O mais correto é que a gestante converse sobre isso com o obstetra que acompanha a gestação. 

Na grande maioria dos casos (a não ser que haja recomendações médicas), as mulheres grávidas podem tomar chá de camomila. 

Esse consumo deve ser feito moderadamente, em doses pequenas e espaçadas (no máximo 2 xícaras por dia, que devem ser tomadas com algumas horas de intervalo). 

Em geral, chás de plantas como capim-santo, erva-doce e erva-cidreira também são liberados durante a gestação desde que sejam tomados em pouca quantidade. Assim, além de aquecer o corpo, eles podem auxiliar a mãe a relaxar, aumentar a ingestão de líquidos e proporcionar benefícios das plantas.

A camomila é conhecida como uma erva calmante e com propriedades anti-inflamatórias. Isso ajuda no fortalecimento do organismo de forma mais natural.

Se tiver dúvidas, não tome nenhum tipo de chá antes de conversar com seu médico ou médica sobre esse assunto. 

Grávida pode tomar chá de camomila de saquinho? 

Em geral, sim. Apesar de a versão de saquinhos (e outros produtos industrializados) ter menos benefícios, se comparada com a natural. 

Durante a gestação, e para ter uma vida mais saudável, a regra é simples: quando mais caseiro, melhor.  


Os chás de saquinhos são famosos por sua praticidade na hora do preparo e por ser fácil encontrá-los. Mas eles não têm os mesmos benefícios do que aqueles feitos com a folha in natura. 

Isso porque eles são produtos industrializados, que envolvem processos nos quais toda a planta é triturada e, algumas vezes, misturadas com outras ervas.  

Além disso, a indústria também acrescenta corantes, aromatizantes e conservantes para que o chá saia com gosto e cheiro, sem que as caixinhas expirem o prazo de validade rapidamente. 

Essas substâncias citadas, fazem com que as verdadeiras propriedades benéficas dessas plantas sejam eliminadas. 

Assim, os chás de saquinhos se tornam bebidas pobres em vitaminas e minerais que em nada tem a acrescentar em uma dieta saudável. 

Quais os chás que as grávidas não podem tomar?

O consumo de bebidas alcoólicas, açucaradas e certos tipos de chá deve ser evitado por mulheres grávidas. Durante a gravidez, chás como o de canela, de boldo, de hortelã, Hibiscus, chá-preto e verde são proibidos. Isso porque essas plantas podem trazer consequências para o neném (em alguns casos, como o chá de canela, a mulher pode até sofrer um aborto natural). 

Abaixo, explicamos mais sobre cada um deles e o porquê devem ser evitados. 

Chá-preto ou chá-verde 

Esses dois tipos de chás contêm muita cafeína, que deve ser evitada durante a gestação, já que pode acelerar algumas funções do corpo (como os batimentos cardíacos). 

Além disso, a substância também pode interferir no sono da gestante e na agitação do neném. 

Chá de canela 

A canela deve ser evitada durante todo período da gestação, já que pode ter efeito abortivo.

Essa especiaria estimula a contração dos vasos sanguíneos e da musculatura do útero. 

Isso pode levar à perda da gravidez ou causar danos permanentes ao bebê, principalmente no 1º trimestre, quando o pequeno é mais frágil.   

Chá de boldo 

O chá de boldo possui substâncias que também podem provocar malformações no bebê. Além disso, essa planta ainda pode provocar o parto precoce. 

Por outro lado, o chá de boldo é uma das recomendações médicas para induzir o parto quando o neném é pós-termo (com mais de 42 semanas).  

Chá de hortelã e de Hibiscus 

O chá de hortelã e o de Hibiscus são diuréticos, ou seja, aumentam o volume do fluxo urinário. 

O problema é que eliminamos vitaminas e outros nutrientes por meio da urina. 

Por isso, se forem tomados excessivamente durante gestação, podem provocar deficiência de substâncias que são fundamentais para o bom desenvolvimento do bebê. 

Esses dois chás, se tomados em excesso, também podem interferir no leite materno, prejudicando a sua composição nutricional. Além disso, podem, inclusive, diminuir a produção do alimento. 


Seja pelo gosto, por tradição ou pelos inúmeros benefícios dessa bebida, os chás estão presentes no cotidiano de muitas pessoas. 

Os chás, em geral, podem ser consumido pelas gestantes, desde que moderadamente. 

Em caso de dúvidas, procure orientação médica antes de ingerir qualquer chá.   

O Minuto Saudável traz outras dicas de cuidado na gravidez. Não deixe de conferir nossas postagens!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *