Os fungos são microrganismos do reino Fungi que podem causar diversas patologias no corpo humano.

Desde simples micoses até problemas graves, ao detectar uma doença provocada por um fungo, é importante buscar ajuda médica e realizar o tratamento correto.

Para esse tipo de enfermidade, existem algumas medicações que podem ser empregadas e, entre elas, a Nistatina.

A Nistatina é o princípio ativo de diversos medicamentos antifúngicos. Continue lendo e saiba mais sobre o medicamento!

Índice — neste artigo você vai encontrar: 

  1. O que é Nistatina?
  2. Para que serve a Nistatina em suspensão e creme?
  3. Nistatina serve para afta?
  4. Para que serve pomada Nistatina com Óxido de zinco?
  5. Qual a ação da Nistatina?
  6. Pode usar Nistatina no rosto?
  7. Qual a miligramagem disponível?
  8. Posologia: como usar conforme a bula?
  9. Quais os efeitos colaterais da Nistatina conforme a bula?
  10. Nistatina precisa de receita?
  11. Preço: qual o valor médio da Nistatina?

O que é Nistatina?

A Nistatina é uma substância com ação antifúngica, empregada como princípio ativo de alguns medicamentos.

É utilizada para tratar a candidíase oral e vaginal, infecções do trato digestivo e, quando associada a outras substâncias, dermatoses e assaduras. 

Sua via de administração pode ser oral, por meio de suspensão, ou tópica, em creme e pomada.


Em relação à contraindicações, o uso do medicamento é, em geral, bem tolerado por todos os grupos de idade, incluindo crianças que fazem terapia prolongada.

Vale ressaltar que a Nistatina não apresenta atividade contra bactérias, protozoários ou vírus, apenas contra fungos.

Para que serve a Nistatina em suspensão e creme?

A Nistatina, tanto em suspensão quanto em creme, serve para o tratamento de patologias causadas por fungos, principalmente o Candida Albicans, um dos tipos mais associados à candidíase vaginal e oral, sendo também conhecida como “sapinho”.

Em geral, a forma de administração varia de acordo com a especificidade do problema. As principais versões de Nistatina e suas funções são:

Suspensão oral (líquida)

A versão em suspensão oral é aquela em que a embalagem pode conter o produto já pronto direto do laboratório ou apenas um frasco com pó e instruções para preparo.

Nessa apresentação, a Nistatina é indicada para o tratamento de fungos na região bucal, como a candidíase oral, chamada popularmente de “sapinho”.

Além disso, é utilizado para tratar fungos na região do trato digestivo, como faringe, esôfago, estômago.

Creme vaginal 

O creme ginecológico é utilizado para o tratamento de uma patologia fúngica na região genital feminina chamada candidíase vaginal ou monilíase. 

Esse problema é causado por fungos do gênero Candida, sendo o mais comum o Candida Albicans, e provoca coceira, inchaço, vermelhidão, corrimento anormal e lesões esbranquiçadas na região.

Pomada/creme dermatológico

Tanto a pomada quanto o creme dermatológico são indicados para o tratamento de infecções fúngicas da pele, como assaduras e dermatoses — conjunto de doenças da pele com manifestações alérgicas.

Elas podem ser empregues para melhorar irritações na região genital, nádegas, axilas, entre os dedos e em outras regiões do corpo que sofram atrito.

Em geral, nessas apresentações, a Nistatina é acompanhada de outras substâncias como o Óxido de zinco, Sulfato de neomicina e Gramicidina, que auxiliam no combate a microrganismos.

Nistatina serve para afta?

Não. A Nistatina é uma substância antifúngica, ou seja, combate patologias causadas por fungos.

Apesar das causas da afta não serem completamente conhecidas, em geral, seu aparecimento não é provocado por fungos.

As aftas são pequenas úlceras que podem surgir em qualquer região da boca, como gengiva, língua e mucosas gengiva.

Elas são lesões com coloração esbranquiçada ou amarelada, podem ter diversos tamanhos e costumam ser doloridas.

De maneira geral, costumam desaparecer em um período entre 1 a 2 semanas. Caso o desconforto seja muito grande, alguns medicamentos anestésicos e que aceleram a cicatrização podem ser utilizados.

Para que serve pomada Nistatina com Óxido de zinco?

A associação da substância Nistatina juntamente com o Óxido de zinco em forma de pomada, serve para o tratamento de problemas na pele. É indicado para assaduras em bebês, provocadas geralmente por uso de fraldas, e também para o alívio de irritações na região genital e em outras áreas do corpo que sofram atrito.

O Óxido de zinco é um composto químico que atua inibindo o crescimento de fungos. Além disso, ele tem ação adstringente e antisséptica, que promove ação suavizante, cicatrizante e protetora da pele.

Dessa forma, em conjunto com a Nistatina, a pomada age eliminando o fungo causador da assadura e promovendo ação protetora e cicatrizante da pele.

Isso, pois, quando aplicado, o medicamento cria uma camada protetora que reduz a fricção entre a derme e as fraldas. Além disso, ajuda a impedir o contato da pele com urina e fezes.

Assim, promove a melhora de assaduras e irritações provocadas por atrito.

Qual a ação da Nistatina?

Assim que começa a fazer efeito no organismo, a Nistatina identifica os fungos causadores das patologias e se liga à parede das suas células, causando a sua destruição.

Isso ocorre pois, ao entrar em contato com o agente infeccioso, o medicamento se liga aos esteroides (compostos químicos) presentes na parede das células dos fungos e provoca a alteração da permeabilidade dessa membrana.

Nesse momento, a substância presente no interior da célula do fungo é extravasada, causando a sua destruição.

Vale ressaltar que a Nistatina apenas apresenta atividade contra fungos, não sendo eficaz no combate a bactérias, protozoários ou vírus.

Pode usar Nistatina no rosto? 

A pomada de Nistatina, assim como outras existentes para assadura, tem potencial de hidratação e cicatrização. Por isso, algumas pessoas fazem uso do medicamento no rosto. Em geral, além da hidratação, esse uso tem como objetivo clarear manchas da pele, como o melasma.

Entretanto, não há na bula qualquer indicação para uso tópico no rosto. A Nistatina é um medicamento com ação antifúngica e não tem relação direta com a remoção de manchas.

Além disso, o uso sem recomendação médica ou farcêutica pode causar efeitos colaterais como alergias.

Dessa forma, vale evitar esse tipo de uso e consultar sempre seu médico(a) dermatologista responsável, que indicará a melhor forma de tratamento para cada quadro clínico.

Qual a miligramagem disponível?

A Nistatina está disponível em diferentes apresentações e em diferentes miligramagens.

Em geral, a miligramagem de medicamentos como a Nistatina são contabilizados por meio das Unidades Internacionais (UI). Nesse caso, os valores são apresentados em UI/mL ou UI/mg.

Para os casos de UI/mL, como a suspensão oral por exemplo, isso significa que para cada mL do líquido, há um valor presente de Nistatina. Da mesma forma, nos casos de cremes, para cada mg há determinada quantidade (UI) de nistatina.

Na versão em suspensão oral, a miligramagem disponível é:

  • 100.000UI/mL — 100.000 unidades de Nistatina por mL da suspensão oral.

Já para a Nistatina em creme vaginal, os valores são:

  • 25.000UI/g — 25.000 unidades de Nistatina por g de creme;
  • 20.000UI/g — 20.000 unidades de Nistatina por g de creme.

No caso do medicamento versão pomada/creme dermatológico, a miligramagem é geralmente:

  • 100.000UI/g — 100.000 unidades de Nistatina por grama de creme.

Posologia: como usar conforme a bula?

A posologia pode variar de acordo com a apresentação utilizada e patologia a ser tratada.

Vale lembrar que os valores podem variar de acordo com o quadro clínico de cada paciente. Por isso, é essencial seguir as orientações médicas.

Além disso, independentemente da forma de apresentação, o uso da medicação deve ser mantido por no mínimo 48 horas após o desaparecimento dos sintomas, a fim de evitar reinfecção.

O modo de uso de cada versão é:

Suspensão oral

Para administração via oral, de acordo com a bula, alguns passos devem ser seguidos:

  1. Higienize a boca de maneira adequada;
  2. Adicione o medicamento à boca e faça um bochecho com o líquido durante vários minutos (o máximo de tempo suportado);
  3. Em seguida, engula.

Para bebês em fase de amamentação e crianças pequenas, é recomendado adicionar metade da dose utilizada em cada lado da boca.

As doses indicadas, são:

  • Lactentes: 1mL ou 2mL,  4 vezes ao dia;
  • Crianças e adultos: 1mL a 6mL, 4 vezes ao dia.

O valor das doses deve ser indicado pelo(a) médico(a) responsável, levando em consideração as características do(a) paciente.

Creme vaginal

O creme ginecológico é aplicado via intravaginal, dessa forma, a embalagem é acompanhada de alguns aplicadores.

De acordo com a bula, a posologia indicada é: 

  • Aplicação diária de 1 aplicador cheio por dia do medicamento, durante 14 dias. 

Já as orientações para o preparo do aplicador, são:

  1. Remova a tampa e perfure o lacre do tubo;
  2. Encaixe o aplicador no bico do tubo;
  3. Com uma das mãos segure o tubo e, com a outra, puxe o aplicador do êmbolo até o final;
  4. Aperte o tubo de maneira delicada, para que o creme entre e preencha o espaço vazio do aplicador;
  5. Desencaixe o aplicador e tampe o tubo.

Para realizar a administração, os passos são:

  1. Deite-se de costas e introduza o aplicador na vagina suavemente, sem provocar desconforto;
  2. Empurre o êmbolo até o final, depositando todo o creme na vagina.

Não reutilize aplicadores. Para uma nova aplicação, um novo aplicador deve ser utilizado.

Pomada/creme dermatológico

A versão em pomada ou creme dermatológico é de uso tópico e deve ser utilizada diretamente no local afetado.

Para assaduras em bebês, a bula indica aplicar o medicamento em toda a região afetada, após o banho e a cada troca de fralda. 

É importante que a pele do bebê esteja higienizada e seca de maneira adequada antes da aplicação.

Já para outras áreas do corpo, é recomendado aplicar 2 vezes ou mais ao dia, de acordo com orientação médica.

Quais os efeitos colaterais da Nistatina conforme a bula?

Assim como outros medicamentos, a Nistatina pode provocar efeitos colaterais em algumas pessoas. 

Entre os principais estão:

  • Irritação da pele;
  • Dermatite de contato;
  • Vermelhidão na pele (rash);
  • Coceira (urticária);
  • Inchaço nas camadas mais profundas da pele (angioedema);
  • Diarreia;
  • Distúrbios gastrointestinais;
  • Enjoo;
  • Vômitos.

De forma rara, pode haver casos de:

  • Erupções cutâneas;
  • Síndrome de Stevens-Johnson (formação de edemas com bolhas).

Vale ressaltar que cada organismo reage de forma diferente ao medicamento. Dessa forma, não necessariamente todas as pessoas sofrerão os efeitos colaterais.

Nistatina precisa de receita?

Sim. Para obter os medicamentos que contenham Nistatina como princípio ativo é necessário apresentar prescrição médica.

A receita necessária é a branca simples, ou seja, sem retenção de receita.

Preço: qual o valor médio da Nistatina?

O preço da Nistatina pode variar de acordo com a região geográfica, estabelecimento de compra, apresentação e marca indicada na receita médica.

Para comparar os preços e realizar a compra, é possível utilizar o site do Consulta Remédios, que indica os melhores valores em diferentes farmácias de cada região.

Os preços aproximados são:

Suspensão oral

Algumas das marcas disponíveis e seus respectivos preços* para a versão de suspensão oral são:

*Preços consultados em maio de 2020. Os valores podem sofrer alteração.

Creme ginecológico

As opções de creme ginecológico com Nistatina e seus preços* são a partir de:

*Preços consultados em maio de 2020. Os valores podem sofrer alteração.

Pomada/creme dermatológico

Entre as alternativas de pomada ou creme dermatológico de Nistatina e seus preços* estão:

*Preços consultados em maio de 2020. Os valores podem sofrer alteração.


Quando alguma parte do corpo não está bem, em geral, o organismo apresenta alguns sintomas.

É importante saber identificar esses sinais e buscar o recurso terapêutico correto, para restaurar a saúde do(a) paciente.

Para o caso de algumas infecções fúngicas, existe a Nistatina, medicamento que auxilia no combate desse tipo de patologia.

Quer saber mais sobre remédios e saúde? O Minuto saudável tem outras informações completas para você! Leia mais e continue informado(a)!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.