O 4º mês de gravidez marca o começo do 2º trimestre, uma época de transformações e novidades na vida da futura mãe. Nessa época, o tamanho da barriga começa a aumentar e os primeiros movimentos do bebê surgem.

A 14ª semana de gravidez é a primeira deste semestre. O bebê começa a se esticar na barriga — nessa fase ele ainda tem espaço para isso — e uma camada de pelo surge em seu corpo, para protegê-lo e ajudar com a regulação de temperatura.

Quanto tempo de gravidez marca o segundo trimestre?

O 2º trimestre de gravidez começa no início do 4º mês. Em semanas, o período compreende da 14ª semana até a 26ª semana, que marca o fim do 6º mês de gravidez.

Leia mais: Calculadora Gestacional (semanas, meses): como calcular, ultrassom

Como está o feto no segundo trimestre de gravidez?

Essa é uma época de diversas transformações. O crescimento da criança e da barriga é acelerado e os primeiros movimentos aparecem.

No começo do trimestre, ainda existe muito espaço entre o feto e as paredes do útero, mas aos poucos esse espaço fica menor e cada movimento se torna mais notável.

Depois que o bebê começa a se mexer, ele não vai parar mais e os primeiros movimentos envolvem os músculos faciais e as mãozinhas. Nelas, há também as unhas e os primeiros traços de impressões digitais se formando.

Quando os primeiros movimentos aparecem, não vai demorar até que os chutes sejam sentidos.


Sexo do bebê

Na 16ª semana de gravidez, que é a 3ª do segundo trimestre, é possível identificar o sexo da criança através do ultrassom.

Muitas mamães aguardam ansiosas para saber se vai nascer um menininho ou uma menininha. Até é possível saber já na 8ª semana, mas os exames são caros.

Na 10ª semana, o ultrassom é capaz de identificar o sexo do bebê também, mas depende muito da posição dele ou dela.

É só na 16ª semana que fica claro no ultrassom. Claro que pode haver algum erro do profissional ou a posição dificultar, mas na maioria dos casos, é aqui que é possível identificar o sexo da criança.

Nessa fase, a frequência urinária aumenta e constipação pode aparecer. Isso acontece porque, conforme o útero cresce, ele pode pressionar a bexiga (o que faz você fazer mais xixi) e o intestino (o que pode dificultar a passagem das fezes).

As temidas estrias também podem começar a aparecer, justamente por conta do crescimento acelerado da barriga. Para evitá-las, lembre-se da hidratação constante!

Soluços do bebê também são esperados. O sistema respiratório da criança ainda não está preparado para o mundo aqui de fora, mas está começando a praticar.

Nem sempre eles são perceptíveis, mas, quando são, é possível sentir os pulinhos que o bebê dá lá dentro do útero!

Crescimento da barriga começa a acelerar

No 2º trimestre de gravidez a barriga cresce rápido. Bem rápido.

Na 14ª semana, o bebê tem pouco mais de 50 gramas e o tamanho de um pêssego. Na 26ª semana, ele já está com aproximadamente 760 gramas, chegando perto de 1 kg!

Conforme ele cresce, a barriga pode começar a ficar pesada e pode trazer alguns probleminhas para a mãe.

A posição de dormir pode ficar desconfortável, os músculos podem apresentar dores e a coluna pode sofrer um pouco, então se lembre de descansar bem. Deitar de lado pode ser o mais indicado.

Os problemas da bexiga e intestinos podem ficar mais comuns, portanto, esteja preparada! Caso haja muita dor, ou qualquer um dos incômodos seja severo demais, é importante consultar o médico.

Enjoo e dores no segundo trimestre de gestação

Em muitos casos, o enjoo intenso que ocorre nos primeiros meses de gravidez passa no 2º trimestre. Entretanto, é importante lembrar que eles podem não passar e só ficar menos intensos.

Já as dores começam a aparecer mais conforme o tempo passa, já que o útero cresce e pode forçar os músculos e a coluna por causa do peso e pressão interna.

Lembre-se de que se estes sintomas estiverem muito fortes ou frequentes, é importante ir ao médico para avaliar a situação e ter certeza de você está bem.

Leia mais: Conheça os benefícios do pilates na gravidez

Corrimento no segundo semestre de gravidez

Pode haver corrimento vaginal durante essa fase da gestação, o que pode ser normal. Entretanto, em alguns casos, pode representar tanto uma possível infecção, que pode ser perigosa para o bebê, quanto a possibilidade de um vazamento de líquido amniótico.

No 3º trimestre, esse vazamento é comum, mas quando ele acontece no 2º trimestre da gestação, pode ocasionar sérios problemas para o bebê e para a mãe. Significa que pode haver um rompimento no útero e é essencial ir ao médico verificar!

Entre outras coisas que devem ser observadas durante essa fase estão o açúcar do sangue e a pressão arterial. O acompanhamento destas informações é importantíssimo!

20ª semana

A 20ª semana marca a metade da gravidez. Os movimentos da criança se tornam mais coordenados, com chupões de dedo, por exemplo.

O sistema digestivo está em treinamento, com o bebê engolindo o líquido amniótico, que é processado pelo intestino e se transforma em mecônio (um líquido esverdeado, resultado das primeiras evacuações de um bebê, composto pelo líquido amniótico).

Nessa fase da gravidez, o peso extra que a mãe carrega é de 4kG a 6kG. Falta de ar, dores nas costas e umbigo saltado são esperados por causa do crescimento do útero.

Chutes

É no 2º trimestre que os chutes finalmente aparecem. A criança está cheia de energia dentro do útero e não espere que ela vá diminuir.

O bebê pode rolar, chutar, se mexer bastante nessa fase. Você pode sentir os movimentos na parte baixa da barriga. Os chutes podem atingir a bexiga, o que pode te levar para o banheiro.

Na segunda metade do 2º trimestre, o bebê começa a ficar muito grande para se mover com facilidade, então os reposicionamentos se tornarão mais incomuns, mas os chutes não param.


O segundo trimestre da gravidez é marcado por mudanças rápidas, crescimento da barriga, a identificação do sexo do bebê e o início dos movimentos e chutes da criança.

Compartilhe este texto com seus amigos para que eles aprendam mais sobre esta fase da gravidez!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *