Saúde

Streptococcus: o que é e quais são as doenças relacionadas?

Publicado em: 26/07/2021Última atualização: 26/07/2021
Publicado em: 26/07/2021Última atualização: 26/07/2021
Foto de capa do artigo
Publicidade
Publicidade

Streptococcus ou estreptococos são um tipo de bactérias que possuem um formato arredondado e coloração violeta ou azul escura. Apesar de serem  facilmente encontradas no organismo, só causam doenças quando há algum desequilíbrio no corpo ou se a imunidade da pessoa está baixa

 Nesses casos, elas se multiplicam e podem causar algumas doenças graves, que precisam de tratamento.

Diferentes grupos dessas bactérias são disseminados por meio de secreções: há casos que são espalhadas por meio da tosse ou espirro (saliva), contato com feridas ou úlceras ou ainda durante o parto vaginal (da mãe para o bebê).

Essas infecções podem atingir várias áreas do corpo, como garganta, ouvidos, pulmões, pele, coração e corrente sanguínea, por exemplo. 

Para saber mais sobre as doenças causadas por essas bactérias, o Minuto Saudável preparou este conteúdo explicativo.

Quais as doenças causadas por streptococcus?

Como há diversos tipos de bactérias, surgem diferentes doenças com sintomas e tratamentos bastante variados. Por isso, veja na lista a seguir detalhes das condições  causadas por streptococcus. 

1. Streptococcus pyogenes ou do tipo A

Causa infecções mais graves e pode ser transmitida por meio de secreções como beijos ou compartilhamento de talheres. Os sintomas variam de acordo com a doença, mas geralmente surge uma dor de garganta que não passa rapidamente.

A seguir, veja detalhes das doenças causadas pelo streptococcus pyogenes, os sintomas e as formas de tratamento.

Infecção na garganta (faringite)

Também chamada de faringite, a infecção estreptocócica na garganta é leve, mas pode ser muito dolorosa. 

Os sintomas mais comuns são dor na garganta ao engolir, febre, amígdalas vermelhas e inchadas e gânglios linfáticos inchados na parte frontal do pescoço.

Além disso, a pessoa pode ter  dor de cabeça, de estômago, náuseas ou vômitos. Também em determinados casos, algumas pessoas podem apresentar uma erupção na pele conhecida como escarlatina.

Os (a) médicos (as) tratam a infecção estreptocócica com antibióticos.

Amigdalite

Causa inflamação nas amígdalas, que são os gânglios linfáticos presentes no fundo da garganta e ajudam na defesa do organismo contra infecções.

Além da dor de garganta e local, causa dificuldade para engolir, perda de apetite e febre. Também surgem pontos brancos na garganta, o que indica a inflamação.

Escarlatina

As bactérias podem causar escarlatina, isso porque produzem um tipo de veneno (toxina) que causa uma erupção na pele.

As pessoas infectadas espalham a bactéria tossindo ou espirrando, o que libera pequenas gotículas respiratórias que contêm a bactéria.

Sendo que a doença geralmente começa com febre e dor de garganta. Também pode ocorrer calafrios, vômitos ou dor abdominal. Além disso, a língua pode apresentar uma saburra esbranquiçada e parecer inchada.

Em seguida, a erupção cutânea começa com pequenas manchas planas que lentamente se transformam em protuberâncias finas que parecem uma lixa, e o tratamento também é feito com antibióticos.

Febre reumática

A febre reumática pode se desenvolver se as infecções de garganta por estreptococos e escarlatina não forem tratadas adequadamente.

A doença pode afetar o coração, as articulações, o cérebro e a pele. O diagnóstico precoce dessas infecções e o tratamento com antibióticos são essenciais para prevenir a evolução do quadro.

Já que é uma resposta imunológica e não uma infecção, as pessoas não podem transmitir a febre reumática.

Entre os sintomas de febre reumática podem aparecer febre, articulações dolorosas e sensíveis (artrite), dor no peito, falta de ar, batimento cardíaco acelerado, fadiga, nódulos indolores e erupção cutânea.

O tratamento envolve medicamentos para reduzir a febre, a dor e a inflamação, bem como o uso de antibióticos, que podem ser indicados para combater infecções por estreptococos do tipo A. 

Impetigo

É uma infecção na pele, que é altamente contagiosa e é mais frequente em crianças.

Surgem bolhas pequenas, geralmente no rosto, que podem romper e deixar marcas vermelhas na pele. Também é comum a formação de crosta na lesão e o tratamento envolve aplicação de uma pomada com antibiótico no local da ferida.

Impetigo streptococcus

Erisipela

Trata-se de uma doença infecciosa que atinge com mais frequência pessoas acima de 50 anos, que estejam acima do peso e com diabetes, por exemplo.

Aparecem feridas vermelhas no rosto, braços ou pernas que são bastante dolorosas. Se não forem tratadas adequadamente, pode ocorrer o acúmulo de pus e morte do tecido (necrose). Também é tratada com antibióticos.

Fasciite necrosante 

Considerada uma infecção rara, ela evolui rapidamente e pode causar necrose do tecido. Acomete o tecido celular subcutâneo e a fáscia muscular (parte do tecido que reveste os músculos). Surgem febre alta, dor intensa no local, bolhas, fadiga e feridas. 

Acontece com mais frequência em indivíduos debilitados em pós-operatórios ou em consequência de um trauma.

Geralmente, o (a) médico (a) administra o antibiótico diretamente na veia, para acelerar a eliminação da bactéria do organismo e evitar complicações. Algumas vezes, é preciso retirar cirurgicamente o tecido afetado para evitar que a bactéria se espalhe para outras regiões.

Síndrome do Choque Tóxico

As bactérias presentes na corrente sanguínea podem levar progressivamente à falência dos órgãos. A Síndrome do Choque Tóxico causa diversos sintomas como febre, erupções cutâneas vermelhas e hipotensão (pressão baixa). 

Caso a pessoa não procure tratamento rapidamente, pode ocorrer falência múltipla de órgãos e até morte. 

2. Streptococcus agalactiae ou do tipo B

São bactérias encontradas no trato intestinal inferior e no sistema urinário e genital feminino. Causam infecções graves principalmente em recém-nascidos, idosos e adultos com comorbidades como diabetes ou problemas de imunidade.

A bactéria do tipo B pode causar muitos tipos de infecções como na corrente sanguínea, nos ossos e articulações, além de meningite (infecção do tecido que cobre o cérebro e a medula espinhal), infecção pulmonar, de pele e de tecidos moles.

Em bebês, causa febre, dificuldade de alimentação, irritabilidade ou letargia, dificuldade ao respirar e cor azulada.

Os bebês podem ter problemas de longo prazo, como surdez e deficiências de desenvolvimento. Além disso, infecções graves podem ser fatais para adultos. O tratamento varia, mas geralmente o (a) médico (a) opta por antibióticos.

Quando a bactéria afeta ossos, articulações ou tecidos moles pode ser necessário realizar cirurgia para remover a infecção.

3. Streptococcus pneumoniae

Esse tipo de bactéria é encontrado no trato respiratório de adultos (não sendo frequente em crianças) e causa as doenças pneumocócicas  como otite, sinusite, meningite e pneumonia.

Se não forem diagnosticadas de forma precoce, algumas doenças causadas pela bactéria podem levar à morte. Apenas um espirro ou tosse pode infectar uma pessoa por meio da saliva.

Além de manter hábitos de higiene adequados, é fundamental manter uma boa alimentação e realizar exercícios. E também ficar de olho em doenças como diabetes, hipertensão e doenças cardíacas, que afetam o sistema imunológico.

Pneumonia

Pode ser definida como qualquer infecção causada por uma bactéria chamada Streptococcus pneumoniae ou pneumococo. Existem vacinas que ajudam a prevenir a doença.

Os sintomas são respiratórios, ou seja, causa dificuldade para respirar, respiração mais rápida e fadiga. Provocam também tosse com catarro, febre alta, falta de ar, dor no peito. Os sintomas pioram com o tempo e o tratamento é realizado com antibióticos.

4. Streptococcus viridans

A bactéria é encontrada na boca e faringe. Pode entrar pela corrente sanguínea durante a escovação dos dentes ou extração dentária, por exemplo. Mas, em pessoas saudáveis, geralmente não causa problemas graves de saúde.

No entanto, indivíduos com problemas cardíacos podem desenvolver endocardite, que é uma inflamação na membrana cardíaca. Além disso, pode aumentar o risco de cáries.

Publicidade
Publicidade

Como identificar e tratar?

O diagnóstico das doenças que são causadas por Streptococcus é realizado por meio de exames específicos. Geralmente, com a coleta de sangue ou de secreções da garganta, da boca ou da vagina. Também podem ser solicitados outros exames de imagem. 

Depois que se identifica qual é a bactéria e a doença, o (a) médico (a) define qual é o melhor antibiótico para tratar o problema de saúde e combater a infecção.

Vale reforçar que o tratamento deve ser realizado com orientação do (a) médico (a), uma vez que a bactéria pode desenvolver resistência aos medicamentos, caso sejam usados inadequadamente. Isso compromete o tratamento e pode trazer complicações graves para a saúde.


Sendo assim, para cuidar da sua saúde é fundamental procurar atendimento médico sempre que perceber algum sintoma diferente. Quanto antes é identificada a causa, mais rápido é possível realizar o tratamento adequado.

Gostou deste conteúdo? Continue acompanhando nossos conteúdos e tenha informação de qualidade sobre saúde e bem-estar. 

Publicidade
Publicidade
Imagem do profissional Rafaela Sarturi Sitiniki
Este artigo foi escrito por:

Rafaela Sarturi Sitiniki

CRF/PR: 37364Farmacêutica generalista graduada pela Faculdade ParananseLeia mais artigos de Rafaela
Publicidade
Publicidade

Compartilhe

Publicidade
Publicidade
Sobre o Minuto Saudável

Somos uma empresa do grupo Consulta Remédios. No Minuto Saudável você encontra tudo sobre saúde e bem-estar: doenças, sintomas, tratamentos, medicamentos, alimentação, exercícios e muito mais. Tenha acesso a informações claras e confiáveis para uma vida mais saudável e equilibrada.

Somos uma empresa do grupo Consulta Remédios. No Minuto Saudável você encontra tudo sobre saúde e bem-estar: doenças, sintomas, tratamentos, medicamentos, alimentação, exercícios e muito mais. Tenha acesso a informações claras e confiáveis para uma vida mais saudável e equilibrada.
Banner anuncie em nosso site
Banner anuncie em nosso site
Nos acompanhe nas redes sociais:
Atenção: O conteúdo do site Minuto Saudável, como textos, gráficos, imagens e outros materiais são apenas para fins informativos e não substitui o conselho médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Se você acha que pode ter uma emergência médica, ligue para o seu médico ou 192 imediatamente. Minuto Saudável não recomenda ou endossa quaisquer testes específicos, médicos (profissionais de saúde), produtos, procedimentos, opiniões, ou outras informações que podem ser mencionados no site. A confiança em qualquer informação contida no site é exclusivamente por sua conta e risco. Se persistirem os sintomas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico. Leia a bula.

Minuto Saudável © 2023 Blog de Saúde, Beleza e Bem-estar
Política de Privacidade
Publicidade
Publicidade