A hidratação do nosso corpo é essencial quando praticamos atividades físicas de alta intensidade ou muito prolongadas, pois o suor excessivo provoca a perda de líquido e sais minerais, o que pode prejudicar a saúde.

Por isso, existem formas de fazer essa reposição e garantir que o organismo não fique sem nutrientes essenciais para o seu bom funcionamento, sendo a bebida isotônica uma delas.

A água é o líquido principal e mais indicado para equilibrar e hidratar o corpo humano, mas existem outras opções. Veja no decorrer do artigo o que é e quais os benefícios dessas bebidas!

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. O que é bebida isotônica?
  2. Para que serve?
  3. Como fazer isotônico caseiro?
  4. Faz mal tomar isotônico?
  5. Qual é o melhor isotônico?
  6. Benefícios 
  7. Quando tomar 
  8. Todo mundo pode beber isotônico?

O que é bebida isotônica?

A bebida isotônica é muito consumida por esportistas para repor alguns nutrientes importantes para o organismo. Conhecidas também como bebidas esportivas, elas são compostas por água, vitaminas, minerais como sódio e potássio, além de carboidratos de rápida absorção.

Todos esses componentes contribuem com o desempenho esportivo, já que ajudam no processo de reidratação corporal e na reposição de eletrólitos e carboidratos, ou seja, dão energia.

O termo isotônico trata-se da concentração iônica de um líquido em relação ao sangue. Sendo assim, as bebidas isotônicas possuem melhor capacidade de repor líquidos, superando a água de coco, por exemplo.

Veja, abaixo, a composição nutricional das bebidas isotônicas:


– Água: hidrata o organismo e controla a temperatura;

– Sacarose e glicose: são açúcares usados pelo organismo para produzir energia;

– Sódio e potássio: sais minerais que auxiliam o organismo a reter líquidos e manter o equilíbrio bioquímico das células.

Para que serve?

Com sabores diversos e encontrados com facilidade, o consumo desses produtos tem se tornado mais comum ao longo dos anos no Brasil.

Além disso, um levantamento realizado em 2019 pela Associação Brasileira da Indústria de Refrigerantes e Bebidas Não Alcoólicas (ABIR) apontou que os brasileiros consumiram mais de 120 milhões de litros de isotônicos naquele ano.

Mas você sabe para que serve a bebida isotônica? Ela é considerada um repositor hidroeletrolítico, ou seja, fornece água e eletrólitos eliminados no suor.

De acordo com informações da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), os isotônicos são alimentos para fins especiais classificados como suplementos para atletas para auxiliar a hidratação corporal.

Dessa forma, as bebidas isotônicas são consumidas por pessoas que realizam atividade física intensa e de longa duração, com o objetivo de melhorar o desempenho evitando fadiga muscular. Por isso, o consumo deve ser bastante regrado.

Portanto, o ideal é ser consumida apenas por pessoas que realizam atividades físicas por mais de uma hora, no mínimo. É o caso de indivíduos que realizam maratonas, ciclismo e exercícios aeróbicos.

Além disso, podem ser consumidas por pessoas que sofreram desidratação causada por diarreias intensas. Mas, vale ressaltar que os isotônicos não substituem o soro, apenas ajudam quando o problema não é considerado grave. Por isso, um médico sempre deve ser consultado em casos graves de desidratação. 

Como fazer isotônico caseiro?

Porém, também é possível preparar um isotônico caseiro. Veja abaixo uma receita de uma bebida que pode ser preparada em casa com poucos ingredientes.

·         1 litro de água mineral

·         1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio

·         1 colher (sopa) de sal marinho iodado

·         2 colheres (sopa) de açúcar ou mel

·         Suco de 2 limões ou laranjas

Para preparar, basta misturar todos os ingredientes e beber gelado.

Faz mal tomar isotônico?

Depende. Em excesso pode fazer mal e engordar, principalmente para quem não realiza atividade física. A recomendação é consumir as bebidas isotônicas antes dos exercícios em pequenas quantidades: de 200 ml a 400 ml.

Pode fazer mal para quem tem problemas renais por conta do potássio. Essas pessoas têm dificuldade de filtrar esse nutriente e podem ter complicações. Já hipertensos (pressão alta) devem consumir com moderação por conta da presença do sódio, que eleva ainda mais a pressão arterial.

As bebidas esportivas são cheias de vitaminas e minerais, mas a maioria também contém muito açúcar. O consumo por um longo período pode levar a problemas como diabetes, hipertensão e ganho de peso.  

Dessa forma, outro problema apontado pelo consumo excessivo é no aumento de cáries. Esses produtos geralmente estão cheios de açúcar e sódio, que podem aderir aos dentes e corroer o esmalte protetor.

Os isotônicos costumam, por ter uma composição ácida, desmineralizar o esmalte. Sendo assim, o seu uso contínuo pode causar um desequilíbrio de PH e retirando íons minerais dos dentes.

Qual é o melhor isotônico?

Existem diversas marcas diferentes disponíveis no mercado, no entanto, sabe-se que não há uma grande diferença na eficácia das principais bebidas isotônicas disponíveis para compra.

Porém, na hora de comprar é importante ler os rótulos e optar por aquela bebida isotônica que tenha menos corantes artificiais, adoçantes, xaropes. Aqui vale a dica: escolha os de tonalidade mais clara, o que indica menos corante e com ingredientes mais naturais.

Sempre que possível, prepare opções caseiras ou compre bebidas isotônicas minimamente processadas.

Benefícios

O principal benefício da bebida isotônica é promover a hidratação em quem perde líquidos por meio do suor ao realizar exercícios físicos. No entanto, o seu consumo pode oferecer outras vantagens. Podemos destacar alguns:

– Evitam cãibras, que são espasmos musculares localizados. Elas ccorrem por falta de hidratação e carência de sódio — que é um eletrólito importante para a transmissão dos impulsos nervosos, contração muscular e equilíbrio de fluidos do organismo. 

– Diminuição da fadiga ao dar mais energia com a reposição dos minerais;

– Melhora o desempenho esportivo;

– Melhora a glicose no sangue;

– Repõe os minerais perdidos durante a atividade física.

A bebida isotônica pode ser importante após atividades físicas de alta intensidade, para repor os nutrientes.

Quando tomar?

As bebidas isotônicas devem ser consumidas por atletas antes e depois de atividades físicas ou maratonas para repor os nutrientes e manter a hidratação em dia.

Pessoas que sofrem diarreias também podem beber para repor minerais perdidos com a eliminação em excesso de fezes, mas nunca devem esquecer de procurar um especialista para indicar o tratamento adequado.

Todo mundo pode beber isotônico?

Não. As bebidas isotônicas são recomendadas durante e depois da atividade física, principalmente para atletas. Os isotônicos devem ser consumidos em situações controladas, de acordo com a quantidade de exercícios e necessidades individuais.

O consumo deve ser evitado por quem não pratica exercícios, pois pode engordar devido à quantidade de carboidratos. Para quem está tentando manter ou perder peso o consumo de bebidas isotônicas não é recomendado – ou deve ser bastante moderado. Isso porque elas fornecem calorias desnecessárias que podem prejudicar o objetivo de emagrecer.

Para se ter uma ideia, de acordo com a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos da USP (Universidade de São Paulo), em 240 ml da bebida há cerca de 61 kcal e 15,4 g de carboidratos.

Além disso, pessoas com insuficiência cardíaca, hipertensão arterial e doenças renais não devem tomar sem indicação médica. E as crianças também não devem tomar essas bebidas. Os isotônicos possuem sódio e potássio em grandes quantidades. E para esses grupos esses nutrientes são arriscados para o organismo e podem comprometer a saúde.

Sendo assim, mesmo que as bebidas esportivas sejam consideradas benéficas para melhorar o desempenho dos atletas, seu consumo não traz grandes benefícios para a maioria das pessoas. Por isso, o consumo deve ser limitado e com orientação médica e nutricional. Sempre que possível substitua as bebidas isotônicas por água, água de coco e sucos naturais sem açúcar.


Agora você já sabe o que são as bebidas isotônicas e os benefícios que elas podem trazer para sua saúde. Porém, nunca esqueça que nada substitui a água e a consulta ao especialista em casos de desidratação!

Gostou do conteúdo? Continue acompanhando todos os nossos artigos sobre saúde e bem-estar! 

Fontes consultadas:

https://abir.org.br/o-setor/dados/isotonicos/ – Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas Não-Alcoólicas

http://www.tbca.net.br/ – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TBCA)


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.