O parto significa o fim de um ciclo e o começo de uma nova etapa na vida da mulher. Muitas expectativas, medos e dúvidas sobre esse momento podem surgir na gestante, especialmente nas de primeira viagem.

Além de contar com o apoio da família e equipe médica, algumas mulheres podem preferir também ter ao seu lado uma doula, uma profissional especializada em prestar suporte físico e emocional durante esse momento.

A doula, que vem do grego “mulher que serve”, ajuda a gestante a enfrentar todas as inseguranças do parto, acompanhando-a antes, durante e depois do nascimento do bebê.

Abaixo explicamos as principais atividades e benefícios de se ter uma profissional como essa durante o momento do parto. Continue para saber mais.

O que é ser uma doula?

Doula é o(a) profissional, normalmente mulher, que oferece auxílio a gestante antes, durante e após o parto, oferecendo um suporte emocional e físico à mulher que deseja um parto mais natural e saudável. 

A doula também é uma profissional que está presente para oferecer suporte à família, ajudando o pai e/ou outros parentes a entenderem como lidar com esse momento.

Ela não substitui o(a) acompanhante da mulher no trabalho de parto, mas orienta a todos os envolvidos sobre como se comportarem e lidarem com aquele momento.

Pelo nervosismo, quem acompanha a gestante no parto muitas vezes não sabe como ajudar para tornar o momento mais confortável e tranquilo, na medida do possível.


O papel da doula é o de sugerir técnicas e formas de integração, buscando fazer a mulher sentir-se segura e confortável.

É importante destacar que a doula não é necessariamente alguém com formação médica, não sendo um requisito para exercer a atividade.

No entanto, existem muitas doulas com formação em áreas como psicologia, terapia ocupacional, fisioterapia e enfermagem, por exemplo, o que ajuda a trazer conhecimentos de áreas que contribuem para as atividades exercidas.

Historicamente, as mulheres sempre contaram com a ajuda de outras mulheres no parto e os registros marcam que o conceito de doula surgiu por volta de 1970.

Ou seja, apenas de parecer bem recente, a assistência ao parto por doulas já tem alguns anos.

A atuação dessas profissionais é reconhecida e incentivada pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), pelos benefícios do acompanhamento feito.

Leia mais: Como é um Parto normal? Dói muito? Passo a passo e vídeo

Doula é parteira? Qual é a função de uma doula?

A função da doula é ser um suporte emocional e físico à gestante para preparação do parto. Diferente da parteira, que também ajuda a mulher e a gestante na preparação do parto, a doula não realiza ou decide sobre procedimentos médicos.

Já a parteira pode realizar partos naturais, realizar medidas de emergência e ter responsabilidades com os cuidados com o recém-nascido. Por isso não são a mesma coisa, mas podem ser complementares.

Podemos entender as atividades da doula dividindo entre o que é feito antes, durante e depois do parto, além do suporte ao companheiro(a) e família.

Antes do parto

A doula precisa conhecer e estar em contato com a mulher antes do parto. Normalmente, há entre 4 a 6 encontros nesse período para que a mãe e a doula se conheçam. 

É importante que a gestante goste da doula e se sinta confortável perto dela, pois é uma pessoa que estará em um momento de bastante intimidade que é o parto e o pós-parto.

Nesse período, a doula também tem contato com o companheiro(a) da gestante e familiares. Ela deve explicar a todos sobre como será o parto, os procedimentos comuns, dar dicas de pontos de massagem e carinho que podem deixar a gestante mais tranquila e confortável.

Leia mais: Exercícios para grávidas (pré-parto): natação, respiratórios e mais

Durante o parto 

Não é a doula quem realiza o parto. Nesse momento, ela atua como uma ponte entre o atendimento médico e o casal. Ela pode ajudar explicando como serão feitos os procedimentos, facilitando termos médicos e prestando maior suporte emocional.

Outro papel importante da doula nesse momento é ajudar a gestante a encontrar posições mais confortáveis para o trabalho de parto, orientar para técnicas de respiração e medidas naturais para aliviar a dor, como massagens e banhos.

Depois do parto

Após o nascimento do bebê, a doula ajuda a mulher dando suporte em relação aos cuidados do bebê e amamentação.

Leia mais: O que é Licença Maternidade, como funciona, quando entrar, nova lei

O que a doula não faz?

Antes da grávida buscar o serviço oferecido pela doula, é importante que ela saiba o que é ou não de responsabilidade desse tipo de profissional, pois algumas atividades não podem ser desempenhadas pela doula, tais como:

  • Realizar procedimentos médicos ou clínicos (administração de remédios, pressão ou toques vaginais, monitoramento de batimentos cardíacos etc);
  • Discutir procedimentos com a equipe médica;
  • Intervir nas decisões médicas;
  • Substituir algum profissional da saúde necessário na assistência ao parto;
  • Substituir o acompanhamento médico da gestante.

Benefícios: qual o significado da doula no acompanhamento da gestante?

O acompanhamento da doula durante a preparação da gestante para o parto e o pós-parto é benéfico por esta ser uma profissional especializada em prestar suporte à gestante, algo que muitas vezes o companheiro, os familiares e até mesmo a equipe médica não conseguem prestar por vários fatores.

É uma forma mais humanizada de conduzir esse momento, que requer um preparo físico e emocional da mulher, já que pode ser muito difícil, desgastante e doloroso. Com as técnicas que possui e as orientações, a doula ajuda a mulher a sentir-se mais preparada. 

Além o bem-estar proporcionado à mãe, há estudos que mostram que a ajuda das doulas diminui os índices de cesáreas, pode reduzir o tempo do parto, o uso de fórceps (instrumento usado no parto para ajudar na retirada do bebê) e de ocitocina (hormônio que induz contrações e reduz sangramento no parto).

Ou seja, é uma forma de tornar o parto mais natural, permitindo que a mãe e o bebê tenham um processo próprio, íntimo e menos instrumentalizado.

Qual o preço do serviço de uma doula? Tem no SUS?

O preço de um acompanhamento de uma doula depende de muitos fatores. É importante considerar que as doulas tem um trabalho de preparação anterior ao parto, não prestando um serviço pontual no dia do nascimento do bebê.

Isso significa que não dá para a doula especificar os dias e horários de atendimento, logo que precisará prestar apoio a todo momento, sobretudo na hora que o bebê sentir-se pronto para nascer.

Por ser uma atividade que exige maior tempo e dedicação da profissional, o valor pode variar muito por conta disso. O tempo de experiência da doula, a região do Brasil em que atua e a formação prévia que possui são fatores que interferem no preço cobrado.

Em média, o preço do acompanhamento antes, durante e depois do parto varia de R$1200 a R$ 2,700. É cobrado pelo pacote do trabalho prestado.

É um valor muitas vezes alto devido às muitas horas de trabalho e investimento emocional da profissional. Além disso, por não ser uma prática ainda tão comum no Brasil, é difícil para estas profissionais viver apenas da renda obtida nesse exercício.

Apesar disso, há doulas que trabalham de forma voluntária, realizando essa atividade de forma gratuita. Algumas delas realizam esse voluntariado no SUS.

Para isso, elas devem procurar as unidades de saúde para se colocarem à disposição, definindo o período que possuem para a atividade.

A equipe dos hospitais realiza uma seleção das doulas e, em alguns casos, oferecem também treinamento para elas.

Como encontrar uma doula?

Existem diversos grupos e associações regionais de doulas pelo Brasil, que podem ser encontradas até mesmo pelas redes sociais. No site Doulas do Brasil é possível buscar de acordo com o estado em que mora.


A doula é uma profissional capaz de orientar e acompanhar a gestante e a família nesse momento especial que é o parto. Com técnicas de massagem, respiração e pelo suporte emocional prestado, ela ajuda a tornar esse momento o mais confortável possível para a mulher.

Se você realiza esse trabalho ou já teve contato com uma doula em uma gestação, compartilhe a experiência com nossos leitores nos comentários. 

Obrigada pela leitura e continue se informando sobre gestação aqui no Minuto Saudável.


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *