Anelise Wickert (Minuto Saudável)
31/05/2019 08:00

Quando o bebê começa a mexer? Descubra se a barriga dói

Primeiramente, existe uma diferença entre o bebê mexer-se e a mãe conseguir senti-lo.

Em geral, é por volta da 6ª semana que os movimentos começam, mas como o bebê ainda é muito pequeno, a gestante pode ainda não perceber esses movimentos.

Na maioria dos casos, é somente na 20ª semana, entre o final do 4º e o início do 5º mês, que a mãe começa a notá-los.

Algumas mulheres que estão na 2ª gravidez podem percebê-los antes: em torno da 14ª a 16ª semana, ou seja, entre o final do 3º e o início do 4º mês.

Isso porque as mulheres que estão na primeira gestação podem ter dificuldades para identificar os movimentos, confundindo até com gases e cólicas intestinais.

Por volta da 22ª semana, o bebê já pesa em torno de 1 kG e pode dar socos e chutes, que  são percebidos com mais facilidade, sobretudo quando a mãe está deitada.

Movimentos na barriga: quando ficam mais intensos?

Em torno da 30ª semana (metade do 7º mês), ele fica naturalmente mais agitado, pois procura pela melhor posição dentro do útero. Isso pode gerar desconfortos mesmo quando a mãe está em pé.

Não há regra ou parâmetro para a quantidade de movimentos e eles ocorrem ao longo do dia. Mas para os mais agitadinhos, pode ser importante a mãe evitar o consumo exagerado de açúcar, pois pode ser uma fonte de energia a mais para o bebê.

Após a 35ª semana (metade do 8º mês), o parto está próximo e há menos espaço no útero, mas mesmo assim ainda pode sentir o movimentos, que devem ocorrer com menos frequência.

Durante as semanas finais, é normal que a gestante tenha dores na pélvis e na caixa toráxica.

Se houver qualquer movimento anormal, ou a falta de movimentos, é recomendado que se busque orientação com o obstetra que acompanha aquela gestação.

É possível sentir o bebê mexer com 3 meses?

Depende de cada gravidez. Normalmente, na primeira gestação, a mãe consegue sentir o bebê mexendo-se por volta do fim do 4º mês. Já as mulheres que estão na segunda gravidez podem sentir a movimentação no 3º. Durante os períodos iniciais, a sensação do bebê se mexendo também pode ser confundida com gases.

A mãe consegue sentir o bebê por meio de “sensores” que tem na pele. Deste modo, quando o bebê encosta na borda interna da barriga, esses “sensores” são ativados permitindo que a mulher perceba o movimento.

Mas, com 3 meses de gestação, o bebê ainda é muito pequeno e nem sempre encosta na borda da barriga. Por isso, é normal que a agitação seja percebida com mais sutileza e menos frequência.

Leia mais: Primeiro trimestre de gravidez: sintomas e cuidados iniciais

A sensação também é semelhante com um leve arrepio no estômago ou cócegas, e pode causar algumas cólicas.

Conforme o bebê cresce, é mais fácil determinar os movimentos.

Às vezes, é possível notar uma relação entre um movimento e uma situação. Por exemplo, quando a mãe conversa com a criança ou ingere algum alimento.

Além disso, ao deitar e relaxar é possível notar mais facilmente se o bebê está chutando.

Já o pai, os avós e outras pessoas podem senti-lo se mexer por volta da 25ª semana de gestação.

Quando o bebê começa a mexer dói?

Quando os primeiros movimentos começam a ser percebidos (lá pela 20ª semana), a mulher pode ter dores nas costas, no baixo-ventre e na lombar.

Muitas gestantes também sentem desconforto nesse período, por causa das cólicas causadas pelo agito do bebê no ventre.

Em geral, é mais adiante, quando o bebê está maior, que os chutes e movimentos dos braços podem causar dores. Mas elas tendem a ser passageiras e não tão intensas.

O bebê mexe todos os dias?

Sim. E a mãe deve senti-lo mexer todos os dias, após a 26ª semana.

A gestante deve perceber que os movimentos aumentam depois de uma refeição. Isso acontece porque quando a grávida se alimenta, o bebê também recebe mais energia.

Leia mais: O que comer na gestação?

Na verdade, é até recomendado que as gestantes se alimentem antes de fazer exames de pré-natal.

Os bebês também dormem, por isso podem ficar até 12 horas sem se mexer. Mas, se esse tempo for dobrado (ou seja, 24 horas) e a mulher não sentir nenhum tipo de movimento, é aconselhável procurar um médico.

Quando o bebê já está encaixado e na posição correta para nascer, a agitação é menor. Mesmo assim, a mãe deve perceber movimentos dentro da barriga.

Lembrando que hábitos saudáveis, alimentação adequada, descanso e acompanhamento médico são fundamentais para a saúde da mãe e do filho.


A movimentação dentro da barriga é um dos momentos mais esperados da gravidez. Sentir a agitação do neném é mágico para as mães.

Com esse encantamento, também é normal que surjam preocupações.

Por isso, o Minuto Saudável traz um conteúdo especial para explicar tudo sobre gravidez como a gestação semana a semana, além de outras informações sobre essa etapa importante da vida. Confira!

22/05/2019 18:46

Anelise Wickert (Minuto Saudável)

Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*