Assim como a cura, o tratamento para a tosse depende do diagnóstico estabelecido e a causa determinada. Portanto, tratando a condição subjacente, é provável que o sintoma desapareça. No entanto, é possível utilizar um remédio caseiro para ajudar no alívio da tosse.

Para pessoas saudáveis, existem algumas medidas a serem tomadas em casa que aliviam o desconforto e costumam resolver o problema em alguns dias. Contudo, vale ressaltar que certas receitas caseiras não são comprovadas cientificamente. Portanto, caso os sintomas persistam por mais de cinco dias, consulte um (a) médico (a).

Nos casos de tosse provocada por bactérias, é provável que o (a) médico (a) receite um antibiótico e podem ser prescritos também xaropes ou supressores de tosse com codeína.

Leia mais em: Medicamento e xarope para tosse seca, alérgica e com catarro | MS (minutosaudavel.com.br)

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. Remédio caseiro e natural para aliviar a tosse
  2. Chás para tosse infantil e adulta

Remédio caseiro para tosse

Há diversas opções de remédio caseiro para tosse, como:

Manter a hidratação

Beber ao menos 2 litros de água por dia facilita a movimentação do muco sobre a camada de cílios. Sendo assim, esse é o melhor tratamento quando a tosse atinge crianças menores de 4 anos.

Outra dica para as crianças é água morna ou suco de maçã. Você também pode tomar outros líquidos para hidratar a garganta, mas evite bebidas alcoólicas, refrigerantes, chá preto, chá mate e café.


Consumir mel

O mel acalma a garganta inflamada e as membranas mucosas. Isso porque, é rico em antioxidantes e possui propriedades anti-inflamatórias e antimicrobianas, além de intensificar a lubrificação do trato respiratório superior (faringe, laringe e boca).

Além disso, apresenta também em sua composição vitamina C e flavonoides (função analgésica e antiviral). Dessa forma, é indicado principalmente durante a noite, quando a tosse está atrapalhando o sono e você pode usá-lo com chá e gengibre. Porém, tome cuidado para não ingerir em excesso, pelo seu alto teor calórico.

Atenção!

Não dê mel para crianças com menos de 1 ano, pois seu sistema imunológico ainda não as protege da bactéria Clostridium botulinum, que pode ser encontrada do mel.

Fazer inalação

Tanto a inalação de água quente ou soro fisiológico, quanto o vapor de óleos essenciais ajuda a aliviar a congestão nasal. Por exemplo, use óleo de melaleuca, própolis e eucalipto, que acalmam as vias aéreas e abrem a passagem de ar, além de ajudarem a combater bactérias e vírus. Entretanto, é importante evitar essa prática se a tosse for causada por asma.

Modo de preparo:

Coloque água fervente em uma tigela e deixe esfriar por 1 minuto. Adicione 2 gotas de um dos óleos e misture. Aproxime a cabeça da tigela e se cubra com uma toalha para prender o vapor. Inspire profundamente de 5 a 10 minutos, 2 a 3 vezes por dia.

Umidificar o ar

Outra opção é aumentar o teor de umidade do ar com umidificadores, vaporizadores ou até mesmo colocando toalhas molhadas ou bacias com água nos cômodos. Banhos quentes com a porta aberta também ajudam a aumentar a umidade do ar, distribuindo o vapor.

Porém, é preciso higienizar os aparelhos, já que quando os umidificadores não são limpos corretamente, eles podem fazer mais mal do que bem, chegando a transferir fungos e bactérias para o ar.

Fazer gargarejo com água salgada

A prática alivia as dores da garganta, diminui o inchaço e desloca o muco. Misture ½ colher (chá) de sal em 240mL de água quente, dissolva e gargareje por 15 segundos. Cuspa e repita até acabar a água.

Outras ações que servem como remédio caseiro para tosse

  • Parar de fumar;
  • Tossir sempre que sentir necessidade, pois se houver alguma secreção, ela precisa ser expelida; e tossir suavemente para ajudar no transporte do muco para o topo da passagem de ar e evitar que a garganta fique ainda mais irritada;
  • Procurar descansar bastante;
  • Manter a cabeça elevada durante a noite utilizando mais travesseiros;
  • Manter os ambientes bem ventilados;
  • Evitar agentes irritantes presentes no ar, como fumaça de cigarro, pelos de animais no ar, perfumes e sprays.

Para a tosse mais próxima da bronquite, pode ser realizado um cataplasma (pasta medicamentosa) com batatas ou mostarda. Algumas outras plantas também são conhecidas pela eficiência no combate contra a tosse, exercendo um efeito expectorante ou desinfetante, como verbasco, pinho, raiz de alteia, hera-terrestre, malva, cetraria islandica, tanchagem, pulmonária, língua de ovelha e broto de pinheiro.

Por isso, vale conferir também receitas de sucos e chás para a tosse!

Sucos para tosse

Entre os sucos que podem auxiliar no tratamento da tosse, podemos listar:

Suco de guaco com cenoura

Broncodilatador, alivia a tosse com catarro. Bata no liquidificador 5 folhas de guaco, 1 cenoura e 2 ramos de hortelã-pimenta. Coe e adoce com mel. Beba várias vezes ao dia.

Suco de laranja e limão

Misture 1 laranja espremida, 1 limão espremido, 1 colher de mel e 3 gotas de extrato de própolis. Beba a solução.

Mel com limão e própolis

Misture 8 colheres (sopa) de mel e 8 (gotas) de extrato de própolis ao suco de 1 limão médio. Beba de 3 a 4 vezes ao dia.

Cenoura e mel

Centrifugue 4 cenouras médias e junte o suco a 1 xícara mel. Guarde em um recipiente tampado e tome 1 colher de 3 a 4 vezes ao dia.

Orégano e mel

Misture 1 colher (sopa) mel com 1 colher (café) orégano e aqueça por alguns segundos no micro-ondas. Tome o xarope morno de 3 a 4 vezes ao dia.

Xaropes de alho e sabugueiro também são conhecidos pela sua eficácia.

Chá: remédio caseiro para tosse infantil e adulta

Evite bebidas geladas, pois alimentos e bebidas muito gelados podem aumentar a irritação na garganta. Opte por chás como camomila, limão e mel, erva cidreira, erva doce e sucos.

Portanto, confira algumas receitas de chás caseiros que podem ajudar a acalmar as vias aéreas, soltar o muco, relaxar os músculos da garganta e/ou reduzir a inflamação:

Chá de raiz de alcaçuz

Coloque 2 colheres de sopa de raiz de alcaçuz seca em uma caneca com 240mL de água fervente. Deixe descansar por 10 a 15 minutos. Coe e beba 2 vezes por dia.

Este remédio caseiro não é indicado se você estiver tomando esteroides ou tiver problema nos rins.

Além disso, se a glicirriza (substância ativa presente na raiz) te causa algum efeito colateral, compre o alcaçuz desglicirrizado em lojas de produtos naturais.

Chá de eucalipto

Coloque 1 colher (chá) de folhas picadas de eucalipto ou 3 a 6 gotas do óleo essencial de eucalipto em uma xícara de água fervente. Adicione 1 colher (sopa) de mel e deixe repousar de 10 a 15 minutos. Coe e beba de 3 a 4 vezes ao dia.

Chá de tomilho

Esmague 2 colheres de tomilho fresco ou seco e coloque em uma xícara com água fervente. Deixe descansar por 2 minutos. Coe antes de beber. Se quiser, adicione mel e limão a gosto.

Chá de açafrão

Coloque 1/2 colher (chá) de pó de açafrão em um copo de leite quente e misture. Outra dica é colocar uma colher (sopa) do pó em 4 xícaras de água fervente. Deixe descansar e coe.

Chá de equinácea com gengibre e mel

Adicione 2 colheres (chá) da raiz ou folha de equinácea e 5cm de gengibre fresco em 1L de água fervente. Deixe repousar por 15 minutos. Coe e beba morno.

Chá de hortelã

Adicione 1 colher (chá) de folhas de hortelã em uma xícara de água fervente. Deixe repousar por 5 minutos, coe e beba.

Chá de hortelã-pimenta e gengibre

Dissolva a hortelã-pimenta e o gengibre em pó em suco de limão. O gengibre ajuda a soltar o muco e, junto com a hortelã-pimenta, suprime a irritação da garganta.

Leia mais: Para que serve o chá de hortelã e quais são seus benefícios?

Outra dica é adicionar 3 colheres (sopa) de gengibre picado e 1 colher (sopa) de hortelã-pimenta em 4 xícaras de água. Ferva a água e mantenha no fogo até reduzir um pouco a água. Coe, deixe esfriar e adicione um colher de mel. Tome uma colher de sopa sempre que possível.

O chá pode também ser feito apenas com o gengibre.


Por fim, vale lembrar que muitas vezes, a tosse não precisa de tratamento, pois é uma forma natural de defesa do próprio corpo. No entanto, quando o sintoma se torna recorrente e passa a afetar a qualidade de vida do (a) paciente, é preciso buscar atendimento médico e identificar a causa da tosse.

Nesse sentido, é possível, inclusive, que o (a) profissional receite algum xarope ou medicamento para alívio do sintoma. Então, siga sempre a orientação médica e farmacêutica.




Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.