Sim, quem tem herpes pode doar sangue, mas não enquanto houver alguma lesão ativa da doença, seja labial ou genital.

Assim, após o desaparecimento desses sintomas, o doador está apto novamente.

O vírus da herpes não é transmitido pelo sangue, somente pelo contato direto com a secreção da ferida — por exemplo, pelo beijo, partilhamento de objetos pessoais ou então através de relação sexual sem preservativo.

Por isso, após os sintomas da herpes desaparecem, a doação pode ser feita normalmente.

Porém, dependendo do tipo de herpes, é importante ficar atento aos critérios que a doação exige.

Leia mais: Quais são os Tipos Sanguíneos, tipos raros e doador universal

Quem tem o vírus da herpes pode ser doador de sangue?

Pode, mas há alguns critérios.


Tanto a herpes labial quanto a genital são causadas pelo vírus simplex (tipo 1 ou 2). Há ainda a herpes zóster, que, apesar do nome, não é causada pelo mesmo vírus da herpes, mas sim pelo varicela zoster virus.

Por isso, há diferença na recomendação para doadores:

Herpes simples (labial ou genital)

Pacientes que foram acometidos pelo vírus simples — ou simplex — da herpes podem doar sangue.

A infecção pode ser na região oral ou genital e causa feridas como erupções, lesões de pele e bolhas.

Enquanto essas manifestações estiverem presentes, o paciente fica impedido de doar. Mas, após desaparecerem, a doação pode ser feita tranquilamente.

Zóster

Já no caso de Herpes Zóster, o caso é um pouco diferente. A doença não é causada pelo mesmo vírus de herpes, mas sim por uma versão do vírus Varicella Zoster, o mesmo da catapora.

Nesse caso, a doação de sangue só pode ocorrer após 6 meses da cura.

Quem tem herpes pode doar medula?

Sim, a doação de medula óssea pode ser feita se o doador tiver herpes. Outras doenças consideradas sexualmente transmissíveis como HPV, Clamídia e Sífilis também podem doar.

Nesses casos, os pacientes podem fazer o cadastro como doador e aguardar o agendamento para a coleta e análise da medula.

Lembrando que a medula óssea só é retirada para doação se houver alguém compatível precisando.

Quem tem vírus da herpes ou HPV pode doar sangue?

Tanto herpes quanto HPV são DSTs (doenças sexualmente transmissíveis) — ISTs (infecções sexualmente transmissíveis) — que não impedem a doação de sangue.

Mas o portador só poderá doar após o desaparecimento das manifestações de pele, que podem ser verrugas (no caso do HPV) ou lesões e erupções (no caso da herpes).

Quem não pode doar sangue?

Não pode ser doador quem:

  • Tem diabetes tipo I ou diabetes tipo II com lesão vascular;
  • Recebeu hormônio de crescimento ou outros medicamentos semelhantes;
  • Fez transplante de córnea ou implante de material biológico à base de dura-máter;
  • Recebeu transfusões de sangue, componentes sanguíneos ou hemoderivados nos últimos 12 meses;
  • Tem alguma enfermidade infecciosa aguda ou antecedentes de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue, por exemplo, malária;
  • Tem ou teve algum tipo de câncer, incluindo leucemia;
  • Tem graves problemas no pulmão, coração, rins ou fígado;
  • Tem ou teve brucelose;
  • Já teve esquistossomose hepatoesplênica;
  • Se foi submetido a transplante de órgãos ou de medula;
  • Tem problema de coagulação de sangue;
  • Já teve elefantíase ou hanseníase;
  • Teve tuberculose extra-pulmonar;
  • Já teve calazar (leishmaniose visceral).

Leia mais: Doação de sangue: requisitos, como e quem pode doar sangue


Quem tem herpes pode doar sangue e medula! Seguindo as orientações corretamente, é possível fazer o bem e ajudar ao próximo.

Mais dicas de bem-estar você encontra no Minuto Saudável!!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *