Com o avanço da medicina, muitas doenças que antigamente não eram conhecidas, hoje podem ser diagnosticadas e tratadas. 

Novas técnicas e novos medicamentos são descobertos todos os dias, entre eles está o Zoladex. 

O que é Zoladex? 

O Zoladex é um medicamento injetável que reduz a quantidade de testosterona (nos homens) e estradiol (nas mulheres) a partir do 21º dia após a aplicação. É usado  principalmente para o tratamento de tumores e miomas que se formam no organismo humano.  

Ele atua na glândula hipófise que acaba liberando uma quantidade menor de hormônios na corrente sanguínea.  

Quando o tratamento é interrompido por orientação médica, o Zoladex pode levar entre 1 e 4 meses para ser completamente eliminado do organismo.

O seu uso é injetável, ou seja, abaixo da pele. A quantidade de vezes que esse remédio precisará ser tomado depende do quadro clínico de cada paciente.  

Para que serve o medicamento Zoladex? 

O Zoladex é indicado para o tratamento de alguns tipos de câncer (de mama e de próstata), endometriose e leiomioma uterino (tumor benigno no útero). Ele também pode ser indicado para tratar a infertilidade ou aumentar as chances de sucesso de uma reprodução assistida.

Várias complicações podem ser tratadas com esse medicamento, entre elas:  


Mioma 

Os miomas são tumores benignos que quando são formados no útero recebem o nome de leiomioma. 

O Zoladex é utilizado por mulheres que já possuem tumores. Assim, ele atua no sistema reprodutor feminino, impedindo a progressão da doença ou o surgimento de novos tumores.

Pólipo endometrial

O pólipo endometrial são tumores benignos localizados no útero ou nas trompas uterinas. Geralmente, essa condição está ligada a outras doenças como endometriose ou câncer de colo de útero. 

O tratamento é feito com medicamentos como o Zoladex. Em casos mais graves, pode ser necessário a retirada do útero (histerectomia). 

É genérico?

Não, o Zoladex é um medicamento referência. 

Isso significa que ele foi o primeiro remédio com essa eficiência a ser registrado no Brasil e, enquanto a patente tiver validade, é proibido que se fabriquem medicamentos similares ou genéricos.  

Como aplicar?

O ideal é que esse medicamento seja aplicado por profissionais da saúde habilitados(as) (farmacêutico(a), enfermeiro(a) ou médico(a). 

O local de aplicação geralmente é na lateral da parte inferior do abdômen (abaixo do umbigo e acima da virilha). 

A aplicação é única e, assim como demais injeções, pode provocar dores, inchaços e hematomas no local. 

Se esse for o caso, pode-se fazer compressas quentes ou frias sobre a área dolorida. Entretanto, não tome anestésicos ou outros medicamentos sem a orientação médica.  

Quais os efeitos colaterais da injeção Zoladex?

Como o Zoladex é um remédio de controle dos hormônios, ele pode ter efeitos colaterais e reações diferentes para cada um dos sexos. De forma geral, tanto mulheres como homens podem sofrer de diminuição na libido, dores de cabeça, queda de cabelo e excesso de suor.  

Outros efeitos colaterais comuns são: 

  • Depressão e ansiedade; 
  • Ganho ou perda muito peso repentinamente; 
  • Ondas de calor (fogachos); 
  • Formigamento ou dormência dos membros; 
  • Aumento ou queda da pressão;  
  • Lesões vermelhas na pele; 
  • Reações como dores e vermelhidão no local de aplicação da injeção. 

Efeitos colaterais nas mulheres 

Nas mulheres, o Zoladex pode causar amenorreia (ausência de menstruação), sensibilidade nas mamas, ausência de lubrificação vaginal, acne, aumento dos seios e em casos mais raros, sangramentos vaginais e até cistos no ovário.   

Efeitos colaterais nos homens

Os homens, ao usar esse remédio, podem ter disfunção erétil, crescimento anormal das mamas (ginecomastia) e dores no sistema reprodutor (na uretra e no saco escrotal). 

Contraindicações

O Zoladex é contraindicado para gestantes e mulheres que estão amamentando. 

Pessoas que possuem alergias a um ou mais componentes presentes na fórmula do remédio também não devem fazer uso. 

Em caso de dúvidas, converse com a(o) médica(o) que acompanha o tratamento. 

Zoladex é quimioterapia?

A quimioterapia é um tipo de tratamento feito com substâncias químicas que ajudam a destruir as células doentes (tumores). É considerado uma terapia sistêmica, pois afeta todo o organismo.

Entre as drogas utilizadas como quimioterapia antineoplástica está o Zoladex, ou seja, em tratamentos para câncer que procuraram aplicar a maior dose possível de fármacos para impedir o crescimento do tumor.  

Por isso, o ideal é usar o Zoladex somente com a supervisão de uma(um) médica(o) oncologista ou farmacêuticas(os) com especialização em quimioterapia. 

Preço e onde encontrar?

Esse medicamento possui duas formas de apresentação: Zoladex e Zoladex LA

A diferença entre os dois, além do preço, é que o Zoladex LA (Long Action) possui uma ação prolongada, ou seja, o medicamento age no organismo por mais tempo. 

O Zoladex pode ser comprado a partir de R$ 623,50. Já o Zoladex LA custa cerca de R$1.610,00. 

O medicamento deve ser aplicado a cada 28 dias. Por outro lado, a apresentação LA pode ser injetada a cada 90 dias.  

Eles podem ser encontrados em redes de farmácias, geralmente nos grandes centros ou então com uma solicitação para a farmácia. 

Também é possível ter acesso à medicação por meio da abertura de um processo judicial para recebê-lo gratuitamente. Nesses casos, pacientes podem contar com o serviço de orçamento para medicamentos de alto custo. Basta acessar o link e preencher o formulário.

O SUS fornece?

O Sistema Único de Saúde oferecia esse medicamento gratuitamente até a metade de 2019. 

Mas, em julho, o Ministério Público juntamente com o Tribunal de Contas da União (TCU) rompeu a parceria com os laboratórios produtores do Zoladex e outros 18 medicamentos.  

A Associação de Laboratórios Farmacêuticos Oficiais do Brasil (ALFOB) estima que 30 milhões de pessoas sejam prejudicadas por causa desse corte. 


O Zoladex é um remédio indicado, sobretudo, para  o tratamento de câncer de mama e de próstata. Ele pode ter vários efeitos colaterais e é contraindicado para gestantes e lactantes. 

Esse medicamento só deve ser tomado sob orientação e supervisão médica. Evite a automedicação e leia a bula. 

O Minuto Saudável traz outras informações sobre remédios. Acompanhe nossas postagens!!!  


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.