O 5º mês de gestação compreende a metade da gravidez e mais mudanças acontecem tanto no corpo da mulher como no do bebê.

É aqui que acontecem alguns marcos importantes, como a identificação precisa do sexo da criança e o grande crescimento da barriga!

Quais os sintomas do quinto mês de gravidez?

Este mês apresenta sintomas parecidos com os dos meses anteriores. Constipação, varizes, inchaço das mãos e pés, aumento do apetite, queimação, flatulência, por exemplo, são comuns.

Com o crescimento da barriga, as coceiras na região podem se intensificar. O aumento do útero também pode agravar a prisão de ventre, além de o espaço que ele ocupa, cada vez maior, poder levar à falta de ar.

Outra situação que é causada pela barriga em crescimento é a dor lombar.

O peso dela se torna cada vez maior, pois não é só o bebê que está lá dentro, mas também todo o líquido amniótico, a placenta e o próprio útero.

Isso tudo pode adicionar vários quilos ao corpo da mulher, que tem que carregá-los para todo lugar.

Existem dores que podem aparecer também por conta da tensão de tendões que seguram o órgão no lugar, já que o peso pode forçá-los.


A partir do 5º mês é uma boa ideia descansar bastante e evitar problemas que possam aparecer pelo esforço!

Quantas semanas há no quinto mês de gravidez?

Este mês de gravidez é composto por 4 semanas, começando na 19ª semana e acabando na 22ª.

A semana de número 20 é a que marca a metade da gestação, já que o esperado é que o bebê nasça com 40 semanas.

Nessa fase, mesmo as mulheres com pouca barriga podem percebê-la. É um momento em que ela fica bem arredondada e, a partir desse mês, só cresce.

Características do quinto mês de gestação

O quinto mês de gravidez apresenta diversas mudanças no bebê, várias delas perceptíveis para a mamãe. Algumas delas são:

Horário de sono do bebê

No 5º mês, o horário de sono do bebê passa a ser melhor definido. A mãe pode saber quando a criança está dormindo, especialmente porque quando ela está acordada, costuma se mexer bastante.

É uma fase muito enérgica, quando os chutes começam a ficar mais comuns e visíveis, mesmo através da barriga.

Sentidos do bebê

É no início do 5º mês de gestação que a mielina começa a se formar nos neurônios do bebê. A mielina ajuda a transmissão de sinais elétricos pelos nervos.

É graças a ela que a criança passa a ouvir, sentir cheiros e sabores, além de sentir toques na barriga.

No 4º mês esses sentidos começam a aparecer, mas é só no 5º que a mudança no sistema nervoso permite um maior detalhamento deles.

Não se esqueça de conversar com o seu bebê, mesmo na barriga!

Leia mais: Crianças com autismo interpretam expressões faciais de suas mães

Sexo do bebê

Na 20ª semana de gravidez é possível identificar o sexo do bebê através do ultrassom com maior facilidade, já que os genitais concluem seu desenvolvimento.

A criança tem em torno de 260 gramas na metade da gestação e cresce cada vez mais rápido. Duas semanas depois, na 22ª, ela já deve ter dobrado de peso!

Leia mais: Exame de sexagem fetal pode revelar o sexo do bebê ainda na 8ª semana de gestação

Barriga pesada

O crescimento rápido do bebê também significa que a barriga vai crescer rápido. Consequentemente, ela fica mais pesada e é importante que a mamãe aprenda a lidar com isso.

Nessa fase, o bebê tem o tamanho aproximado de um cacho de banana.

Dormir de lado se torna cada vez mais necessário para evitar pressões muito fortes tanto em você quanto em seu bebê.

O peso também pode causar dores nos tendões que mantêm o útero no lugar, sem falar das costas.

Exame da curva glicêmica

No fim do 5º mês ou no início do 6º mês de gravidez o exame da curva glicêmica pode ser requisitado pelo médico.

Ele busca identificar uma possível diabetes gestacional, que se não tratada pode causar problemas tanto para o bebê quanto para a mamãe.

É importante fazer esse e todos os exames pré-natais para garantir o desenvolvimento adequado da gestação.

Leia mais: Diabetes Gestacional: o que é, sintomas, tratamento, dieta e riscos

O bebê se mexe muito no quinto mês?

Sim! O 5º mês é quando os movimentos que começaram no 4º mês passam a ficar mais intensos.

A criança está cheia de energia dentro da barriga e quer se esticar!

Conforme o tempo passa, o bebê cresce e começa a ocupar uma parte maior do útero. Isso faz com que seus movimentos fiquem mais perceptíveis para a mãe, que os sente melhor e pode até mesmo percebê-los sob a barriga.

O bebê também está ficando mais forte, então é possível que seus movimentos causem um pouquinho de dor quando os chutes são intensos ou em lugares sensíveis, mas isso é normal.


No 5º mês a barriga da mamãe cresce bastante. O bebê tem muita energia e chuta com frequência, também já é possível identificar com clareza se a criança é um menino ou uma menina.

Compartilhe esse texto para que outras pessoas saibam um pouco mais sobre o 5º mês da gestação!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *