Doação de Sangue: requisitos, como e quem pode doar sangue

13

O que é Doação de sangue?

A doação de sangue é realizada através da coleta de sangue de um doador para que ele possa ser utilizado para tratar outra pessoa.

No Brasil são coletados 3,6 milhões de bolsas de sangue por ano, o que corresponde a apenas 1,8% da população doando sangue. Embora esse percentual esteja dentro dos parâmetros da Organização Mundial da Saúde (OMS), a instituição busca aumentar esse índice reduzindo a  idade mínima de 18 para 16 anos (com autorização dos responsáveis) e aumentando a idade máxima de 67 para 69 anos.

PUBLICIDADE

A OMS comemora, desde 2005, o dia 14 de junho como o Dia Mundial do doador de sangue, data que tem como intuito conscientizar a importância do ato e homenagear os voluntários que já praticam a doação.

Índice neste artigo você irá encontrar as seguintes informações:

  1. O que é Doação de sangue?
  2. Qual a importância de doar sangue?
  3. Tipos sanguíneos
  4. Requisitos básicos para doação de sangue
  5. Impeditivos para doar conforme o tempo
  6. Impeditivos definitivos
  7. Quem tem HPV pode doar sangue?
  8. O que é janela imunológica?
  9. Cuidados antes da doação
  10. Como é realizado o procedimento
  11. Cuidados após a doação
  12. O que é feito com o sangue doado?
  13. Exames alterados
  14. Volume de sangue coletado nas doações
  15. Intervalo de doações
  16. Doação de sangue e atestado médico
  17. Benefícios para doadores de sangue
  18. Como posso encontrar o local mais próximo de mim?

Qual a importância de doar sangue?

Embora a ciência tenha avançado muito e feito várias descobertas na área da saúde, ainda não foi encontrado um substituto para o sangue humano. Sendo assim, quando uma pessoa necessita de uma transfusão de sangue, ela só pode contar com a colaboração de voluntários.

Existem muitas situações que uma pessoa pode necessitar de uma transfusão, como por exemplo:

  • Pacientes vítimas de acidentes de carro;
  • Pacientes com queimaduras;
  • Pacientes anêmicos;
  • Pacientes com problemas de coagulação no sangue.

As transfusões são realizadas por diversos motivos, alguns deles são:

  • Aumentar a capacidade do sangue de transportar o oxigênio;
  • Restaurar o volume sanguíneo do organismo;
  • Melhorar a imunidade;
  • Corrigir distúrbios de coagulação.

Tipos sanguíneos

Existem oito tipos sanguíneos divididos na população. Nas tabelas abaixo você pode conferir como eles estão divididos  e quais são os tipos que podem doar e receber entre si.

Tipos sanguíneos na população

Grupo A+

36%

Grupo O +

37%

Grupo B +

9%

Grupo O –

7%

Grupo A –

6%

Grupo AB+

3%

Grupo B –

2%

Grupo AB –

1%

Doadores e receptores

Tipo sanguíneo

Pode receber de:

Pode doar para:

A

A e O

A e AB

B

B e O

B e AB

AB

A, B, AB e O

AB

O

O

A, B, AB e O

Requisitos básicos para doação

Existem alguns requisitos básicos para que seja possível efetuar uma doação de sangue, são eles:

  • Estar em boas condições gerais de saúde;
  • Estar descansado;
  • Ter entre 16* e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feito até os 60 anos de idade;
  • Pesar mais de 50kg;
  • Estar alimentado. É importante ter feito uma alimentação saudável antes da doação, por isso evite alimentos gordurosos e, após o almoço, aguarde 2 horas para doar;
  • Portar documento oficial com foto;
  • Respeitar o intervalo mínimo entre as doações;
  • Manter um estilo de vida saudável e não ter comportamento de risco.

* Para pessoas menores de 18 anos, é necessário um formulário de autorização dos responsáveis.

Você não poderá doar sangue caso:

  • Tiver idade inferior a 16 anos ou superior a 69* anos;
  • Pesar menos que 50 kg;
  • Estiver com anemia no teste realizado antes da doação;
  • Estiver com hipertensão ou hipotensão arterial no momento da doação;
  • Estiver com febre no dia da doação;
  • Estiver grávida;
  • Estiver amamentando, a menos que o parto tenha ocorrido há mais de 12 meses.

*O limite superior para a primeira doação é 60 anos. Quem tem 61 anos ou mais e nunca doou está inapto.

PUBLICIDADE

O doador também não poderá realizar o procedimento caso venha acompanhado de crianças menores de 13 anos e sem a presença de outro adulto para poder cuidar delas.

Impeditivos para doar conforme o tempo

48 horas

Por sete dias

  • Se você teve diarréia;
  • Após terminarem os sintomas de gripe ou resfriado;
  • Após se curar de conjuntivite;
  • Caso você tenha feito uma extração de dente;
  • Se você fez um tratamento de canal.

Por duas semanas

Por três semanas

Por quatro semanas

  • Caso tenha recebido vacinas de vírus ou bactérias vivas e atenuadas. Ex.: poliomielite oral (sabin), febre tifóide oral, caxumba, febre amarela, sarampo, bcg, rubéola, catapora, varíola e outros;
  • Se você recebeu soro antitetânico;
  • Após se curar da dengue;
  • Caso tenha feito uma cirurgia odontológica com anestesia geral.

Por oito semanas válida somente para homens

  • Após ter realizado uma doação de sangue. Esse período deve ser ampliado para 16 semanas se houve doação dupla de hemácias por aférese.

Por doze semanas válida somente para mulheres

  • Após uma doação de sangue. Esse período deve ser ampliado para 24 semanas se houve doação dupla de hemácias por aférese;
  • Após parto ou abortamento.

Por três meses

  • Caso tenha sido submetido a cirurgias como: apendicectomia, hemorroidectomia, hernioplastia, ressecção de varizes, amigdalectomia.

Por seis meses a 1 ano

  • Caso tenha sido submetido a uma cirurgia de médio ou grande porte, como: colecistectomia, histerectomia, tireoidectomia, colectomia, esplenectomia pós trauma, nefrectomia, entre outras;
  • Após a cura da toxoplasmose comprovada por exames laboratoriais;
  • Caso tenha realizado qualquer procedimento endoscópico, como endoscopia digestiva alta, colonoscopia e rinoscopia, você deverá aguardar seis meses;
  • Após o desaparecimento total da herpes labial ou herpes genital. No caso de Herpes Zoster (vírus Varicella Zoster), você está apto a doar após 6 meses da cura.
  • Caso tenha perfurado seu corpo com piercing (se o piercing for na cavidade oral ou genital, devido ao risco permanente de infecção, causa inaptidão por 12 meses após a retirada).

Por doze meses

  • Se você recebeu uma transfusão de sangue, plasma, plaquetas ou hemoderivados;
  • Se você recebeu um enxerto de pele;
  • Se você sofreu um acidente que houve contaminação com sangue de outra pessoa;
  • Se você já compartilhou agulhas com outras pessoas;
  • Se você teve relação sexual com um ou mais parceiros desconhecidos ou eventuais, sem o uso de preservativos;
  • Se você teve contato sexual com alguma pessoa que tenha recebido resultado positivo para o teste de HIV;
  • Caso tenha tido contato com pessoas que receberam ou pagaram pelo ato sexual utilizando dinheiro ou drogas;
  • Se você teve contato sexual com usuário de droga endovenosa;
  • Se você teve algum contato sexual com pessoa que tenha recebido transfusão de sangue nos últimos 12 meses;
  • Se teve relação sexual com portadores de hepatite;
  • Caso tenha realizado uma tatuagem ou maquiagem definitiva;
  • Caso tenha tido sífilis ou gonorreia;
  • Se você foi detido por mais de 24 horas.

Por cinco anos

Impeditivos definitivos

  • Resultado positivo para doenças transmitidas pelo sangue como Hepatite B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas;
  • Teve hepatite após os 10 anos de idade;
  • Já teve malária;
  • Recebeu enxerto de duramater;
  • Teve algum tipo de câncer, incluindo a leucemia;
  • Se você tem graves problemas cardíacos, pulmonares, nos rins ou no fígado;
  • Se você tem problemas na coagulação de sangue;
  • Se você tem diabetes com complicações vasculares ou está fazendo o uso de insulina;
  • Se você teve tuberculose extra-pulmonar;
  • Caso tenha tido elefantíase, hanseníase, calazar (leishmaniose visceral), ou brucelose;
  • Se você já teve esquistossomose hepatoesplênica;
  • Se você tem alguma doença que você não seja capaz de responder por si mesmo (inimputabilidade jurídica);
  • Caso tenha sido submetido a um transplante de órgãos ou de medula.

Quem tem HPV pode doar sangue?

Sim. Embora a doença HPV seja sexualmente transmissível, a mesma não impede a doação de sangue.

As DST‘s que impedem a doação de sangue são: Sífilis, HIV e a Hepatite B e C.

O que é janela imunológica?

A janela imunológica é correspondente ao período que o organismo já está infectado por alguma doença, mas ainda não produz anticorpos suficientes para serem detectados nos testes realizados na triagem sorológica.

O tempo de incubação varia conforme a doença, sendo assim, mesmo que não apresente os sintomas, você pode ser impedido de doar.

Cuidados antes da doação

Nas semanas antes da doação, procure inserir uma quantidade razoável de ferro em sua dieta, como carnes e frutos do mar. Você também pode encontrar fonte de ferro em comidas como: feijão, legumes, alguns tipos de pães e frutas.

Para evitar fraqueza, faça um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior e não consuma nada alcoólico por 24 horas antes da doação. No dia, evite o cigarro por no mínimo duas horas e procure se alimentar e beber de maneira saudável. Nunca vá doar sangue em jejum, pois isso vai impedir que você sinta uma sensação de desmaio ou tontura após a doação.

É necessário impedir determinadas atividades pelo menos 12 horas antes da doação, como conduzir ônibus e outros veículos de grande porte, pilotar aviões ou helicópteros, praticar esportes como paraquedismo ou mergulho e subir em andaimes.

PUBLICIDADE

Procure também utilizar roupas confortáveis e que podem ser facilmente dobradas. Se julgar necessário, leve uma lista com todos os medicamentos que você usa no dia a dia. Lembrando que não há restrição quanto o uso de anticoncepcionais ou remédios comuns, como analgésicos leves, mas você deve entrar em contato com o banco de sangue para confirmar a possibilidade de doação.

Como é realizado o procedimento

Fonte: Ministério da Saúde

O processo da doação de sangue geralmente é dividido em quatro etapas:

  1. Entrada no local.
  2. Histórico médico e exame mini-físico.
  3. Doação.
  4. Alimentação.

Todo procedimento leva em torno de uma hora.

1. Entrada no local

Neste primeiro momento, você vai preencher alguns papéis com suas informações pessoais, como nome, endereço, número de telefone e algumas perguntas sobre sua rotina diária.

2. Histórico médico e exame mini-físico

Após o preenchimento dos papéis, com base em suas respostas, um médico irá realizar algumas perguntas sobre sua saúde física e seu estilo de vida. Em seguida será realizado um mini exame físico para medir seu pulso, pressão arterial e temperatura. O médico também irá dar uma picada no seu dedo para medir o seu nível de ferro no sangue e certificar-se que é seguro para você fazer a transfusão.

3. Doação

Nesta hora, quando a doação acontece efetivamente, você irá se deitar em uma maca e um médico irá te preparar, verificando qual é o melhor braço para a retirada do sangue com base nas veias expostas. Após realizada a limpeza do local, uma agulha estéril será inserida em sua veia. Leva apenas alguns segundos e você pode sentir uma pequena picada rápida.

Será retirado de você cerca de um litro de sangue, e o processo deve levar menos de 10 minutos. Após a retirada da agulha, o responsável pelo seu atendimento irá fazer um curativo no local.

4. Alimentação

Logo após a doação, é recomendado que você permaneça no local para observação por cerca de 15 minutos. Nesse tempo, irá ser oferecido um lanche para que você consiga recuperar alguns fluidos que perdeu durante a doação.

PUBLICIDADE

Cuidados após a doação

Após a doação, você deverá aguardar sentado por 15 minutos antes de ser liberado. Tome bastante líquido e procure não fumar por pelo menos duas horas após a realização do procedimento.

Durante o dia, procure evitar exercícios físicos que exigem muito esforço, como  subir rampas e escadas, ou até mesmo frequentar a academia, pois pode existir o risco de você sentir-se fraco, com tonturas e até mesmo desmaiar.

Procure não utilizar o braço onde foi realizado a coleta, pois o esforço com ele poderá causar sangramento ou até mesmo hematomas.

Mantenha o curativo no local por no mínimo quatro horas. Caso haja sangramentos, pressione o local por alguns minutos e troque o curativo.

Caso você se sinta incomodado e prefira que o seu sangue não seja utilizado em doações, você pode ir ao local aonde fez a doação e pedir para que o sangue seja descartado.

Reações adversas

Durante a doação de sangue e até 24 horas após o procedimento, você pode observar algumas reações adversas relacionadas a alimentação precária, noite mal dormida, ansiedade e estresse, como:

  • Formigamento de mãos e pés;
  • Suor;
  • Vomito;
  • Turvação visual;
  • Sensação de desmaio, ocasionando, também, quadros raros de convulsões;
  • Hematoma no local de aplicação da agulha.

O que é feito com o sangue doado?

O sangue é separado em hemocomponentes, como concentrado de hemácias, concentrado de plaquetas e plasma fresco e passa por vários testes laboratoriais para conferir se está adequado para o uso, esses testes são:

  • Tipagem sanguínea, sorologia e NAT (teste do ácido nucleico) para hepatite C e HIV (vírus da Aids);
  • Sorologia para hepatite B, doença de Chagas, sífilis, e HTLV.

Logo após a triagem inicial, depois de comprovados que estão adequados para o uso, o sangue coletado é enviado aos hospitais para ser usado em pacientes que necessitam, como os que enfrentam sangramentos, os que fazem tratamento quimioterápico e em casos de cirurgias e transplantes.

O plasma que não for utilizado pode ser encaminhado para a Hemobrás, que é uma indústria de produção de medicamentos para pessoas que são portadoras de doenças hemorrágicas.

Caso algum exame der alterado, eu serei comunicado?

Sim. Caso exista alguma alteração nos resultados dos exames, será enviado uma correspondência para a sua residência solicitando que você compareça ao local onde doou sangue para coletar uma nova amostra e receber orientações médicas.

É importante que você não deixe de comparecer ao local, pois, além de esclarecer quaisquer dúvidas que possa ter, o médico irá te explicar como funcionam os resultados reagentes nos testes e que eles podem existir por vários motivos,  não que necessariamente exista alguma doença.

Volume de sangue coletado nas doações

O volume da coleta de sangue é igual para os homens e mulheres e está em torno de 405 a 495 mL.

Isso não interfere na saúde do ser humano, pois se retira menos que 10% do volume sanguíneo total de um adulto. A quantidade de sangue doado é reposto naturalmente pelo seu organismo.

Intervalo de doações

A frequência de doação quem determina é o doador, por isso nada impede a decisão de doar somente uma vez ao ano ou até mesmo uma vez na vida. Mas, caso você queira se tornar um doador frequente, existe um intervalo que deve ser respeitado:

  • Para os homens, o intervalo deve ser de 60 dias, contabilizando 4 doações por ano.
  • Para as mulheres, o intervalo é de 90 dias, contabilizando 3 doações por ano.

A diferença entre homens e mulheres é decorrente da reposição do estoque de ferro ser mais demorado no corpo feminino em virtude dos ciclos menstruais.

Doação de sangue e atestado médico

Caso julgar necessário, você pode solicitar um atestado médico no local onde fez a doação de sangue. As empresas são obrigadas, por lei, a aceitar o atestado pelo menos um dia do ano.

Benefícios para doadores de sangue

Embora seja proibido qualquer tipo de comércio com o sangue doado, pois entende que a ação deve ser voluntária, existem alguns benefícios concedidos a quem é doador regular, com a intenção de estimular o ato da doação.

Além da garantia do atestado médico por pelo menos um dia do ano sem descontos no salário, você pode obter desconto em ingressos de shows, cinemas, teatros e outros eventos com a apresentação da carteirinha de doador.

Como posso encontrar o local mais próximo a mim?

Existe uma lista disponibilizada pelo Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME) com todos os hemocentros do Brasil.

Para verificar qual é o mais próximo a você, Clique aqui.


Com a doação de sangue, além de ajudar quatro pessoas, você vai se sentir extremamente bem consigo mesmo após realizar esse gesto tão bonito e generoso!

Compartilhe com seus amigos para que eles saibam a importância da doação e se tornem um doador!

Referências

http://www.hemope.pe.gov.br/queroserdoador-escladuvidas.php 
http://www.prosangue.sp.gov.br/artigos/quem_nao_pode_doar
http://hemobanco.com.br/site/doacao-de-sangue/o-que-e-necessario-para-doar/
http://www.your.md/condition/blood-donation
http://www.webmd.com/a-to-z-guides/what-to-expect-when-you-give-blood#1
http://www.hemope.pe.gov.br/queroserdoador-escladuvidas.php

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (21 votos, média: 4,76 de 5)
Loading...

13 Comentários

Atenção: os comentários abaixo são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

  1. Eu sou doador de sangue aqui em BH. É muito importante para a minha saúde fazer o bem. Infelizmente, ceitas eréticas falsas proíbem a doação de sangue usando a Santa Palavra para dizer que não pode doar sangue. A própria Bíblia os desmascara, pois em nenhum lugar dela há a proibição de transfusão. Quando Noé sai da arca, Deus fez um pacto proibindo-o, sim, de comer sangue de animas. Nunca sangue humano. Jamais o Pai, o Filho e o Espírito Santo fez isso na terra de proibir de doar sangue. Jesus doou seu sangue por nós na cruz e nós devemos doar o nosso sangue pelos imrãos. Doe sangue. Sangue é vida. Para salvar vidas humanas. Jesus nosso Deus doou seu sangue e nós vamos doar o nosso sangue pelo nosso irmão.

      • Não. A triagem tem 2 etapas: triagem hematológica ( dosagem da Hemoglobina capilar e aferição da pressão arterial) e triagem clínica ( entrevista). Aí depois dessa etapa é que se colhe p sangue.

    • Sai depois da coleta. Antes da coleta só realiza exame de hemoglobina capilar ( pra ver se a pessoa não tem anemia).

  2. Absurdo os exames que sao feitos pra transfusão de sangue! Não é nada seguro. Pessoas com doenças auto imunes crônicas também não pode doar e não aparece nesses exames convencionais. Muitas pessoas descobrem esses tipos de doenças depois de muito tempo e se antes de descobrir faz doação? Eu mesma tenho esclerose múltipla diagnosticada a 3 meses, mais nos resultados só lesões antigas. Mais até diagnóstico da doença levei mais de 10 anos será q em um exame de sangue iria descobrir oq tenho? Dificilmente e quem sofre eh quem recebe essas transfusões. Mais claro o hospital recebe doação de graça enquanto para repassar para paciente eh cobrado. Nem que seja o estado que paga. E existe outras alternativas…

    • Por isso na entrevista é importante dizer a verdade. Os testes de triagem sorológica são para detectar doenças infecciosas como AIDS, Sífilis, Hepatite, Doença de Chagas e HTLV. Doenças auto imunes não são testadas.

  3. Bom dia, moro na sona sul, gostaria de saber se posso doar sangue, pois estou tomando calmante antidepressivo.

  4. Estou com o protozoário da toxoplasmose, a médica me disse que não precisa de tratamento, mas tenho família e fico com medo de transmitir para eles, existe essa possibilidade?

    • Olá Ivone!

      A transmissão de toxoplasmose geralmente acontece pela ingestão de alimentos ou água contaminados, porém, em casos mais raros, pode haver a transmissão por meio da transfusão de um sangue infectado. É importante esclarecer suas dúvidas com seu médico.

    • A toxoplasmose é transmitida por alimentos contaminados pelo protozoário ou pelo contato com fezes de felinos ( gatos) contaminados.

Deixe o seu comentário, nos preocupamos com sua opinião:

Por gentileza, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui

Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois apenas um médico pode prestar tal atendimento. Embora tentemos responder a todos os comentários, opiniões e e-mails que recebemos em até dois dias úteis, nem sempre é possível devido ao grande volume que recebemos. Por favor, tenha em mente que qualquer solicitação ao Minuto Saudável está sujeita aos nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, ao enviar, você indica sua aceitação.