas da inflamação são as pastilhas, os sprays, os analgésicos e os anti-inflamatórios (como o Ibuprofeno e o Nimesulida).


Antibióticos

O tratamento indicado varia de caso para caso. No caso de infecção bacteriana, antibióticos normalmente são receitados para evitar maiores complicações — ainda que esse tipo de inflamação também possa ter melhora espontânea. 

Os antibióticos agem no controle da infecção e, com isso, ajudam a inflamação a reduzir gradualmente. Esses medicamentos só devem ser utilizados com orientação médica, uma vez que o uso indiscriminado ou inadequado pode fazer com que o organismo se torne resistente à ação.

Analgésicos

Nos casos de inflamação infecciosa, seja bacteriana ou viral, os sintomas não se restringem à garganta: podem ocorrer dores corporais, dor de cabeça, febre e náusea.

Esses medicamentos são recomendados para aliviar dores no geral, por isso, podem ser indicados para os casos de inflamação na garganta. Podendo ser combinados com outros remédios de acordo com o quadro do paciente.

As pastilhas são eficientes analgésicos e ajudam a amenizar os sintomas da garganta inflamada. Também existem sprays que desempenham essa função de forma similar.

O tratamento com esse tipo de medicamento é sintomático, não havendo, portanto, efeito antibacteriano. Porém, além de reduzir a irritação na garganta, a maioria dos analgésicos também ajuda nos outros sintomas da inflamação, como dor de cabeça e febre.

Anti-inflamatórios

Os anti-inflamatórios podem ser usados com a finalidade de diminuir as dores na garganta, e, além disso, eles também possuem ação antipirética. Isso significa que esses medicamentos ajudam a controlar a febre, caso presente.

Eles são os remédios mais recomendados para inflamação na garganta, uma vez que ajudam a reduzir a inflamação ao mesmo tempo em que agem sobre os sintomas (funcionando também como analgésicos).

Porém, os anti-inflamatórios também podem causar efeitos colaterais, e não são recomendados para alguns grupos de risco.

Garganta inflamada com dor de ouvido e febre: como tratar?

A garganta inflamada deve ser tratada de acordo com os sintomas apresentados. É fundamental consultar um médico, pois é ele quem indicará a origem da inflamação, se há infecção viral ou bacteriana e, assim, qual o tratamento mais adequado. 

Alguns indícios da inflamação infecciosa são:

  • Febre;
  • Mal-estar geral;
  • Dor de cabeça;
  • Náusea e vômitos;
  • Dor no ouvido ao engolir.

Dependendo do tipo de infecção, os medicamentos indicados para tratamento serão diferentes. Caso a inflamação tenha origem bacteriana, os medicamentos recomendados serão antibióticos, normalmente derivados da penicilina, como a amoxicilina.

Alguns medicamentos que possuem esse princípio ativo são:

Caso a inflamação seja não-infecciosa ou de origem viral, os medicamentos recomendados serão analgésicos ou anti-inflamatórios.

Dentre os anti-inflamatórios, os mais conhecidos são:

Por último, os analgésicos também podem ser usados para diminuir os sintomas causados pela inflamação na garganta. São os mais comuns:

É sempre importante consultar um médico ou médica, caso os sintomas permaneçam por mais de um dia ou demonstrem pioras.

Inflamação na garganta de crianças

Quando as crianças apresentam a garganta inflamada, é importante tomar alguns cuidados.

Para crianças com menos de 5 anos, o uso de pastilhas para a garganta não é recomendado, devido ao engasgo. Nesse caso, o spray pode ser uma alternativa viável.

Além disso, a aspirina também não é recomendada para os pequenos. Isso se deve a um pequeno risco do desenvolvimento da síndrome de Reye, que provoca insuficiência hepática e edema cerebral.

Caso a inflamação se mantenha por mais de um dia, um(a) pediatra deverá ser consultado(a) para indicar o melhor medicamento e a dose correta para a criança.

Remédio caseiro e natural para garganta inflamada 

Há também os remédios caseiros para tratar a garganta inflamada. Alguns ingredientes naturais têm propriedades que ajudam no alívio da dor e irritação.

O método caseiro mais conhecido para aliviar os sintomas da garganta inflamada é o gargarejo com água morna e sal. Deve ser diluída ½ colher de sal em 300ml de água morna para realizar o gargarejo, algumas vezes durante o dia.

Mascar chicletes ou chupar balas também pode ajudar nos sintomas, pois estimula a salivação, mantendo a cavidade bucal mais hidratada. As que contêm mentol, eucalipto ou gengibre tem um efeito refrescante que ajuda a amenizar a dor.

Isso funciona de forma similar com o mel, o chocolate amargo e a hortelã. O famoso chá de limão com mel pode ser um aliado, mas é recomendado em poucas quantidades por poder gerar refluxo e, assim, piorar a situação.

Além disso, é muito importante descansar e tomar bastante água quando se está com a garganta inflamada. A hidratação e o repouso aceleram o processo de recuperação. Também é importante evitar líquidos muito quentes e contato com fumaça de cigarro.


Inflamação na garganta é um dos problemas mais comuns que passamos. É importante consultar um médico para encontrar o melhor tratamento, mas a tendência é que em poucos dias a situação melhore.

Usar remédios como os anti-inflamatórios, os analgésicos e até mesmo os caseiros é uma solução para aliviar os sintomas incômodos desta condição. 

Nesse texto, exploramos os tipos de remédios usados para ajudar na inflamação da garganta. Esperamos que tenha gostado da leitura, e continue acompanhando os conteúdos do Minuto Saudável!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *