Tendinite: no ombro, patelar (no joelho), no pulso, cura, remédio e mais

11

O que é Tendinite?

A Tendinite, também conhecida por “Tendinopatia” ou “Tendinose”, é uma inflamação que ocorre no tendão, o qual surge por consequência de repetições excessivas de um mesmo movimento, o LER (Lesão por Esforço Físico), por exemplo. O sufixo “-ite”, em linguagem médica, geralmente está associado a uma inflamação, assim, o termo “Tendinite” quer dizer “inflamação do tendão”.

Com isso, a palavra tendinite é usada para se referir a qualquer processo doloroso sem alterações ósseas ao exame de raios X. Os tendões estão em todas as partes dobráveis do corpo e são tecidos fibrosos (fibras), densos e resistentes. São eles que permitem o movimento e também são os responsáveis pelos músculos se prenderem aos ossos. O tendão é composto de tecido conjuntivo e colágeno. Ainda há tendões que podem ser facilmente identificados, como o “Tendão de Aquiles” (tendão calcâneo), e é possível identificá-lo passando os dedos acima do calcanhar.

A tendinite não é necessariamente proveniente de ações no trabalho, contudo é uma das principais doenças ocupacionais. Entre os mais afetados pela Tendinite estão os operários de linhas de montagem e trabalhadores que fazem muito uso do teclado e mouse.

Índice – neste artigo você encontrará as seguintes informações:

  1. O que é Tendinite
  2. Causas
  3. Tipos de Tendinite
  4. Sintomas
  5. Tratamento
  6. Grupos e fatores de risco
  7. Complicações/Prognóstico
  8. Como prevenir? É transmissível?

Causas

Os tendões são os responsáveis por dar força aos ossos através dos músculos, assim, quando eles são submetidos a algum estresse mecânico repetitivo, ocorrerão fissuras e, consequentemente, degeneração no tendão, causando a Tendinite.

A tendinite apresenta diversas causas e podem ser divididas em químicas e mecânicas, pois podem estar associadas tanto a doenças quanto a condições. Vejamos quais são:

Causas químicas

São provocadas por:

  • Alimentação incorreta.
  • Infecções.
  • Doenças reumatológicas.
  • Desidratação.
  • Doenças do sistema imunológico.
  • Distúrbios metabólicos.
  • Iatrogenia (complicações resultantes de tratamentos médicos).
  • Processos degenerativos das articulações.
  • Neuropatias que induzam alterações musculares.
  • Erro diagnóstico: por exemplo, uma tendinose, que é a doença degenerativa do tendão.
  • Simulação (fingir ter a doença).
  • Toxinas presentes no organismo.
  • Metassimulação (exagero quanto aos sintomas).

Causas mecânicas

São provocadas por:

  • Esforço físico intenso ou repetido.
  • Traumas mecânicos.

Alguns casos de tendinite, quando de longa duração, tem suas causas mantidas, por exemplo: esforços continuados ou alguma doença sistêmica cujo estímulo não seja removido apenas com repouso.

PUBLICIDADE

Tipos de Tendinite

A tendinite apresenta diversos tipos, conforme cada local, vejamos os mais comuns deles:

Tendinite no calcanhar

Acomete o Tendão de Aquiles. Há dor intensa e sensibilidade ao toque na região, agravando-se ao realizar quaisquer esforços físicos e logo após o paciente se levantar.

Este tipo de tendinite geralmente ocorre devido ao uso de sapato inadequado ou da prática incorreta de alguma atividade ou esforço físico.

Tendinite no cotovelo

Chamada também de “epicondilite” ou “cotovelo de tenista”, desperta dores no paciente quando movimenta a articulação ou os dedos e pulso para pegar alguma coisa.

O paciente também pode sentir uma fraqueza intensa no pulso.

Tendinite no joelho (tendinite patelar)

Também conhecida por “tendinite patelar”, pois afeta a patela, uma das estruturas formadoras do joelho.

Comumente afeta muitos atletas que praticam esportes com saltos, assim é popularmente conhecida por “joelho de saltador”. No início provoca dores durante alguma atividade física, evoluindo para incômodo constante, mesmo com menores esforços.

Tendinite na mão

Os tendões mais afetados são os localizados nas costas das mãos (dorso). As dores podem vir acompanhadas de formigamentos, ardências e inchaço da região.

Este tipo também pode ser subproduto do excesso de uso do mouse ou teclado do computador.

Tendinite no ombro

As dores deste tipo de tendinite são mais ou menos intensas na região. Também deixa a articulação rígida e provoca altas dificuldades de movimento e dor ao palpar.

