O uso de plantas, com o objetivo de extrair os benefícios medicinais, é feito há muito tempo. Visando facilitar o consumo delas, começam a surgir suplementos em cápsulas, pó e até líquidos para obter concentrações mais puras e elevadas das propriedades benéficas.

É o caso da alcachofra, que tem ganha espaço no mercado de suplementos à base de plantas devido às promessas de ajudar na digestão, saúde do fígado e emagrecimento. 

Conheça mais sobre a alcachofra, como usar e quais os benefícios que ela pode oferecer:

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. O que é alcachofra?
  2. O que é alcachofra composta e para que serve?
  3. Quais as propriedades do alimento alcachofra?
  4. Quais os benefícios da alcachofra em pó ou cápsulas?
  5. Alcachofra em cápsulas emagrece?
  6. Como tomar alcachofra em pó e cápsulas?
  7. Alcachofra seca barriga?
  8. Cuidados de uso e contraindicação
  9. Preço e onde comprar

O que é alcachofra?

A alcachofra é uma planta comestível e que faz parte de alguns pratos há bastante tempo. Além do sabor, o seu consumo é feito por causa de suas propriedades nutricionais e benéficas à saúde. 

Dessa forma, há diversos estudos indicando a presença de compostos como polifenóis, fibras, minerais e inulina, por exemplo — esses, são compostos capazes de trazer benefícios ao organismo. 

Além disso, há pesquisas e usos da alcachofra como agente antimicrobiano, anti-inflamatório, antifúngico e com potencial de proteger contra o câncer, contra problemas no fígado e contra problemas de irregularidade do colesterol. 

O nome científica da alcachofra é Cynara scolymus L., sendo originada no Egito e Etiópia, pertencente à família Asteraceae — essa é a mesma família dos girassóis e margarida. 


A alcachofra pode ser dividida em 6 partes, que são:

  • Pétalas externas: não comestíveis
  • Pétalas intermediárias ou “sedas”: não comestíveis; 
  • Coração ou fundo: comestível;
  • Base das pétalas internas: comestível;
  • Talo: comestível com a remoção dos espinhos;
  • Botões: não comestível.

Na culinária, a parte geralmente usada é chamada de coração ou fundos. Mas as pétalas e o talo também são muito utilizados no preparo de pratos. 

Mas, além da cozinha, a alcachofra pode ser consumida como chá, sobretudo para o aproveitamento de seus benefícios para a saúde. Nesse sentido, tem se popularizado as versões em cápsulas, pó e até xarope, visando obter maiores concentrações dos compostos benéficos.

Em pó

A alcachofra em pó utiliza as folhas desidratadas, sendo indicada para auxiliar no emagrecimento e auxiliar no tratamento de algumas condições. Seu uso indicado é na forma de chá, sendo uma forma prática de preparar a bebida.

Entre as comumente indicadas pelas marcas e fabricantes estão: 

  • Auxiliar na redução do colesterol alto; 
  • Auxiliar no tratamento da anemia; 
  • Auxiliar na redução da glicemia alta; 
  • Promover a boa digestão; 
  • Auxiliar na redução da inflamação de condições reumáticas. 

Além dessas, a alcachofra em pó é bastante consumida por quem deseja desinchar e emagrecer, logo que ela tem ação diurética.

Em Cápsulas ou comprimidos

A alcachofra em cápsulas ou comprimidos é utilizada por quem quer aproveitar os benefícios e compostos da planta, mas sente dificuldade em ingerir o chá, por exemplo.

A forma de uso e a quantidade deve ser consultada com profissionais e na embalagem do produto, mas geralmente fica entre 1 e 2 cápsulas/comprimidos ao dia.

Chá

O chá de alcachofra é usado para auxiliar no tratamento de algumas condições de saúde, como colesterol alto, mas também por quem deseja desinchar e ajudar o processo de emagrecimento.

A bebida por ser feita com as folhas in natura, colhidas da planta, ou por meio das folhas secas, compradas já desidratadas.

Xarope

O xarope de alcachofra é uma versão líquida concentrada do produto. Há versões da alcachofra pura, mas há opções com borututo, boldo, berinjela e dente de leão, por exemplo.

A indicação é usar o produto puro ou diluído em água, entre 1 e 2 vezes ao dia.

O que é alcachofra composta e para que serve?

A alcachofra composta é um produto combinado, que pode ser encontrado em cápsulas, extratos e xarope. Além da Cynara scolymus L (alcachofra) as combinações geralmente contam com pelo menos mais uma destas plantas: 

  • Boldo (Peumus boldus Mol);
  • Jurubeba (Solanum paniculatum);
  • Berinjela (Solanun melongena L.);
  • Silimarina (Cardo Mariano);
  • Dente de leão (Taraxacum officinale);
  • Borututu (Cochlospermum angolense).

O objetivo de consumir suplementos ou produtos de alcachofra composta é otimizar os efeitos benéficos da planta. Por serem extratos concentrados e combinados, a ação diurética, nutritiva e medicinal é aumentada.

É importante verificar as indicações de cada combinação, bem como o modo correto de usar o produto. Mas, de forma geral, a alcachofra combinada pode ser orientada para promover ações:

  • Reduzir colesterol; 
  • Promover a diurese; 
  • Melhorar a saúde do fígado; 
  • Otimizar a digestão; 
  • Reduzir a glicemia; 
  • Controlar a pressão arterial;

Quais as propriedades do alimento alcachofra?

A composição química da planta alcachofra apresenta propriedades medicinais e nutricionais — ou seja, é rica em alguns nutrientes e tem benefícios à saúde. Dessa forma, é considerada um alimento funcional pela Comissão Europeia de Alimentos Funcionais. 

A presença de nutrientes pode variar conforme a apresentação da alcachofra, sendo que as cápsulas e extratos, por exemplo, costumam ser mais concentrados e, se forem combinações, podem incluir ainda outros aspectos nutritivos. 

Mas em relação à parte comestível da planta, alguns estudos apresentam a seguinte composição em 100g:

Água86,5%
Proteínas2,8g
Gordura0,2g
Carboidratos9,9g
Fibras3,4g
Colesterol0g
Cálcio51mg
Fósforo69mg
Ferro1,1mg
Sódio30mg
Potássio310mg
Magnésio10mg
Vitamina A150mg
Vitamina C8mg
Vitamina B20,04mg
Vitamina B30,85mg

Dessa forma, o consumo da planta pode ser uma forma de incluir nutrientes na refeição de modo saudável.

Por ser rica em fibras e pobre em calorias, a alcachofra é uma ótima opção para preparar uma refeição saudável.

Em relação às propriedades medicinais, a alcachofra contém polifenóis, ácido clorogênico, ácido criptoclorogênico, ácido neoclorogênico, ácido 1,5-di-O-cafeoilquínico, cinarina, ácido 3,4-di-O-cafeoilquínico, ácido 3,5-di-O-cafeoilquínico e o ácido 4,5-di-Ocafeoilquínico, além do ácido cafeico.

 Além disso, contém flavonoides (sobretudo as flavonas) e antocianinas.

Quais os benefícios da alcachofra em pó e cápsulas?

Muitos estudos se dedicam às análises da alcachofra e sua ação no organismo. Vale destacar que, apesar de usada há anos para alguns destes efeitos, nem todos são cientificamente comprovados em humanos — ou seja, apresentam potencial de ação em laboratório ou em estudos em animais.

No entanto, os usos populares recorrem à planta para muitas destas finalidades. Entre os benefícios do consumo da alcachofra estão: 

Tem ação antimicrobiana 

Estudos indicam que a alcachofra tem potencial antimicrobiano e antifúngico. 

Dessa forma, é capaz de agir contra organismos como:

  • Candida albicans;
  • Candida lusitaniae;
  • Agrobacterium tumefaciens;
  • Micrococcus luteus;
  • Escherichia coli;
  • Salmonella typhimurium;
  • Pseudomnonas aeruginosa;
  • Bacilus subtili.

Já a ação antifúngica ocorre contra:

  • Staphylococcus aureus;
  • Saccharomyces cerevisiae;
  • Saccharomyces carlsbergensis;
  • Aspergillus niger;
  • Penicillium oxalicum;
  • Mucor mucedo;
  • Cladosporium cucumerinum.  

Ajuda na atividade gastrointestinal 

A alcachofra tem efeito antidispéptico e colérico, de modo que auxilia no processo de digestão. O consumo da planta promove aumento do fluxo biliar (ação colagoga), de forma que pode refletir na redução do colesterol. Além disso, sua ação antiespasmódica ajuda nas cólicas e dores decorrentes da formação de gases

Protege o fígado 

Alguns estudos apontam que a presença de uma substância chamada cinarina (responsável pelo sabor amargo da planta) pode apresentar efeitos benéficos ao fígado, produzindo hepatoproteção. 

Na medicina popular, a alcachofra é utilizada para tratamentos de hepatite e hiperlipidemia, disfunções hepatobiliares e problemas digestivos.

Ajuda no sistema cardíaco 

Como a alcachofra pode ter efeitos redutores do colesterol, há benefícios para a saúde do coração, sendo as substâncias sendo o cinarosídeo e a aglicona luteolina as principais envolvidas nesse processo. 

Promove ação diurética 

A alcachofra é bastante procurada por quem deseja reduzir medidas. No entanto, vale destacar que ela não tem efeito emagrecedor, mas sim diurético — ou seja, reduz o acúmulo de líquidos no organismo, promovendo o desinchaço.

Tem ação antioxidante

Avaliações da alcachofra indicam que ela apresenta ação antioxidante semelhante à da vitamina C e da vitamina E. Estudos em laboratório indicaram que ela foi capaz de proteger culturas de células do fígado, reduzindo o estresse oxidativo.

Ajuda no controle do açúcar no sangue

A alcachofra pode auxiliar no controle do açúcar no sangue (glicemia), por meio da ação hipoglicemiante. Vale destacar, no entanto, que a redução glicêmica se apresentou em pessoas com quadros de pré-diabetes, de forma que em alguns quadros (como diabetes tipo 1), o consumo da planta não demonstra efeitos.

Alcachofra em cápsulas emagrece?

A alcachofra tem sido buscada por pessoas que desejam reduzir alguns números na balança. No entanto, não há estudos que comprovem que ela tem potencial emagrecedor — ou seja, redutor de gordura corporal.

O que pode acontecer, no entanto, é que a planta (em chá, extrato ou derivados) pode estimular a diurese, ou seja, fazer com que o líquido acumulado seja eliminado. Isso, então, reduzir o inchaço corporal.

Além disso, o consumo da planta enquanto refeição é pouco calórico e confere altas quantias de fibras, de modo que estimula o funcionamento intestinal e também auxilia na saciedade. Dessa forma, é comum que o consumo regular da alcachofra resulte em menor ingestão alimentar, auxiliando no emagrecimento indiretamente.

Como tomar alcachofra em pó ou cápsulas?

Antes de fazer o uso de qualquer suplemento ou chá (por mais que seja natural), é importante buscar orientação médica ou nutricional, de forma que o modo correto e saudável de fazer uso seja orientado.

Não havendo nenhuma restrição de consumo, é possível escolher a forma que mais se adequa ao consumo — cápsula, chá, pó ou xarope, por exemplo.

É importante consultar sempre a bula ou embalagem do produto, verificando a forma de uso, concentrações e orientações gerais, sobretudo pensando que pode haver diferentes posologias ou dosagens.

Cápsulas

As cápsulas de alcachofra são comercializadas, em geral, entre 200mg e 400mg. A orientação é consumir entre 1 e 3 cápsulas ao dia, junto às principais refeições. A forma de uso e a posologia inicial deve ser orientada por profissionais de saúde.

Chá (folhas ou em pó)

O chá de alcachofra pode ser feito com o extrato seco ou as folhas frescas. Para isso, basta ferver 1 litro de água para fazer a infusão de 3 colheres (45g) de erva.

Após cerca de 10 minutos, basta coar e beber. Sendo que o ideal é consumir cerca de 3 xícaras de chá por dia, antes das principais refeições (podendo dividir a ingestão ao longo do dia).

Xarope

Os xaropes podem ser consumidos antes das refeições, puros ou diluídos. Dessa forma, basta tomar entre 1 e 2 colheres (15mL ou 30mL) por dia antes de alguma refeição.

Alcachofra seca barriga?

Assim como a promessa de emagrecimento, a alcachofra é usada para obter o efeito “seca barriga”, que na verdade é decorrente do desinchaço corporal. Assim, devido ao efeito diurético, o consumo do suplemento promove a eliminação dos líquidos acumulados, auxiliando a reduzir medidas.

Cuidados de uso e contraindicação

Em geral, a infusão (chá) de alcachofra e os extratos apresentam boa tolerância, desde que consumidos conforme a orientação. São apresentados poucos efeitos colaterais também, sendo que a maioria se dá pela sensibilidade à planta ou outro componente usado como a cápsula ou xarope. 

No entanto, em alguns casos, podem ser observadas reações colaterais, que incluem alergia, rinite, asma brônquica, urticária. 

Pessoas com qualquer problema de saúde ou em tratamento medicamentoso devem consultar especialistas antes de consumir qualquer versão da alcachofra.

Ainda, contraindica-se o uso por pessoas com obstrução do ducto biliar, cálculos biliares, bem como mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

Preço e onde comprar

A planta alcachofra pode ser encontrada em mercados, variando o preço de acordo com a região do país.

Já os suplementos podem ser encontrados em farmácias físicas e online, casas de produtos naturais e lojas de suplementos.

Algumas marcas e preços são:

*Preços consultados em setembro de 2020. Os valores podem sofrer alterações.


O consumo de suplementos à base de plantas é bastante comum para trazer diversos benefícios para a saúde. A alcachofra, por exemplo, é usada há anos na devido às suas propriedades nutricionais e medicinais. 

Agora, é possível encontrar o produto em farmácias e lojas, em versões como cápsulas, xaropes e até em formulações especiais, combinando outras plantas.

No Minuto Saudável você contra mais informações sobre suplementos e fitoterápicos!

Fontes consultadas


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.