A campanha Janeiro Branco faz do primeiro mês do ano um alerta. O objetivo é mobilizar a sociedade em favor da saúde mental, promovendo a inclusão social e o bem-estar de todos.

O assunto ainda é pouco discutido em comparação com outras campanhas, como o Outubro Rosa, mas vem recebendo forte apoio por parte de Conselhos Regionais de Psicologia.

A escolha do mês e sua cor tem um significado importante para a campanha.

O projeto aproveita o início do ano para incentivar as pessoas a pensar sobre suas vidas e seus propósitos. Nessa época, que simboliza o recomeço, muita gente está buscando ajuda, seja profissional ou emocional — outros precisam de um incentivo para cuidar da mente.

Já a cor branca também tem um significado parecido, de algo novo, que ainda precisa ser desenhado ou escrito.

O projeto tem conquistado a empatia do público e ganhado força nas redes sociais com as hashtags #VemPraSaudeMental e #TodosTemDireitoASaudeMental. Porém, a campanha começou ainda em 2014, em Minas Gerais, ano em que promoveu palestras em diversos espaços da cidade.

Hoje o Janeiro Branco conta com colaboradores em todo o país, e tem o apoio de câmaras municipais e de órgãos que representam os psicólogos do Brasil.

A importância de cuidar da saúde mental

Embora a Organização Mundial da Saúde (OMS) se empenhe cada vez mais em alertar sobre crescimento nos índices de suicídio, ansiedade e depressão, a saúde mental continua sendo pouco falada no debate público.


Muitas pessoas ainda se recusam a consultar um psicólogo ou psiquiatra porque têm medo do julgamento. Mas vale lembrar que cuidar da mente é cuidar da saúde como um todo. O preconceito é fruto da própria sociedade, que antigamente isolava pessoas com doenças mentais e as tratava com certa negligência.

Não buscar ajuda psicológica pode agravar cada vez mais o caso de quem realmente precisa. Ao mesmo tempo, é importante prevenir.

Além da terapia e, em alguns casos, medicação, seguir uma alimentação saudável, ter uma rotina de exercícios físicos e meditar também ajuda no tratamento e prevenção de transtornos mentais. Todas essas medidas podem melhorar a qualidade de vida do indivíduo, além de trazer o equilíbrio emocional.

Lembre-se, a saúde mental influencia o organismo como um todo. Cada emoção desempenha um papel diferente no corpo humano, por isso é importante olhar para si mesmo, em busca do autoconhecimento.


Mesmo com os recentes avanços na medicina, é importante manter em destaque a discussão sobre o que é saúde mental de fato. E, principalmente, não se atentar aos tabus que envolvem buscar ajuda médica.

As pessoas precisam se comprometer e se responsabilizar com a construção de uma vida mais saudável, entendendo que “quem cuida da mente, cuida da vida”.

Para mais informações sobre a campanha, acesse aqui.

Leia também:


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *