Assaduras: o que fazer quando elas aparecem

0

As assaduras podem acontecer a qualquer momento. Considerada um inflamação cutânea, elas são muitos comuns em crianças e ocorrem por diversos motivos, incluindo a falta de cuidados com a higiene do bebê.

Costuma acontecer quando a pele passa muito tempo em contato com as fezes e a urina do bebê, fato ocasionado pela umidade da região e o atrito constante com a derme. O problema acomete principalmente as crianças com até 3 anos de idade, e atinge principalmente os órgão genitais. Entretanto, é possível que acometa também outras regiões, como as dobras do corpo.

Complicações

Quando a inflamação acontece a região afetada costuma ficar avermelhada e inchada e, em casos mais graves, podem surgir feridas e bolhas. Quando a região não é higienizada corretamente podem ainda acontecer infecções por fungos e bactérias. Além disso, a pele se torna mais sensível e o incômodo passa a ser frequente.

Outros fatores podem levar ao desenvolvimento do problema. Casos de diarreia podem precisar de cuidados redobrados, devido ao aumento de evacuações durante o dia. Limpar constantemente o bumbum do bebê é importante para evitar que as assaduras apareçam.

Como prevenir

Outros cuidados também podem impedir o surgimento das assaduras:

  • Use sabonete neutro para dar banho no bebê;
  • Passe algodão com água morna para limpar o bumbum da criança;
  • A fralda não deve ficar muito apertada;
  • Limpar os órgãos genitais corretamente após a troca de fraldas ou durante o banho;
  • Aplicar pomadas específicas no bumbum do bebê, após este ser limpo. O ato deve acontecer a cada troca de fraldas;
  • Manter a pele sempre seca.

Deixar a pele do bebê respirar por alguns minutos entre as trocas de fraldas também pode ser importante.

Assadura ou dermatite?

Embora as duas sejam inflamações que afetam a pele, a dermatite e a assadura são problemas diferentes. Enquanto na primeira ocorre apenas uma descamação na pele, a segunda é responsável por causar coceira e incômodo.

Sem exagero nas pomadas

As pomadas podem ser uma ótima opção na hora de evitar o aparecimento das assaduras. Mas, quando são aplicadas de forma excessiva podem causar o efeito contrário. Uma pequena quantidade deve ser colocada na ponta dos dedos e, após isso, ser espalhada levemente sobre a pele do bebê. O processo deve ser repetido a cada troca de fraldas.

Como podem ser tratadas

Compressas de água morna podem ser aplicadas na região por cerca de 15 minutos, três vezes ao dia. Tomar sol na área da pele afetada também ajuda na cicatrização, porém deve ser realizado no período da manhã, por no máximo 15 minutos. O problema, que também costuma acontecer quando a fralda não é a mais adequada para a pele do bebê, pode ser facilmente revertido após a troca da marca utilizada.

Quando se preocupar

Problemas mais sérios, como infecções bacterianas podem surgir caso a assadura não seja tratada da forma correta. Espinhas e placas amareladas podem aparecer no local. Além disso, quando atinge níveis mais preocupantes, casos de febre se tornam comuns. Se mesmo após todos os cuidados tomados o problema não melhorar, é necessário visitar o pediatra o quanto antes.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie o conteúdo!)
Loading...

Deixe o seu comentário, nos preocupamos com sua opinião:

Por gentileza, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui

Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois apenas um médico pode prestar tal atendimento. Embora tentemos responder a todos os comentários, opiniões e e-mails que recebemos em até dois dias úteis, nem sempre é possível devido ao grande volume que recebemos. Por favor, tenha em mente que qualquer solicitação ao Minuto Saudável está sujeita aos nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, ao enviar, você indica sua aceitação.