Estela (Minuto Saudável)
15/05/2019 08:00

Preenchimento de olheiras com ácido hialurônico ou com gordura?

Quem sofre com as olheiras sabe muito bem o quanto elas podem tornar nossa aparência mais cansada e acabar afetando a autoestima.

Para disfarçá-las, muitas mulheres apostam em maquiagens, cremes clareadores e procedimentos estéticos, como o preenchimento.

Buscamos no artigo abaixo esclarecer as principais dúvidas sobre o preenchimento de olheiras. Confira!

O que é uma olheira?

Olheiras são as manchas escuras em torno dos olhos que podem surgir em diferentes formas e cores, normalmente sendo marrons, azuladas ou um pouco arroxeadas.

São causadas por fatores como genética, tabagismo, poucas horas de sono, profundidade dos olhos, estresse, excesso de melanina, envelhecimento e espessura da pele.

Por isso, podemos dizer que há vários tipos de olheiras, tais como as olheiras profunda, pigmentares, sanguíneas e as vasculares. Entenda:

Olheiras pigmentares

São olheiras de tom amarronzado, mais comuns em pessoas de pele negra e morena. Por serem causadas pelo acúmulo de melanina na região em torno dos olhos, são consideradas um tipo de melasma.

Sem proteção adequada ou com exposição solar excessiva, esse tipo de olheira pode piorar. No entanto, existem peelings, procedimentos a laser e dermocosméticos que ajudam a tratar.

Olheiras profundas

Normalmente são as olheiras com coloração castanha ou marrom, presentes em pessoas que possuem o globo ocular com cavidade mais profunda. Assim, a olheira cria um olhar ainda mais profundo, devido a sombra que se cria.

A causa desse tipo de olheira é genética, pois se relaciona a estrutura óssea facial da pessoa.

Olheiras vasculares

Podem ocorrer como consequência de algum distúrbio no sistema circulatório ou por retenção de líquidos. No entanto, podem estar relacionadas também ao estresse, cansaço e horas de sono insuficientes.

Geralmente, são olheiras que apresentam uma cor ligeiramente azulada, podendo surgir junto ao um pequeno inchaço na região em torno dos olhos.

Olheiras sanguíneas

Essas olheiras acontecem pelo acúmulo de hemoglobina nos vasos sanguíneos na região dos olhos. No entanto, alguns fatores podem piorar o problema, como desidratação e rinite alérgica.

Quem possui esse tipo de olheira, aparenta ter manchas com coloração arroxeada em torno dos olhos.

Quando preencher as olheiras?

O preenchimento de olheiras é mais indicado para as pessoas que possuem o tipo de olheira profunda. Ou seja, quando a pessoa apresenta uma depressão do sulco logo abaixo dos olhos, que forma uma sombra marcante.

Devido a essa característica, ficam com o rosto sempre com aspecto de cansaço.

Para diminuir esse problema, o preenchimento é a opção com os resultados mais satisfatórios.

Isso porque, dependendo do caso, nem o uso de dermocosméticos ou maquiagens dão conta de disfarçar essas sombras.

Mas, de modo geral, o preenchimento de olheiras é um procedimento simples, para correção das olheiras profundas.

É feito para preencher os sulcos, depressões ou rugas presentes em torno da região dos olhos, que podem ser causadas pelo envelhecimento ou por uma questão genética.

Nos demais tipos de olheiras, há tratamentos que proporcionam bons resultados, como o uso de cremes e outros procedimentos estéticos, pois as causas não estão relacionadas a uma característica física, como é no caso da olheira profunda.

Por isso, o preenchimento não é recomendado para todas as pessoas.

Leia também: Como tirar olheiras: dicas simples e rápidas para amenizar

Como funciona o preenchimento com ácido hialurônico?

Apesar de existirem outras opções de preenchimento, como o feito com gordura, o preenchimento de olheiras feito com ácido hialurônico é a opção mais utilizada.

Esse ácido é uma substância que nosso organismo produz naturalmente, mas que passa a produzir em menor quantidade a partir dos anos. Assim, a pele acaba ficando mais ressecada e com aspecto envelhecido.

Esta é uma opção para as pessoas que possuem olheiras profundas e que não conseguem bons resultados com outros tratamentos estéticos.

O preenchimento com ácido hialurônico ajuda a tratar o problema ao devolver elasticidade e hidratação a pele.

Essa melhora da hidratação da pele acontece devido ao potencial do ácido hialurônico de absorver água com bastante facilidade.

Por isso, ele ajuda a suavizar rugas, cicatrizes e olheiras, sendo uma substância presente em diversos dermocosméticos.

Além disso, o preenchimento de olheiras com ácido hialurônico também proporciona uma espécie de amortecimento que ajuda na reparação dos tecidos, preservando a ação da elastina e do colágeno na pele.

Apesar de ser uma substância sintética, o ácido hialurônico utilizado no preenchimento pode ser utilizado sem grandes riscos, sendo um procedimento seguro e com bons resultados.

O importante é ter em mente de que é preciso buscar um profissional competente para fazer o procedimento da forma mais segura possível.

Na prática, como é feito?

O preenchimento normalmente é feito por um dermatologista ou cirurgião plástico, mas também pode ser realizado por outros profissionais, como o cirurgião-dentista ou biomédico.

O profissional, independente da área, deve iniciar o procedimento realizando a higiene adequada da região e fazendo a marcação em que a injeção de ácido hialurônico será feita.

Para essa marcação, o profissional deve apalpar a borda óssea da região dos olhos, para definir onde o ácido deve ser injetado.

Ao contrário de outros tipos de preenchimento, no caso das olheiras, é preciso ter bastante cuidado com a densidade da aplicação, por se tratar de uma pele mais fina do que dos lábios.

Por exemplo, se as injeções forem muito superficiais pode ocorrer um efeito contrário ao propósito do tratamento, causando o surgimento de hematomas, inchaço e nódulos.

Após a marcação, uma pomada anestésica é aplicada no local, para que o paciente não sinta dor ou desconforto durante a aplicação do preenchimento.

Após a injeção do ácido hialurônico, o profissional realiza uma massagem na região, ajudando a espalhar melhor a substância aplicada e suavizando as depressões.

Esse é um procedimento que pode ser feito em homens e mulheres, com anestesia local e com duração, em média, de 15 minutos.

Qual a diferença no uso da cânula ou da agulha?

A aplicação do ácido hialurônico pode ser feita com cânula ou com agulha, o que pode ser uma escolha do profissional.

Normalmente, a opção mais utilizada é a cânula, por ser um instrumento que oferece um risco muito menor de traumas ao tecido (pele).

Com a cânula, as chances do procedimento provocar hematomas ou de atingir algum vaso sanguíneo é bem mais reduzido, devido a ponta romba (mais achatada ou “quebrada”) que possui.

No entanto, o preenchimento pode ser feito com a agulha e o paciente ter os mesmos resultados. Portanto, é mais uma decisão ou preferência do profissional.

Como é feito o preenchimento com gordura?

Apesar de ser mais utilizado como tratamento para rugas, o preenchimento com gordura também é uma alternativa para as olheiras profundas.

Ele é recomendado por ajudar a combater o envelhecimento causado por fatores como flacidez dos músculos, flacidez da pele e perda óssea.

Esse procedimento é feito com o uso de gordura do próprio paciente, retirada de outra região do corpo (normalmente da região abdominal).

Após a retirada dessa gordura, ela passa por um processo em que é centrifugada e separada de outros fluidos (como água e sangue), para que fique purificada.

Isto feito, a gordura está pronta para ser injetada na derme do paciente, a camada superficial da pele, em que as rugas, olheiras e outras linhas de expressões surgem.

O procedimento leva em torno de 30 a 60 minutos e é feito com uso de cânula e anestesia.

Apesar de ser uma técnica minimamente invasiva, o paciente poderá ter de passar alguns dias em repouso.

Quanto tempo dura o efeito?

O preenchimento de olheiras não é um procedimento definitivo. Por isso, após algum tempo, para manter os mesmos resultados, o paciente deverá refazê-lo. O tempo de duração depende muito para cada pessoa.

Com ácido hialurônico, a duração em média varia entre 6 meses a 1 ano, podendo durar até 2 anos em alguns casos.

Com gordura, os resultados costumam ser ainda mais duradouros, mas a média de tempo também depende muito de fatores como estilo de vida e genética de cada pessoa.

Preenchimento de olheiras causa inchaço?

Pode causar. Em alguns pacientes, é possível que a região em torno dos olhos fique mais avermelhada e inchada nos primeiros dias após o procedimento.

Essa inchaço pode ocorrer como consequência a ação do ácido hialurônico no organismo, por ele ser capaz de absorver uma quantidade muito grande de água.

Por isso, o médico pode recomendar o uso de compressas de gelo durante 5 a 10 minutos na região, para ajudar a amenizar o inchaço. O normal é que esse inchaço desapareça dentro de algumas horas após a realização do preenchimento ou no máximo até 2 dias.

Preenchimento de olheiras deixa o olho roxo?

Pode deixar. O surgimento de hematomas nem sempre acontece em todos os pacientes, mas de maneira geral, nos primeiros dias é comum que a região fique avermelhada ou mais arroxeada.

Dependendo da forma da aplicação (uso de agulhas ou profundidade inadequada), pode ocorrer algum dano aos tecidos e a formação de hematomas. Por isso, a região pode ficar roxa.

Preenchimento de olheiras dói?

Não deve doer. O preenchimento de olheiras é um procedimento feito com o uso de anestesia. Por isso, não deve causar dor ou desconforto no paciente durante a realização da técnica.

No entanto, se após passar o efeito da anestesia surgir algum incômodo ou dor, converse com o profissional.

O procedimento é definitivo?

Não. O preenchimento, seja ele feito com gordura ou ácido hialurônico não dura para sempre. Para cada pessoa pode durar um tempo diferente, mas em média dura no máximo até 2 anos.

Antes e depois

Quem está na dúvida entre fazer ou não um procedimento estético, além de se informar sobre como ele funciona, também busca por casos de “antes e depois” para tomar uma decisão.

No caso do preenchimento de olheiras não é diferente. Ainda que para cada pessoa os resultados possam ser diferentes, é interessante ver alguns exemplos:

Quais são os riscos?

Os riscos relacionados ao preenchimento de olheiras são baixos. Se feito adequadamente e por um profissional capacitado, os riscos são mínimos.

No entanto, por ser um procedimento cirúrgico, os riscos de algumas reações podem ocorrer. Alguns exemplos são:

  • Irritação;
  • Inchaço;
  • Vermelhidão.
  • Descoloração da pele;
  • Rigidez dos tecidos na região;
  • Hematomas;
  • Injeção intravascular;
  • Inflamação;
  • Irregularidade na pele;
  • Nódulos.

Normalmente, quando o paciente apresenta algumas dessas reações, costuma ser de forma leve, desaparecendo dentro de 2 a 3 dias após a realização do preenchimento.

Contraindicações: quem não deve fazer?

O preenchimento de olheiras é uma técnica segura, mas não é recomendada em casos específicos.

As contraindicações incluem pessoas nas seguintes condições:

  • Gestantes e lactantes;
  • Alérgicos aos componentes do preenchimento ou da anestesia;
  • Pessoas com feridas na pele ou alguma inflamação;
  • Pacientes com lúpus.

Preço: qual o valor do preenchimento?

O valor de um preenchimento de olheiras depende de vários fatores, como região do país em que é feito,  qual o profissional, a clínica e o tipo de preenchimento (ácido hialurônico ou gordura).

De modo geral, não é um procedimento tão barato, podendo variar de R$ 1,000 a acima de R$ 2,000.


Para se livrar daquele aspecto de cansaço e envelhecimento que as olheiras podem causar, uma das opções é apostar no preenchimento.

Por isso, buscamos esclarecer aqui as principais dúvidas sobre o tema.

Se você ficou com vontade de fazer ou já realizou esse procedimento, compartilhe com a gente em nosso espaço de comentários! Obrigada pela leitura!

14/05/2019 15:14

Estela (Minuto Saudável)

Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*