Remédios

Diprogenta: conheça o medicamento que trata infecções da pele

Por Redação Minuto SaudávelPublicado em: 19/08/2022Última atualização: 19/08/2022
Por Redação Minuto Saudável
Publicado em: 19/08/2022Última atualização: 19/08/2022
Foto de capa do artigo

A Diprogenta é um medicamento  usado para tratar problemas inflamatórios na pele. Geralmente são causados por várias bactérias que são sensíveis aos corticoides e componentes presentes na sua formulação, como a betametasona (anti-inflamatório, imunossupressor, antialérgico e para outras áreas) e a gentamicina (antibiótico para infecções bacterianas).

O medicamento  é indicado para tratar diversas doenças, como eczema e seborreia, por exemplo. Seu efeito é rápido e prolongado, o que torna possível usar poucas vezes ao dia. Além disso, pode ser encontrado em farmácias, no formato de pomada ou creme, mas deve ser usado sempre com indicação médica.

Neste artigo vamos explicar detalhadamente as funções e como usar este medicamento, confira!

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. Para que serve a Diprogenta?
  2. Como usar a Diprogenta?
  3. Contraindicações

Para que serve a Diprogenta?

A Diprogenta é um medicamento  antibacteriano, usado para tratar infecções ou inflamações na pele, como por exemplo:

  • Psoríase (quando o próprio organismo ataca células da pele, causa coceira e lesões);
  • Eczema (pele avermelhada e com bolhas de água na superfície);
  • Seborreia (doença que provoca descamação da pele);
  • Disidrose (bolhas com líquido nos pés ou nas mãos);
  • Coceiras na região genital;
  • Líquen simples crônico (mania de coceira que gera feridas);
  • Líquen plano (caroço arroxeado e que coçam, parecem espinhas);
  • Intertrigo eritematoso (infecção na pele causada por bactérias, ocorre onde tem dobras, como abdômen, axilas ou mamas); 
  • Dermatite esfoliativa, solar, estase ou atópica.
diprogenta-minuto-saudavel

Como usar a Diprogenta?

Para usar a Diprogenta, basta aplicar uma camada fina em toda a área afetada, a indicação é geralmente de 12 em 12 horas, ou seja, duas vezes ao dia, uma de manhã e outra à noite. 

Dependendo do caso,  pode ser menor as aplicações e a duração do tratamento, isso deve ser estabelecido por seu médico.

Caso esqueça de fazer o uso no horário correto, o faça assim que lembrar, mas sempre seguindo os horários das aplicações. Assim que melhorar a infecção o uso pode e deve ser interrompido.

Precauções 

Pacientes que tiveram algum tipo de alergia às substâncias que compõem a Diprogenta, não devem fazer uso deste medicamento. A mesma indicação é dada para crianças com menos de dois anos de idade.

Além disso, as infecções tratadas são causadas por bactérias, não podendo assim, ser usada em casos de infecções causadas por vírus, fungos ou tuberculose de pele. A Diprogenta também não pode ser usada nos olhos.

Outros casos que se deve ter precaução ao medicamento, são pessoas com casos de:

  • Insuficiência da glândula adrenal (responsável por regular a adrenalina, pressão, frequência cardíaca e uma série de outros hormônios fundamentais).
  • Excesso de hormônio corticoide (ganho de peso, rosto avermelhado e inchado, estrias, fraqueza e pressão alta)
  • Aumento de infecções por fungos e bactérias resistentes;

Por esse motivo, qualquer medicamento deve ser utilizado apenas com indicação do médico(a) especialista. 

Contraindicações

O medicamento Diprogenta pode ser usado em grávidas, mas não por períodos prolongados ou em grande quantidade, pois pode gerar reações indesejáveis no feto, portanto, se for gestante, busque orientação médica. 

Houve também, em alguns casos, detecção do produto no leite materno de mulheres que fizeram o tratamento durante o período em que amamentavam, neste caso, o indicado é interromper o tratamento com Diprogenta ou a amamentação.

Há também outras situações adversas como, por exemplo:

  • Atrofia de pele (reação mais comum, com uso de curativo);
  • Erupções (reação rara); 
  • Úlceras (reação rara); 
  • Aumento de pelos (reação rara); 
  • Ardor (reação incomum);
  • Pequenas dilatações (reação incomum);
  • Pele seca (reação rara).

Siga a orientação médica referente aos horários, duração e doses do tratamento. Além disso, não interrompa o uso sem antes conversar com seu médico.

Gostou deste conteúdo? Então continue acompanhando o Minuto Saudável para mais informações sobre saúde e bem-estar! 

Fontes consultadas: 

Bula Diprogenta — Consulta Remédios.

Imagem do profissional Francielle Mathias
Este artigo foi escrito por:

Dra. Francielle Mathias

CRF/PR: 24612CompletarLeia mais artigos de Dra. Francielle

Compartilhe

Sobre o Minuto Saudável

Somos uma empresa do grupo Consulta Remédios. No Minuto Saudável você encontra tudo sobre saúde e bem-estar: doenças, sintomas, tratamentos, medicamentos, alimentação, exercícios e muito mais. Tenha acesso a informações claras e confiáveis para uma vida mais saudável e equilibrada.

Somos uma empresa do grupo Consulta Remédios. No Minuto Saudável você encontra tudo sobre saúde e bem-estar: doenças, sintomas, tratamentos, medicamentos, alimentação, exercícios e muito mais. Tenha acesso a informações claras e confiáveis para uma vida mais saudável e equilibrada.
Banner anuncie em nosso site
Banner anuncie em nosso site
Nos acompanhe nas redes sociais:
Atenção: O conteúdo do site Minuto Saudável, como textos, gráficos, imagens e outros materiais são apenas para fins informativos e não substitui o conselho médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Se você acha que pode ter uma emergência médica, ligue para o seu médico ou 192 imediatamente. Minuto Saudável não recomenda ou endossa quaisquer testes específicos, médicos (profissionais de saúde), produtos, procedimentos, opiniões, ou outras informações que podem ser mencionados no site. A confiança em qualquer informação contida no site é exclusivamente por sua conta e risco. Se persistirem os sintomas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico. Leia a bula.

Minuto Saudável © 2022 Blog de Saúde, Beleza e Bem-estar
Política de Privacidade