A vitamina K é um micronutriente fundamental para o corpo humano. Sendo parte das vitaminas lipossolúveis (solúveis em gordura) a vitamina K se apresenta em três formas diferentes:

A primeira é conhecida como filoquinona, ou vitamina K1. Ela é encontrada em plantas e é melhor absorvida quando consumida com gordura.

Uma outra forma é a menaquinona, ou K2, produzida por bactérias no intestino. É absorvida apenas em pequenas quantidades

Por último, a vitamina K3, ou menadiona, é mais potente que a K1 e a K2, mas é apenas sintetizada em laboratório, sendo encontrada em forma de suplemento. 

Mas, afinal, para que serve a vitamina K? Por que ela é essencial para o nosso corpo e onde podemos encontrá-la? Continue na leitura e entenda! 

Para que serve a vitamina K?

A vitamina K tem duas principais funções no corpo humano:

Regular a coagulação sanguínea

Assim como outras vitaminas lipossolúveis, a vitamina K auxilia na síntese de proteínas. Nesse caso, as proteínas sintetizadas com auxílio dessa vitamina têm a função de controlar o sangramento e regular a coagulação sanguínea.

Essas são ações fundamentais para evitar perdas muito grandes de sangue em feridas. A vitamina também é uma aliada para evitar e tratar a formação a trombose e a trombocitopenia.


Promover a saúde dos ossos 

A vitamina K também tem uma função importante quando se trata dos ossos. Ela ajuda na fixação do cálcio nos ossos, o que os torna mais resistentes. Por isso, assim como o cálcio e a vitamina D, a vitamina K é uma aliada para evitar doenças como a osteoporose.

Quais são os alimentos com vitamina K?

A vitamina K é produzida no organismo humano, mas não em quantidades suficientes. Por isso, é importante ter uma dieta que garanta a presença dela nos processos em que é fundamental.

Esse micronutriente pode ser encontrado em alguns vegetais e também em carnes. Abaixo, separamos os alimentos que mais possuem a vitamina K:

AlimentoPorçãoQuantidade de vitamina K 
Couve-de-bruxelas cozida78g460µg
Brócolis cozido85g248µg
Couve-flor crua50g150µg
Acelga cozida88g123µg
Espinafre cru30g120µg
Alface56g118µg
Cenoura crua72g104µg
Aspargos60g34µg
Ovo cozido50g24µg

O que acontece com a falta de vitamina K?

Se a quantidade da vitamina K no organismo for insuficiente, podem ocorrer problemas relacionados, principalmente, à coagulação sanguínea. Com isso, hemorragias e sangramentos poderão ser mais dificilmente controláveis. Também pode haver hemorragias internas, enfraquecimento de unhas, ossos e cartilagens.

A deficiência de vitamina K em adultos saudáveis é rara. Normalmente, é ocasionada pelo uso de algum medicamento que influencie em sua atuação, como é o caso de alguns antibióticos. 

É mais comum que ocorra a falta em crianças, principalmente em bebês prematuros. Nesses casos, a suplementação de vitamina K pode ser necessária. 

Por outro lado, a presença em excesso da vitamina K pode provocar doença hepática e anemia hemolítica (quando as células vermelhas do sangue são destruídas). A superdosagem é rara, e normalmente acontece devido à suplementação excessiva.


A vitamina K é um micronutriente fundamental para a coagulação sanguínea e para a formação dos ossos.

Por isso, é indispensável ter um consumo adequado dessa vitamina, uma vez que o tipo K1 não é produzido em quantidades suficientes por nós. 

Para saber mais sobre os nutrientes que precisamos, suas funções e onde encontrar, continue acompanhando os conteúdos do Minuto Saudável!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *