Redação Minuto Saudável
30/06/2017 15:48

O que não é normal durante a gravidez?

A gestação é caracterizada como um período de novas descobertas. Sensações diferentes marcam a fase em que o bebê se desenvolve, porém para algumas mães é difícil saber identificar até que ponto o que elas sentem é normal ou não. Alguns sinais podem estar relacionados à problemas mais sérios, por isso é importante estar atento.

Dores, inchaços, vômitos são alguns dos problemas comuns pelos quais a mãe passa durante a gravidez. Entretanto, quando tornam-se intensos ou associados a outros incômodos merecem mais atenção.

Falta de movimentação do bebê

É comum que o bebê não se movimente toda hora, e a partir da 22ª semana este fato se torna mais visível, contudo se a mãe não senti-lo por mais de 24 horas é preciso consultar o médico. A ausência dos movimentos do bebê pode estar relacionada à problemas mais sérios.

Dor intensa na barriga com ou sem náuseas

Estes incômodos podem estar associados à má digestão e também a gastroenterite. Outro problema que provoca esses sintomas é a doença gestacional denominada pré-eclâmpsia.

Febre alta

A febre geralmente está associada a algum tipo de infecção e quando não tratada pode ser extremamente prejudicial ao bebê, levando até mesmo ao aborto espontâneo. Se a temperatura corporal passar dos 39º C é importante consultar o médico.

Dor intensa no baixo ventre

A simples distensão de um ligamento pode ser a causa da dor, porém é preciso estar atenta, pois uma série de fatores pode ocasionar o problema: gravidez ectópica, trabalho de parto prematuro, descolamento da placenta ou ainda a presença de miomas.

Aumento desproporcional de peso

É comum durante a gravidez ocorrer o aumento do peso, porém quando ele acontece de maneira repentina e não relacionado a alimentação, pode haver algum problema. Quando associado a distúrbios de visão, cefaleia e inchaços pode ser sinal de pré-eclâmpsia.

Distúrbios da visão, inchaços e dor de cabeça

Além de dores na barriga e náuseas, o surgimento da pré-eclâmpsia pode trazer mais sinais, como visão embaçada ou duplicada, acompanhada de inchaços no rosto e nas mãos, além de dor de cabeça.

Vômito

Muitas mulheres sofrem com este incômodo, porém vomitar várias vezes ao dia pode causar desidratação. Nesse caso, o médico pode indicar medicamentos para aliviar o problema.

Queimação ao urinar

A queimação ou dor nesta situação, aliada aos calafrios e febre pode ser sinal de problemas, como infecção urinária. O tratamento deve ser feito o quanto antes para não causar riscos ao bebê.

Aumento da sede e da urina

São sinais característicos da diabetes gestacional. Além destes, outros sintomas como fadiga, aumento do apetite, perda de peso e infecções também são recorrentes nesse caso.

Fezes e urina com aspecto diferente

A urina escurecida e as fezes com tom claro pode indicar problemas no fígado, como hepatite. Qualquer mudança requer atenção por parte da gestante e a consulta ao médico deve ser feita.

Quando procurar o médico?

Todos os casos requerem atenção médica. O funcionamento do organismo na gravidez muda naturalmente, fato que traz sensações diferentes e incômodos como dores e outros sintomas característicos deste período.

30/01/2019 15:58

Redação Minuto Saudável

Somos um time de jornalistas e especialistas em comunicação digital dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Ver comentários

  • O Complicado é que sempre ouvimos, é "normal" aí já nem se preocupa mais quando acontece algo diferente. Pode ser perigoso tbm. Eu tive uma ameaça de aborto que começou com uma simples cólica e como eu ouvi do médico que era normal não liguei...passados algumas horas eu comecei a sangrar aí tive que correr pro PS.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*