Por ser uma articulação muito exigida (de bastante uso), o ombro pode ser imobilizado para a recuperação completa do paciente.

Tendinite no pulso

Conhecida também por “De Quervain”, este tipo provoca dores ao articular a munheca e com toques.

As principais sensações são de dormências e sensação de rigidez excessiva da articulação. É uma das mais comuns.

Sintomas

Os sintomas para o paciente da Tendinite incluem:

  • Dor este é o principal sintoma, e é mais sentido quando o tendão acometido é utilizado.
  • Inchaço (edema) de intensidade variável.
  • Graus variados de dificuldade de movimento.
  • Diminuição de força muscular.

A tendinite ainda pode apresentar-se de forma aguda ou crônica.

Qual profissional devo procurar? E qual o diagnóstico?

O clínico geral ou o ortopedista. O diagnóstico da tendinite é clínico (pelo exame médico-semiológico) e, por vezes, a Tendinite pode ser confundida com a artrite reumatoide, por isso são pedidos exames mais detalhados.

Entre os exames, podem ser solicitados:

  • Raio X: só permite o diagnóstico de tendinopatias calcificadas.
  • Ultrassonografia: depende não apenas da experiência e boa técnica do médico avaliador, mas também — e principalmente — da colaboração do paciente, pois se este não mantiver as posições necessárias para perfeita visualização do tendão analisado, pode provocar efeitos que simulam lesões.
  • Ressonância magnética: também é suscetível a erro, pois se o paciente não ficar imóvel durante os exames, ele poderá causar imagens “tremidas”, cuja interpretação pode ser comprometida.
  • Provas laboratoriais.
  • Exame anatomopatológico do tendão: este confirmará o diagnóstico.

Tratamento

A tendinite tem cura, porém quanto mais tarde o tratamento for iniciado, mais chances terá de não chegar a ela. O tratamento ainda divide-se em duas etapas: a primeira consiste no alívio da dor e a segunda uma prevenção para ela não voltar.

O tratamento sempre dependerá da gravidade de cada caso. Alguns podem ser tratados apenas com anti-inflamatórios, enquanto outros, poderão precisar de imobilização do membro afetado, com tala ou até mesmo gesso.

Quando a tendinite for muito grave, o médico poderá solicitar aplicação local de corticoides. Entre os medicamentos que podem ser indicados estão:

Outras recomendações para o tratamento da Tendinite incluem:

  • Repouso.
  • Fisioterapia e reabilitação física: a fisioterapia para a Tendinite é fundamental e seu foco é combater a dor. Dependendo o caso, os paciente podem realizar desde uma fisioterapia comum até como uso de aparelhos; o tratamento por fisioterapia dura em média 20 sessões. Além de poder continuar a prática dela em casa, com compressas, imobilizações, etc. Quando este tratamento é optado, o paciente deve evitar esforços no local afetado e fazer bastante repouso.
  • Quando química, dieta alimentar especial.

A cirurgia só é recomendada em casos raros. Vejamos quais os tipos de tratamentos conforme os sintomas que o paciente apresenta:

  • Dor durante atividades físicas: quando ocorre esta dor ela costuma ser ligeira, aumentando a sensibilidade no local afetado, aconselha-se optar por outra atividade e ficar algum tempo em repouso até que a dor passe.
  • Dor leve durante atividades físicas: para este caso, aconselha-se fisioterapias, bem como imobilização do local afetado e controle da dor com uso de medicamentos.
  • Impossibilidade de executar atividade física devido a dor: aconselha-se nestes casos alterar todas as atividades físicas, medicamentos, e tirar licença do labor.
  • Dor presente nas atividades físicas: imobilização, outros exercícios e uso dos aparelhos de fisioterapia são aconselhados.
  • Dor em quaisquer atividades diárias: aconselha-se um repouso prolongado, assim como fisioterapia, medicamentos e, neste caso, até a cirurgia.

Remédios caseiros para Tendinite

Algumas plantas medicinais possuem ação anti-inflamatória no combate da Tendinte, são elas:

  • Agrião.
  • Anis estrelado.
  • Gengibre.
  • Equinácea: é um potente anti-inflamatório e ideal para tratar lesões musculares e dos tendões. Podemos tomar a infusão da Equinácea: uma colherada da planta seca com um copo de água. (Tome até 2 xícaras por dia).
  • Alecrim.
  • Amora.
  • Aloe vera.
  • Calêndula.
  • Coentro.
  • Salgueiro: usa-se como infusão com um copo de água. Consumir uma xícara ao dia é suficiente (não consumir se for alérgico a aspirina).

Também há outras opções naturais de tratamento, como:

  • Massagens com álcool e alecrim.
  • Banhos com sal e vinagre.
  • Aplicação de compressas frias e quentes.

Atenção! 

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas nesse site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

Grupos e fatores de risco

A tendinite tem maior incidência a partir dos 35 anos de idade, tornando-se cada vez mais comum.

Qualquer pessoa que faça movimentos exagerados e repetitivos está sujeita a desenvolver a tendinite, entre as principais estão:

  • Jogadores;
  • Usuários de computador;
  • Operários de linha de produção;
  • Agricultores;
  • Empregadas domésticas.

Complicações/Prognóstico

Se o tratamento não for realizado adequadamente ou a fisioterapia não for feita no tempo determinado pelo médico, a Tendinite poderá deixar sequelas. Exemplo disso é o rompimento do tendão, ocasionando dores fortes e a incapacidade para o trabalho e atividades físicas.

Como prevenir? É transmissível?

Algumas medidas e cuidados podem ser tomados para ajudar na prevenção da tendinite, como:

  • Manter uma dieta balanceada.
  • Fazer o condicionamento dos músculos antes de começar uma rotina de exercícios.
  • Sempre fazer aquecimento/alongamento antes de começar qualquer atividade física.
  • Indivíduos que trabalham muito com computador e faz movimentos repetitivos deve parar sempre e se alongar para evitar a LER.

A tendinite tem cura, mas pode ser um grande problema se não for tratada adequadamente. Por isso, fique de olho nas dores e sempre consulte um médico! Compartilhe também este artigo para que mais pessoas saibam sobre os riscos da tendinite!

Referências

https://pt.wikipedia.org/wiki/Tendinite
http://brasilescola.uol.com.br/doencas/tendinite.htm
https://www.tuasaude.com/sintomas-de-tendinite/
http://www.mdsaude.com/2014/04/tendinite.html
http://www.criasaude.com.br/N2833/doencas/tendinite.html
https://biosom.com.br/blog/saude/tendinite/

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votos, média: 4,29 de 5)
Loading...

11 Comentários

Atenção: os comentários abaixo são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

  1. Sofro muito com a tendinite.tenho nos dois pulsos foi bem completo essa informação que li.vai ser bem útil para mim.tem planta que nem conheço.. muito obrigado

    • Olá Helaine!

      Medicamentos anti-inflamatórios como o Francox, no geral, têm efeitos colaterais gastrointestinais potentes e isso pode levar o médico a iniciar o tratamento com uma dose mais baixa. Além disso, dores crônicas podem ser difíceis de resolver de imediato. Portanto, é importante que você consulte novamente seu médico e relate a experiência para que, se necessário, ele faça alterações na medicação e/ou dosagem.

      Lembre-se que automedicar-se pode trazer sérias complicações para sua saúde.

  2. Eu desenvolvi esse problema nos dois ombros após uns 7 anos de trabalho sou serviços gerais do município mas ta difícil o tratamento, tenho medo de ficar com sequelas e pra completar tenho burcite também no esquerdo

  3. Muito bom saber como age.mas esqueceram de colocar os agricultores na lista dos profissionais que tem tendinites,pequeno agricultor,quase que geral.

    • Olá Samara,

      Dores no pulso é um sintoma muito amplo e pode indicar uma vasta gama de diferentes problemas. Recomenda-se, então, buscar ajuda médica o mais rápido possível.

  4. Boa noite!
    Eu estou com umas dores no cotovelo e no ombro,umas dores insuportaveis as vezes ate incha tem hora que da uma queimança no braço um ardor insuportavel ,sera que isso pode ser tendiniti?

    • Olá Jaqueline,

      Pedimos desculpas por não poder dar conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais, pois somos impossibilitados pela ANVISA de prestar tal atendimento. Sendo assim, não podemos dizer se o seu caso se trata de uma tendinite ou não.

      Existem diversas condições que afetam as articulações, com sintomas bem parecidos com os que você citou. Por isso, seria bom você procurar um médico e realizar os exames que ele passar para que ele possa dizer se o teu caso é tendinite ou outro problema.

Deixe o seu comentário, nos preocupamos com sua opinião:

Por gentileza, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui

Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois apenas um médico pode prestar tal atendimento. Embora tentemos responder a todos os comentários, opiniões e e-mails que recebemos em até dois dias úteis, nem sempre é possível devido ao grande volume que recebemos. Por favor, tenha em mente que qualquer solicitação ao Minuto Saudável está sujeita aos nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, ao enviar, você indica sua aceitação.