Há quem a chame de dieta da sopa da USP, dieta do Hospital do Coração, dieta da sopa milagrosa, dieta da sopa de legumes, entre outros nomes. No entanto, apesar das variações de nomenclatura, o objetivo da dieta é o mesmo: emagrecimento rápido.

Esse modelo alimentar também possui algumas variações na composição do cardápio. Existe um modelo clássico da sopa, mas é possível ir diversificando para que não fique enjoativo.

Sabe-se ainda que a dieta da sopa se popularizou entre os anos 1990 e começo dos anos 2000, principalmente entre celebridades e atores que precisavam emagrecer rapidamente para algum personagem.

Leia mais: Como emagrecer com saúde: dieta, exercícios, remédios, cardápio

A seguir, apresentamos as principais características dessa dieta, como deve funcionar e possíveis riscos. Confira:

O que é a dieta da sopa?

A dieta da sopa é uma dieta que consiste na substituição de uma ou de todas as refeições principais por sopa. Além desse prato, a pessoa deve incluir alimentos leves e pouco calóricos nas demais refeições (lanches e café da manhã), tais como frutas, iogurtes, sucos e chás.

Por reduzir significativamente a quantidade de calorias ingeridas e, dependendo da receita de sopa usada, reduzir também a quantidade de nutrientes, não deve ser mantida por muito tempo. O ideal é realizar a dieta por no máximo 7 dias.

É uma forma de ter resultados rápidos em relação à redução das medidas, mas é importante que seja feita com cuidado e acompanhamento de um nutricionista. 


É sempre bom ressaltar que o emagrecimento saudável não é milagroso e depende do equilíbrio alimentar mantido pela pessoa. 

Muitas pessoas se referem à dieta como dieta da USP, mas não é possível afirmar a relação da dieta com a instituição.

Uma das hipóteses para que a dieta esteja associada a USP é que seria uma forma de levar credibilidade ao modelo alimentar.

Outra possível origem é de que ela foi criada para ser usada em pacientes do Instituto do Coração de São Paulo, que precisavam perder peso rápido para realizar cirurgias no coração.

Assim, uma dieta supostamente criada para casos específicos e com aval médico começou a se tornar popular entre as pessoas que querem emagrecer rapidamente. 

Contudo, é preciso considerar que a receita original leva um ingrediente como o caldo de carne industrializado (rico em sódio e conservantes). Isso levanta ressalvas sobre a sua realização.

Leia mais: Conheça os perigos do sódio em excesso na dieta

Como funciona?

Essa dieta pode ter algumas variações. De modo geral, é seguida da seguinte forma: a pessoa deve trocar o almoço ou o jantar por uma sopa rica em legumes e verduras. A receita é também rica em fibras e ajuda no funcionamento do intestino.

Nas demais refeições, deve-se ingerir alimentos leves e saudáveis, como frutas, iogurtes, chás e sucos naturais.

Essa dieta deve durar 7 dias consecutivos e não é recomendada por períodos maiores, pois em geral não há todos os nutrientes necessários para o organismo.

Na receita original do prato não há proteínas e nem carboidratos. Se for esse o modelo a ser seguido, o cuidado deve ser ainda maior e o acompanhamento de um profissional é indispensável.

Algumas pessoas preferem seguir um modelo menos rígido da dieta, em que apenas uma das refeições principais é substituída pela sopa. 

A dieta da sopa emagrece?

Sim, a dieta da sopa ajuda na perda de peso. Isso acontece porque a quantidade de calorias ingeridas é bem baixa. No entanto, o emagrecimento acontece em maior parte pela perda de líquidos e não de gordura.

Dessa forma, ao voltar a ingerir outros alimentos, a pessoa pode retornar ao peso antigo, “engordando” o que perdeu na dieta (efeito sanfona).

Por isso, o ideal é fazer a dieta com o acompanhamento de um profissional nutricionista e apenas por 7 dias. Mantê-la por mais tempo pode causar danos à saúde devido à pouca variedade de nutrientes da receita clássica.

Leia mais: Como fazer reeducação alimentar? Dicas para emagrecer e cardápio

Benefícios da dieta da sopa

Existem algumas vantagens em se realizar a dieta da sopa quando ela é feita de forma saudável e com o acompanhamento de um profissional. Os principais benefícios são:

Perda de peso rápida e combate a retenção de líquidos

Por ser uma dieta de ingestão calórica muito baixa, a dieta da sopa ajuda quem quer emagrecer e quer resultados rápidos. Também ajuda a reduzir a retenção de líquidos, o que aumenta ainda mais essa redução das medidas.

No entanto, é preciso ter cuidado com essa pressa por resultados. A saúde deve ser a prioridade,

Melhora do trânsito intestinal

Por ser uma receita de sopa com ingredientes ricos em fibras, manter esse cardápio ajuda a melhorar o funcionamento do intestino.

Leia mais: Por que comer legumes e verduras?

Facilidade

Para quem não tem tempo de cozinhar todos os dias ou gosta de pratos rápidos, a dieta da sopa é uma boa opção. O prato pode ser preparado e as porções da semana congeladas.

Além disso, os ingredientes são fáceis de achar e a maioria deles está presente no dia a dia de uma pessoa com alimentação saudável. 

Baixo custo

A dieta da sopa, diferente de outros modelos, não é uma dieta cara. Os ingredientes são baratos e nutritivos.

Riscos

Manter a dieta da sopa por um tempo maior do que uma semana pode causar alguns danos à saúde. Por não ser um tipo de alimentação que varia tanto nos ingredientes e, considerando a receita clássica, não proporciona todos os nutrientes necessários, alguns efeitos adversos podem surgir. Os principais riscos são:

  • Queda dos cabelos;
  • Unhas quebradiças;
  • Cansaço;
  • Tontura.
  • Diminuição da imunidade;
  • Mau humor;
  • Insônia;
  • Desidratação.

Isso ocorre não apenas pela questão de ser uma dieta pobre em calorias, mas especialmente por não oferecer macronutrientes (carboidratos, lipídios e proteínas) e micronutrientes (minerais e vitaminas) essenciais para a saúde do organismo. 

Receita original da dieta da sopa

Quem gosta desse tipo de prato sabe que opções de receitas de sopa não faltam. Mas, tratando-se da dieta, nem todos os ingredientes e tipos de sopas são permitidos.

Existe uma receita que é a mais clássica da dieta, que teria sido criada pelo Instituto do Coração de São Paulo. Esse modelo, em tese, é o que deve ser usado durante a semana da dieta. 

No entanto, na receita original vai um ingrediente que não é considerado saudável e que preferencialmente deve ser evitado: o caldo de carne industrializado em tablete. 

Por ser rico em sódio, corantes, conservantes e outros itens que fazem mal à saúde, não é recomendado utilizá-lo.

Com exceção do caldo de carne, os outros ingredientes que devem fazer parte da receita da sopa são:

  • Sal;
  • Pimenta do reino;
  • 3 dentes de alho;
  • 2 folhas de louro;
  • 1 berinjela;
  • 2 nabos;
  • 2 maços de agrião e cheiro verde;
  • 2 pimentões;
  • 1 repolho; 
  • 2 tomates;
  • 1 aipo pequeno;
  • 2 cenouras;
  • 2 xícaras de couve picadinha.

Muitos profissionais acreditam que essa seja uma receita de sopa boa apenas para acompanhamento de uma refeição, pois não é rica em nutrientes. Apesar de ter hortaliças em abundância, não tem gorduras, proteínas e carboidratos de baixo índice glicêmico. 

Por isso, é importante reforçar que o consumo desse prato não é indicado por um tempo superior a 7 dias.

Além de tornar o cardápio da pessoa mais repetitivo, não é uma refeição que contém todos os nutrientes que uma dieta saudável exige.

Para deixar esse modelo clássico mais completo, a pessoa pode acrescentar outros ingredientes como cebola, fio de azeite, couve-flor, espinafre, brócolis, abobrinha, chuchu, cenoura, beterraba e berinjela.

Se a sopa for usada como complemento, uma dica é consumi-la com um pouco de arroz integral e um frango grelhado.

Ao usá-la como a refeição principal, o ideal é acrescentar uma proteína (frango, ovo, carnes bovinas magras, etc) e adicionar um carboidrato (macarrão integral, arroz integral, batata-doce).


A dieta da sopa é uma opção para quem quer emagrecer rápido, mas é uma dieta que precisa ser feita com bastante cuidado.

Se deseja começá-la, busque antes o aval de um profissional nutricionista.

Continue acompanhando o Minuto Saudável para ler mais dicas de alimentação e bem-estar.


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *