Fitness

Cúrcuma: conheça os benefícios, como usar e as contraindicações

Por Redação Minuto SaudávelPublicado em: 19/08/2022Última atualização: 19/08/2022
Por Redação Minuto Saudável
Publicado em: 19/08/2022Última atualização: 19/08/2022
Foto de capa do artigo

As plantas medicinais sempre foram aliadas na alimentação do ser humano, pois trazem diversos benefícios à saúde. A cúrcuma é uma delas, visto que é utilizada há milhares de anos, principalmente como tempero para os alimentos.

Porém, além do sabor especial que proporciona às receitas, a planta tem ação antioxidante e anti-inflamatória, por conter diversas vitaminas e minerais essenciais para a saúde e bem-estar.

Neste artigo, o Minuto Saudável vai mostrar tudo que você precisa saber sobre a cúrcuma, desde sua origem até suas formas de uso e contraindicações. 

Índice — neste artigo você vai encontrar: 

  1. O que é cúrcuma?
  2. Qual a diferença do açafrão e da cúrcuma?
  3. Cúrcuma é bom para quê?
  4. Quais os benefícios da cúrcuma?
  5. Apresentações: como consumir
  6. Chá ou cápsulas: qual tem mais benefícios?
  7. Como usar a cúrcuma para emagrecer?
  8. Consumir cúrcuma faz mal para os rins?
  9. Quais os efeitos colaterais?

O que é cúrcuma?

A cúrcuma, que também é chamada de açafrão-da-terra e gengibre amarelo, é uma raiz pertencente à família do gengibre. Essa planta é usada há mais de quatro mil anos como tempero devido as suas propriedades medicinais, principalmente no Oriente Médio e na Ásia.

Geralmente, é usada em forma de pó para temperar alimentos como carnes,  legumes e arroz.  Sua cor é amarelada e é um condimento cultivado em regiões tropicais, sendo a Índia seu principal produtor. Também é usado como a base de condimentos como o curry.

curcuma
Cúrcuma em pó.

Qual a diferença do açafrão e da cúrcuma?

O açafrão que é considerado verdadeiro é extraído de uma flor de cor lilás que pertence à família das iridáceas. É cultivada em vários países, especialmente na Espanha e utilizado desde a antiguidade como especiaria.

Já o açafrão-da-terra é uma planta da família do gengibre e é originária da Índia e do sudeste da Ásia. A principal diferença está na coloração interna da cúrcuma, que é amarelada e dá coloração e sabor extra em diversas receitas como arroz e legumes. 

Dessa forma, a confusão acontece por causa do nome, já que ela também é chamada de açafrão-da-terra, mas são alimentos distintos. 

Cúrcuma é bom para quê?

A cúrcuma contém curcumina, uma substância com poderosas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Sendo assim, o consumo regular da cúrcuma pode trazer diversos benefícios para a saúde tais como: diminuir as inflamações e aumentar as defesas do corpo. Por isso,  o consumo regular da cúrcuma é indicado para combater diversas doenças.

Quais os benefícios da cúrcuma?

A cúrcuma contém propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Além disso, possui nutrientes, como vitaminas C e B e também minerais como potássio, ferro, manganês  e cálcio.

Por isso, o consumo regular proporciona diversos benefícios para a saúde. Veja a seguir algumas vantagens de incluir a cúrcuma nas receitas do dia a dia.

1. É um anti-inflamatório natural

A curcumina, presente na cúrcuma, pode suprimir muitas moléculas conhecidas por desempenhar papéis importantes na inflamação do organismo. Por isso, a substância diminui as inflamações do corpo.

2. É um potente antioxidante

A cúrcuma neutraliza a ação dos radicais livres do organismo. Sendo assim, essas substâncias nocivas causam danos às células e podem contribuir para o desenvolvimento de doenças cardíacas, câncer e outros problemas de saúde. A presença dos antioxidantes pode prevenir ou até mesmo reverter esse dano.

3. Melhora a função cerebral

A curcumina aumenta os níveis de alguns hormônios cerebrais e combate diversos processos degenerativos cerebrais. Assim, retarda muitas doenças cerebrais que causam diminuição na função cerebral e também melhora a memória. Pode ser benéfico também para prevenir demências como o Alzheimer.

4. Reduz problemas cardíacos

A curcumina melhora a função do endotélio, que é o revestimento dos vasos sanguíneos e reduz a inflamação. Sendo assim, reduz o risco de infartos.

5. Diminui os sintomas de artrite

A doença ocorre devido a inflamações nas articulações. E a curcumina é um composto anti-inflamatório potente. Por isso, consumir cúrcuma pode diminuir os sintomas da artrite.

6. Melhora os sintomas de depressão

Por ser eficaz nas funções cerebrais, o consumo pode ser benéfico para quem tem depressão e aliviar os sintomas de tristeza e apatia, por exemplo.

7. Aumenta a expectativa de vida

Por causa da presença dos antioxidantes, a cúrcuma previne doenças cardíacas, câncer e Alzheimer. Consequentemente, aumenta a longevidade. Além disso, retarda o envelhecimento das células e previne o envelhecimento precoce.

8. Recuperação muscular

Boa notícia para os atletas e praticantes de atividade física. A cúrcuma  diminui o estresse oxidativo nos músculos, acelerando sua recuperação. 

9. Pode combater o câncer

Como a inflamação está ligada ao crescimento do tumor, compostos anti-inflamatórios como a curcumina podem desempenhar um papel no tratamento e prevenção de diversos tipos de câncer como  pâncreas, próstata, mama e estômago. Ainda são necessários mais estudos em humanos para comprovar este benefício.

10. Pode fazer bem para a pele

Devido  às suas propriedades anti-inflamatórias, antimicrobianas e antioxidantes, a cúrcuma pode ser eficaz para uma variedade de doenças de pele, incluindo acne.

11. Faz bem para a digestão

O açafrão-da-terra também pode desempenhar um papel importante na digestão. Por causa de suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, pode contribuir para uma digestão mais saudável.

12. Diminui a pressão arterial

A curcumina promove a dilatação dos vasos sanguíneos, aumentando o fluxo sanguíneo e reduzindo a pressão sanguínea.  

Apresentações: como consumir 

A cúrcuma pode ser encontrada em forma de  raiz, em pó, em cápsulas ou chá. Veja abaixo detalhes:

curcuma
Raiz da cúrcuma.

Raiz

Encontrada em sua forma mais natural, o indicado é consumir de uma a duas rodelas ao dia. O sabor costuma ser mais cítrico e picante.

Em pó

Bastante comum e fácil de encontrar, a versão em pó pode ser usada para temperar os alimentos. Vale destacar que quanto mais escura, maior a quantidade de curcumina e de seus benefícios. Esse pó pode ser encontrado em mercados e lojas de produtos naturais.

Chás

A indução pode ser preparada com rodelas da raiz ou pó de cúrcuma.

Cápsulas

Há disponíveis no mercado cápsulas de cúrcuma ou extrato seco.

Chá ou cápsulas: qual tem mais benefícios?

Não há comprovações científicas que mostrem se há alguma diferença nos benefícios na hora de consumir a cúrcuma em pó, chá ou cápsulas.

Portanto, o que se sabe é que a cúrcuma em cápsulas é bastante prática, facilita a ingestão diária e é uma forma de suplementação. No entanto, é importante ficar atento com a quantidade ingerida e buscar ajuda profissional para saber o quanto tomar por dia. Em cápsulas, a cúrcuma é facilmente encontrada em farmácias de manipulação.

Por outro lado, o chá de cúrcuma tem efeito relaxante quando ingerido à noite antes de dormir e pode acalmar e diminuir a ansiedade.

Como usar a cúrcuma para emagrecer?

A cúrcuma pode ser uma aliada na perda de peso. Isso porque aumenta a queima de gordura no organismo e regula o nível glicêmico no sangue. Sabe-se que ao prevenir picos muito altos de insulina, o corpo não acumula gordura tão facilmente.

Por isso, vale destacar que nenhum alimento isolado emagrece. É importante manter hábitos de alimentação saudáveis e praticar atividade física com regularidade. 

Consumir cúrcuma faz mal para os rins?

Depende. A planta contém uma substância chamada oxalato, que em grandes quantidades pode contribuir para o surgimento de cálculos renais em indivíduos que tenham predisposição para o problema.

Além disso, o alimento contém potássio e pessoas com insuficiência renal têm dificuldade para eliminar o excesso desse mineral do sangue. Por isso, em excesso, a cúrcuma pode fazer mal para esse grupo de pessoas.

Quais os efeitos colaterais?

A cúrcuma geralmente não causa efeitos colaterais graves. No entanto, após o consumo, algumas pessoas podem sentir sintomas leves, como dores de estômago, náuseas, tonturas ou diarreia. Porém, esses efeitos colaterais são mais comuns em quem consome quantidades excessivas.

Não há pesquisas científicas que apontem os riscos de consumo para gestantes e lactantes. Por isso, é necessário checar essa informação com um (a) médico (a) e ver se a cúrcuma é segura e qual quantidade indicada.

Dessa forma, ela pode piorar os problemas da vesícula biliar. Por isso, a recomendação é não usar açafrão-da-terra por conta própria se tiver cálculos biliares ou obstrução do ducto biliar.

Além disso, ingerir cúrcuma pode retardar a coagulação do sangue. Isso pode aumentar o risco de hematomas e sangramento em pessoas que sofrem de distúrbios hemorrágicos.

Por causa da presença do oxalato no organismo, o consumo excessivo de cúrcuma pode interferir na absorção de outros minerais no organismo. Em casos mais graves, leva a deficiências nutricionais. 


Consumir alimentos saudáveis é uma das formas de manter a saúde em dia e prolongar sua expectativa de vida. Continue acompanhando o Minuto Saudável e saiba tudo sobre diversos alimentos que vão te ajudar a cuidar do seu corpo e, além de tudo, as melhores formas de consumi-los para que os efeitos sejam benéficos.

Compartilhe

Sobre o Minuto Saudável

Somos uma empresa do grupo Consulta Remédios. No Minuto Saudável você encontra tudo sobre saúde e bem-estar: doenças, sintomas, tratamentos, medicamentos, alimentação, exercícios e muito mais. Tenha acesso a informações claras e confiáveis para uma vida mais saudável e equilibrada.

Somos uma empresa do grupo Consulta Remédios. No Minuto Saudável você encontra tudo sobre saúde e bem-estar: doenças, sintomas, tratamentos, medicamentos, alimentação, exercícios e muito mais. Tenha acesso a informações claras e confiáveis para uma vida mais saudável e equilibrada.
Banner anuncie em nosso site
Banner anuncie em nosso site
Nos acompanhe nas redes sociais:
Atenção: O conteúdo do site Minuto Saudável, como textos, gráficos, imagens e outros materiais são apenas para fins informativos e não substitui o conselho médico profissional, diagnóstico ou tratamento. Se você acha que pode ter uma emergência médica, ligue para o seu médico ou 192 imediatamente. Minuto Saudável não recomenda ou endossa quaisquer testes específicos, médicos (profissionais de saúde), produtos, procedimentos, opiniões, ou outras informações que podem ser mencionados no site. A confiança em qualquer informação contida no site é exclusivamente por sua conta e risco. Se persistirem os sintomas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico. Leia a bula.

Minuto Saudável © 2022 Blog de Saúde, Beleza e Bem-estar
Política de Privacidade