Cada vez mais a medicina e as pesquisas em saúde têm desenvolvido tratamentos que dão mais bem-estar a pacientes, sobretudo em doenças graves, como o câncer.

O acetato de abiraterona é um desses tratamentos que, quando ofertados corretamente, podem melhorar consideravelmente a vida da pessoa com câncer de próstata em estado avançado.

O medicamento tem demonstrado bons resultados, prolongando a qualidade de vida e reduzindo a progressão da doença em tratamento.

O que é Matiz?

Matiz é o nome comercial do acetato de abiraterona, produzido e distribuído pela Eurofarma. Conforme a bula, o remédio, em combinação com a prednisona ou prednisolona, é usado no tratamento de alguns casos do câncer de próstata. 

Os pacientes com a neoplasia que se disseminou para outras partes do corpo, que já passaram pela terapia de privação hormonal e não obtiveram sucesso, podem ser indicados ao uso. 

Além disso, o Matiz também pode ser usado em casos que a quimioterapia com o medicamento docetaxel não surtiu efeitos. Pacientes acometidos pelo câncer de próstata metastático de alto riscos, mas que não passaram pelo tratamento hormonal (ou o fizeram por menos que 3 meses) também podem ser indicados ao uso do Matiz. 

O remédio tem ação dentro de aproximadamente 12 horas após a primeira ingestão, fazendo com que os níveis de testosterona do sangue sejam reduzidos. 

Isso porque ele age inibindo a produção hormonal dos testículos, glândulas suprarrenais e tumores. Com isso, o câncer de próstata pode ser estabilizado.


O que é o acetato de abiraterona?

O acetato de abiraterona é um inibidor seletivo capaz de alterar a produção hormonal de testosterona, inibindo a progressão de câncer de próstata. Como a doença depende das taxas hormonais para agravar-se, com a redução, há uma melhoria do quadro do paciente. 

Após ingerida, a substância bloqueia a enzima CYP17, que está presente nos testículos e outras partes do organismo. Com isso, as taxas de testosterona caem e a neoplasia tem um retardamento da progressão.

Pesquisas feitas com a substância indicam que pacientes que receberam a abiraterona apresentaram uma sobrevida significativamente maior. A substância já foi incorporada como opção terapêutica em outros países, como na Austrália.

Quando ingerido por via oral, ou seja, com o uso de comprimidos, o acetato de abiraterona é rapidamente absorvido e em cerca de 2 horas ocorre a concentração plasmática máxima e sua meia-vida é de 12 horas (ou seja, sua ação é reduzida nesse tempo).

A substância foi aprovada em 2011 pela ANVISA e amplamente utilizada, trazendo melhorias para a vida e bem-estar dos pacientes.

Indicações: para que serve matiz?

Conforme a bula, o Matiz é indicado para os pacientes com câncer de próstata resistentes à castração (bloqueio da produção de testosterona), seja avançado ou de alto risco, que:

  • Não têm sintomas ou apresentam apenas quadros leves, após falha à terapia de privação androgênica;
  • Receberam quimioterapia prévia com docetaxel;
  • Tiveram o diagnóstico recente da doença, não tratados anteriormente com hormônios (mHNPC) ou pacientes que, em tratamento hormonal, por até 3 meses continuam respondendo à terapia hormonal (mHSPC).

Para entender o progresso da doença e do tratamento, é importante entender que quando a doença evolui, a primeira medida terapêutica adotada é a terapia hormonal, que é o recurso padrão para doença metastática hormono-sensível. 

Porém, como é apenas um recurso paliativo, o paciente vai evoluir para a doença metastática resistente à castração. Isso depende muito do progresso da doença, podendo ocorrer em um tempo bastante variável. 

Assim, há uma piora do prognóstico. Nesse momento, outros tratamentos são iniciados, entre eles a quimioterapia. (pode-se usar o docetaxel e cabazitaxel, por exemplo). Se houver progressão da doença, os riscos à vida do paciente são bastante altos, sendo que o tempo de sobrevida médio é entre 12 e 18 meses. 

Ainda não há um consenso sobre a melhor abordagem terapêutica, mas o uso de abiraterona/prednisona ou enzalutamida tem se mostrado uma boa opção.

O que é câncer de próstata resistente à castração?

A maioria dos casos diagnosticados de câncer de próstata ainda estão em estágio inicial. O que significa que as possibilidade de tratamento e cura são maiores. 

Segundo estatísticas do Oncoguia, pacientes diagnosticados com câncer localizado ou regional (sem disseminação ou disseminação para estruturas próximas da próstata) têm aproximadamente 100% de sobrevida de 5 anos. 

Em relação aos cânceres de próstata à distância, ou seja, já disseminados, essa taxa cai para 30%.

Quando a doença se dissemina, o tratamento mais indicado e possivelmente mais eficaz é a hormonioterapia. Chamada de castração, o tratamento é baseado na ingestão de medicamentos que suprimem a produção de hormônios. 

Ela tem o objetivo de reduzir ou retardar a doença disseminada, mas, aos poucos, pode perder a eficácia. Nesses casos, entra-se no estado de câncer de próstata resistente à castração. Que é quando o tumor ainda está crescendo, mas o organismo ainda responde à terapia hormonal, mantendo os níveis de testosterona baixos.

Como tomar?

O Matiz é um comprimido, que deve ser tomado via oral. Segundo a bula, a dose recomendada é de 4 comprimidos de 250mg ao dia, tomados em uma única vez. Essa é também a dosagem máxima (1000mg), que não deve ser ultrapassada. 

Como há alteração de absorção quando ele é ingerido junto com alimentos, indica-se que o Matiz deve ser tomada em jejum, 1 hora antes das refeições ou, ao menos, 2 horas depois delas. 

Também é importante saber que o tratamento com o Matiz é feito em conjunto com a prednisona ou prednisolona. Geralmente, a dosagem varia entre 5mg e 10mg, podendo mudar conforme orientação médica. 

Efeitos colaterais

O Matiz pode provocar queda nas taxas de potássio, causando sintomas como fraqueza muscular, cãibras e alteração dos batimentos cardíacos. Além disso, comumente ocorrem:

  • Inchaço nas mãos, tornozelos ou pés;
  • Infecção urinária; 
  • Elevação da pressão arterial. 

Entre os sintomas menos frequentes, podem ocorrer: aumento das taxas de gordura no sangue, indigestão, hematúria (sangue na urina), dor no peito, insuficiência cardíaca e problemas de glândulas suprarrenais.

Mais raramente, também podem ocorrer rabdomiólise (ruptura do tecido muscular), alveolite alérgica (irritação nos pulmões) e  insuficiência hepática aguda (falha nas funções do fígado).

Preço e onde encontrar?

O Matiz faz parte do grupo de medicamentos de Alto custo. A Eurofarma produz o acetato de abiraterona em embalagens com 120 comprimidos, de 250mg, com valores a partir de R$5930*.

O medicamento pode ser encontrado em farmácias físicas.

Também é possível encontrar o princípio ativo distribuído por outros laboratórios, como:

* Preços consultados em outubro de 2019.

Quanto à substância ativa Acetato de Abiraterona, em julho de 2019, foi publicada no Diário Oficial a inclusão na listagem de terapias ofertadas pelo SUS.

Pessoas que precisam fazer tratamento com o medicamento podem ser orientadas a solicitar judicialmente o Matiz. Para auxiliar nesse processo, existe a Assessoria em cotações judiciais para a obtenção de medicamentos de alto custo. Basta acessar o link e preencher os dados.

Matiz ou Zytiga?

O Zytiga tem o mesmo princípio ativo do Matiz. Por isso, os estudos de eficácia e reações adversas são os mesmos, baseados no componente acetato de abiraterona.

O Matiz é produzido pela Eurofarma, enquanto o Zytiga é da Janssen-Cilag, sendo então variação de fabricantes e distribuidores.

A diferença, além do laboratório, é o preço médio, que para o Zytiga é de R$11.499,00.

A escolha do medicamento e as orientações quanto ao uso devem sempre ser prestadas pelo médico ou médica que acompanha o tratamento.

__________

O Câncer de próstata pode gerar grandes limitações ao bem-estar e à sobrevida dos pacientes. No entanto, tecnologias medicamentosas têm favorecido a melhoria do quadro de diversos pacientes.

Quer saber mais sobre tratamentos e medicamentos? Acompanhe o Minuto Saudável!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.