Durante os primeiros meses de vida o intestino do bebê ainda se encontra em desenvolvimento, fato que deixa a criança mais propícia a sofrer com problemas. Fezes ressecadas, gases, prisão de ventre – nome também dado ao intestino preso – são alguns dos problemas mais comuns neste período. Alguns alimentos podem ser verdadeiros remédios para aliviar o incômodo.

Frutas

Acrescentar alguns alimentos à dieta da criança pode ser muito eficaz para tratar de maneira simples o problema:

  • Ameixa-preta;
  • Banana-nanica;
  • Mamão;
  • Laranja com bagaço;
  • Mexerica.

Preparar sucos com estes alimentos pode ser uma ótima forma de se alcançar o efeito laxativo. Sucos de laranja com mamão são saborosos e podem ajudar a melhorar os casos de prisão de ventre.

Outros alimentos

  • Aveia;
  • Feijão;
  • Couve;
  • Escarola;
  • Brócolis.

Rotina

A mãe e o pai devem estar atentos a rotina da criança. É muito importante observar a quantidade de evacuação do bebê durante o dia. Os recém-nascidos costumam evacuar em média oito vezes por dia, o que diminui gradualmente para aproximadamente três por dia.

Líquidos

A água e os sucos naturais podem ser introduzidos gradualmente no dia a dia da criança. Entretanto, o seu consumo frequente só deve ser iniciado após 2 meses da inserção destes alimentos.

É importante salientar que o suco não deve conter açúcar e, assim como a água, seu consumo deve ser feito entre as refeições.

Leite materno

O leite materno não deve ser deixado de lado após a inserção dos alimentos no dia a dia da criança. A mãe deve continuar a amamentá-la até os dois anos de idade. Entretanto, é importante não haver exagero.

Variedade

A cada nova refeição a papinha pode trazer alimentos diferentes para que a criança comece a se acostumar com o gosto de cada um. Apresentar frutas, verduras e legumes diferentes a cada nova refeição pode estimular seu paladar e ainda trazer os benefícios dos nutrientes encontrados neles.


Dicas

Não force o bebê a comer tudo: se depois de algumas colheradas ele negar uma vez a comida, tente apenas mais uma vez.

Insista

Pode ser que no começo ou até mesmo depois a criança estranhe o gosto de alguns alimentos e procure evitá-los, entretanto a mãe não deve excluí-los da dieta. Mais algumas tentativas devem ser feitas até ela se acostumar.

Momento único

O pai ou a mãe devem estar com a atenção totalmente voltada a criança, caso contrário ela pode acabar associando esse momento à algo chato.


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *