O medicamento Harvoni, usado no tratamento de Hepatite C, também passa a ser indicado para uso pediátrico, a partir de 12 anos, com genótipo viral 1 da doença e com cirrose, segundo a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A informação foi divulgada pela entidade que, através do site oficial, confirmou a expansão do uso do medicamento.

O remédio já era usado no tratamento de adultos a partir de 18 anos de idade, mas com a alteração também passa a atender pacientes mais jovens, agora o uso depende do peso do paciente.

Para ser aprovado, o medicamento teve que ser analisado em teste que durou cerca de 24 semanas. E, com isso, a Anvisa conseguiu verificar a eficácia do remédio, que é maior do que o tratamento já existente.

Com a nova opção, os pacientes devem apresentar melhora rápida. Inclusive aqueles que não respondem bem às terapias disponíveis.

O papel que o Harvoni desempenha no organismo, é extremamente importante, a partir dos seus princípios ativos ledipasvir e sofosbuvir, essas duas substâncias são capazes de bloquear as proteínas que o vírus precisa para se proliferar pelo corpo.

Tradicionalmente, o método mais usado para o tratamento da doença em adultos era o remédio Ribavirina, mas os efeitos colaterais intensos e a não tolerância de alguns pacientes limitam seus usos.

Leia mais: Medicamento para hepatite C também é eficaz contra chikungunya



É importante que você leia a bula e consulte o médico em casos de dúvidas. Contraindicações, dose recomendada, precauções no armazenamento e possíveis reações, são informações essenciais para o usuário.

Fonte: Anvisa


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *