Os chás são a 3ª bebida mais consumida no mundo (atrás de água e café). Entre os mais populares estão a camomila, hortelã, capim-cidreira e boldo.

Alguns fazem sucesso pelo sabor e outros pelos efeitos e benefícios no organismo. O boldo, por exemplo, agrada ao paladar de quem prefere sabores amargos. Junto disso, é um bom aliado à digestão!

O que o chá de boldo do Chile?

Existem vários tipos de boldo que podem ser diferenciados conforme o tipo e o tamanho da folha. O boldo do Chile (Peumus boldus) é uma planta nativa da região da Cordilheira dos Andes (Chile, Peru e Argentina). 

O chá dessa planta é feito normalmente, ou seja, com água quente que é infundida sobre as folhas. 

Esse tipo de boldo pode ajudar no tratamento de complicações intestinais (como má digestão, dores abdominais e eliminação do bolo fecal). 

Além dele, existe o boldo brasileiro, o boldo baiano, da terra, rasteiro, muído e entre outros. 

Todos esses tipos de boldo possuem efeitos parecidos no organismo. 

É bom para que?

O chá de boldo é indicado, principalmente, para tratar complicações na vesícula. Ele atua como um protetor desses órgão, já que evita vários problemas como pedra na vesícula.  


Ele possui propriedades que ajudam na digestão de gorduras e, por isso, é bom para ser tomado após refeições pesadas, sintomas de estômago cheio e refluxos.

Para que serve o chá de boldo?

O chá de boldo pode ser uma forma natural de tratamento para várias situações: prevenir e melhorar problemas em certos órgãos (por exemplo fígado e vesícula), aliviar cólicas menstruais e combater problemas intestinais (tais como má digestão, prisão de ventre e excesso de gases).  

Saiba um pouco mais sobre cada uma dessas complicações: 

Má digestão 

O boldo do Chile ajuda na liberação da bile (que atua na quebra de gordura), promovendo uma melhor digestão. Isso ajuda a aliviar sintomas de enjoo causados pelo excesso de alimentação ou refeições muito pesadas.

Intestino preso e excesso de gases

Ao ser ingerido, o chá solta enzimas que facilitam no processo deformação do bolo fecal e sua eliminação. 

Já quanto à flatulência excessiva (excesso de gases), o boldo auxilia a eliminar todos esses gases e combater o desconforto causado por essa situação. 

Cólicas menstruais 

O chá de boldo pode relaxar as contrações das paredes do útero e, assim, diminuir as cólicas causadas por esse órgão durante o período menstrual. 

Mas atenção, para aproveitar ainda mais esse benefício dessa erva, o ideal é consumir o chá de forma natural e quente, já que a temperatura elevada da água também contribui para o relaxamento do útero, diminuindo as dores.  

Chá de boldo emagrece?

Vale ressaltar que o chá de boldo sozinho não faz nenhum milagre para emagrecer. Mas se for consumido com regularidade e aliado à uma alimentação rica em frutas, verduras, legumes, carnes magras e exercícios físicos, esse tipo de planta pode sim contribuir e facilitar o processo de emagrecimento. 

O sabor amargo do boldo é característico e causado por uma substância conhecida como lactona. Ela, quando aliada aos exercícios físicos, ajuda a queimar as gorduras do corpo. 

Além disso, o chá de boldo também ajuda a reduzir inchaços e estufamento porque contribui para que o intestino funcione corretamente, diminuindo o acúmulo de fezes na barriga.  

Chá de boldo faz a menstruação descer?

Essa planta pode provocar o relaxamento das paredes do útero e, assim, estimular que o sangue desça pelo canal vagina (a famosa menstruação). Por isso, a mulher pode ingerir o chá de bolso visando regular o ciclo atrasado.

Mas, essa também é uma das razões do chá de boldo ser abortivo e seu consumo não ser recomendado durante a gestação ou se houver suspeitas de gravidez.   

Faz mal?

Se for consumido em quantidade correta, o chá de boldo não traz prejuízos. A ingestão diária  recomendada é de 2 xícaras, no máximo. 

Mas, em excesso, essa bebida pode causar diarreia, excesso de gases, modificações na quantidade de glóbulos vermelhos ou brancos do sangue e mau funcionamento dos rins, colapsos no sistema nervoso ou dores nos rins. 

Contraindicações

O chá de boldo do Chile é contraindicado para quem possui problemas renais, já que essa bebida pode agravar ainda mais tais complicações. 

Durante a gestação, essa planta pode causar o relaxamento do útero e assim, levar à perda do neném ou induzir um parto prematuro

Essa erva também tende a ser prejudicial para as crianças pequenas (com menos de 6 anos), já que possui uma substância, chamada de ascaridol, que pode ser tóxica e comprometer o desenvolvimento físico durante a infância.  


O chá de boldo possui muitos benefícios. Mesmo assim, deve ser consumido com moderação. 

Em casos de dúvidas, o mais indicado é procurar a opinião médica. O Minuto Saudável tem outras dicas sobre alimentação. Confira nossas postagens!!!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *