Uma pesquisa feita na Universidade de Glasgow Caledonian, em parceria com a Universidade de Edinburgh Napier, descobriu que guardar rancor afeta a saúde emocional e física.

Os pesquisadores descobriram que se você sente alguma dor, ao guardar rancor aumentam as chances da dor ser mais intensa e mais frequente.

Por exemplo: pessoas que sofrem com enxaquecas, quando mantêm esse sentimento, podem ter crises mais fortes e com mais continuidade.

Os pesquisadores acreditam que a raiva ativa um sensor de alerta, gerado pela adrenalina e conhecido como “brigue ou fuja”. Quando ativado, a pressão sobe e os ritmos cardíaco e respiratório são acelerados.

Se tal estresse é mantido no organismo, há mais dificuldade de relaxar e desacelerar essas funções. Assim, é mais fácil desenvolver doenças cardíacas ou psicológicas.

Leia mais: Maus-tratos na infância podem causar depressão na fase adulta

Os pesquisadores concordaram que para evitar o rancor, é importante perdoar.

Refletir sobre a causa da raiva, praticar algum tipo de meditação, tentar criar empatia com a outra pessoa e perdoar a si mesmo, são passos que podem ajudar a perdoar.

Segundo a pesquisa, os benefícios do perdão são imediatos, diminuindo problemas como ansiedade, depressão e hostilidade, além de aumentar a felicidade, a empatia e a sensação de bem-estar.

A pesquisa também descobriu que há uma relação entre idade e perdão. Segundo o levantamento quanto mais velho, mais fácil é de perdoar.

Leia mais: Gentileza: desejar o bem pode reduzir a ansiedade

Doença que podem ser acentuadas pelo rancor

O rancor é um sentimento que pode gerar doenças psicossomáticas, ou seja, vivenciá-lo continuamente pode acarretar em danos físicos ao corpo, como hipertensão, taquicardia, gastrite, asma, bronquite, artrite, artrose e enxaqueca.

O rancor ainda pode atrapalhar o sono e a alimentação, aumentar o colesterol e a pressão, além de favorecer o consumo excessivo de álcool e cigarros. Ou seja, quem sai perdendo é somente a pessoa rancorosa.


Os sentimentos também influenciam em nossa saúde. O rancor e o ódio, além de prejudicar o bem-estar emocional também pode causar dores físicas. Liberte-se e perdoe.

Fonte: Health Day

Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Editor Médico

Dr. Paulo Caproni

CRM/PR 27.679

Graduado em Medicina pela PUCPR. Residência Médica em Medicina Preventiva e Social pela USP. MBA em Gestão Hospitalar e de Sistemas de Saúde pela FGV.

Farmacêutica Responsável

Dra. Francielle Mathias

CRF/PR 24612

Farmacêutica generalista, com Mestrado em Ciências Farmacêuticas, ambos pela Unicentro. Doutorado em Farmacologia pela UFPR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *