Redação Minuto Saudável
29/06/2017 14:57

O que é Dermatite, causas, tratamentos, sintomas e mais

O que é Dermatite

A dermatite é uma doença inflamatória da pele que gera vermelhidão, coceira e bolhas, e que não é transmitida por contato direto ou por objetos de uso pessoal. Ela pode surgir em qualquer idade e também pode atingir qualquer parte do corpo. A doença tem cura e depende muito do tipo e da causa, mas, na maioria dos casos, o tratamento é com base em remédios e cremes prescritos por um dermatologista.

Publicidade

Além da dermatite, há outras dermatoses que possuem sintomas e lesões muito parecidas. Cada uma delas requer um pouco de atenção, para que você tenha sempre o diagnóstico correto.

Índice — neste artigo você encontrará as seguintes informações:

  1. Quais são os tipos de dermatite?
  2. Quais são as causas da dermatite?
  3. Como me prevenir da dermatite?
  4. Quais são os sintomas da dermatite?
  5. Em qual especialista devo ir ao perceber os sintomas de dermatite?
  6. Qual o tratamento para dermatite?
  7. Medicamentos usados para o tratamento da dermatite
  8. Remédios caseiros para a dermatite

Quais são os tipos de dermatite?

Os sintomas podem ser até parecidos, mas existem diferentes tipos de dermatite e eles podem ser confundidos se não forem diagnosticados corretamente. Confira abaixo quais são os tipos dessa doença.

Dermatite de contato

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), há dois tipos de dermatite de contato: a alérgica e a irritativa.

A dermatite de contato alérgica é a alergia ou a sensibilidade a alguma substância como níqueis, metais e algumas fragrâncias que podem desencadear o surgimento desse tipo. Os sintomas costumam aparecer de 1 a 2 dias após o contato com o agente alergênico, sendo a coceira um dos primeiros sinais da inflamação.

Já a dermatite de contato irritante é a mais comum. Ocorre quando há a irritação da pele após o contato com produtos químicos, ácidos, detergentes ou sabonetes. Dor, ardência e coceira na pele podem ser sentidos, pois são sintomas recorrentes a cada vez que o paciente entra em contato com a substância.

Dermatite seborreica

Um dos tipos mais crônicos de dermatite, a dermatite seborreica é uma inflamação que causa vermelhidão e escamação na pele em algumas regiões da cabeça, como sobrancelhas, cantos do couro cabeludo e do nariz. Esse tipo de dermatite apresenta períodos de melhora e piora dos sintomas, por isso é importante ficar atento.

Dermatite atópica

Dentre todos os tipos de dermatite, a atópica é a mais comum e também é de caráter crônico. Ela aparece, em bebês, nas regiões externas dos braços e pernas e, em crianças e adultos, nas dobras do corpo, como joelho e cotovelo.

Dermatite herpetiforme

A dermatite herpetiforme é um tipo da doença causado pela intolerância ao glúten. As bolhas que a doença causa dão a sensação de queimação intensa e coceira.

Dermatite ocre

É um tipo de dermatite causado pelo acúmulo de sangue nas pernas e tornozelos e  é caracterizada por manchas arroxeadas ou amarronzadas.

Publicidade

Dermatite esfoliativa

Esse tipo de dermatite provoca o surgimento de descamação e vermelhidão em grandes áreas do corpo, como peito, braços e pernas. A doença tem cura e é necessário o acompanhamento de um dermatologista.

Dermatite de fralda

Também conhecida como assaduras, a dermatite de fralda é caracterizada pela irritação que ocorre na pele do bebê quando está em contato com o plástico da fralda.

Dermatite perioral

É um tipo de dermatite que aparece ao redor da boca em forma de manchas redondas e vermelhas. Ela é mais comum em mulheres que tem idade entre 20 e 45 anos.

Dermatite numular

É o surgimento de manchas arredondadas que ardem, coçam e evoluem para bolhas e, depois, crostas. Ela afeta normalmente as pessoas de meia idade, é acompanhada de pele seca e é bastante recorrente no Inverno.

Quais são as causas da dermatite?

A dermatite pode surgir por diversos motivos, sejam eles genéticos, emocionais ou desencadeados por agentes externos, como o clima frio e a oleasidade de nossa pele.

As causas da doença, muitas vezes, estão relacionadas com os seus tipos e cada um deles necessita de um tipo específico de tratamento.

Como me prevenir da dermatite?

Para cada tipo de dermatite há um tipo de prevenção que varia de acordo com a sua causa. Mas, mesmo assim, existe um tipo de prevenção comum a todos: o cuidado da pele quando ela está irritada. Para isso, alguns pontos são válidos:

  • Se a pele irritada for a do rosto não utilize algodão, pois pode irritála ainda mais;
  • Após limpar a pele com água e um sabonete ou gel dermatológico, sequea com um lenço de papel sem esfregar e com pequenos toques;
  • Na hora do banho, deixe a água em uma temperatura próxima a 34ºC (nunca superior a isso) e não demore mais do que 15 minutos debaixo da água.

Quais são os sintomas da dermatite?

Os sintomas mais comuns são coceiras e erupções cutâneas. Além desses, cada tipo de dermatite – já explicados anteriormente – possui sintomas diferentes.  Por exemplo: no caso da dermatite seborreica, além das manchas vermelhas e escamosas no couro cabeludo, pode haver um grande volume de caspas também.

Em qual especialista devo ir ao perceber os sintomas de dermatite?

Assim como outras doenças de pele, o especialista em que você deverá ir em caso de suspeita de dermatite é o dermatologista, pois ele saberá te passar corretamente o diagnóstico, assim como o devido tratamento para o seu caso.

Qual o tratamento para dermatite?

Assim como os sintomas, os tratamentos para a dermatite variam de acordo com o seu tipo e intensidade.

Publicidade

Para a atópica, evitar banhos muito quentes e hidratar a pele constantemente já ajuda na melhora da doença. Já no caso da dermatite de contato, o tratamento difere por conta da gravidade da doença, podendo ser feito através de medicamentos via oral ou injetável.

Independente do tipo de dermatite que você tenha, o importante é não se automedicar e procurar a ajuda de seu dermatologista.

Medicamentos usados para o tratamento da dermatite

Os medicamentos abaixos são bastante utilizados para o tratamento de dermatite. Mas não se esqueça: é necessário se consultar com o seu dermatologista antes, para saber qual medicamento é melhor para o seu quadro clínico.

Remédios caseiros para a dermatite

Além dos medicamentos acima citados, há também vários tratamentos com remédios caseiros, bem fáceis de fazer. São eles:

  • Lavagens das lesões com chá de tomilho;
  • Compressas sobre as lesões com chá de aveia;
  • Compressas frias de chá de malva nas lesões;
  • Tratamento das lesões com babosa;
  • Para dermatites que atingem o couro cabeludo, utilize óleo de lavanda.

Atenção!

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas nesse site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

Atentese aos diversos sintomas que a dermatite pode apresentar, pois quanto antes você detectálos, antes o diagnóstico pode ser feito e antes você cura a doença. Se você conhece alguma pessoa que tenha dermatite, repasse esse link a ela, quanto mais gente atingirmos, menos a doença afetará a população.

30/01/2019 14:03

Redação Minuto Saudável

Somos um time de jornalistas e especialistas em comunicação digital dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Ver comentários

  • Adorei...Me ajudou até descobrir meu tipo de dermatite,pois já facilita na consulta!

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • este artigo é excelente, temos orientação muito valiosa, obrigado por sua existência.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Excelente!

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Muito bom o artigo , bastante informativo não deixa dúvidas, mas não substitui uma consulta com um bom dermatologista.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Tenho muita inflamação no couro cabeludo, o que devo usar?

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá Ana,

      É importante consultar um dermatologista para que ele realize o diagnóstico e identifique qual o melhor tratamento, especificamente para o seu caso.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

      • uso candcort e nao tem melhorado

        Cancelar resposta

        Deixe uma resposta

        Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Muito bom esse artigo!
    Me ajudou bastante!
    Obrigada!

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • adorei o artigo muito bem explicado !!!

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • recebi esse diagnostico de dermatite perivascular superficial cronica com extra vazamento de hemácias, mas minhas lesões não se enquadram com as descrições de todos os tipos de dermatites citadas nesse artigo.minhas manchas são anelares de todos os tamanhos ,não coçam , não doem.será que a biópsia e realmente confiável?

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá Jessica!

      As informações do artigo servem apenas para orientar e não substituem um diagnóstico. A biópsia é um procedimento minucioso e costuma ser bastante confiável. Se você tem dúvidas, é importante que converse com seu médico.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Se meu parceiro tem dermatite e eu engravidar, devo me preocupar ou não?

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá, Ana!

      A dermatite não é uma doença transmissível por contato. Não há chance de "infectar" você ou seu bebê, pois não se trata de um problema infeccioso.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Ola!
    Meu namorado tem dermatite, saiu burbulhas no juelho, no penis e gostava de saber se é prejudicial pra mim?

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá Marcia!

      A dermatite não é uma condição transmissível, portanto não há com o que se preocupar. Caso seu namorado não tenha sido diagnosticado ainda, é importante que consulte um médico para identificar o problema e iniciar o tratamento adequado.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Eu tenho dermatite perioral e ela piorou muito devido pomadas que contém corticoides...inclusive receitada por dermatologista. O tratamento adequado no meu caso foi uma pomada contendo tacrolimo (tarfic). Cuidado com corticoides pois piora muito o quadro.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • obrigado vai ajudar muito com minha nenem de 3 anos

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Muita coisa foi descoberto com estas informações, obrigado e parabéns.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • me ajudou muito eu já não sabia o que fazer pois no serviço publico são meses para conseguir passar com dermatologista estou semanas usando o s.fisiologico no rosto e nem sabia que não é bom deixar o algodão no rosto obrigada

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Realmente valeu muito as informações acima. Descobri que passo por esse processo tão dolorido que é dermatite perioral, perionasal, doi coça, queima e tenho usado muito a CANDICORT , QUANDO ATACA MUITO.Francamente tem me tirado o sossego ....MUITO RELACIONADO COM AS SUAS EMOÇÕES.Arde muito quando como carne de porco,chocolate, amendoim. Tenho evitado,a tomo também ALEKTOS.Sou professora quando algo me estressa ai vem tudo de novo.Vou ficar a tenta qaunto a pomada candcort.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Então descobri a dez meses que passo por esse processo de dor,coceira,vermelhidão, bolhas.Uso candcort e tomo Alektos. Não melhora ainda mais quando passo por algumas situações estressante e como algo como carne de porco, amendoim, chocolate coisas quentes.As informações são valiosas e bem dentro do tenho sentido,fui ao dermatologista esse me encaminhou para um alergista que disse tudo isso ai nessas informaçoes.Atenciosamente Edna Oliveira.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • muito bom esse artigo

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • A mais de uma semana estou com uma coçeira no saco escrotal e fica vermelho e um pouco inxado mas não dá bolhas,já usei condicort não adiantou, agora estou usando tiabendazol que arde um pouco na hora mas diminui a coceira,fico pensando se isso vai me curar pois já fui em 2 médicos e estou usando um remédio que eles não me receitaram!
    E ainda estou tomando itraconazol todo dia mas já tem uma semana e não mudou nada meu quadro!

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Parabéns por este artigo, a minha filha anda com isto deste agosto, somente a 4 dias é que o médico identificou a coisa na cara e começou a medicação e a explicação dele foi semelhante a este artigo. Obrigado de coração

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Toda as vezes que fico sem camisa no sol, com protetor, minha costa da coceira. Tem tratamento disso?

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá, Ricardo!

      Antes de optar pelo tratamento, é importante obter um diagnóstico. As medidas para combater o problema dependem de vários fatores. Consulte um dermatologista ;)

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Estou desde agosto com uma coceira horrível no corpo, ao aliviar a mesma aparece em várias parte do corpo uns losinhos que cresce e fica tipo uma ferrada de caba, aí a coceira fica localizada, muito estressante. Fiz o exame de IGE deu super alto 1932,0 kU/L, já tomei muito corticóides, anti_histamínicos só alivia e em seguida volta tudo de novo, vários tipos de pomadas..., todos receitados por médicos, os mesmos me orientaram procurar um médico específico de reação alérgica e de pele inflamada. Hoje voltei ao médico que eu não estava mais aguentando a coceira, ele olhou as lesões e disse que eu estou com dermatite..., e receitou outra medicação que vou começar tomar, vou ver como fica. Gostei muito dos comentários, obrigada.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*