Fitness

Chá de romã: como preparar? Ajuda a aliviar a dor de garganta?

Publicado em: 17/09/2021Última atualização: 17/09/2021
Publicado em: 17/09/2021Última atualização: 17/09/2021
Foto de capa do artigo
Publicidade
Publicidade

Se você é o tipo de pessoa que adora experimentar um sabor de chá diferente, sempre variando as suas opções no dia a dia, então que tal investir no chá de romã? 

A famosa fruta do ano novo, símbolo de prosperidade, também dá origem a um delicioso chá que não só é agradável ao paladar, mas também é nutritivo e benéfico para a saúde.

Por isso, neste texto você irá saber quais são as vantagens de consumir essa bebida e a forma certa de preparar para aproveitar todos os benefícios. Confira! 

Nutrientes da romã

Sobremesa com romã.
A romã é uma fruta que, além de gostosa, é símbolo da prosperidade e da riqueza.

A Punica granatum (nome científico da romã que pertence à família das rosáceas), é uma fruta milenar, cultivada principalmente no Oriente Médio, onde a polpa é incluída na preparação de diversas receitas de aperitivos e sobremesas.

Além disso, a romã serve para a fabricação de Granadina, um licor não alcoólico que é acrescentado normalmente aos coquetéis como forma de alterar a coloração.

Por aqui a fruta costuma não ser muito procurada, sendo mais requisitada para momentos de celebrações de ano novo, devido à quantidade de sementes presentes na fruta serem vistas como símbolo de abundância. 

Isso pode ser confirmado através do dado disponibilizado pela Associação Brasileira Das Centrais de Abastecimento, que aponta que em dezembro há um crescimento de até 73,5% na compra de romã em comparação com meses anteriores. 

No entanto, esse hábito que inclui a romã na rotina somente em datas específicas deve ser modificado, visto que a fruta tem diferentes nutrientes importantes como vitaminas A e E, ácido fólico, vitamina C, cálcio, ferro, potássio, magnésio, zinco, ácido gálico e ácido elágico.

Além disso, a romã também contém propriedades terapêuticas (flavonoides, taninos, licosilados, antocianinas, glicosídeos e ácidos graxos) que colaboram para aspectos importantes da saúde.  

Alterações no organismo que a romã pode ajudar

De acordo com o Instituto de AHAU de terapeutas especializados, a romã pode ser útil nos seguintes casos: 

  • Disenteria;
  • Eliminação de toxinas;
  • Faringites;
  • Gengivites;
  • Infecções vaginais por fungos;
  • Inflamações da garganta;
  • Laringites;
  • Pele cansada e sem brilho;
  • Sangramento de gengiva;
  • Sapinhos;
  • Verminoses;
  • Acaba com rouquidão;
  • Afecções da boca, garganta e gengivas;
  • Auxilia na prevenção de aftas.

No entanto, vale ressaltar que não é recomendado tratar qualquer dessas alterações com romã sem autorização médica.

Por isso, é indicado consultar um especialista para determinar o melhor tratamento e que ofereça mais segurança ao paciente.   

Publicidade
Publicidade

Benefícios do chá de romã

xicara de chá de romã.
Uma xícara de chá de romã concentra alto teor de propriedades antioxidantes!

A romã é uma fruta versátil podendo ser consumida em sobremesas, sucos, tortas, bolos, saladas, normalmente a polpa da fruta é utilizada nas receitas. 

Porém, a casca também pode ser aproveitada, principalmente para fazer o chá de romã, visto que concentra mais propriedades antioxidantes, sendo mais vantajoso preparar a infusão com ela.  Na sequência você conhece os principais benefícios da bebida. Veja:

Ação anti-inflamatória

A indicação mais frequente do chá de romã é para pessoas que estão com dor de garganta devido ao quadro de gripe ou resfriado e desejam aliviar o sintoma. 

A romã ajuda nesse aspecto, porque é fonte de vitamina C, um ótimo nutriente para fortalecer a imunidade, além disso possui substâncias que interferem no processo inflamatório, causando a diminuição dele e, por consequência, beneficiando a cura do indivíduo. 

Manutenção da pele

Uma pele mais saudável e iluminada pode ser alcançada através do chá de romã, em função dos compostos que protegem as células da derme do processo oxidativo.

Sendo assim, a bebida colabora para a melhora de manchas, cicatrizes e outros danos causados por agentes externos como os raios solares, auxiliando também na prevenção dos sinais de envelhecimento precoce. 

Além disso, é possível obter resultados na diminuição de acnes da pele em virtude da ação antisséptica (que reduz a presença de microrganismos na superfície da derme) e adstringente (que diminui a oleosidade excessiva) da romã.

Diminuição de problemas odontológicos 

Por ser rico em substâncias como flavonoides, antocianinas, ácidos fenólicos e taninos com o chá de romã, é possível diminuir a ocorrência de gengivites e periodontites, que são prejudiciais para a saúde bucal.

Isso porque esses componentes são úteis no controle da manifestação de microrganismos que levam a inflamações na região da gengiva. 

Prevenção de doenças degenerativas e cânceres

O mal de Alzheimer e certos tipos de câncer (pulmão, pele e mamas) podem ser evitados por meio do chá de romã, visto que compostos com ação antioxidante (flavonoides, taninos, urolitina B e ácido galático), assim como propriedades anti-inflamatórias presentes na bebida podem auxiliar na manutenção da memória e inibir a proliferação de células cancerígenas.

Por isso, é recomendado que para esses casos o chá de romã seja preparado com a casca, pois contém maior concentração dessas substâncias. 

Fortalecimento do sistema imunológico 

O potencial antioxidante e os nutrientes zinco, magnésio e vitamina C do chá de romã ajudam a manter a imunidade alta e,assim, evitar doenças bacterianas e virais. 

Além disso, por conter ferro, a romã colabora para a prevenção da anemia (condição em que há queda na produção de hemoglobinas), que provoca sintomas como cansaço excessivo, falta de apetite e palidez.

Publicidade
Publicidade

Como preparar o chá de romã

Romã cortada em pedaços.
Todas as partes da romã podem ser utilizadas, no entanto para o chá, a casca é mais indicada!

Embora seja possível adquirir em supermercados sachês prontos de chá de romã para preparar a infusão, é mais indicado fazer de maneira caseira, seja comprando a fruta e reservando as cascas para isso ou comprando-as em lojas de produtos naturais.

Sendo assim, para fazer o chá de romã basta colocar 500mL de água para esquentar, depois adicionar cerca de duas colheres de sopa de casca de romã na água, deixar ferver por no mínimo 5 minutos, reservar para esfriar e, por fim, é só coar e beber.

Quem não quiser utilizar as cascas no preparo, pode optar por fazer com as sementes trituradas da romã.

Xarope natural de romã 

Além do chá de romã tradicional, há uma versão em xarope em que o mel é adicionado na preparação.

Essa é uma boa alternativa para ser utilizada por pessoas com dificuldades respiratórias. Isso porque o xarope de romã tem potencial anti-inflamatório e analgésico. Ou seja, beneficia o trato respiratório, melhorando sintomas como tosse e obstrução das vias aéreas superiores (nariz, faringe e laringe).  

Para fazer o xarope, basta cozinhar as cascas de romã em uma panela com água fervente e aguardar até que a mistura fique com consistência mais grossa.

Depois, é só colocar a bebida em um recipiente,  acrescentar uma colher de mel, esperar que fique morna e, por fim, tomar.  

Publicidade
Publicidade

Contraindicações do chá de romã

Mesmo sendo o chá de romã um ótimo aliado para a saúde, promovendo diversos benefícios, é necessário alguns cuidados em relação ao excesso.

Isso porque a presença de alcaloides (substâncias estimulantes que podem causar dependência física e psíquica) na bebida pode ter efeitos negativos em alta quantidade no organismo.

Por isso, é recomendado que pessoas saudáveis usufruam de 2 a 3 xícaras por dia. 

Outra ressalva é para gestantes, lactantes, crianças, assim como pacientes com histórico de cardiopatias, insuficiência renal e úlceras gastroduodenais. Essas pessoas devem evitar consumir o chá de romã devido também aos alcaloides que compõem a bebida.  


Em dias quentes, é viável substituir o chá de romã pelo suco natural da fruta que não só ajuda a refrescar, mas também  contribui para a manutenção do bom funcionamento do organismo. 

Aqui no blog você encontra outros conteúdos com dicas de receitas saudáveis para incluir na sua rotina, então, siga nos acompanhando.

Fontes consultadas 

Imagem do profissional Rafaela Sarturi Sitiniki
Este artigo foi escrito por:

Rafaela Sarturi Sitiniki

CRF/PR: 37364Farmacêutica generalista graduada pela Faculdade ParananseLeia mais artigos de Rafaela
Publicidade
Publicidade

Compartilhe

Publicidade
Publicidade
Sobre o Minuto Saudável

Somos uma empresa do grupo Consulta Remédios. No Minuto Saudável você encontra tudo sobre saúde e bem-estar: doenças, sintomas, tratamentos, medicamentos, alimentação, exercícios e muito mais. Tenha acesso a informações claras e confiáveis para uma vida mais saudável e equilibrada.

Somos uma empresa do grupo Consulta Remédios. No Minuto Saudável você encontra tudo sobre saúde e bem-estar: doenças, sintomas, tratamentos, medicamentos, alimentação, exercícios e muito mais. Tenha acesso a informações claras e confiáveis para uma vida mais saudável e equilibrada.
Banner anuncie em nosso site
Banner anuncie em nosso site
Nos acompanhe nas redes sociais:
Atenção: O conteúdo do site Minuto Saudável, como textos, gráficos, imagens e outros materiais são apenas para fins informativos e não substitui o conselho médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Se você acha que pode ter uma emergência médica, ligue para o seu médico ou 192 imediatamente. Minuto Saudável não recomenda ou endossa quaisquer testes específicos, médicos (profissionais de saúde), produtos, procedimentos, opiniões, ou outras informações que podem ser mencionados no site. A confiança em qualquer informação contida no site é exclusivamente por sua conta e risco. Se persistirem os sintomas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico. Leia a bula.

Minuto Saudável © 2023 Blog de Saúde, Beleza e Bem-estar
Política de Privacidade
Publicidade
Publicidade