A varicocele é uma condição responsável pela dilatação das veias testiculares.

Em alguns casos, a produção de espermatozoides pode ser prejudicada, ocasionando infertilidade em alguns homens.

Confira o artigo abaixo para tirar todas as suas dúvidas a respeito da varicocele!

Índice – neste artigo você vai encontrar as seguintes informações:

  1. O que é varicocele?
  2. O que é varicocele bilateral?
  3. Graus de varicocele
  4. Causas
  5. Fatores de risco
  6. Sintomas
  7. Como é feito o diagnóstico?
  8. Varicocele tem cura?
  9. Qual o tratamento?
  10. Cirurgia
  11. Convivendo
  12. Prognóstico
  13. Complicações
  14. Varicocele e infertilidade
  15. Como prevenir a varicocele?
  16. Perguntas frequentes

O que é varicocele?

A varicocele, ou varizes do testículo, é uma condição que causa a dilatação das veias do plexo pampiniforme, ou seja, a bolsa abaixo do pênis, onde os testículos ficam localizados.

Essa condição pode ser entendida como uma insuficiência na drenagem de sangue dos testículos, que consequentemente causa o aumento do volume das veias presentes dentro do escroto.

Sua incidência ocorre fundamentalmente a partir da adolescência até a vida adulta, dos 15 aos 25 anos.

Em geral, a varicocele é assintomática, podendo ser percebida por meio de um autoexame ou pelo aumento da temperatura testicular.


Cerca de 15% dos homens desenvolvem a condição, sendo essa a principal causa de infertilidade entre o sexo masculino. Porém, é importante ressaltar que a varicocele nem sempre indica esterilidade, mas pode causar tal.

A dilatação das veias do cordão espermático pode dificultar o  retorno venoso, ocorrendo uma disfunção testicular e, com isso, uma piora na qualidade do sêmen.

Essa condição pode ser classificada em 3 graus, que se diferenciam por meio do tamanho e da aparência com que se apresenta. Nos casos mais leves, a dilatação só fica aparente mediante esforço físico.

O tratamento geralmente não é necessário, somente em casos de incômodo, dor ou infertilidade.

No CID-10, a varicocele é encontrada pelo código I86.1.

O que é varicocele bilateral?

A varicocele é uma condição que, na maior parte dos casos (95%), se apresenta somente do lado esquerdo.

Isso acontece porque a veia do lado direito desemboca na veia cava por meio de uma angulação de 45º, o que acaba facilitando o escoamento do sangue.

Por outro lado, na veia do lado esquerdo esse ângulo é de 90º, dificultando a passagem do sangue.

Quando a dilatação atinge ambos os lados, a varicocele é chamada de bilateral.

Graus de varicocele

A partir do grau de desenvolvimento de cada caso, o médico poderá classificar a varicocele de 3 formas:

Grau 1

Acontece quando existem pequenas alterações, que não são visíveis e nem palpáveis quando o paciente encontra-se de pé. Nestes casos, é possível identificar a condição somente por meio de exames.

Grau 2

Moderada, a varicocele de grau 2 também não é visível a olho nu. Porém, acaba sendo facilmente detectada e palpável sem o auxílio de exame clínico.

Ao fazer algum esforço físico, o paciente pode sentir dores leves e sensação de peso na região da bolsa escrotal.

Grau 3

No caso mais evoluído, há grandes alterações que podem ser detectadas facilmente, mesmo sem esforço e em uma postura relaxada. Homens com varicocele de grau 3 podem apresentar problemas de fertilidade.

Causas

A varicocele pode ser compreendida como uma condição genética desenvolvida devido a deficiência das válvulas da veia testicular. Uma vez que o sangue fique acumulado nos testículos, a pressão acaba provocando a dilatação das veias e, consequentemente, as varizes.

Além disso, a má circulação do sangue causa aumento da temperatura do saco escrotal, prejudicando a produção de espermatozoides.

Fatores de risco

Um dos fatores de risco relacionados a varicocele é a idade — a incidência é maior entre homens de 15 a 25 anos.

Algumas pesquisas recentes associam a varicocele com fatores como excesso de peso e tabagismo. Porém, não existe uma relação comprovada ainda.

Outro possível fator de risco, também não comprovado, é a relação entre varicocele e tumores renais, que podem bloquear o fluxo sanguíneo e consequentemente, causar varizes.

Sintomas

A varicocele é conhecida por ser uma condição assintomática, ou seja, geralmente não apresenta sintomas. Porém, existem maneiras de identificar a varicocele, entre as quais podemos citar:

Alteração no tamanho, forma ou aspecto dos testículos

Esse sintoma ocorre justamente devido ao surgimento das varizes presentes nos testículos. Essas acabam causando uma alteração no aspecto dos testículos.

Dor ao ficar em pé ou praticar atividades físicas

A força necessária para realizar uma atividade física aumenta a pressão no abdômen, que como consequência acarreta na dilatação das veias testiculares, causando dor e incômodo.

Inchaço escrotal

A dilatação, provocada pelo sangue represado, causa um inchaço na região da bolsa escrotal. Vale lembrar que a varicocele pode acometer os dois testículos, porém, é mais comum ocorrer do lado esquerdo.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico da varicocele pode ser feito pelo próprio paciente, por meio da palpação dos testículos, a fim de identificar inchaço, dor, ou possíveis alterações na região.

Porém, é preciso consultar um médico clínico geral ou urologista, a fim de confirmar a condição.

Para isso, o médico pode achar necessário realizar a manobra de valsalva, que consiste em expirar o ar com a boca e o nariz fechado, podendo tapá-los com o dedão.

Esse processo pode ser realizado como auxiliar de diagnósticos, a fim de identificar o aumento do volume na região acometida.

Além desse, existem outros exames para diagnosticar a varicocele, como o ultrassom com Doppler, que visa avaliar o fluxo de sangue local.

Varicocele tem cura?

Sim. Porém, na maioria das vezes não é necessário realizar o tratamento, somente nos casos que provocam dor, incômodo local e infertilidade por pelo menos 2 anos.

Qual o tratamento?

A varicocele é considerada a maior causa de infertilidade masculina, sendo necessário realizar um tratamento específico quando requisitado pelo médico urologista.

O tratamento da varicocele é cirúrgico e tem chance de melhora em até 75% dos casos.

Além disso, o tratamento melhora a qualidade intrínseca das células do espermatozoide, propiciando um melhor desempenho para a reprodução e gestação, caso seja a opção do casal.

Cirurgia

O procedimento cirúrgico tem como objetivo selar a veia afetada, a fim de direcionar o fluxo sanguíneo para as veias que estão em bom estado.

Conheça as principais cirurgias indicadas para a varicocele:

Cirurgia aberta

Esse é considerado o procedimento mais simples, em que normalmente o paciente recebe uma anestesia local, podendo deixar o hospital no dia seguinte.

Recomenda-se fazer o uso de um apoio para os testículos durante alguns dias, além de não poder fazer esforço físico entre 2 a 4 semanas após o procedimento.

Cirurgia laparoscópica

Esse procedimento é mais complexo, uma vez que sua duração é maior, bem como a estadia hospitalar. Porém, o diferencial dessa cirurgia está na incisão, que nesse caso acaba sendo menor que as demais.

Embolização

Procedimento não cirúrgico, em que não é preciso anestesia e sua duração acaba sendo menor do que as demais. É considerado uma técnica nova, ainda não muito aderida pelos urologistas.

Convivendo

É possível buscar alternativas para alívio dos incômodos causados pela varicocele, como:

Use suspensório escrotal

Este acessório oferece proteção e suporte para a região dos testículos, diminuindo a tensão e as dores locais. Possui um formato anatômico e pode ser ajustado com um elástico.

Mantenha hábitos saudáveis

Algumas recomendações referentes a saúde masculina envolvem a adesão de hábitos saudáveis, como manter uma boa alimentação, praticar atividades físicas, controlar os sintomas de estresse e não fumar.

Prognóstico

Homens que possuem varicocele têm boas perspectivas de melhora. Dependendo do desenvolvimento da condição, a cirurgia se torna a melhor opção para aumentar a fertilidade, sendo um método seguro de tratamento.

Além disso, as pessoas que efetivamente realizam o procedimento cirúrgico aumentam em média 5 vezes a quantidade de espermatozoides no organismo. Com isso, consequentemente, há menores chances de desenvolver infertilidade.

Complicações

Em alguns casos, a varicocele pode deixar sequelas ao organismo masculino, como a atrofia, ou encolhimento dos testículos.

Isso ocorre porque os órgãos responsáveis pela produção de espermatozoides (túbulos) ficam danificados na presença dessa condição. Como consequência, o testículo fica menor.

Varicocele e infertilidade

A infertilidade é uma possível consequência da varicocele.

Por conta da dilatação das veias, há um aumento da temperatura local do saco escrotal. Porém, os testículos devem sempre estar 1 ºC abaixo da temperatura corporal, razão essa pelo qual eles são “separados” do corpo.

Como consequência desse aumento de temperatura, a produção dos espermatozoides é prejudicada, ocasionando assim, uma alteração na quantidade dos mesmos.

Por isso, em alguns casos, pode ser que o homem venha a desenvolver a infertilidade.

Como prevenir a varicocele ?

A varicocele é uma condição que não tem como ser prevenida. Porém, os médicos reforçam a importância dos homens procurarem atendimento médico no primeiro sinal de desenvolvimento da varicocele.

Isso prevenirá o avanço da condição e consequentemente, as possíveis complicações.

Perguntas frequentes

Quem tem varicocele pode ter filhos?

Depende. A maioria dos homens que possuem a condição e buscam tratamento precocemente, podem voltar a ser férteis. Porém, entre os homens inférteis, 45% são em decorrência da varicocele.

A correção da varicocele melhora o espermograma e corrige a infertilidade?

Na maioria dos casos, sim. A infertilidade é uma condição multifatorial, ou seja, não necessariamente a correção da varicocele vá atuar diretamente nesse aspecto. O ideal é procurar antecipadamente um urologista, a fim de realizar um espermograma e identificar a necessidade ou não de tratamentos.

Qual o tempo de repouso após a cirurgia de varicocele?

Isso é relativo. Vai depender muito do tipo de cirurgia que você busca e a opinião do seu médico urologista. Porém, o consenso é entre 2 a 3 dias para que seja possível voltar para as atividades habituais. É importante ressaltar que durante os 7 primeiros dias é recomendado trabalhar sentado.

É normal ter veias nos testículos?

A configuração estrutural dos testículos é composta por veias, artérias, epidídimo e o ducto deferente. Porém, algumas condições podem provocar alteração na aparência, como o aspecto de inchaço local. Isso ocorre com maior frequência no testículo esquerdo, que pode apresentar outros sintomas, como desconforto.

Quando a varicocele precisa ser tratada?

O tratamento da varicocele geralmente não é necessário, somente nos casos de incômodo local, dor e infertilidade comprovada por mais de 2 anos consecutivos.


A varicocele é uma condição que atinge cerca de 15% da população masculina. Dessa forma, o Ministério da Saúde reitera a importância de consultar um urologista regularmente.

Compartilhe esse artigo para que ele possa se informar mais sobre a varicocele!

Fontes consultadas


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Participe da discussão

17 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

  1. Tenho 40anos. Acho que tenho varicocele,noto que tenho várias veias no testículo

    1. Recomendo apenas à cirurgia laparoscópica. Se não pretende ter filhos, recomendo que não faça a cirurgia e deixe como está. A cirurgia tem outros riscos associados: ligamento da artéria que pode causar infertilidade e falência testicular, lesão de nervos do cana inguinal etc. Varicolectomia é uma cirurgia simples com altas taxas de complicações, muitas vezes, escondidas dos pacientes por cirurgiões com pouco apreço pela sua saúde.

  2. Gostaria de entender o motivo de os médicos urologistas não conseguirem diagnosticar a varicocele. Meu marido já foi à 3 médicos e dizem que não tem nada, mesmo com o espermograma ruim. Marquei um médico particular e especialista em infertilidade masculina e logo que examinou já constatou veias dilatadas. A ultrassonografia também indicou varicocele. Estamos com carência de médicos bons. Já fiz todos os exames e comigo tudo bem. Complicado.

    1. exames simples,indicam que apresentam plexos pampiniforme com vasos tortuosos,ultrassonografia de bolsa testicular com color doppler.

  3. Eu tenho varicocele grau II subclínico no lado direito e cisto testicular, verificado por ultrassom, sinto uma dor há mais de 4 meses do lado direito, doi no testículo e na região da virilha e abdomen, tudo do lado direito, já tomei um monte de remédio e não adiantou nada, já fui em 3 urologistas e nenhum recomendou cirurgia, me disseram que tenho q fazer 3 espermogramas para identificar e tal… ja fiz 2 e deu baixo, to indo pro terceiro, o problema é essa dor, nada alivia cara…

  4. estou sofrendo com varicocele e hidrocele … varios urologistas ja fui e no exame acusa isso e eles omitem em fazer o cirugia dizendo que não tem nada!

    pra piorar o medico passou “PONDERA” ,pensando eu que era o remedio para cura… e pesquisando aqui no google o pode ver que o remedio “PONDERA” é um antidepressivo muito forte!
    vou colocar agora mesmo esse medico na justiça , pois passou o remedio errado que só não comprei porque é muito caro.

  5. Eu tenho varicocele nivel 3, no meu caso foi diagnosticado somente no visual até agora, acompanhado de dor testicular e desconforto e algumas vezes dores na cabeça do pênis. No meu caso a cirurgia pode devolver a minha fertilidade?

    1. Olá Dalvan!

      É possível que sua fertilidade retorne sim após a cirurgia. O motivo de a varicocele reduzir a fertilidade masculina é o aumento da temperatura dos testículos. Normalmente eles precisam ficar mais frios do que o resto do corpo para que os espermatozoides sobrevivam, por isso eles ficam do lado de fora do corpo, diferente de outros órgãos. Com a varicocele, a temperatura testicular aumenta e os espermatozoides morrem. Depois de uma cirurgia corretiva, a temperatura dos testículos tende a voltar ao normal, assim como a produção das células reprodutoras.

      Entretanto, lembre-se de que só o seu médico conhece o seu caso específico e podem haver diferenças de caso a caso. Consulte o urologista para ter certeza.

      Obrigado pelo comentário!

  6. Eu tenho varicole de grau3 fiz a cirurgia e não melhorei já me recomendar congelar o sêmen, pois é provável não ter espermatozoides vivos.

  7. Eu tenho varicocele grau 1 não sinto nada ….eu caso e só com cirurgia mesmo

  8. Meu marido tem varicocele, tamos a 9 meses tentando ter um filho e não conseguimos, fomos ao medico ele passou um remédio chamado de algy-Flanderil diz que com esse tratamento a varicocele somia. Mas só tomar por 7 dias a penas, e até agora só alívio as dores…E possível que a varicocele some só tomando esse remédio??

  9. Tenho 40 anos idade e nunca tive filhos. Aos 39 anos de idade, depois de um tratamento num Centro de Medicina Tradicional, consegui engravidar alguém, mas infelizmente perdeu o bebé com um aborto expontâneo. A minha esposa não consegui engravidar. Entretanto, fui diagnosticado com Varicocele grau II-III a esquerda. O que me recomenda?

  10. Além da infertilidade a varicocele pode causar impotência?
    Fui diagnosticado com essa doença mas a infertilidade não me preocupa pois tenho 60 anos e sou vasectomizado, portanto não pretendo ter mais filhos, porém optei pela cirurgia, juntamente com o médico, pelo incômodo da dor testicular e crescimento da bolsa escrotal. É correto fazer a cirurgia no meu caso?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *